Você está na página 1de 89

Curso de Pós Graduação

em Hipnose clínica,
hospitalar e organizacional

Disciplina: Hipnose Clássica


CONHECIMENTO – Ao final desse programa você deverá
conhecer a hipnose clássica

COMPETÊNCIAS – Ao final desse programa você deverá


ser capaz de aplicar os conceitos aprendidos para fazer
intervenções com fundamentos na Hipnose clássica.

ATITUDE – Ao final desse programa você deverá ter


mudado sua atitude para: hipnotizar.
CONHECIMENTO – Ao final desse programa você deverá conhecer

Os conceitos dos princípios fundamentais no entendimento da Hipnose.

COMPETÊNCIAS – Ao final desse programa você deverá ser capaz de

Aplicar os conceitos aprendidos para na Hipnose com o paciente.

ATITUDE – Ao final desse programa você deverá ter mudado sua atitude para:

Ser capaz de observar o paciente e aplicar técnicas de hipnose clássica.


IBH – www.ibh.com.br
O Instituto Brasileiro de Hipnose Aplicada lutou pela regulamentação
da hipnose pelo conselho de psicologia em 20 de dezembro de 2000.
É o primeiro a pertencer ao conselho de psicologia, desde 1996.
O primeiro a organizar uma pós-graduação em Hipnose clínica,
hospitalar e organizacional. Levou a Hipnose para quase todos os
estados do Brasil.
Para a formação do hipnoterapeuta é fundamental que estude em
um curso que ofereça supervisão, pois só na prática aprende-se
hipnose.
Regulamentação da hipnose no CRP
Art. 1º - O uso da Hipnose inclui-se como recurso auxiliar de trabalho do
psicólogo, quando se fizer necessário, dentro dos padrões éticos, garantidos a
segurança e o bem estar da pessoa atendida;

Art. 2º - O psicólogo poderá recorrer a Hipnose, dentro do seu campo de


atuação, desde que possa comprovar capacitação adequada, de acordo com o
disposto na alínea "a" do artigo 1º do Código de Ética Profissional do Psicólogo.

Art. 3º - É vedado ao psicólogo a utilização da Hipnose como instrumento de


mera demonstração fútil ou de caráter sensacionalista ou que crie situações
constrangedoras às pessoas que estão se submetendo ao processo hipnótico.

Aprova e regulamenta o uso da Hipnose como recurso auxiliar de


trabalho do Psicólogo.
Na psicologia:
• Clínica
• Escolar
• Hospitalar
• Jurídica
• Organizacional
• Esportiva
• Marketing
Na Medicina
• Cardiologia
• Oncologia
• Ginecologia e obstetrícia
• Reumatologia
• Imunologia
• Nefrologia
• Cirurgia
• Neurologia
• Psiquiatria
• Clínica de dor
Na Odontologia

• Implante
• Periodontia
• Ortodontia
• Endodontia
• Anestesia
• Analgesia
Fisioterapia,
Nutrição,
Enfermagem,
Fonoaudiologia...
HIPNOSE
TIPOS DE PACIENTES

Pacientes portadores de
Transtornos psicológicos e psiquiátricos:
Transtornos de ansiedade, de humor, de
personalidade, alimentar, de dependência de
substâncias, diagnosticados pela primeira vez
na infância, etc.
Doenças crônicas, psicossomáticas e dores.
O QUE É HIPNOSE ?

... É um estado de atenção concentrada.


HIPNOSE

... A pessoa sente, pensa, embora de maneira diferente à habitual,


imagina e raciocina de maneira mais flexível, percebendo talvez cenas
com cores, sensações e emoções, havendo a distorção das percepções,
proporcionando o bem-estar, paz e equilíbrio.
Freud

“Como médicos, descobrirão que é impossível não utilizar a


hipnose e deixar que seus pacientes sofram, quando podem
alivia-los mediante o uso inócuo da influência psíquica. (...)”.
(pág. 145)

(EDIÇÃO STANDARD BRASILEIRA DAS OBRAS PSICOLÓGICAS COMPLETAS DE SIGMUND


FREUD, Editora Imago, Rio de Janeiro, 3a. Edição Vol. I (1886-99).
OMS

“A Hipnose moderna é hoje o maior avanço da Psiquiatria. Atua no


campo terapêutico, enquanto os estudos da bioquímica o são no
estudo das etiologias”. (OMS, 1974)
Associação americana de psiquiqtria

“A hipnose é um procedimento durante o qual um pesquisador ou


profissional da saúde, sugere que um cliente, paciente ou indivíduo
experimente mudanças nas sensações, percepções, pensamentos
ou comportamento” (APA, 1993).
Associação médica americana

“A Hipnose é um auxiliar terapêutico valioso e os que a empregam,


devem conhecer os seus fenômenos complexos (...). Não se deve
aprender apenas a técnica” (AMA, 1958).
Associação médica britânica

“A Hipnose é útil e pode, em certos casos, ser o tratamento de


escolha dos distúrbios psicossomáticos e das neuroses” (AMB,
1955).
Revista Brasileira de Medicina

“Menosprezar a importância de Hipnose, hoje em dia, representa,


além de opor-se aos diversos relatórios elaborados por comissões
especializadas no mundo inteiro, fechar os olhos aos recursos por ela
oferecidos. Se existem (ou existiram) hipnólogos ou hipniatras
malpreparados, também existem profissionais de baixa qualidade
em quaisquer outras especialidades. É a partir da grande parte dos
bens qualificados, porém, que as técnicas ganham cada vez mais
adeptos” (RBM, 1998).
Conceitos
A Hipnose na Vida Diária

Segundo Ferreira (2003) as manifestações da hipnose


acontecem no decorrer do dia, sem que as pessoas percebam
o que está acontecendo.
“A hipnose na vida diária ocorre mais
frequentemente do que imaginamos, e
contribui para a compreensão de que não
é necessária a indução formal para
obtemos a hipnose.” (Ferreira, 2003)
Milton Erickson

“Hipnose é um estado alterado de consciência, ou é um


estado de consciência no qual o conhecimento que você
adquiriu durante toda sua vida e que você usa
automaticamente torna-se, de repente, disponível.”
Milton Erickson

“Suscetibilidade ampliada para a região das capacidades


sensoriais e motoras para iniciar um comportamento
apropriado.”

Toda Hipnose é uma auto-hipnose.


CONCEITO DE HIPNOSE

Hipnose é um estado de concentração focalizada que permite acessar


as estruturas cognitivas, os pensamentos e as crenças, identificando
os sentimentos que estão relacionados a essa forma de processar os
estímulos percebidos. Adequando o processamento das percepções e
absorvendo o que é sugestionado (Gomes, 2013).
Ernest Hilgard

A hipnose é um estado de consciência alterado que


provoca dissociação da mente em duas partes, uma
que está interagindo com o exterior e o hipnólogo e a
outro que é um “observador escondido” difícil de
detectar.
Os fenômeno hipnóticos acontecem pela dissociação
destas mentes (1986,1992).
Mente: Consciente Inconsciente
Responsável pelas ações voluntárias.
É considerada a parte da mente que nos permite estar cientes e analisar as
coisas, agir racionalmente, fazer julgamentos, ter crítica. É a parte racional,
mas é a parte limitada da nossa mente. Você só pode prestar atenção a
poucas coisas ao mesmo tempo. É o hemisfério Esquerdo.
Responsável pelas ações involuntárias. É o reservatório de todas as
experiências adquiridas através da vida. Experiências pessoais,
aprendizados, motivação para interagir com seu próprio mundo e as muitas
funções automáticas.
É o hemisfério Direito
NÃO REGISTRA A PALAVRA NÃO
Com a hipnose o trabalho psíquico e orgânico agiliza-se
pela quebra da racionalidade, lógica, ceticismo, etc; que
pertencem ao hemisfério esquerdo (consciente).
E entra no mundo criativo, emocional, dinâmico,
fantasioso e colorido (inconsciente) , que pertence ao
hemisfério direito permitindo equilibrar os 02 hemisférios.
Mente
Consciente

Mente Inconsciente
Mente Mente
Consciente Inconsciente
Mente
Inconsciente

Mente
Consciente
Mente
Inconsciente

Mente
Consciente
Acontece agilização na obtenção de respostas necessárias ao
processo terapêutico, o chamado aumento de responsividade.
Tal responsividade diz respeito ao controle de fenômenos sensoriais
psíquicos, motores e viscerais.
A hipnose científica

Dr. Marlus Ferreira (2003) cita que:

“A hipnose científica é um meio pelo qual administramos um


tratamento adequado ao paciente. Esse tratamento pode ser a
formulação de uma reprogramação mental com sugestões
adequadas... Utilizando a hipnose dispomos de um meio para
fazer a regressão e, assim, acessar alguns fatos importantes
para a orientação do tratamento do paciente.”
Atenção Focalizada

Hipnose é um estado de atenção focalizada e concentrada,


obtida por meio da monotonia e limitação da atenção a
estímulos isolados, provocando fadiga e cansaço.
EEG do sujeito hipnótico

EEG do indivíduo hipnotizado costuma ter também traçados


característicos, distintos do traçado comum do sono.
Para o fisiologista italiano Giancarlo Carli: “A hipnose é um estado
de vigília. Ela nada tem a ver com adormecer”... “Durante o sono,
há ondas bastante típicas, que nunca aparecem nos hipnotizados;
mesmo aqueles que chegam ao grau mais profundo da hipnose
apresentam ondas cerebrais de quem está acordado”.
HIPNOSE
ATIVAÇÕES DO CÉREBRO DIREITO

• A SUBJETIVIDADE

• AS EMOÇÕES
• TOM EMOCIONAL DA LINGUAGEM
• CRIATIVIDADE
• CAPACIDADE DE SINTETIZAR
A evolução da hipnose

• Clássica
• Ericksoniana
• Cognitiva
HIPNOSE CLÁSSICA
Hipnose Clássica

Na hipnose clássica é importante a


profundidade do transe e o grau de
suscetibilidade, não para selecionar quem
entra em transe hipnótico, mas para perceber
o grau de receptividade à indução, por isso é
necessário testar.
Hipnose Clássica
Torres Norry adaptou de Davis e Husband 4 processos distintos para
obtenção da hipnose:
Processo didático- processo clássico completo de todos os passos.
Processo essencial- resumo do processo clássico com o mínimo de
passos.
Processo elaborado- síntese do processo essencial, somente para
pacientes treinados.
Processo rápido – caso de emergência.
As estratégias da Hipnose Clássica

• Fixação do olhar;
• Sugestões verbais;
• Indução de relaxamento ou
visualizações;
• Concentração de foco de atenção,
geralmente interiorizado;
• Aplicação de estímulo de qualquer
natureza, repetitivo, rítmico, débil
• e monótono.
Pré- requisitos:

“O hipnotismo é também uma arte. É a arte de convencer.


Hipnotizar é convencer. E convencer é sugestionar. Só
sugestiona quem convence. E só quem convence hipnotiza”
(Karl Weissmann).
Pré- requisitos:

1. Prestígio
2. Prêambulo
3. Rapport
4. Técnica
5. Paciência
6. Motivação
TRANSE

É um estado de sugestionabilidade intensificado artificialmente e


semelhante, mas não igual ao sono, no qual parece ocorrer uma
dissociação natural dos elementos conscientes e inconscientes do
psiquismo.
Pode ser: Espontâneo, Formalmente induzido, Positivo(materno,
reparador) ou Negativo(paterno, alterador).
Como reconhecer o estado de Transe ?
• Catalepsia: economia nos movimentos
• Literalismo: demora para responder
• Mudança na salivação e deglutição
• Diminuição da PA, pulso e frequência respiratória
• Relaxamento muscular
• Mudanças no comportamento ocular
• Aumento da responsividade
• Fasciculação: pequenas contraturas musculares involuntárias
• Aumento dos sinais ideomotores
OS FENÔMENOS HIPNÓTICOS

1- Rapport – É a aliança terapêutica.


2-Catalepsia ( pode ser catalepsia rígida ou flácida ) – rigidez ou flacidez
muscular ou tonicidade muscular.
3-Dissociação – Capacidade de separar a mente consciente da mente
inconsciente; um é capaz de seguir as induções que são sugeridas pelo
hipnólogo e o outro está experimentando o seu mundo interior.
4- Analgesia – Um adormecimento no corpo.
5-Anestesia – Sensação de não sentir uma parte do corpo.
6- Hipermnésia – Aumento da memória.
7- Regressão – Relembrar uma situação do passado.
8- Distorção do Tempo – O tempo cronológico não é igual ao tempo
interno.
9- Alucinações Positivas / Negativas
Positivas – são aspectos sensoriais de percepção dos 5 sentidos que
aparecem durante o transe.
Negativas – Retirada de sensações e percepções.
10- Amnésia – Pode ocorrer total ou parcial.
11- Atividade Ideossensorial / Ideomotora – Resposta automática através
de sinais ideomotores ( sinalização dom dedos, mãos ) ou ideossensórios
( percepção sensória associada a uma ideia ).
12- Sugestão Pós – Hipnótica – Sugestão dada em transe que provoca
uma resposta que acontece após sair do transe.
GRAUS DE PROFUNDIDADE DO TRANSE
HIPNÓTICO

• Hipnoidal
• Leve
• Médio
• Profundo
• Sonambúlico, pleno ou estuporoso
Critérios de Hershman para adequação de estados
hipnóticos:

Transe leve ou hipnoidal


•relaxamento
•catalepsia das pálpebras dos olhos
•fechamento dos olhos
•começo da catalepsia corporal
•respiração lenta e profunda
•imobilização dos músculos faciais
•anestesia de luva
•habilidade para sugestões pós-hipnóticas simples
Transe médio
•amnésia parcial somente em alguns sujeitos
•definido retardamento na atividade muscular
•habilidade em ilusões e sensações
•aumento isolado de sensações
•marcada catalepsia dos membros do corpo
•habilidade para sugestões pós-hipnóticas mais difíceis
Transe profundo
•manter o transe com olhos abertos
•amnésia total
•controlar algumas funções orgânicas como pulmão e pressão arterial
•anestesia cirúrgica
•regressão de idade e revivificação ( não concordo pois esse fenômeno
ocorre em transe médio)
•alucinação positiva e negativa
•alucinação visual e auditiva
•habilidade para sonhar
•habilidade para a maioria das sugestões pós-hipnóticas

Transe pleno ou estuporoso

•resposta orgânicas lentas e quase


completas
•inibição da atividade espontânea
PROVAS DE SUSCETIBILIDADE ou HIPNOTIZABILIDADE

É o teste para perceber se é mais fácil a pessoa entrar em transe ou não, e quebrar a
resistência.

Prova de Oscilação – em pé, com os braços esticados, calcanhares unidos e olhos


fechados. Sugere que está em pé dentro de uma canoa que navega no rio e
provoca oscilação no corpo.
Entrecruzamento dos dedos na testa

Posição sentado com as mãos cruzadas na testa –


sugestionar que os dedos estão colados, com uma cola
antialérgica de secagem rápida que gruda os dedos e gruda
as mãos na testa, colando completamente. (antigamente na
hipnose clássica fazia o desafio falando: seus dedos estão
colados e suas mãos coladas na sua testa, tão coladas e
grudadas que é difícil decolá-las, tente,quanto mais tentar
mais coladas ficam.
Peso e Leveza
com os braços estendidos sustentar uma lista telefônica
no braço direito e balões com gás no braço esquerdo
(contraste do peso x leveza)
ESQUEMA DA HIPNOSE CLÁSSICA

• Sugestão pré-hipnótica
• Indução do transe hipnótico
• Aprofundamento do transe hipnótico
• Aproveitamento do transe hipnótico
• Signo-sinal
• Sugestão pós-hipnótica
• Desipnotizar ou deipnotizar
SUGESTÃO PRÉ-HIPNÓTICA

Segundo Clystine Abram

Antes de iniciar a indução hipnótica é necessário explicar o que


acontecerá durante o processo de hipnose, principalmente o
momento da indução.
A sugestão pré-hipnótica são as sugestões que são direcionadas
para o sujeito hipnótico afim de influenciá-lo a dar uma resposta
adequada durante o processo hipnótico.
INDUÇÃO DO TRANSE HIPNÓTICO
Segundo Cystine Abram

Mecanismo pelo qual o hipnólogo (hipnose) ou o próprio sujeito


(auto-hipnose) produz um estado alterado de consciência.

É uma série de instruções que permite o sujeito entrar em estado


alterado de consciência e pode através de sugestões.
APROFUNDAMENTO DO TRANSE
Segundo Clystine Abram

Sistema de técnicas utilizadas para fazer com que o indivíduo entre nos graus
mais profundos de hipnose.

Técnicas:
-Contagem regressiva
-Elevador ou escada
-Palavras como: aprofunde-se, cada vez mais fundo...
-Silêncio
APROVEITAMENTO DO TRANSE
Segundo Clystine Abram

Momento que é feito o trabalho específico, onde os fenômenos


hipnóticos acontecem de maneira estimulada, como: regressão de
memória, distorção do tempo, anestesia, analgesia, alucinação...
SIGNO-SINAL
Segundo Clystine Abram

É um sinal instalado durante o transe hipnótico que tem dois


estímulos, um tátil e outro auditivo; com o objetivo de facilitar
posteriores induções hipnóticas, na profundidade e na rapidez de
entrar em transe.

Ex.: Todas às vezes que eu tocar a sua testa e falar a palavra relaxe,
você irá relaxar mais rapidamente. Agora eu toco a sua testa, relaxe
profundamente.
SUGESTÃO PÓS-HIPNÓTICA
Segundo Clystine Abram
A sugestão pós-hipnótica são as sugestões que são
direcionadas para o sujeito hipnótico ao terminar o
aproveitamento do transe hipnótico, afim de influenciá-lo a
dar uma resposta adequada após o processo hipnótico.

Ex.: Paciente com fobia de coletar sangue.


“Quando você estiver no laboratório, estará calmo e
tranquilo, fará o exame de sangue sentindo seguro e
confiante, verá que o tempo passa rápido e logo terá
terminado”.
DESIPNOTIZAR
Segundo Clystine Abram
É o término do processo hipnótico, deve ser feito de maneira tranquila para evitar
que o paciente fique tonto ou com alguma diferença da sensibilidade.
Deve ser reforçada com sugestões diretas o que foi trabalhado no aproveitamento
do transe.
Ex.: Eu vou contar de 1 até 5 e ao falar 5 você abrirá seus olhos orientado e
sentindo-se bem.
1- Tonicidade muscular normalizada de todo o seu corpo.
2- Sensibilidade normalizada de todo o seu corpo.
3- (Sugestão) Você está calmo e sente-se confiante para enfrentar a situação de
andar de avião.
4- Realmente você se sente muito bem, acreditando em seus potenciais.
5- Aqui e agora, abrindo os seus olhos sentindo-se bem.
OS ESTÍMULOS MAIS UTILIZADOS
A palavra
Na hipnose clássica a palavra é o principal estímulo, deve ser
repetitiva, monótona e ter ritmo. As sugestões são diretas,
claras e objetivas.
Olhar fixo
A fixação do olhar é utilizada em diversas técnicas da
hipnose clássica.
TÉCNICAS CLÁSSICAS

Relaxamento muscular progressivo


Pestanejamento comandado
Levitação da mão
Fixação do olhar
Reversão do globo ocular
TÉCNICA PESTANEJAMENTO SINCRÔNICO OU
COMANDADO
Criada por Torres Norry,
Posição: Sentada RPM;
Olhar fixo para a mão do operador; Levante cada braço de uma vez e eles caem por
Operador fala “FECHE “e o paciente seu próprio peso;
fecha e abre os olhos logo em Respiração lenta e profunda;
seguida; Catalepsia do braço esquerdo;
Sugestão pós-hipnótica
Sugestão peso nas pálpebras;
Apagamento
Olhos fecham, catalepsia das Desipnotizar
pálpebras;
TÉCNICA DA LEVITAÇÃO DO BRAÇO
Posição : Sentado com a mão em cima das pernas e com a palma da mão virada para baixo e
os dedos fechados .
Falado ao paciente
Olhe fixamente um ponto na sua mão... olhe bem fixamente e sempre olhe este ponto...
Imagine que sua mão é como um leque fechado, que cada dedo é uma folha deste leque e
o leque vai abrir ... cada dedo vai se afastar... abrindo–se, até abrir completamente ...
Fixe a atenção no ponto da sua mão... Imagine que sua mão e seu braço, estão ficando
leves... leves e cada vez mais leves... leves como uma pluma... leves como o ar... leves e eu
amarro no seu pulso vários balões de gás hélio, coloridos, da cor ou das cores que você mais
gosta...Os balões puxam o seu braço e sua mão para o alto... cada vez mais para o alto...
subindo... subindo...Sua mão vai subir até o seu peito e você olha fixamente para o ponto da
sua mão...A palma da mão vai girar e girar e você vai tocar o seu peito... é
como se fosse um grande imã atrás de sua mão que vai puxando até o seu peito...Quando você
não ver mais o ponto que escolheu feche os olhos e relaxe profundamente...Sua mão encosta no
seu peito e você sinta a enorme força interior que possui... permita que a força espalhe-se por
todo o seu corpo... relaxe cada vez mais intensamente...
Para os odontólogos:
Você relaxa tanto que seu maxilar pesa... pesa e você abre bem a sua boca...sua salivação
diminui, sua boca fica seca com uma sensação de conforto... você sente –se bem .
Sua mão vai voltar em direção ao seu colo... você relaxa e a mão vai voltando... descendo...
descendo... descendo até o seu colo ...você relaxa profundamente...sua mão descansa no seu
colo e você relaxa...
Inicia-se o aproveitamento do transe hipnótico, o trabalho psicoterápico.
Desipnotização:
Eu vou contar de 1 até 5 e quando falar 5 você irá abrir os seus olhos sentindo-se muito bem e
alerta. 1 – tonicidade muscular normalizada do seu braço, da sua mão e de todo o seu corpo. 2-
sensibilidade normalizada de todo o seu corpo, do seu braço e de sua mão. 3- sentindo-se muito
bem. 4 – alerta e com sentimentos de bem estar. 5 – abrindo seus olhos.
MIRADA MÚTUA:
Sugestão pré-hipnótica: Qual é a cor dos olhos meus olhos? Você irá olhar fixamente
para os meus olhos, o olho direito olha para o olho esquerdo e o esquerdo para o
direito (mostrar), isso é uma brincadeira e verá se olhar fixamente, que os meus olhos
mudaram de cor, as íris irão mudar de cor (explicar o que é íris).
Posição: Sentado um em frente ao outro, olhando nos olhos fixamente.
Falado ao paciente: Olhe fixamente para os meus olhos...bem firme...não desvie o
seu olhar...olhe fixamente e firmemente para os meus olhos...muito bem...você sabe
fazer isto...com este olho da direita(aponte),você olha o meu da
esquerda(aponte)...com este olho da esquerda (aponte)você olha o meu da
direita(aponte)...olhe firme...olhe fixo...não pisque...veja que pouco a pouco a cor
está mudando...a cor vai mudando...os meus olhos mudam de cor...vão ficando
diferentes...a cor muda...você vê meus olhos de outra cor...(ao perceber um cansaço
visual no paciente, ao notar os olhos fixos, lacrimejantes, parados, passa-se para
outra etapa).
Continue olhando para os meus olhos...perceba que você está
com sua visão embaçada...você está vendo como se estivesse
uma nuvem na sua frente...está cansado...você sente suas
pálpebras pesadas...você quer fechar seus olhos...ou conto de 10
até 1 para você fechar seus olhos que estão completamente
cansados,10,9,8,7,6,5,4,3,2,1,feche os seus olhos...feche os
olhos para descansar...olhos fechados...bem fechados...você
relaxa...seus olhos estão fechados...você descansa...seus olhos
estão colados...apertados...seus olhos estão presos...todo o
corpo mole...frouxo...largado...seus olhos colam...veja que é
impossível abrir os olhos...relaxe profundamente...
FIXAÇÃO DO OLHAR

Sugestão pré- hipnótica: Você irá olhar fixamente aquele ponto (mostrar) na parede
e fixar sua atenção naquele ponto. Irá olhar sem ´piscar ou pestanejar. Suas pálpebras
irão pesar, pesar tanto até fechar os seus olhos e relaxar profundamente.
Posição: Sentado um em frente ao ponto e olhando fixamente.
Falado ao paciente: Olhe fixamente para o ponto na parede...bem firme...não desvie
o seu olhar...olhe fixamente e firmemente para o ponto...muito bem...você sabe fazer
isto...olhe firme...olhe fixo...não pisque...veja que pouco a pouco sua visão fica turva
... Suas pálpebras pesam... Pesam como chumbo... Pesam...Você deseja fechá-las mas
resiste... Suas pálpebras pesa... Pesam... Pesam como chumbo... Você quer fechá-
las... (ao perceber um cansaço visual no paciente, ao notar os olhos fixos,
lacrimejantes, parados, passa-se para outra etapa).
Seus olhos fecham e você relaxa profundamente... Cada vez relaxa mais fundo...
Relaxando e soltando o seu corpo... Se aprofundando... Todo o corpo pesa... Pesa...
Pesa... E você relaxa profundamente...
REVERSÃO DO GLOBO OCULAR

Sugestão Pré- hipnótica: você irá olhar fixamente para a ponta do


meu dedo indicador e irá acompanha-lo enquanto eu movimento
o meu dedo.
Posição: sentado o hipnólogo em pé na frente do paciente com o
dedo indicador reto 30 cm de distância da face do paciente.
Falado ao paciente: Olhe fixamente a ponta do meu dedo
indicador da mão direita... Olhe fixamente sem piscar... Olhe bem
fixamente... Concentre sua atenção no meu dedo...
O hipnólogo vai subindo o dedo devagar... Continue olhando a
ponta do meu dedo indicador da mão direita... Acompanhe o
meu dedo...
(o hipnólogo sobe o dedo fazendo uma curva para direção do
alto da cabeça do paciente e quando os olhos do paciente
reverter segura na testa e na nuca do paciente tombando a
cabeça para baixo)... Relaxe seu corpo completamente ... Todo
o corpo pesa... Bem pesado e relaxado... Completamente
relaxado... Solto e frouxo...
(Inicia-se o trabalho)
RELAXAMENTO MUSCULAR
PROGRESSIVO
Feche os olhos e relaxe...
Deixe o seu corpo e sua mente relaxarem...
Escute a minha voz e acompanhe o que eu digo..
Preste atenção nos seus pés...
Sinta os seus pés...solas dos pés... Calcanhares... Peitos dos pés...
Solte toda a musculatura dos seus pés... Relaxe... Descontraindo...
Soltando e relaxando profundamente seus pés.. Respire e relaxe...
Sinta sua canelas... Perceba a musculatura das canelas e solte...
Relaxando... Tranquilamente... Serenamente em paz... Entre em
contato com seus joelhos... Deixe a musculatura bem frouxa...
Solta e relaxada...
Perceba suas coxas... Sinta as coxas em contato com a sua roupa
e relaxe... Musculatura frouxa...solta e descontraída.. Coxas bem
a vontade...
Respire profundamente ... Relaxe intensamente...libere todas as
tensões... Afrouxe a musculatura dos ombros e relaxe...
Sinta seus braços, mãos e dedos... Solte completamente toda a
musculatura .. Relaxando os braços, mãos, dedos... Relaxe
intensamente...
Respire e perceba o movimento do seu abdômen... Subindo e
descendo enquanto respira tranquilamente em paz... Solte a
musculatura do abdômen.. Deixando-o frouxo, solto e
descontraído ... Relaxe o seu peito... Perceba as batidas do seu
coração com ritmo normal... Relaxe profundamente em paz...
Libere todas as tensões e apenas relaxe cada vez mais
profundamente...
Vai respirando descontraído e relaxando... Relaxe toda a
musculatura do pescoço... Relaxe profundamente do couro
cabeludo até a da sua testa... Deixe a testa bem lisinha...
Relaxada... Sinta suas pálpebras fechadas.. Perceba o peso das
suas pálpebras fechadas... Relaxe tranquilamente
... Relaxe a musculatura da face... Sinta o ar entrar por suas
narinas e saindo... Relaxe... Respire profundamente... Deixe o seu
corpo relaxar... Relaxe seus lábios e sua língua... Relaxe
profundamente em paz...Sua mente está serena, calma, tranquila
e relaxada... Você se sente muito bem profundamente em paz.
Dave Elman

Agora feche seus olhos. Focalize sua atenção nos músculos


ao redor dos seus olhos, perceba-os e relaxe, relaxe
deixando cada vez mais seus olhos fechados.
Imagine que suas pálpebras estão tão relaxadas e pesadas
que elas permanecerão fechadas, fechadas e relaxadas,
totalmente relaxadas. Você pode até tentar abrir seus olhos,
mas terá dificuldade, então é melhor deixar seus olhos
fechados e relaxados. Isso… Excelente…
Perceba o relaxamento das suas pálpebras e deixe
percorrer todo o seu corpo. Permita que a sensação de
relaxamento percorra o seu corpo totalmente até os seus
pés... você está tão relaxado que eu irei levantar sua mão
pelo punho e este braço que está tão relaxado e pesado
pelo próprio relaxamento cairá no seu colo bem pesado
como uma toalha molhada. Eu seguro no seu pulso e
levanto o seu braço e quando eu o soltar ele cairá
pesadamente no seu colo, como uma toalha molhada. Vou
levantar seu braço agora e ele cai no seu colo
pesadamente.
Muito bem, agora você completamente relaxado
fisicamente e mentalmente, deixe sua mente relaxar ainda
mais enquanto você conta de 100 até 1. Em alguns
instantes vou pedir para você contar em voz alta de 100 a
1, e em cada número que conta irá multiplicando o seu
relaxamento mental, a cada número que conta relaxa mais
profundamente…
E no momento em que você atingir o 96, todos os números
desaparecerão, você fará com que os números
desapareçam para relaxar ainda mais.
Assim, ao chegar no número 96, todos os outros
números desaparecerão.
Conte regressivamente em voz alta. Isso…
Os número vão sumindo... Sumindo...
Desaparecendo... Faça-os desaparecer… Desaparecer
completamente… neste exato momento…
E quando eles desaparecerem, você multiplicará o seu
relaxamento, aprofundando cada vez mais, fundo...
Cada vez mais fundo... Bem fundo… muito bom. Eles
desapareceram... Excelente.
Neste momento, imagine-se em um lugar no quinto
andar e você irá descer pelas escadas que são seguras e
confortáveis. Escute o que estou falando, ouça e imagine
que está no quinto andar de um prédio e vai descer as
escada, andar por andar.
A primeira escada leva do quinto para o quarto andar,
para o nível 4 que é mais baixo. O nível 4 é dez vezes
mais profundo do que o nível 5, no qual você está agora,
você irá relaxar cada vez mais profundamente,
mentalmente e fisicamente. Você desce e relaxa 10 vezes
mais profundo, 10 vezes mais profundo mentalmente e
fisicamente.
E você continua descendo… cada vez mais fundo... você vai
para o terceiro andar. Descendo...descendo... Cada vez
descendo mais e mais... O nível 3 é 10 vezes mais profundo
do que o nível 4 e quando chegar no nível 3 vai fala para si
mesmo: o nível 3 é dez vezes mais profundo que o nível 4.
Agora você descerá para o segundo andar. Desça...
Descendo... Descendo... Descendo... você está no nível 2
que é 10 vezes mais profundo que o nível 3. Repita
mentalmente que o nível 2 é 10 vezes mais profundo que o
nível 3.
Agora você descerá para o primeiro andar, o nível 1.
O nível 1 é o mais profundo de todos os níveis, bem
profundo.
Desça... Vai descendo... Descendo...Quando você
atingir o nível está completamente, profundamente,
mentalmente e fisicamente relaxado. Você está no
nível 1 de total e profundo relaxamento. Diga para si
mesmo que está no nível mais profundo...
Profundo... Profundo...
Sugestões
Por um bom motivo, você decidiu que seus
pensamentos funcionais farão parte da sua vida e
você irá alcançar o seu objetivo (fale qual é) pelo
simples fato de está aprendendo em novos níveis de
apreensão… para você esse aprendizado é totalmente
novo e você está aprendendo e desfrutando de todo
esse propósito.
E a partir desse momento tudo será muito fácil, inclusive
(fale o objetivo) pelo simples fato que você determinou
para si mesmo e acredita, deseja e quer (fale o objetivo).
Você alcançará e desfrutará destes aprendizados, com total
compreensão que lhe ocorrerão como resultado deste
processo…
Todas às vezes que você escutar a minha voz falando relaxe
e eu tocar a sua testa você irá entrar neste estado de transe
mais rápido e mais fundo, mais rápido e mais fundo, todas
ás vezes que eu falar relaxe e tocar a sua testa irá entrar
mais rápido e mais fundo neste estado de transe.
Dehipnotização

Agora, você irá subir gradativamente a escada. Do


primeiro andar voltará para o quinto andar. No seu
tempo, na sua própria maneira, do seu jeito, deixando
no nível 1 … Volte ao nível 2… no seu próprio tempo.
Agora volte ao nível 3 da sua maneira… Volte agora ao
nível 4, trazendo todos os aprendizados e os recursos
internos... Volte ao nível 5
Sentindo-se muito bem, calmo, tranquilo e em paz…
Abrindo os seus olhos com total consciência.
REFERÊNCIAS

• Hipnose na prática clinica – Marlus Vinicius Costa Ferreira.


Ed. Atheneu

• Hipnologia – David Akstein . Ed. Hypnos

• Hipnosis Pratica Y auto hipnose- Bernard Hollander

• Hipnose medica e odontologia – Osmar Andrade Faria .