Você está na página 1de 1

A amizade é um amor que nunca morre, um amor ao qual nunca encontraremos,

reconheceremos nas coincidências, nas aventuras e nas loucuras que somente uma amizade
forte pode proporcionar. A amizade é uma vocação para a qual precisamos estar abertos,
preparados para dizer “te amo” e “parabéns” na mesma frequência com a qual se diz “você
poderia melhorar” ou “desta vez você está errado”. Amigo está pronto pra tudo e pra todos;
Pra ser forte e ser louco, a preço de ver no rosto um sorriso de verdadeira felicidade precipitar
despreocupadamente. Os gregos diziam que amigos são como uma alma de dois corpos, e
como não acreditar nesta afirmação ao se pegar a lembrar das coisas do passado, de medir as
consequências do futuro. Essa reciprocidade é o que move qualquer par de pessoas que se
dizem amigas, esse conhecer e confiar tão profundo que, o outro, parece-nos nós mesmos.
Madre Tereza nos diz que “as palavras de amizades podem ser curtas e sucintas, mas seus ecos
se mantem pela eternidade”, então eu queria dizer que no dia do amigo, que se comemora
todos os dias da vida, e em especial hoje, que eu quero que a nossa amizade continue desta
forma, grandes amigos: ecoando pela eternidade de nossas vidas e nossos momentos. Que
possamos provar tudo juntos, passar por tudo juntos, sabendo que tudo nessa vida pode ter
um lado bom, desde que ao seu outro lado esteja um amigo de verdade. Amigo de abrir a
geladeira sem avisar, de encostar os pés no sofá da sala, de tirar aquela onda com seu velho
apelido ou algo do tipo. Quero levar nossa amizade até nossos filhos, nossos cônjuges, nossas
futuras gerações e, acima de tudo, mostrar que quando pessoas de verdade se dispõem a viver
um sentimento de verdade, se pode tudo, até mudar a verdade dos fatos. O que pode deter
uma verdadeira amizade? Nem a morte.