Você está na página 1de 4

Ano letivo 2019/ 2020

Curso Científico – Humanístico – Artes Visuais


Disciplina de Desenho A – 11º ano

Unidade de trabalho 2 |“ O RETRATO E A SUA RECRIAÇÃO”


___________________________________________________________________________________
_____

A representação objetiva de um retrato é a soma de todas as partes que constituem o rosto.


Embora o rosto possa ser analisado através de um esquema universal de leitura das relações entre os seus
elementos, devemos reconhecer que existem numerosos detalhes para faces distintas: diferentes tipos de
cabeças, grupos etários, culturais e raciais variados…
Mas, não é apenas a forma da cabeça mas também as orelhas, o nariz e sobretudo, a expressão da boca e dos
olhos, que concedem a identidade a um retrato.
Propomos por isso que se realizem inicialmente estudos das várias partes que compõem o rosto.

OBSERVAÇÃO E REPRESENTAÇÃO DOS “PORMENORES” DA CABEÇA HUMANA

Realizar em suporte A3 de papel cavalinho, a representação direta através de


fotografia de 2 narizes (2x30min), 2 bocas (2x30min), 2 orelhas (2x30min) e 2 olhos
(2x45min) em posições diferentes como o exemplo da figura ao seu lado direito.
Utilize um modo de registo que conjugue traço e mancha. Utilize grafites de diferentes
graus de dureza. Faça uma ocupação equilibrada do espaço livre da folha de papel
cavalinho A3.

1
REPRESENTAÇÃO DO ROSTO

Fig.3- Estrutura de um rosto

Fig.4 – Estrutura de um rosto

Embora o rosto possa ser analisado


através de um esquema universal de
leitura das relações entre os seus
elementos, devemos reconhecer que
existem numerosas diferenças em
cada um dos rostos. Diferentes tipos
de cabeças e vestes, grupos etários e
culturais variados, constituem uma
infinita variedade de rostos
individuais.

Fig.5 – Várias fazes da construção de um rosto.

PROPOSTA de TRABALHO

ETAPA 1:
1. Traga para a aula uma foto A4 (nítida mas a preto e branco) do seu rosto).
2. Analise e faça um registo à mão livre da foto do rosto (deve ampliar a foto não recorrendo a quadriculas nem
outro meio de ampliação e não deve riscá-la). O seu registo deve transmitir adequadamente a morfologia, as
proporções, o volume e as sombras. Utilize um modo de registo que conjugue traço e mancha. Utilize grafites
de diferentes graus de dureza. Faça uma ocupação equilibrada do espaço livre da folha de papel cavalinho A3.
Entregue o retrato e a fotografia a partir da qual o realizou. (2x135 min.)

2
ETAPA 2:
1. Em casa pesquise pinturas de retratos ou auto retratos (pelo menos 3) realizados com variadas
técnicas/escolas/estilos/épocas (figura 4). De entre eles escolha o que mais lhe agradar.
2. Transfira o retrato que realizou para um suporte A3 e trate-o recriando neste a linguagem da obra escolhida por
si (pode modificar o rosto desde que se perceba que é a mesma pessoa). Use o material mais
adequado/aproximado à obra que escolheu desde que seja ou pastel de óleo, ou aguarela ou lápis de cor ou
uma técnica mista com qualquer dos materiais referidos. Deverá tratar o fundo de uma forma indefinida.
(3x135min.)

EXEMPLOS DE AUTO RETRATOS DE VÁRIOS


PINTORES

Almada Negreiros Chagall Egon Schiele Escher Francis Bacon

Mario Eloy Picasso Modigliani Van Gogh Vieira da Silva

Materiais:

1- Fotografia A4;
2- Pesquisa de pinturas de auto retratos (imprimir 3);
3- Papel cavalinho;
4- Papel vegetal;
5- Papel Canson ou outro de textura não muito rugosa (A3);
6- Grafite de várias durezas;
7- Pastel de óleo ou aguarela ou lápis de cor;
8- Material diverso: borracha, borracha miolo de pão, pano, cotonetes, esfuminho, lenços de papel, etc.

Objetivos Gerais:
3
-Desenvolver as capacidades de observação, interrogação e interpretação;
-Desenvolver capacidades de representação, de expressão e de comunicação;
-Desenvolver a sensibilidade estética;
-Desenvolver a consciência Histórica e cultural.

Objetivos Específicos:
-Usar o desenho e os meios de representação como instrumentos de conhecimento e interrogação;
-Conhecer as articulações entre percepção e representação do mundo visível;
-Desenvolver modos próprios de expressão e comunicação visual, utilizando os diversos recursos do desenho;
-Conhecer, explorar e dominar as potencialidades do desenho no âmbito do projecto visual e plástico incrementando
capacidades de formulação, exploração e desenvolvimento;
-Explorar diferentes suportes, materiais, instrumentos e processos, adquirindo gosto pela sua experimentação e manipulação,
com abertura a novos desafios e ideias.

Conteúdos:
Materiais Procedimentos Sintaxe Sentido
-Suportes; -Técnicas: -Domínio da linguagem -A imagem e a realidade
-Meios atuantes. . Modos de registo: traço, mancha; plástica: visual.
-Ensaios: -cor
.Processos de análise - estudos de formas:
-estruturação e apontamento;
-estudo da cabeça humana.
.Processos de síntese - transformação:
-gráfica
-invenção

Critérios específicos de avaliação da 2ª U.T.


–Domínio dos meios atuantes – Materiais e instrumentos
–Capacidade de análise e representação  Estudo de formas
–Capacidade de síntese – Transformação: gráfica e invenção
–Domínio e aplicação de princípios e estratégias de composição e de estruturação da linguagem
plástica – Organização dinâmica, efeitos de cor e práticas de ocupação de espaço
–Coerência formal e conceptual – Adequação

As docentes de Desenho A do 11ºano:

Elsa Alexandre Irene Ivens

Você também pode gostar