Você está na página 1de 19

FCT/UNL - Departamento de Engenharia Mecânica e Industrial

_____________________________________________________________________________

MECÂNICA DOS SÓLIDOS II

2016/17

ENUNCIADOS DOS PROBLEMAS PARA AS

AULAS PRÁTICAS DA DISCIPLINA

1
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

1 – Tensões e deformações na flexão pura

Problema 1 : São aplicadas duas forças verticais


na viga com a secção transversal indicada na 25 mm 4 kN 4 kN
figura. Determine as tensões máximas de A B C
tracção e compressão no troço BC da viga. 25 mm
300 mm 300 mm

Problema 2 : Duas forças verticais são 204 mm


aplicadas sobre a viga ABCD que tem
25 89 kN 89 kN
a secção transversal indicada.
Determine o valor das tensões
25 mm 153 A D
normais máxima e mínima no troço B C
BC da viga e represente a variação da
25 635 mm 2032 mm 635 mm
tensão normal ao longo da altura da
102 mm
viga nesse troço.

Problema 3 : Sabendo que a viga com a secção transversal


indicada é flectida em torno do eixo horizontal e que o z
momento flector é 400 Nm, determine a força total exercida
sobre parte sombreada da secção transversal.

Problema 4 : Varas rectilíneas com 7 mm de diâmetro e


60 m de comprimento são algumas vezes utilizadas para
desobstruir condutas ou para enfiar cabos por uma nova
conduta. As varas são fabricadas com aço de alta
resistência e, para armazenagem e transporte, são
enroladas em bobines com 1,5 m de diâmetro.
Considerando que a tensão de cedência não é
ultrapassada, determine:
a) A tensão máxima numa vara, quando esta, depois de
estar inicialmente direita, é enrolada numa bobine.
b) O momento flector correspondente na vara. Utilize
E = 200 GPa.

Problema 5 : Um momento M é aplicado a uma viga de


secção rectangular obtida serrando um toro de secção
circular. Determine a relação d/b para a qual :
a) A tensão máxima m será tão reduzida quanto possível.
b) O raio de curvatura da viga será máximo.

2
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

2 – Flexão de vigas constituídas por vários materiais.

Problema 1: Uma barra de aço (E= 210 GPa) e uma barra Aço
8 mm
de alumínio (E=70 GPa) são ligadas formando a viga
composta da figura. Determine as tensões máximas no
alumínio e no aço quando a viga suporta um momento 8 mm
Alumínio
flector de 60 Nm em torno de um eixo horizontal e
represente a variação da tensão normal ao longo da altura 24 mm
da secção transversal.
150 mm
Problema 2: Uma viga de madeira com secção transversal
de 150  250 mm foi reforçada com placas de aço conforme
representado na figura 1. O módulo de elasticidade da
madeira é de 10 GPa e o do aço é 200 GPa. Sabendo que a 250 mm
viga se encontra flectida em torno de um eixo horizontal
devido à actuação de um momento flector igual a 20 kNm,
5010 mm
determine a tensão máxima na madeira e no aço.

Problema 3: Uma viga de madeira com secção transversal de 120  160 mm foi reforçada com duas
barras de aço de secção 100  10 mm como indicado na figura 1. O módulo de elasticidade da madeira é
de 10 GPa e o do aço é 210 GPa. Sabendo que a viga se encontra flectida em torno de um eixo horizontal
devido à actuação de um momento flector igual a 22 kNm, represente a distribuição de tensões normais
na madeira e no aço e determine o valor da tensão normal máxima em cada um desses dois materiais.
120 mm

10 mm

Secção 160 mm
transversal

10 mm

Problema 4: Determine a tensão máxima no betão e no aço


para uma viga de betão armado com a secção indicada na
figura, quando o momento flector M= 70 kNm é aplicado. O 50 55 cm
betão está armado com dois varões de aço com uma área
total da secção igual a 6,42 cm2. Considere a relação
Eaço/Ebetão = 15.
25 cm

500 mm
Problema 5: A figura representa a secção transversal de uma
viga de betão armado. A secção tem as dimensões indicadas,
é reforçada com quatro varões de aço com diâmetro d = 30
100 mm
mm e suporta um momento flector positivo M = 200 kNm
em torno do eixo horizontal. Sabendo que o módulo de
elasticidade do betão é Eb = 25 GPa e o do aço é 400 mm
Ea = 200 GPa, determine as tensões máximas no betão e no
aço e desenhe um diagrama que mostre a variação das
tensões normais ao longo da altura da secção.
50 mm

300 mm

3
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

3 – Tensões e deformações plásticas. Flexão desviada. Vigas curvas

10 mm
Problema 1 : Determine o momento plástico em torno do eixo
horizontal, MP, de uma viga de aço com a secção representada, 30 mm
admitindo comportamento elastoplástico com uma tensão de cedência
c = 250 MPa. 60 mm

10 40 mm 10

Problema 2 : Determine o factor de forma para a secção circular y


indicada na figura.
z

Problema 3 : A viga cuja secção transversal se mostra na


y
figura é feita em aço e é submetida à flexão em torno do eixo
horizontal. Considere que o aço é um material com 20 mm
comportamento elastoplástico com E = 200 GPa e
c = 300 MPa. z 48 mm
C
a) Determine o momento flector e o raio de curvatura para o
qual a espessura das zonas plastificadas é de 20 mm.
b) Determine a distribuição de tensões residuais na secção e 20 mm
o raio de curvatura residual depois do momento flector
14 30 14
anterior ser aplicado e posteriormente retirado.

y
Problema 4 : A viga oca cuja secção transversal se mostra na
figura é feita em aço e está submetida à flexão em torno do
20 mm
eixo horizontal. Considere que o aço é um material com
comportamento elastoplástico com E = 210 GPa e z
20
c = 280 MPa.
a) Determine o momento flector e o raio de curvatura para o
qual a espessura das zonas plastificadas é igual a 20 mm. 20
b) Determine a distribuição de tensões residuais na secção e
o raio de curvatura residual depois do momento flector
anterior ser aplicado e posteriormente retirado. 10 20 10

Problema 5 : A figura representa a secção transversal de uma viga y


oca feita em aço que é submetida à flexão em torno do eixo
horizontal. Considere que o aço é um material com comportamento 8 mm
elastoplástico com E = 210 GPa e c = 250 MPa.
a) Determine o momento flector máximo elástico, MC, e o z
16 mm
momento plástico, MP , da secção transversal.
b) Qual o valor do momento flector para o qual a espessura das
zonas plastificadas é igual a 8 mm. 8 mm
c) Determine a distribuição de tensões residuais na secção e o raio
de curvatura residual depois do momento flector da alínea b) ser
aplicado e posteriormente retirado. 6 20 6

4
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

y
5
Problema 6 : Na secção transversal indicada na figura estão 5
aplicados os momentos flectores Mz, My, e o esforço normal N. z C
Sabe-se que My = + 0.60 kNm e N =  20 kN. Determine : 60 mm
a) O valor do momento Mz aplicado, sabendo que é positivo e que 5
a tensão normal máxima na secção vale MAX = + 132,1 MPa.
b) A distribuição de tensões normais, com a posição do eixo 50 mm
neutro e a tensão normal mínima na secção.
y

Problema 7 : Considere a viga 20 mm


160 mm
indicada na figura. Determine a 30 kN
z
distribuição das tensões 100 mm
normais, com a posição do eixo 20 mm
20 mm
neutro e os valores máximo e
mínimo de xx quando as três x 50 kN
forças estão aplicadas. 320 mm
30 kN

Problema 8 : Um binário M0 que actua num plano vertical está


aplicado a um perfil de aço laminado W310  23,8, cujo banzo forma
um ângulo  com a vertical. Designando por 0 a tensão máxima na
viga quando  = 0 , determine o ângulo  de inclinação da viga para o
qual a tensão máxima é 20 .

Problema 9 : Mostre que se uma viga de secção transversal


rectangular estiver submetida a um binário aplicado num plano que
contenha uma diagonal da secção transversal, o eixo neutro estará
dirigido segundo a direcção da outra diagonal.

Secção AA'
Problema 10 : A figura mostra o
gancho de um guindaste, que deve 75 mm
suportar o carregamento indicado. 50 mm 45 mm
30 mm
Determine a distribuição de tensões A A'
normais na secção A-A'.
75 mm

35 kN

Problema 11 : A secção transversal da barra


da figura é quadrada com 30  30 mm.
Determine a distribuição de tensões normais
na secção A-A' com os valores máximo e
mínimo da tensão normal.

5
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

4 – Análise e projecto de vigas sujeitas à flexão. Diagramas de esforços internos

Q0= 750 N/m


MC
Problema 1 : Sabendo que o varão ACB de secção
circular com 20 mm de diâmetro está em
A B
equilíbrio sob a acção do carregamento indicado,
desenhe os diagramas do esforço transverso e do C
momento flector e determine a tensão normal
máxima devida à flexão. 0,4 m 0,4 m

Problema 2 : A viga ACDEB indicada na figura é


construída com um perfil laminado HEA300.
P Determine a intensidade do contrapeso P para o qual o
10 kN 10 kN valor absoluto máximo do momento flector na viga é
A C D E o menor possível e a correspondente tensão normal
B
máxima devida à flexão.
1m 1m 1m 1m

4 kN 6 kN 6 kN
Problema 3 : Para a viga AB que se mostra na figura
determine a distância a para a qual o valor absoluto A C D E B
máximo do momento flector na viga é o menor possível e
a correspondente tensão normal máxima devida à flexão.
Considere que a viga é construída com um perfil
laminado IPE100 e que adm= 275 MPa. a 0,45 m 0,63 m 0,27 m

Problema 4 : A viga AB representada na figura é construída com um perfil laminado HEB 260 e suporta
as forças P e R, e a carga distribuída Q0 = 15 kN/m, como indicado. Sabe-se que a tensão normal nos
pontos situados na face inferior das secções D e E, é respectivamente igual a +14 MPa e +5,3 MPa.
Determine :
a) A intensidade das forças P e R.
b) Os diagramas do esforço transverso e do momento flector.
c) A posição e o valor do momento flector na secção mais solicitada.

HEB 260
Q0 =15 kN/m
P R y A = 11800 mm2
tb
Ix = 149 x 106 mm4
x
260 mm Iy = 51,3 x 106 mm4
ta
A D E B
C F tb = 17,5 mm

0,6 0,6 1,5 0,9 1,2 m 260 mm ta = 10 mm

Problema 5 : Considere a viga ABCD com secção


transversal de 12060 mm indicada na figura. Represente
os diagramas dos esforços internos e a distribuição das
tensões normais na secção B, com a posição do eixo
neutro e os valores máximo e mínimo da tensão normal.

6
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

5 – Tensões tangenciais em vigas com carregamentos transversais

Problema 1 : Considere a viga de secção em I representada na figura,


construída pregando três tábuas com 10050 mm. Sabendo que a
força de corte que cada prego suporta não poderá ultrapassar 900 N,
determine qual deverá ser a distância s entre os pregos, para que a viga
resista a um esforço transverso vertical de 1400 N .

Problema 2 : A figura representa a secção de uma viga construída


com quatro tábuas pregadas na posição indicada. Sabendo que o
espaçamento h entre dois pregos consecutivos é de 90 mm e que cada
prego suporta uma força de corte de 200 N, determine qual o esforço
transverso vertical máximo que a viga poderá suportar.

Problema 3 : Uma viga de madeira com secção transversal de 120  160 mm foi reforçada com duas
barras de aço de secção 100  10 mm como indicado na figura. O módulo de elasticidade da madeira é de
10 GPa e o do aço é 210 GPa. Considerando que cada barra de aço é fixa na viga de madeira através de
parafusos distanciados de 400 mm, e resistindo a forças de corte de 900 N, determine qual o esforço
transverso vertical máximo que sobre a viga poderá estar aplicado. 120 mm

400 mm 10 mm
400 mm

Secção
160 mm
transversal

10 mm

Problema 4 : Considere a viga representada na figura, que suporta a carga concentrada P = 60 kN e a


carga distribuída Q = 50 kN/m. A viga é construída com um núcleo de madeira com secção transversal de
100  150 mm reforçado com duas barras de aço de secção 80  6 mm como indicado. O módulo de
elasticidade da madeira é 10 GPa e o do aço é 210 GPa.
a) Calcule as reacções nos apoios da viga.
b) Represente os diagramas do esforço transverso e do momento flector, indicando os valores máximos
destes dois esforços.
c) Determine a tensão normal máxima na madeira e no aço provocadas pelo carregamento aplicado.
d) Considerando que as barras de aço são coladas na madeira, determine o valor da tensão tangencial que
a cola deverá resistir para que a viga possa suportar o carregamento indicado sem que ocorra descolagem.

100 mm
6 mm
P Q

D
Secção
A
B C
transversal 150 mm
1m 1m 2m

6 mm
7
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

6 – Tensões tangenciais em vigas.

Problema 1 : Considere a viga fabricada com um


perfil tubular, com dimensões transversais
y
6080 mm e com 8 mm de espessura, que está
indicada na figura. No ponto C está aplicada a P3 = 10 kN
força P1 = 5 kN numa direcção paralela ao eixo x, E
no ponto D está aplicada a força P2 = 15 kN
z A
também numa direcção paralela ao eixo x e no
F
ponto A, a força P3 = 10 kN numa direcção paralela B 80 mm
e em sentido oposto ao eixo y.
a) Determine a distribuição de tensões normais na x
y
secção que dista 250 mm da extremidade da viga, E D
com a posição do eixo neutro e os valores da C
z H P2 = 15 kN
tensão normal máxima e mínima.
F 250 mm P1 = 5 kN
b) Obtenha o tensor das tensões nos pontos E, F, G 60 mm
e H localizados na secção referida na alínea a) e G
para o sistema de eixos indicado.

80 mm y
Problema 2 : A figura mostra uma viga fabricada com 20 kN
um perfil tubular, com dimensões transversais 50100 30 kN z 25 mm 6 mm
mm e com 6 mm de espessura, à qual foi soldada a
barra AB. No ponto A estão aplicadas três forças de
80 kN, 20 kN e 30 kN, respectivamente na direcção A
dos eixos x, y e z, como se indica. 80 kN
a) Determine a distribuição de tensões normais na 100
secção que contém os pontos a, b, e c, com a posição
do eixo neutro e os valores da tensão normal máxima x 50 mm
e mínima.
b) Obtenha o tensor das tensões nos pontos a, b, e c, 150 mm
referido ao sistema de eixos indicado. 50

Problema 3 : A figura representa uma viga de


secção rectangular com parede fina, onde foi
soldada uma barra ABC. No ponto A estão
aplicadas três forças, paralelas aos eixos x, y e
z e com os sentidos indicados.
a) Sabendo que R= 10 kN e P= 1 kN,
determine qual o valor máximo da força Q
para que a tensão normal na secção DEF não
ultrapasse adm= 150 MPa.
b) Para o valor de Q obtido na alínea anterior,
determine a distribuição de tensões normais
na secção DEF, com a posição do eixo neutro
e os valores máximo e mínimo da tensão xx .
c) Calcule o tensor das tensões no ponto H
referido ao sistema de eixos xyz.

8
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

7 – Tensões principais

Problema 1 : O tubo de aço AB tem um


diâmetro exterior igual a 102 mm e a sua
espessura é igual a 6 mm. Sabendo que a peça
CD se encontra rigidamente ligada ao tubo,
determine as tensões principais e a tensão
tangencial máxima nos pontos H e K que estão
situados na periferia da secção transversal que K
dista 150 mm da secção D, e se encontram
respectivamente sobre os planos yz e xy.

Problema 2 : Considere a viga


representada na figura. No ponto A está
aplicada uma força P= 10 kN, oblíqua
em relação ao referencial de eixos xyz
indicado. O ângulo que a força faz com
os três eixos é respectivamente 45º, 60º,
120º. Determine :
a) A distribuição de tensões normais na
secção BCDE, com a posição do eixo
neutro e os valores máximo e mínimo
da tensão xx.
b) As tensões principais e a tensão
tangencial máxima no ponto F.

Problema 3 : Um operário utiliza a chave indicada para


desapertar o parafuso em E. Sabendo que o operário
aplica uma força vertical de 100 N em A, determine as
tensões principais e a tensão tangencial máxima no ponto
H situado sobre o veio, cujo diâmetro é igual a 20 mm.

Problema 4 : Duas forças P1 = 15 kN e P2 = 18 kN


estão aplicadas na extremidade A da barra AB como
representado na figura 3. Essa barra por sua vez é
soldada ao cilindro BD de raio r = 20 mm. Sabe-se
que a distância de A até ao eixo do cilindro é
a = 50 mm. Determine
a) A distribuição de tensões normais na secção que
contém os pontos H e K, com a posição do eixo neutro
e os valores máximo e mínimo de xx.
b) O tensor das tensões referido aos eixos indicados,
nos pontos H e K do cilindro.
c) Utilizando o círculo de Mohr, determine as tensões
principais e a tensão de corte máxima em H e K.

9
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

Problema 5 : A figura representa um


veio ligado a três engrenagens, onde
estão aplicadas as forças P1 P2 e P3.
a) Trace os diagramas das resultantes mm
dos esforços internos no veio.
b) Qual deverá ser o seu diâmetro,
utilizando o critério de Tresca e
considerando a tensão admissível
adm = 150 MPa.
c) Determine o tensor das tensões no
ponto S situado na periferia do veio, e
com coordenadas x = 250, z = 0.
d) Utilizando o círculo de Mohr,
determine as tensões principais e a
tensão de corte máxima em S.
R1= 50 mm ; R2= 80 mm ; R3= 40 mm
P1= 100 kN ; P2= 20 kN

Problema 6 : A figura mostra um veio


maciço ACDB , que roda à velocidade
constante de 600 rpm e transmite uma
potência de 80 kW do motor M a uma
máquina através da engrenagem F .
a) Determine as reacções nos apoios A
e B considerando que só o apoio A
suporta forças axiais.
b) Traçe os diagramas de momentos
flectores e de momento torsor no veio.
c) Determine a secção crítica do veio
e, considerando que adm = 240 MPa,
determine qual deverá ser o seu
diâmetro mínimo admissível
utilizando o critério de Tresca.

Problema 7 : Três forças estão aplicadas numa viga de y


secção rectangular 100150 mm, como se indica na
figura. z
a) Determine a distribuição de tensões normais na
secção que contém os pontos H e K, representando a
posição da linha neutra e os valores máximos e
mínimos da tensão normal.
b) Determine o tensor das tensões em relação ao
referencial indicado nos pontos H e K. x
c) Calcule o valor das tensões principais e da tensão
tangencial máxima no ponto H.

10
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

8 – Deslocamentos transversais de vigas 60 kN 60 kN

Problema 1 : A viga AD apoia-se na viga EF como A B C D


indicado. Sabendo que é utilizado um perfil HEB 300
E F
para as construir, determine a flecha nos pontos B e C
para o carregamento ilustrado. Considere E = 200 GPa.
1m 1m 1m 1m

Problema 2 : Um varão de 16 mm de diâmetro foi


dobrado até ficar com a forma em L indicada na
figura. Determine a flecha na extremidade C depois de
aplicada um força de 140 N.
Considere E = 200 GPa e G = 77 GPa.

P
A C B
Problema 3 : Utilizando o princípio da sobreposição e as
tabelas de flechas e rotações em vigas, determine as
L/2 L/2 L
reacções nos apoios da viga representada na figura.

y Q0
Problema 4 : Determine a equação da elástica da viga
representada na figura, que está encastrada na
x
extremidade A e suporta uma carga uniforme de
A B intensidade Q.
L
y
Q(x)
Problema 5 : Determine a equação da elástica da viga A
B x
representada na figura, que está apoiada nas duas
extremidades e submetida a uma carga distribuída
definida pela função Q(x) = Q0 cos(x/L).
L

5 kN/m 100 mm
Problema 6 : Para a viga de madeira
10 kN
(E = 11 GPa) e o carregamento
indicados, determine : A D 150 mm
a) A rotação nas extremidades A e D.
b) A posição e o valor da flecha B C
máxima na viga. Secção
0,5 m 0,5 m 1m Transversal

Problema 7 : A figura representa a viga ABCD, que


suporta uma carga distribuída trapezoidal Q(x) e uma
carga concentrada P. Sabendo que QC = 20 kN/m, Q(x)
QD = 40 kN/m, P = 40 kN, L = 6 m determine : P
a) As reacções nos apoios A e C.
b) Utilizando funções de singularidade escreva a equação D
do momento flector para toda a viga. A
B C
c) Trace os diagramas do esforço transverso e do
momento flector entre A e D. L/4 L/2
L/4
d) Determine a equação da linha elástica.

11
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

9 – Deslocamentos transversais de vigas

Problema 1 : A figura representa a viga ACDB, que


suporta uma carga distribuída triangular Q(x) e uma
carga concentrada P. Sabendo que QB = 20 kN/m, Q(x)
P
P = 30 kN, L = 6 m determine :
a) As reacções nos apoios A e B.
b) Utilizando funções de singularidade escreva a A B
C D
equação do momento flector para toda a viga.
c) Trace os diagramas do esforço transverso e do
momento flector entre A e B. L/4 L/4 L/2
d) Determine a equação da linha elástica.
e) Obtenha o valor da flecha máxima na viga.

Problema 2 : Uma viga simplesmente apoiada está carregada da forma indicada na figura 1.
a) Utilizando funções de singularidade, escreva as equações do esforço transverso e do momento flector
na viga.
b) Trace os diagramas desses dois esforços.
c) Determine a equação da linha elástica.
d) Se a viga for constituída por um perfil W25049.1, determine o valor da tensão normal máxima.
QE = 50 N/m Perfil W25049.1
FB = 500 N
y tf tf = 11,0 mm
y
tw = 7,4 mm
x z
247 mm A = 6250 mm2
B C D tw
MD = 100 Nm Iz = 70,6106 mm4
A E 202
Iy = 15,1106 mm4
3m 2m 2,5 m 2,5 m

Problema 3 : A figura representa uma viga ABCDE onde é


aplicado, no ponto B, um momento M = 4 kNm e entre C e E
uma carga distribuída definida por uma função Q(x) de segundo Q(x)
grau, cuja intensidade, nas secções C, D e E é respectivamente M
QC = 10 kN/m , QD = 14 kN/m e QE = 26 kN/m. A viga é
construída com um perfil cuja rigidez de flexão é B C E
A D
EI= 7.38  106 Nm2. Determine :
a) As reacções nos apoios da viga. 1m 1m 1m 1m
b) A equação da linha elástica.
c) A flecha no ponto E.

Problema 4 : A figura representa a viga ABC, à Q(x)


qual está ligada a barra BDE. Sobre a viga está
aplicada a carga distribuída triangular Q(x) e sobre
a barra exerce-se a força concentrada P. Sabendo
que QC = 20 kN/m, P = 40 kN, L = 12 m e A C
considerando apenas a viga ABC determine: B
a) As reacções nos apoios A e C. E
b) Utilizando funções de singularidade escreva a D
equação do momento flector na viga. P
c) Trace os diagramas do esforço transverso e do
momento flector na viga. L/3 L/3 L/3
d) Determine a equação da linha elástica.

12
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

Problema 5 : A viga representada na figura é construída com um perfil laminado HEB 220 em aço
(E = 210 GPa) e suporta uma carga distribuída Q(x) (QA = 0 ; QB = QD = 20 kN/m) e um momento
MC = 2 kNm aplicado na secção equidistante dos apoios B e D. Determine :
a) As reacções nos apoios A, B e D da viga.
b) As equações do esforço transverso e do momento flector. Desenhe os diagramas destes dois esforços,
indicando os valores máximo e mínimo de cada um deles.
c) A equação da elástica da viga.
Q(x)
d) A flecha na secção C.
y

y
HEB 220 A = 9100 mm2 x

z
Iz = 80,9 x 106 mm4 C MC
220 mm A B D
6 4
Iy = 28,4 x 10 mm
2m 1m 1m
220

Problema 6 : A figura representa a viga ABC à qual está


rigidamente ligada uma barra BD. A viga suporta uma Q(x)
carga distribuída trapezoidal Q(x) aplicada entre B e C e
duas cargas concentradas, F e P aplicadas em D. A B
Sabendo que QB = 25 kN/m, QC = 75 kN/m, F = 20 kN, P C
= 40 kN e L = 6 m determine : L/6
F
a) As reacções nos apoios. D
b) Trace os diagramas do esforço transverso e do P
momento flector entre A e C. L/3 2L/3
c) Determine a equação da linha elástica.
d) Obtenha o valor da flecha máxima na viga.

Problema 7 : Considere a viga ABCD


P
indicada na figura, simplesmente apoiada
em A e D e suportando a carga concentrada A B D
P= 150 kN aplicada em C. A viga é
construída com um perfil de aço HEB 260, C
com E= 210 GPa, e a folga que existe entre a B
face inferior da viga e o rolete colocado sob 2m 1m 1m
a secção B antes da carga P ser aplicada é
B= 3 mm. HEB 260

a) Determine as reacções nos apoios quando y A = 11800 mm2


a carga P é aplicada. tb
Ix = 149 x 106 mm4
b) Trace os diagramas do esforço transverso x
e do momento flector. 260 mm Iy = 51,3 x 106 mm4
ta
c) Determine a equação da linha elástica. tb = 17,5 mm
260 mm ta = 10 mm

Problema 8 : Para a viga ABCD da figura 3,


encastrada no apoio A, ligada a um apoio móvel
Q(x)
em C e sujeita ao carregamento indicado:
a) Calcule as reacções em A e C.
b) Represente os diagramas de esforço cortante e
de momento flector.
c) Deduza a equação da elástica da viga. A B C D
d) Calcule a flecha no ponto D.
Considere, a = 1 m ; b = 3 m ; c = 1,5 m ; Q(x) =
a b c
10 kN/m ; E = 200 GPa ; I = 57106 mm4.

13
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

10 – Métodos energéticos

Problema 1 : Um tubo de alumínio com 750 mm de


comprimento e área da secção transversal igual a 1200 mm2
é soldado a um suporte fixo A e a uma tampa rígida B. A
haste de aço EF, com 19 mm de diâmetro, é soldada à tampa
B. Sabendo que os módulos de elasticidade do aço e do
alumínio são respectivamente iguais a 200 GPa e a 70 GPa,
determine :
a) a energia de deformação total do sistema quando
P = 36 kN.
b) a correspondente densidade da energia de deformação no
tubo CD e na haste EF.

Problema 2 : O bloco D com 23 kg é deixado cair de


uma altura de 500 mm sobre a viga de aço AB.
Sabendo que E = 200 GPa, determine :
a) a flecha máxima no ponto E.
b) a tensão normal máxima na viga.

Problema 3 : O anel D pesando 330 N é libertado da posição de


repouso indicada e atinge a placa ligada à extremidade C da
barra vertical ABC. Sabendo que E = 200 GPa para ambos os
troços da barra, determine a distância h para a qual a tensão
máxima na barra é 200 MPa.

Problema 4 : Cada barra da treliça indicada é


feita de aço e tem a área da secção
transversal uniforme e igual a 3200 mm2 .
Considerando E = 200 GPa, determine o P
deslocamento vertical do nó C provocado
pela aplicação da força P= 66,7 kN.

Problema 5: As barras da treliça indicada são feitas


de aço e têm a área da secção transversal
representada. Considerando E = 200 GPa,
determine os deslocamentos horizontal e vertical
do nó C quando a força de 30 kN é aplicada.

14
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

P B C
Problema 6 : Utilize o teorema de Castigliano para
calcular o deslocamento horizontal do ponto B da
estrutura indicada na figura. Considere que as duas
vigas têm módulo de elasticidade E e momento de L
inércia I idênticos.

A
P L/2
A
B
Problema 7 : Utilize o teorema de Castigliano
0,6 m D determine a flecha e a rotação no ponto B da viga
C indicada na figura. Considere os valores de E e de I
constantes de A a D.

1,8 m 1,2 m

Problema 8 : Sabendo que a viga ABC e o cabo BD


são ambos feitos de aço com E= 200 GPa, determine
utilizando o teorema de Castigliano a flecha na
extremidade C.

QB

A C Problema 9 : A figura representa uma viga horizontal,


ABC, e outra vertical, CD, ligadas entre si no ponto C.
B Ambas as vigas são contruídas em aço (E=210 GPa)
3m
com um perfil HEB100. Considere uma carga
distribuída que varia linearmente entre A e B e entre B
e C como indicado, sendo QB = 40 kN/m. Utilize o
D teorema de Castigliano para determinar o
2m
deslocamento horizontal do ponto D.
2m

QC
Problema 10: A figura representa uma
viga horizontal, ABC, e outra vertical,
AD, ligadas por uma articulação no ponto A B C
A. Ambas as vigas são contruídas em aço
(E=210 GPa) com um perfil de secção
quadrada com 4040 mm. Considere 3m
uma carga distribuída que varia
parabolicamente entre B e C, como D
indicado, sendo QC = 60 kN/m.
a) Enuncie o teorema de Castigliano. 2m 4m
b) Utilize esse teorema para determinar a
rotação da viga no ponto C.

15
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

11 – Métodos energéticos

Problema 1: A figura representa um pórtico Q0 B C


constituído por duas vigas verticais AB e CD e uma
viga horizontal BC. O carregamento aplicado
consiste numa carga distribuída uniforme aplicada
entre A e B. Considere que as vigas têm módulo de 3m
elasticidade E = 210 GPa e momento de inércia
I = 4,5  105 m4 e que Q0 = 30 kN/m e determine
utilizando o teorema de Castigliano o D
A
deslocamento horizontal no ponto A.
4m

Problema 2: A figura representa uma estrutura constituída pelas vigas AB, BC e CD com secção
transversal idêntica de momento de 2ª ordem I = 4,5  106 m4. O conjunto está ligado a um apoio fixo em
A e, através do cabo DE, a um encastramento em E. O carregamento aplicado consiste numa carga
distribuída uniforme aplicada entre B e C, Q0 = 30 kN/m. Considere que o material das vigas e do cabo
têm módulo de elasticidade E = 210 GPa e que a área da secção do cabo é 3,14  106 m2. Determine,
utilizando o teorema de Castigliano, o deslocamento horizontal no ponto D.

cabo
3,6 m

C
D
Q0 1,2 m
A
B

2,4 m 2,4 m

QB
Problema 3: A figura representa um pórtico
constituído por duas vigas verticais AB e CD e uma
viga horizontal BC. O carregamento aplicado
consiste numa carga distribuída uniforme aplicada B C
entre A e B. Considere que as vigas têm módulo de
elasticidade E = 210 GPa e momento de inércia I =
577  106 m4 e que QB = 20 kN/m. Determine 4m
utilizando o teorema de Castigliano o
deslocamento horizontal e a rotação no ponto A.

A D

5m

16
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

Q0
Problema 4 : A figura representa uma viga horizontal
ABC ligada por uma articulação a um tirante vertical
AD. A viga têm secção tubular, com diâmetro externo A C
e = 60 mm e espessura de parede t = 4 mm. O tirante
tem secção rectangular com 126 mm. Ambas as B
peças são construídas em aço com E = 210 GPa.
Sabendo que sobre a viga está aplicada uma carga 3m
distribuída uniforme entre A e C, como indicado, e
D
que Q0 = 40 N/m.
a) Enuncie o teorema de Castigliano.
b) Utilize esse teorema para determinar o
deslocamento vertical da viga no ponto C.
2m 3m

Problema 5 : Considere a estrutura representada na


figura 4, constituída por duas vigas ABC e BDE,
apoiadas nos pontos A, C e D e suportando a carga P
de 2000 N aplicada no ponto E. Estas vigas são feitas
com um material de Módulo de Young 200 GPa e tem
secção quadrada com 5050 mm. Utilizando o
Teorema de Castigliano, determine o deslocamento
vertical do ponto E.

Problema 6 : A figura mostra uma D


estrutura constituída por duas vigas, ABC e
BD ligadas rigidamente em B. A viga BD
2m
suporta uma carga distribuída que actua na Q(x)
direcção horizontal, varia linearmente com
a altura e tem o valor QB = 500 N/m no A B C
ponto B. Determine as reacções nos apoios
A, C e D.
1m 2m

Problema 7: A figura representa uma viga ABC


encastrada em A e apoiada em B que suporta uma Q0
carga distribuída constante entre A e C.
a) Utilize o teorema de Castigliano para
determinar as reacções na viga.
b) Utilize o mesmo teorema para obter a
A B C
flecha na extremidade C. Considere Q0 =
30 kN/m, E = 210 GPa e I = 4,5  106 m4.
3m 1m

17
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

12 – Estabilidade de colunas

Problema 1 : Considere duas colunas com o mesmo comprimento,


uma feita de aço e outra de alumínio. Determine a carga crítica da
coluna de aço e em seguida qual deverá ser a dimensão d para que a
coluna de alumínio tenha uma carga crítica idêntica. Exprima o peso
da coluna de alumínio como percentagem do peso da coluna de aço.

Problema 2 : Um viga encastrada numa extremidade e apoiada


na outra é construída com um tubo de aço com área da secção
A B P
transversal igual a 1000 mm2 . Sabendo que o comprimento da
viga é 2,86 m determine a sua esbelteza e a sua carga crítica
quando o quociente entre os diâmetros externo e interno é: a)
2.00 ; b) 1,50. Considere E = 210 GPa.

D E
Problema 3 : A figura representa uma treliça de 7 barras
apoiada nos pontos A e C e que suporta a carga
concentrada P = 20 kN no ponto B. Sabendo que é
construída com perfis tubulares de aço (E = 210 GPa) de 60º 60º
A C
espessura t = 6 mm, determine o diâmetro mínimo de B
cada barra, considerando que a tensão admissível do
material das barras é adm= 355 MPa e que a carga crítica P
nas barras à compressão não pode ser ultrapassada. 5m 5m

P = 10 kN
Problema 4 : Dimensione a treliça de 6 barras indicada, A B
C
sabendo que é construída com varões de secção circular
de aço, com módulo de Young, E = 210 GPa, e tensão
admissível, adm= 355 MPa, e que a carga crítica nas 2m
barras à compressão não pode ser ultrapassada.
D E

2m 2m

Problema 5 : A coluna AB, com comprimento igual a 6,4 m,


é construída com um perfil de aço laminado HEB200.
Utilizando o critério de dimensionamento do Eurocódigo 3,
determine a carga centrada P admissível, sabendo que a
tensão de cedência do aço adoptado é:
a) C = 235 MPa
b) C = 355 MPa
Considere E = 210 GPa.

18
DEMI/FCT/UNL Mecânica dos Sólidos II 2016/17
_____________________________________________________________________________________________

Problema 6: As barras da treliça representada na figura 3 são P1


fabricadas em aço com E= 210 GPa e têm secção transversal
P2
circular. A treliça está ligada a dois apoios fixos em F e em A
G e suporta duas cargas P1 = 500 kN e P2 = 200 kN
aplicadas na extremidade A. 2m
a) Determine as forças em todas as barras (1 val). B C
b) Determine os deslocamentos horizontal e vertical do
ponto A pelo teorema de Castigliano (4 val). 2m
Escolha o diâmetro da secção mais adequado para construir D E
a treliça, sabendo que todas as barras têm secção transversal
circular e idêntica. Considere a tensão admissível adm = 250 2m
MPa e verifique a possibilidade de ocorrer encurvadura (2 F G
val).
3m

Problema 7 : Uma coluna com 3,2 m de altura é composta por dois perfis de aço UNP 240 ligados entre si
como ilustrado na figura. Utilizando o critério de dimensionamento do Eurocódigo 3, determine a carga
centrada admissível na coluna. Considere C = 235 MPa e E = 210 GPa.

Secção transversal

P
Problema 8 : Uma coluna com 3,5 m de altura é
composta por um perfil de aço laminado HEB 220 ao
qual foram soldadas duas chapas com 10 mm de
espessura como ilustrado na figura. Considerando que a
coluna está encastrada na base e tem a extremidade
superior livre, determine utilizando o critério de
dimensionamento do Eurocódigo 3, qual será a sua carga
centrada admissível. Admita que o aço utilizado tem uma
tensão de cedência C = 355 MPa e um módulo de
elasticidade E = 210 GPa. Secção transversal

19

Você também pode gostar