Você está na página 1de 23

Fundamentos de Mecânica Clássica

José Humberto de Araújo1

1 DFTE-UFRN

27 de outubro de 2020

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 1 / 10


Sumário

1 Oscilador Harmônico Forçado


Ressonância

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 2 / 10


Oscilador Harmônico Forçado

O oscilador harmônico forçado é descrito por uma equação não


homogênea da forma:
mẍ + bẋ + kx = F (t). (1)

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 3 / 10


Oscilador Harmônico Forçado

O oscilador harmônico forçado é descrito por uma equação não


homogênea da forma:
mẍ + bẋ + kx = F (t). (1)
Consideremos o caso subcrítico,
k b 2
>( ) (2)
m 2m
com condições iniciais x(0) = x0 e ẋ(0) = v0 .
γx0 + v0 t F (t 0 ) −γ(t−t 0 )
Z
x(t) = e−γt (x0 cos ω1 t + sin ω1 (t)) + e sin [ω1 (t − t 0 )]dt 0 . (3)
ω1 0 mω1

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 3 / 10


Oscilador Harmônico Forçado

O oscilador harmônico forçado é descrito por uma equação não


homogênea da forma:
mẍ + bẋ + kx = F (t). (1)
Consideremos o caso subcrítico,
k b 2
>( ) (2)
m 2m
com condições iniciais x(0) = x0 e ẋ(0) = v0 .
γx0 + v0 t F (t 0 ) −γ(t−t 0 )
Z
x(t) = e−γt (x0 cos ω1 t + sin ω1 (t)) + e sin [ω1 (t − t 0 )]dt 0 . (3)
ω1 0 mω1

Para x0 = 0 e v0 = 0.
Solução
t
F (t 0 ) −γ(t−t 0 )
Z
x(t) = e sin [ω1 (t − t 0 )]dt 0 . (4)
0 mω1
Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 3 / 10
Força Constante

Exemplo: se F (t) = F0 , com x0 = 0 e v0 = 0,

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 4 / 10


Força Constante

Exemplo: se F (t) = F0 , com x0 = 0 e v0 = 0,


A solução fica,
F0 F0 −γt
x(t) = − e (cos ω1 t + sin ω1 t). (5)
k k
x(t)

F
k

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 4 / 10


Força Periódica

Seja um OHA sob a ação de uma força externa peródica,


F (t) = F0 cos (ωt + θ0 ).

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 5 / 10


Força Periódica

Seja um OHA sob a ação de uma força externa peródica,


F (t) = F0 cos (ωt + θ0 ).
Equação de movimento,
mẍ + bẋ + kx = F0 cos (ωt + θ0 ). (6)

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 5 / 10


Força Periódica

Seja um OHA sob a ação de uma força externa peródica,


F (t) = F0 cos (ωt + θ0 ).
Equação de movimento,
mẍ + bẋ + kx = F0 cos (ωt + θ0 ). (6)

Em termos de variáveis complexas


θ = tan−1 yx
p
z̃ = x + iy , z̃ = |z|eiθ , |z| = x 2 + y 2 ,

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 5 / 10


Força Periódica

Seja um OHA sob a ação de uma força externa peródica,


F (t) = F0 cos (ωt + θ0 ).
Equação de movimento,
mẍ + bẋ + kx = F0 cos (ωt + θ0 ). (6)

Em termos de variáveis complexas


θ = tan−1 yx
p
z̃ = x + iy , z̃ = |z|eiθ , |z| = x 2 + y 2 ,

Assim,
mz̈˜ + bż˜ + k z̃ = F0 ei(ωt+θ0 ) . (7)

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 5 / 10


Força Periódica

Seja um OHA sob a ação de uma força externa peródica,


F (t) = F0 cos (ωt + θ0 ).
Equação de movimento,
mẍ + bẋ + kx = F0 cos (ωt + θ0 ). (6)

Em termos de variáveis complexas


θ = tan−1 yx
p
z̃ = x + iy , z̃ = |z|eiθ , |z| = x 2 + y 2 ,

Assim,
mz̈˜ + bż˜ + k z̃ = F0 ei(ωt+θ0 ) . (7)
Uma solução particular pode ser:
z̃p = z0 eiωt (8)

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 5 / 10


Força Periódica

Seja um OHA sob a ação de uma força externa peródica,


F (t) = F0 cos (ωt + θ0 ).
Equação de movimento,
mẍ + bẋ + kx = F0 cos (ωt + θ0 ). (6)

Em termos de variáveis complexas


θ = tan−1 yx
p
z̃ = x + iy , z̃ = |z|eiθ , |z| = x 2 + y 2 ,

Assim,
mz̈˜ + bż˜ + k z̃ = F0 ei(ωt+θ0 ) . (7)
Uma solução particular pode ser:
z̃p = z0 eiωt (8)
derivando,
ż˜p = iωz0 eiωt z̈˜p = −ω 2 z0 eiωt (9)
Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 5 / 10
b k
Substituindo e usando γ = 2m e ω02 = m.

F0 i(ωt+θ0 )
[(ω02 − ω 2 ) + i2γω]z0 eiωt = e (10)
m

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 6 / 10


b k
Substituindo e usando γ = 2m e ω02 = m.

F0 i(ωt+θ0 )
[(ω02 − ω 2 ) + i2γω]z0 eiωt = e (10)
m
Assim,
(F0 /m)eiθ0
z0 = (11)
(ω02 − ω 2 ) + i2γω

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 6 / 10


b k
Substituindo e usando γ = 2m e ω02 = m.

F0 i(ωt+θ0 )
[(ω02 − ω 2 ) + i2γω]z0 eiωt = e (10)
m
Assim,
(F0 /m)eiθ0
z0 = (11)
(ω02 − ω 2 ) + i2γω
Substituindo em (8),

(F0 /m)eiθ0 iωt F0 (ω02 − ω 2 ) − i2γω i(ωt+θ0 )


z̃p = e = e
(ω02 − ω 2 ) + i2γω m (ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

F0 [(ω02 − ω 2 ) − i2γω]
z̃p = [cos (ωt + θ0 ) + i sin (ωt + θ0 )]
m (ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 6 / 10


Realizando o produto,
Solução complexa

F0 1
z̃p = q
m (ω 2 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2
0
 [(ω 2 − ω 2 ) cos (ωt + θ ) + 2γω sin (ωt + θ )]
0 0 0
× q +
(ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2
[(ω 2 − ω 2 ) sin (ωt + θ0 ) − 2γω cos (ωt + θ0 )] 
i 0 q (12)
(ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 7 / 10


Podemos reescrever na forma:

F0  sin β cos (ωt + θ0 ) + cos β sin (ωt + θ0 )


z̃p = q
m (ω 2 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2
0
cos β cos (ωt + θ0 ) − sin β sin (ωt + θ0 ) 
−i q . (13)
(ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 8 / 10


Podemos reescrever na forma:

F0  sin β cos (ωt + θ0 ) + cos β sin (ωt + θ0 )


z̃p = q
m (ω 2 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2
0
cos β cos (ωt + θ0 ) − sin β sin (ωt + θ0 ) 
−i q . (13)
(ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

Onde,

(ω02 − ω 2 )
sin β = q
(ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2
2γω
cos β = q (14)
(ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 8 / 10


Usando relações trigonométricas,

F0 sin (ωt + θ0 + β) cos (ωt + θ0 + β) 


z̃p = q −iq (15)
m (ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2 (ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 9 / 10


Usando relações trigonométricas,

F0 sin (ωt + θ0 + β) cos (ωt + θ0 + β) 


z̃p = q −iq (15)
m (ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2 (ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

Assim a solução real procurada é:

F0 sin (ωt + θ0 + β)
xp (t) = Rez̃p (t) = q (16)
m (ω 2 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2
0

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 9 / 10


Usando relações trigonométricas,

F0 sin (ωt + θ0 + β) cos (ωt + θ0 + β) 


z̃p = q −iq (15)
m (ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2 (ω02 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2

Assim a solução real procurada é:

F0 sin (ωt + θ0 + β)
xp (t) = Rez̃p (t) = q (16)
m (ω 2 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2
0

A solução é uma função oscilante com amplitude

F0 1
A(ω) = q (17)
m (ω 2 − ω 2 )2 + 4γ 2 ω 2
0

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 9 / 10


A(ω)
q
ω02 − 2γ 2
q
k
m

Humberto (DFTE) Mecânica Clássica 27 de outubro de 2020 10 / 10