Você está na página 1de 29

OBJETIVO

CHEGAR O MAIS PRÓXIMO


POSSÍVEL DO
DIMENSIONAMENTO
APRESENTADO NOS
PROJETOS ESTRUTURAIS
DIMENSÕES ADOTADAS NO
ESTUDO
PRELIMINAR DO PROJETO
ESTRUTURAL
DEFINIDAS NO
PROJETO DE
ARQUITETURA
PROJETO DE PROJETO
ARQUITETURA ESTRUTURAL
DIMENSÕES DIMENSÕES
APROXIMADAS REAIS
OBTIDAS DE OBTIDAS DE
MANEIRA MANEIRA
EXPEDITA RIGOROSA
PRÉ-DIMENSIONAMENTO

FUNDAMENTAL
NA
ANÁLISE ESTRUTURAL
ANÁLISE ESTRUTURAL
DETERMINAÇÃO DAS CARGAS

ANÁLISE PRELIMINAR

ANÁLISE FINAL
PRÉ-DIMENSIONAMENTO
À
FLEXÃO
TENSÃO VARIA AO LONGO DA
SEÇÃO TRANSVERSAL
TENSÃO DE FLEXÃO
DEPENDE ...

 MOMENTO FLETOR
 DIMENSÕES E FORMA
 LOCALIZAÇÃO
… SEÇÃO TRANSVERSAL
CARGA MÁXIMA?
RESULTADO MAIS
DESFAVORÁVEL DAS
COMBINAÇÕES ENTRE
CARGA PERMANENTE
E OUTROS
TIPOS DE CARREGAMENTOS
MÉTODOS
TENSÕES ADMISSÍVEIS
OU
ESTADOS LIMITES
TENSÕES ADMISSÍVEIS
LIMITE DE ESCOAMENTO

FATOR DE SEGURANÇA
INCERTEZAS
DIMENSÕES CALCULADAS
POR ESTE MÉTODO

 ADMISSÍVEIS
TENSÕES TENSÕES
ATUANTES
RESISTÊNCIA
FLEXÃO OCORRENDO NO REGIME ELÁSTICO

Wreq ≥ M
ff
Wreq = módulo elástico requerido
M = máximo momento fletor aplicado
ff = tensão admissível de flexão
RIGIDEZ
L
NBR 8800: Δ≤
350
Δ = flecha da viga
L = vão da viga
EXEMPLO
Pré-dimensionar a viga suporte de laje “moldada in loco” de concreto
armado (vão de 3 m) e, assim está continuamente travada.
Aço: ASTM A572 – Grau 50 – Perfil Laminado.
RESISTÊNCIA
W ≥ M
req

f f

E - modulo de
ff  tensão de
Tipo elasticidade
flexão (Mpa)
(Mpa)
Aço Carbono
205000 146
(ASTM – A-36)
ff para aço Aço Carbono
(ASTM – A-572 205000 199
ASTM A572 Grau 50)
COR TEN
205000 202
(ASTM – A-242)

W ≥ 155 x 1000 x 1000 ≥ 778,9 x 10 3 mm3


req

199
RIGIDEZ
NBR 8800: Δ≤ L
350
VIGA BIAPOIADA:
= 15,3 kN/m
5qL4 ≤ L
L = 9,0 m = 9000 mm
384 E I 350
350 x 5qL3 ≤ I
384 E
350 x 5 x 15,3 x 9000 3
I≥
384 x 205000 I ≥ 24795,4 x 104 mm4
W ≥
req

778,9x103 mm3

I≥
24795,4x104 mm4
W 460 x 60 kg/m
Wx = 1127,6 x 103 mm3; Ix = 25652 x 104 mm4
ESTADOS LIMITES
Rd ≥ Sd
Rd = Esforço Resistente de Cálculo
Sd = Esforço Solicitante de Cálculo

ESFORÇO RESISTENTE DE CÁLCULO


DEVE SER REDUZIDO E OS ESFORÇOS
SOLICITANTES DE CÁLCULO DEVEM SER
MAJORADOS CONFORME A NORMA
MOMENTO FLETOR RESISTENTE DE CÁLCULO, MRd, DEVE
SER DETERMINADO CONSIDERANDO: FLAMBAGENS
LATERAIS DA PARTE COMPRIMIDA E ESCOAMENTO DA
MESA TRACIONADA DO PERFIL ADOTADO

MRd = momento fletor resistente de cálculo


Wt = módulo de resistência elástico do lado tracionado da seção, relativo ao eixo de flexão
Afn = área líquida da mesa tracionada
Afg = área bruta da mesa tracionada
fu = resistência à ruptura do aço
γa1 = coeficientes de ponderação ao escoamento
EXEMPLO
Pré-dimensionar a viga suporte de laje “moldada in loco” de concreto
armado (vão de 3 m) e, assim está continuamente travada.
Aço: ASTM A572 – Grau 50 – Perfil Laminado.
RIGIDEZ
NBR 8800: Δ≤ L
350
VIGA BIAPOIADA:
= 15,3 kN/m
5qL4 ≤ L
L = 9,0 m = 9000 mm
384 E I 350
350 x 5qL3 ≤ I
384 E
350 x 5 x 15,3 x 9000 3
I≥
384 x 205000 I ≥ 24795,4 x 104 mm4
M = 155 kN.m
Ix* (x104 mm4)
V = 69 kN
I = 24795,4 x 104 mm4
Aço: ASTM A572 – PERFIL LAMINADO

W 460 X 60 kg/m (Ix = 25652 mm4)

Aço: ASTM A572 – PERFIL LAMINADO+LAJE

W 360 X 57,8 kg/m (Ix = 49053 mm4)


CONCLUSÃO
Nos ESTADOS LIMITES é
possível obter vigas mistas,
ou seja, perfis de menores
altura e massa específica
?