Você está na página 1de 2

DIRETRIZES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE GERENCIAMENTO DE RESIDUOS DA

CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÃO (PGRCD)

1- O Projeto de Gerenciamento de Resíduos da Construção e Demolição (PGRCD) deverá


ser apresentado juntamente com o pedido de cadastro e/ou autorização ambiental
para atividade de construção e Reformapara DPFT e demolição para FAMCRI.
2- Ficam isentos de apresentar o PGRCD os empreendedores cujas obras de
demolição/Reforma/construção tenham áreas igual ou inferior a 150m²de área
construída e as atividades com movimentação de terra inferior a 150m³. Neste caso os
geradores devem preencher e assinar o Controle de Transporte de Resíduos (CTR)
emitido pelo transportador e ter no local da obra uma copia comprobatória do CTR
para fins de fiscalização pelo órgão ambiental municipal.
3- Os empreendedores de obras de demolição/reforma/construção que excedam 150m²
de área construída e 150m³ de movimentação de terra deverão apresentar o Projeto
de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil, o qual deverá ser aprovado por
ocasião da obtenção da autorização ambiental para atividades de demolição na
FAMCRI e para construção ou reforma na obtenção da licença no DPFT.
4- O PGRCD devera conter as seguintes informações:
4.1- Planta de situação e localização do empreendimento;
4.2- ART do responsável técnico;
4.3- Identificação do empreendedor;
4.4- Caracterizações do empreendimento (onde serão identificadas e feitas previsões
de quantificação dos resíduos, por classe, de acordo com o cronograma da obra)
4.5- Acondicionamento: O gerador deve garantir o confinamento dos resíduos após a
geração até a etapa de transporte, segregando-os, por classe de acordo com a
Resolução 307/2002 do CONAMA, sob pena das sanções legais cabíveis e assegurando,
em todos os casos em que sejam possíveis, as condições de reutilização e reciclagem;
4.6- Triagem: Deverá ser feita, preferencialmente, pelo gerador, na origem, ou nas
áreas licenciadas para disposição ou reciclagem dos resíduos:
4.7- Transporte: Deverão ser indicadas as empresas contratadas para essa finalidade,
que deverão estar cadastradas e licenciadas pelo órgão competente. O transporte será
acompanhado de Controle de Transporte de Resíduos (CTR);
4.8- Destinação final: Os resíduos da construção civil e demolição, inclusos produtos de
escavações, só podem ser destinados a áreas licenciadas, ambientalmente pela FATMA
ou FAMCRI.
4.9- Monitoramento: O gerador deverá encaminhar ao DPFT e FAMCRI, os relatórios
finais deverão conter todas as comprovações do acondicionamento, transporte e
destinação final dos resíduos, informando sobre os resíduos gerados e quem os
transportou e a destinação dos resíduos, através do CRT ou documento legal que
comprove esta destinação.
4.10- Cópias da licença ambiental da empresa transportadora dos resíduos.
Terraplenagem “Movimentação de terra”
Até 150 m³= pequeno (solicitar licença do DPFT)
Acima de 150 m³ = grande (solicitar licença DPFT, FAMCRI e “Plano de Gerenciamento
dos Resíduos, quando necessário”).

Reforma/Construção
Ate 150 m² = pequeno (solicitar licença DPFT, Controle de Transporte de Resíduos
(CTR) e destinação final).
Acima 150 m² = grande (solicitar licença DPFT e Plano de Gerenciamento dos
Resíduos).

Obs.: As construções parafinalidade de Indústrias ou similares segundo o CONSEMA 13


e 14/2012 necessita licença da FAMCRI

Demolição
Ate 150 m² = pequeno (solicitar licença do DPFT, Controle de Transporte de Resíduos
(CTR) e destinação final FAMCRI).
Acima 150 m² = grande (solicitar licença DPFT e Autorização Ambiental FAMCRI)
e Plano de Gerenciamento dos Resíduos FAMCRI).