Você está na página 1de 12

Material Digital do Professor

Língua Portuguesa – 8º ano


1º bimestre – Gabarito

Leia o fragmento da resenha para responder às questões 1 e 2.

Publicado em 1943, O Pequeno Príncipe [...] de Antoine de Saint-Exupéry, é


uma das obras mais amadas por adultos e crianças de todo o mundo [...]

Antoine fez um trabalho incrível que revolucionou a literatura infantil. A


forma como a história é narrada e os personagens ricos em conhecimento nos fazem
pensar na maneira como vivemos e em como o mundo é governado.
(DANQUIMAIA, Beatriz. 5 motivos para ler O Pequeno Príncipe, 26 nov. 2015. Disponível em: <https://super.abril.com.br/blog/turma-
do-fundao/5-motivos-para-ler-o-pequeno-principe/>. Acesso em: 16 out. 2018.)

1. Imagine que você precise escrever uma resenha como essa para ser exposta na Feira de Leitura
destinada aos alunos de 6 a 8 anos de sua escola. Escolha um objeto cultural (um filme, um livro,
um game, etc.) e produza uma breve resenha sobre ele, a fim de que o público da Feira se sinta
motivado a ler ou ver o que você recomenda.
a) Informe os dados do que pretende resenhar.
b) Acrescente informações que levem os alunos a se interessar pelo que você recomenda.
c) Utilize uma linguagem que seja adequada ao universo infantil.

Prática de Linguagem Produção de textos


Objeto(s) de
Estratégias de escrita: textualização, revisão e edição
conhecimento
(EF89LP26) Produzir resenhas, a partir das notas e/ou esquemas feitos, com o manejo
adequado das vozes envolvidas (do resenhador, do autor da obra e, se for o caso, também
Habilidade
dos autores citados na obra resenhada), por meio do uso de paráfrases, marcas do discurso
reportado e citações.
Página de referência
utilizada na elaboração 38
da questão
Tipo de questão Aberta Capítulo/Unidade Unidade 1
Os alunos produziram satisfatoriamente a resenha crítica conforme as orientações
100%
indicadas no comando.
Os alunos produziram a resenha crítica de forma parcialmente correta, com
Grade de correção 50%
elementos insuficientes e pouca motivação para o leitor.
Os alunos não produziram a resenha; apenas informaram os dados do objeto
0%
cultural.

Orientações sobre No caso em que o aluno apresenta dificuldade em produzir adequadamente uma resenha
crítica, escolha um exemplo de resenha e a apresente a ele, para que a leia para a turma. Em
como interpretar as
seguida, peça-lhe que a adapte a um público diferente do previsto na resenha. Antes que ele
respostas e reorientar o
realize a adaptação do texto, faça as seguintes perguntas, a fim de orientá-lo na edição: “Que
planejamento com base linguagem você poderá usar a fim de que seu público compreenda o texto?”; “Quais
nos resultados informações podem ser retiradas?”; “Que informações podem ser acrescentadas?”.
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

2. Agora imagine que essa resenha que você produziu será lida pelos pais de alunos de sua escola
no dia da reunião de pais. Na intenção de que eles incentivem os filhos a conhecer a obra
apresentada em sua resenha, edite-a com base nas seguintes orientações:
a) Valorize as informações que sejam interessantes para o público-alvo.
b) Interaja com seu público, fazendo-lhe perguntas retóricas.
c) Acrescente adjetivos a fim de valorizar a obra apresentada na resenha.

Prática de Linguagem Produção de textos


Objeto(s) de
Revisão/edição de texto informativo e opinativo
conhecimento
(EF69LP08) Revisar/editar o texto produzido – notícia, reportagem, resenha, artigo de
opinião, dentre outros –, tendo em vista sua adequação ao contexto de produção, a mídia
Habilidade em questão, características do gênero, aspectos relativos à textualidade, a relação entre as
diferentes semioses, a formatação e uso adequado das ferramentas de edição (de texto,
foto, áudio e vídeo, dependendo do caso) e adequação à norma culta.
Página de referência
utilizada na elaboração 28
da questão
Tipo de questão Aberta Capítulo/Unidade Unidade 1
Os alunos editam adequadamente a resenha produzida. Espera-se que interajam
com o público por meio de perguntas como “Que tal motivar seu filho a ler uma
100% história/ver um filme?” e utilizem adjetivos que valorizem a obra, por exemplo: “O
livro/filme é uma ótima oportunidade para seu filho conhecer outros mundos por
Grade de correção meio da leitura/do filme”.
50% Os alunos seguem apenas uma ou duas orientações ao editar/revisar a resenha.

0% Os alunos não seguem as orientações para editar a resenha.


Orientações sobre
Para estimular os alunos a editar a resenha, pode-se solicitar a eles que procurem a resenha
como interpretar as
de algum filme ou livro. Em seguida, aproveitando ao máximo as informações fornecidas
respostas e reorientar o
pelo resenhista, peça aos estudantes que leiam esse texto, percebendo o posicionamento do
planejamento com base autor da resenha e as características de sua escrita.
nos resultados
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

3. Leia um trecho do artigo “Os desafios da adolescência”, publicado em uma revista digital.
Entre as fases mais temidas no desenvolvimento dos jovens, a adolescência é
uma das que mais gera insegurança [...]. Nesta etapa de transição, euforia,
irritabilidade [...] e impetuosidade são alguns sintomas que se alternam e que se
conflitam com a busca do conhecimento e autoafirmação. Se mal interpretados,
podem provocar alguns transtornos que futuramente refletirão na fase adulta.
Se tratados com naturalidade, mas com atenção, dissolvem com o tempo,
segundo os psicólogos.
(LACERDA, Patrícia. Os desafios da adolescência. Nine – Estilo e Negócios.
Disponível em: <http://revistanine.com.br/Materia/detalhes/34/os-desafios-da-adolescencia>. Acesso em: 16 out. 2018.)

O fragmento lido é um texto didático. Tendo isso em vista, responda:


a) Qual é a finalidade desse texto?
b) A qual(is) público(s) você acredita que esse fragmento se dirige?
c) Que reflexão o texto proporciona ao leitor em relação aos conflitos da adolescência?

Prática de Linguagem Leitura


Objeto(s) de Reconstrução das condições de produção e recepção dos textos e adequação do texto à
conhecimento construção composicional e ao estilo de gênero
(EF69LP29) Refletir sobre a relação entre os contextos de produção dos gêneros de
divulgação científica – texto didático, artigo de divulgação científica, reportagem de
divulgação científica, verbete de enciclopédia (impressa e digital), esquema, infográfico
Habilidade (estático e animado), relatório, relato multimidiático de campo, podcasts e vídeos variados
de divulgação científica etc. – e os aspectos relativos à construção composicional e às
marcas linguísticas características desses gêneros, de forma a ampliar suas possibilidades
de compreensão (e produção) de textos pertencentes a esses gêneros.
Páginas de referência
utilizada na elaboração 64 e 67
da questão
Tipo de questão Aberta Capítulo/Unidade Unidade 1
Os alunos refletem adequadamente sobre o texto didático, estabelecendo com
coerência a relação entre ele e seu contexto de produção. Respostas possíveis: a) A
finalidade desse texto é expor um conhecimento sobre o tema da adolescência. b) O
100%
fragmento se dirige a adolescentes/pais/professores. c) O texto leva o leitor a
Grade de correção refletir que a fase da adolescência, embora possa ser conflituosa, é passageira,
bastando ao adolescente e à família tratar esses conflitos com naturalidade.
50% Os alunos respondem parcialmente às perguntas feitas no comando.

0% Os alunos não respondem corretamente às perguntas feitas no enunciado.


Orientações sobre No trabalho com os alunos que demonstram dificuldade em refletir sobre a relação entre o
como interpretar as contexto de produção e o texto didático, recomenda-se que o professor explore esse
respostas e reorientar o contexto. Na atividade de leitura desses textos, podem-se elaborar perguntas como: “Qual é
planejamento com base o público-alvo?”; “Onde esse texto circula?”; “Qual é sua finalidade?”; “De que modo ele está
nos resultados estruturado?”.
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

4. Leia o fragmento da peça Abel e Helena, de Arthur Azevedo.

Cena I

Helena, Marcolina e moças

CORO DAS MOÇAS — Por que razão, ó Dona Helena,

tão triste está que causa pena?

Diga-nos já, e ao seu penar

talvez possamos consolar.

MARCOLINA (Deixa o seu trabalho e vem também para junto de Helena.) —


Iaiá, não ‘steja assim tão triste.

HELENA — [...] o meu coração não

resiste a tamanha dor

a tanto dissabor!

Eu desejava neste instante

a solidão corroborante;

portanto, se de mim tiverem dó,

dois minutos ou três deixem-me só... [...]

(As moças retiram-se pela esquerda. Marcolina põe-se de novo a engomar,


cantarolando alguma cantiga da roça.)
(AZEVEDO, Arthur. Abel e Helena. Disponível em: <www.dominiopublico.gov.br/download/texto/bv000038.pdf>.
Acesso em: 17 out. 2018.)

Glossário:
Corroborante: que fortalece.

a) Que elementos presentes no fragmento o caracterizam como um poema dramático?


b) Como é possível identificar a fala dos personagens?
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

Prática de Linguagem Leitura


Objeto(s) de Reconstrução da textualidade e compreensão dos efeitos de sentidos provocados pelos usos
conhecimento de recursos linguísticos e multissemióticos
(EF89LP34) Analisar a organização de texto dramático apresentado em teatro, televisão,
Habilidade cinema, identificando e percebendo os sentidos decorrentes dos recursos linguísticos e
semióticos que sustentam sua realização como peça teatral, novela, filme etc.
Páginas de referência
utilizada na elaboração 21 e 27
da questão
Tipo de questão Aberta Capítulo/Unidade Unidade 2
Os alunos analisam adequadamente o poema dramático. Respostas possíveis: a) O
fragmento caracteriza-se como poema dramático porque contém versos, rimas,
100% enredo, personagens e diálogos. b) A fala dos personagens é identificada pela
organização do texto, que mostra o nome deles à frente de cada estrofe. O uso de
Grade de correção travessão também contribui para a identificação das falas.
Os alunos respondem corretamente apenas a uma das duas perguntas presentes no
50%
comando.
0% Os alunos respondem inadequadamente às perguntas presentes no comando.

Orientações sobre A análise adequada do poema dramático pode ser aprimorada por meio de atividades de
interpretação de textos desse gênero. Perguntas que levem os alunos a refletir sobre as
como interpretar as
cenas e os efeitos de sentido produzidos pela linguagem lírica podem levá-lo a diferenciar o
respostas e reorientar o
poema dramático de outros gêneros literários. Para o trabalho em sala de aula, recomenda-
planejamento com base se o texto dramático A filha de Maria Angu, de Arthur Azevedo, encontra-se em domínio
nos resultados público.

5. Leia o fragmento da crônica “Condôminos”, de Fernando Sabino, para responder às questões.

A porta estava aberta. Foi só eu surgir e arriscar uma espiada para a sala, o
dono da casa saltou da mesa para receber-me:
— Vamos entrar, vamos entrar. Estávamos à espera do senhor para
começarmos a reunião: o senhor não é o 301?
Não, eu não era o 301. Meu amigo, que morava no 301, tivera de fazer
repentinamente uma viagem, pedira-me que o representasse.
O homem estendeu-me a mão num gesto decidido:
— Pois então muito prazer.
Disse que se chamava Milanês e recebeu com um sorriso à milanesa a minha
escusa pelo atraso [...].
(SABINO, Fernando. Condôminos. In: Para gostar de ler: crônicas. São Paulo: Ática, 1979)

Glossário:
Escusar: pedir desculpas.
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

Observe o uso das figuras de linguagem nesse fragmento.


a) Indique a figura de linguagem presente na expressão sorriso à milanesa, localizada no último
parágrafo do trecho do texto.
b) Considerando o contexto do fragmento, que sentido pode ser inferido do uso dessa
expressão? Justifique sua resposta.

Prática de Linguagem Análise linguística/semiótica


Objeto(s) de
Figuras de linguagem
conhecimento
(EF89LP37) Analisar os efeitos de sentido do uso de figuras de linguagem como ironia,
Habilidade
eufemismo, antítese, aliteração, assonância, dentre outras.
Página de referência
utilizada na elaboração 73
da questão
Tipo de questão Aberta Capítulo/Unidade Unidade 2
Os alunos analisam adequadamente o efeito de sentido da metáfora
presente no fragmento. Respostas possíveis: a) A figura de linguagem
100% presente na expressão é a metáfora. b) O narrador faz um jogo de palavras
(um trocadilho) com o nome do personagem (Milanês) e o nome de um
Grade de correção prato (bife à milanesa), provocando humor.

50% Os alunos respondem apenas a uma das duas questões presentes no enunciado.

0% Os alunos não respondem às perguntas satisfatoriamente.


Orientações sobre
Para os alunos que apresentam dificuldade em analisar os efeitos de sentidos de metáforas,
como interpretar as
sugere-se que o professor realize um estudo dos efeitos dessa figura de linguagem na
respostas e reorientar o
comparação entre gêneros diferentes, como em poemas e anúncios, pois os alunos poderão
planejamento com base reconhecer tais efeitos considerando as condições de produção de cada gênero.
nos resultados
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

6. Analise o título deste texto e responda às perguntas abaixo.

Mulheres antes da hora

[...]

Em vez de brincar ou sair com os amigos, aos 14 anos, A. S. M. passou dias


seguidos no quarto, portas fechadas, pensando na vida. Ela havia engravidado do
namorado e, sem coragem de enfrentar os pais, ficava prostrada na cama, chorando.
[...]
Substituir por “MULHERES antes da hora. IstoÉ. Disponível em: <https://istoe.com.br/mulheres-antes-da-hora/>. Acesso em: 4 nov. 2018.>.

a) Levando em conta o título, que assunto o texto vai abordar?


b) Considerando a resposta anterior, que desdobramento(s) você acredita que esse texto terá?

Prática de Linguagem Leitura


Objeto(s) de
Efeitos de sentido
conhecimento
(EF89LP06) Analisar o uso de recursos persuasivos em textos argumentativos diversos (como
Habilidade a elaboração do título, escolhas lexicais, construções metafóricas, a explicitação ou a
ocultação de fontes de informação) e seus efeitos de sentido.
Página de referência
utilizada na elaboração 68
da questão
Tipo de questão Aberta Capítulo/Unidade Unidade 2
Os alunos analisam adequadamente a escolha lexical do título do texto. Respostas
possíveis: a) Pelo título do texto, pode-se perceber que ele vai tratar de gravidez na
adolescência. b) Espera-se que os alunos respondam com base em seu
100%
conhecimento prévio sobre os acontecimentos que geralmente podem ocorrer em
casos como esses: mudança de vida, responsabilidades pesadas, abandono dos
Grade de correção estudos, entre outras consequências.
Os alunos respondem corretamente apenas a uma das duas perguntas presentes no
50%
comando.
0% Os alunos não respondem satisfatoriamente às perguntas realizadas no comando.
Orientações sobre
A fim de que os alunos analisem corretamente os títulos de textos e/ou notícias e crônicas,
como interpretar as
recomenda-se que, antes da leitura desses gêneros, o professor explore junto com a turma
respostas e reorientar o
os sentidos gerados pelos títulos, procurando levar em conta os conhecimentos prévios dos
planejamento com base estudantes sobre o significado deles.
nos resultados
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

7. Leia o fragmento da notícia.

Aumento de ciclovias e modernização estimulam produção de bicicletas

A produção de bicicletas no Polo Industrial de Manaus (PIM) aumentou


35,2% em agosto, sobre igual mês do ano passado [...]. De acordo com a Associação
Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e
Similares (Abraciclo), desde o começo do ano tem sido constante o ritmo de
crescimento.
(MOREIRA, Marli. Aumento de ciclovias e modernização estimulam produção de bicicletas, 17 set. 2018. Disponível em:
<http://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2018-09/aumento-de-ciclovias-e-modernizacao-estimulam-producao-de-
bicicletas>. Acesso em: 17 out. 2018.)

O processo de formação das palavras motocicletas e ciclomotores ocorre por:

a) aglutinação em ambas as palavras, em que “moto” expressa o sentido de locomoção de


carros.
b) aglutinação e justaposição, respectivamente, em que “moto” expressa o sentido de
movimento sobre rodas.
c) justaposição e aglutinação, respectivamente, em que “moto” expressa o sentido de espaço
para pilotar motos.
d) justaposição em ambas as palavras, em que “moto” expressa o sentido de pista exclusiva
para bicicletas.
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

Prática de Linguagem Análise linguística/semiótica


Objeto(s) de
Léxico/morfologia
conhecimento
(EF08LP05) Analisar processos de formação de palavras por composição (aglutinação e
Habilidade
justaposição), apropriando-se de regras básicas de uso do hífen em palavras compostas.
Páginas de referência
utilizada na elaboração 47 e 85
da questão
Tipo de questão Múltipla escolha Capítulo/Unidade Unidade 1
Os alunos que marcam esta alternativa não levam em conta que a aglutinação ocorre
a
apenas na palavra “motocicletas.
Os alunos analisam adequadamente os processos de formação das palavras do
comando, pois em “moto + (bi)cletas” ocorre perda da sílaba “bi”. Já em “ciclomotores”
b ocorre a junção de “ciclo + moto”. Ademais, eles percebem que o sentido da palavra
“motor” é “movimento”, reconhecendo que as palavras destacadas sugerem o sentido
de movimento sobre rodas.
Justificativas
Os alunos que marcam esta alternativa se confundem e invertem os processos de
c formação de palavras. Além disso, imaginam erroneamente que o sentido das palavras
“motocicletas” e “ciclomotores” é o mesmo que “motódromo”.
Os alunos que marcam esta alternativa desconsideram a aglutinação ocorrida em
“motocicletas” bem como o significado das palavras presentes no comando, ao
d
associar-lhes o sentido da palavra “ciclovia”, que é o espaço reservado para uso de
bicicletas.

Orientações sobre A análise do sentido de palavras justapostas pode ser explorada com base na seguinte
atividade: exponha no quadro um conjunto de palavras compostas por justaposição que
como interpretar as
repitam o mesmo vocábulo, como “hidroelétrica”, “hidromassagem”, “hidroavião”. Em
respostas e reorientar o
seguida, peça à turma para inferir o sentido de cada uma a partir da justaposição formada
planejamento com base por cada palavra. Por fim, apresente o significado das palavras a fim de que os alunos
nos resultados confirmem ou não as inferências feitas.

8. O uso do hífen é frequente na formação de palavras compostas por substantivos, adjetivos,


verbos e numerais. Considerando isso, as classes de palavras que formam o termo “guarda-
chuva” são as mesmas da palavra
a) porta-papel.
b) quarta-feira.
c) capim-cidreira.
d) amor-próprio.
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

Prática de Linguagem Análise linguística/semiótica


Objeto(s) de
Léxico/morfologia
conhecimento
(EF08LP05) Analisar processos de formação de palavras por composição (aglutinação e
Habilidade
justaposição), apropriando-se de regras básicas de uso do hífen em palavras compostas.
Página de referência
utilizada na elaboração 78
da questão
Tipo de questão Múltipla escolha Capítulo/Unidade Unidade 1
Os alunos analisam adequadamente a regra que prescreve o uso do hífen em palavras
a compostas formadas por verbo + substantivo, pois tanto “guarda-chuva” como “porta-papel”
são formadas pelos verbos “guardar” e “portar” e pelos substantivos “chuva” e “papel”.
Os alunos que marcam esta alternativa não observam que a palavra “quarta-feira” não
b apresenta o mesmo contexto que a palavra “guarda-chuva”, já que a primeira é
Justificativas formada por numeral + substantivo.
Os alunos que marcam esta alternativa não levam em conta que a palavra “capim-
c
-cidreira” é formada por dois substantivos, diferentemente de “guarda-chuva”.
Os alunos que marcam esta alternativa desconsideram que as classes de palavras que
d formam o termo “amor-próprio” não são as mesmas que formam “guarda-chuva”, já
que o primeiro termo é formado por um substantivo e um adjetivo.
Orientações sobre A análise das regras do hífen em palavras compostas pode ser mais bem entendida pelos
como interpretar as alunos por meio da seguinte atividade: apresente a eles um conjunto de palavras compostas
respostas e reorientar o que exijam o uso do hífen e outras que não o exijam. Em seguida, peça-lhes que empreguem
planejamento com base o hífen nas palavras em que o consideram necessário. Por fim, solicite aos alunos que
nos resultados expliquem a razão de um dos conjuntos de palavras receber hífen e o outro não.

9. Leia este trecho de uma notícia.

Vem aí o projeto “Grandes nomes 2018”

Tudo pronto para o “Grandes Nomes 2018”, um projeto do Grupo de


Comunicação O POVO, que levará aos ouvintes da Rádio O POVO/CBN uma sabatina
com personalidades de destaque no cenário atual do Estado.

(O Povo. Disponível em: <www.opovo.com.br/jornal/colunas/eliomardelima/2018/11/vem-ai-o-projeto-grandes-nomes-2018.html>.


Acesso em: 4 nov. 2018.)

Qual é o sujeito no título da notícia? O que você considerou para chegar a essa resposta?

a) “Grandes nomes 2018”, pois a forma verbal concorda com essa expressão.
b) “o projeto”, por causa da terminação verbal no singular.
c) “o projeto ‘Grandes nomes 2018’”, pois a forma verbal concorda com o sujeito.
d) “grandes nomes”, pois a forma verbal concorda com o sujeito.
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

Prática de Linguagem Leitura


Objeto(s) de
Morfossintaxe
conhecimento
(EF08LP06) Identificar, em textos lidos ou de produção própria, os termos
Habilidade constitutivos da oração (sujeito e seus modificadores, verbo e seus complementos
e modificadores).
Página de referência
utilizada na elaboração 109
da questão
Tipo de questão Múltipla escolha Capítulo/Unidade Unidade 1
Os alunos que marcam esta alternativa interpretam incorretamente o comando,
a
identificando apenas parte do sujeito.
Os alunos que marcam esta alternativa não concluem que o sujeito é “o projeto
b ‘Grandes nomes 2018’”, pois identifica a forma verbal, anteposta ao verbo, somente
Justificativas relacionada à palavra “projeto”.
Os alunos identificam corretamente o sujeito posposto ao verbo “o projeto ‘Grandes
c
nomes 2018’”.
Os alunos que marcam esta alternativa não percebem que a forma verbal corresponde
d
a toda a expressão “o projeto ‘Grandes nomes 2018’”, sujeito da oração.
Orientações sobre A análise do efeito da posição do sujeito em textos jornalísticos pode ser mais bem explorada
como interpretar as pela análise de títulos em que ela ocorra em comparação com a ordem direta da oração, na
respostas e reorientar o qual o sujeito aparece comumente anteposto ao verbo. Pode-se pedir aos alunos que
planejamento com base comparem o efeito de sentido entre as duas opções, a fim de que identifiquem o sujeito com
nos resultados mais facilidade.

10. Leia o texto 41 do Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa.


E não sei o que sinto, não sei o que quero sentir, não sei o que penso nem o
que sou.
Verifico que, tantas vezes alegre, tantas vezes contente, estou sempre triste.
Não vejo, sem pensar.
Não há sossego — e, ai de mim!, nem sequer há desejo de o ter.
(PESSOA, Fernando. 41. Livro do Desassossego. Disponível em:
<www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/DetalheObraForm.do?select_action=&co_obra=16740>. Acesso em: 18 out. 2018.)

O efeito de sentido produzido pelo uso da anáfora


a) associa a falta de conhecimento pleno do eu poético sobre si em relação à natureza.
b) potencializa, por meio da linguagem figurada, o desejo de sossego do eu poético.
c) reforça os conflitos íntimos e o desassossego ao evidenciar que o eu poético não sabe muito
sobre si mesmo.
d) expõe os conflitos contraditórios do eu poético que sente, ao mesmo tempo, tristeza e alegria.
Material Digital do Professor
Língua Portuguesa – 8º ano
1º bimestre – Gabarito

Prática de Linguagem Análise linguística/semiótica


Objeto(s) de
Recursos linguísticos e semióticos que operam nos textos pertencentes aos gêneros literários
conhecimento
(EF69LP54) Analisar os efeitos de sentido decorrentes da interação entre os elementos
linguísticos e os recursos paralinguísticos e cinésicos, como as variações no ritmo, as
modulações no tom de voz, as pausas, as manipulações do estrato sonoro da linguagem,
obtidos por meio da estrofação, das rimas e de figuras de linguagem como as aliterações, as
assonâncias, as onomatopeias, dentre outras, a postura corporal e a gestualidade, na
declamação de poemas, apresentações musicais e teatrais, tanto em gêneros em prosa
Habilidade
quanto nos gêneros poéticos, os efeitos de sentido decorrentes do emprego de figuras de
linguagem, tais como comparação, metáfora, personificação, metonímia, hipérbole,
eufemismo, ironia, paradoxo e antítese e os efeitos de sentido decorrentes do emprego de
palavras e expressões denotativas e conotativas (adjetivos, locuções adjetivas, orações
subordinadas adjetivas etc.), que funcionam como modificadores, percebendo sua função na
caracterização dos espaços, tempos, personagens e ações próprios de cada gênero narrativo.
Trabalhar os efeitos de sentidos produzidos pelas figuras de linguagens estudadas no livro
(metáfora, personificação, metonímia, antítese).
Observações
Explorar metonímia e/ou anáfora (que são novas; personificação: não explorar, pois é fácil
demais para 8º ano).
Página de referência
utilizada na elaboração 78
da questão
Tipo de questão Múltipla escolha Capítulo/Unidade Unidade 2
Os alunos que marcam esta alternativa confundem anáfora com personificação, figura
a
que não está presente no texto.
Os alunos que marcam esta alternativa não percebem que o efeito de potencializar uma
b imagem, torná-la exagerada, não é produzido pela anáfora, mas sim pela hipérbole. Além
disso, de acordo com o último verso, o eu poético não tem sossego nem deseja tê-lo.

Justificativas Os alunos analisam adequadamente o efeito de sentido produzido pela repetição da


expressão “não sei”, presente na primeira linha do texto. O uso dessa anáfora destaca a
c
constatação do eu lírico de que ele não sabe algumas coisas sobre si, demonstrando
assim seu sentimento de desassossego.
Os alunos que marcam esta alternativa julgam inadequadamente que essa oposição de
d sentimentos, expressa pelas palavras “alegria” e “tristeza”, é dada pela anáfora; porém,
esse é o efeito provocado pelo uso da antítese.
Orientações sobre
Estimule a análise dos efeitos de sentidos das figuras de linguagem por meio do estudo dos
como interpretar as
elementos que as compõem. Para tanto, selecione um gênero literário e uma figura de
respostas e reorientar o
linguagem específica. Estimule os alunos a atribuir outros sentidos figurados por meio da
planejamento com base substituição por novas expressões, criando assim outras figuras.
nos resultados

Você também pode gostar