Você está na página 1de 3

Relatório LCDM007

Título do relatório: Entrega de Glicosímetros com orientações de uso e


autocuidado ao paciente insulinodependente

Ação 15: Implantação do Projeto

PMR – MATRIZ DE RESULTADO


2.4 Linhas de Cuidado doenças metabólicas (diabetes, hipertensão)
elaborada
2.5 Linha de cuidado materno-infantil revisada
2.6 Linha de cuidados doenças respiratórias elaborada
2.7 Linhas de cuidados, doenças metabólicas, materno-infantil,
respiratórias crônicas gestionadas
2.8 MATERIAIS DE COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO (VIDEOS, GUIAS,
MATERIAL ELETRÔNICO, ETC) SOBRE AS LC ELABORADOS
2.9 Seminários técnicos de linhas de cuidado elaborados
2.10 Capacitação e formação diversa dos profissionais da SMS-SBC
2.11 Estudo Usuário SUS realizado

1
LINHA DE CUIDADO DIABETES MELLITUS

Relatório de Implantação do Modelo de Atenção às Condições Crônicas (MACC)


incluindo DM em parceria com a SES SP

JAN/2017-DEZ/2018

Departamento de Atenção Básica e Gestão do Cuidado

Responsável: GT da Diabetes Mellitus


Projeto: Entrega de Glicosímetros com orientações de uso e autocuidado ao paciente
insulinodependente

Justificativa O uso correto do glicosímetro pelo paciente diabético insulinodependente é


fundamental para o controle glicêmico e uma terapia de sucesso, a fim de
diminuir agravos provenientes da glicemia descompensada, além de evitar
intercorrências clínicas, evita-se, também, o gasto excessivo com este insumo
em decorrência da sua incorreta utilização.
Objetivos Fazer com que o paciente utilize corretamente o glicosímetro.
Fornecimento do equipamento pelo farmacêutico e/ou enfermeiro, com
orientação ao paciente em todas as UBSs sempre que for necessário, mediante
solicitação médica e preenchimento dos formulários necessários.

Elaboração e Implementação – Início em 2018

Controlar e acompanhar o fornecimento do equipamento para o monitoramento da glicemia capilar,


qualificar a orientação de utilização, além de corresponsabilizar os pacientes quanto à manutenção e
conservação do equipamento.

Através da demanda espontânea do paciente que procura a unidade de saúde, do correto


preenchimento dos formulários de entrega de glicosímetro com os dados do paciente, preenchimento
da planilha da Pasta Pública pelo profissional responsável, encaminhamento da solicitação à Divisão
de Assistência Farmacêutica (DAF), com as devidas justificativas em caso de quebra do equipamento
ou apresentação do Boletim de Ocorrência (BO) em caso de perda, furto ou roubo.

Procedimento pode ser realizado por qualquer profissional da Unidade de Saúde que esteja capacitado
quanto ao correto funcionamento, manutenção e conservação do equipamento e seguindo o
Procedimento Operacional Padrão (POP) específico, já instituído pela Divisão de Assistência
Farmacêutica (DAF), o profissional pode realizar este trabalho de forma segura e qualificada,
prestando também orientações de autocuidado com

2
Observações/comentários

Você também pode gostar