Você está na página 1de 1

Reconheço Minha Felicidade

Não! Não fraquejei diante da vida! Não hesitei clamar teu nome quando precisei, e até
hoje clamo, pois finalmente posso chamar-te de minha. Não me senti em nenhum momento
fraco por chorar nas agonias diárias, por me entregar ao silêncio sem receio algum: Era por ti!
Era por querer-te definitivamente em minha vida que eu havia decidido largar tudo o que
havia conseguido por uma chance de te ter. Muitas coisas ficaram para traz, mas sobrou-me a
felicidade de ter-te ao meu lado, pelo ou menos, até quando durar a eternidade de nosso
amor.

Sim, eu sei que também você sofreu, e é por isso que nos entregamos um ao outro tão
intensamente: por medo de encontrar novamente com a solidão. Ah, a solidão! Tão presente
em minhas noites, em minha vida. Por um momento pensei que não iria conhecer um
sentimento tão forte quanto este, mas novamente eu estava errado! O amor que conheci ao
teu lado é muito mais forte e muito mais concreto. Nem tento comparar, mas isso é força do
habito, o resto de humanidade que ainda tenho em mim.

Ás vezes me pego a pensar em você, de uma hora para a outra. Nem ao menos
percebo como e por que comecei, mas penso em ti, sempre. Somente a ideia de que você
pode estar pensando em mim já me apraz a alma, me seduz os desejos, toma posse de meu
coração.