Você está na página 1de 6

1

CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE PORTARIA MONITORADA

1. DAS PARTES: As partes abaixo qualificadas, estabelecem entre si o presente contrato que reger-se-á pelas clausulas a
seguir elencadas:
1.1 DA CONTRATADA (PRESTADORA DE SERVIÇO): PORTARIAS MONITORADAS CAMPINAS LTDA
com sede na xxxxxxx, xxx, Campinas-SP, CEP xxxxxxx-xxx, inscrita no CNPJ xxxxxxxx/xxxxx-xx, representada
neste ato pelo sócio WANDER PAIVA, brasileiro, técnico em eletrônica, inscrito no CREA sob o n.º xxxxx, portador
da cédula de identidade RG xxxxxxxx SSP/SP, inscrita no CPF xxxxxxxxxx.
1.2 DO (A) CONTRATANTE: (NOME DO TOMADOR DE SERVIÇOS CONDOMÍNIO/ EMPRESA OU
PESSOA FÍSICA), (Endereço completo da Sede, unidade ou residência – rua, bairro, Cidade, estado e CEP,
inscrito(a) no (CNPJ ou CPF) n.º xxxxxx, através de seu representante legal NOME DO REPRESENTANTE
LEGAL, nacionalidade, estado civil, profissão, residente e domiciliado na rua - endereço completo.
2. DO OBJETO: PORTARIA MONITORADA
2.1 Da descrição do serviço: Consiste na prestação de serviço de monitoramento e controle de fluxo de pessoas nas áreas
de acesso do condomínio Contratante, descritas e identificadas na cláusula 2.2 , através de sistema de câmeras de
monitoramento e porteiro eletrônico interligados a uma central de monitoramento remota situada em local diverso do
espaço físico do contratante, onde funcionários da contratada farão a verificação, controle e liberação de acesso de
pessoas ao interior do condomínio, na forma descrita na cláusula 2.3.
2.2 Das áreas físicas de cobertura: As áreas a serem monitorada pela contratante são as seguintes:
a) Portaria principal do (nome do condomínio/edifício/empresa/casa) com frente para a rua (nome da rua).
b) Portaria n.º 2 com frente para a rua ( nome da rua).
c) Entrada de garagem com acesso para a rua( nome da rua).
2.3 Da forma de controle de fluxo de pessoas: o referido serviço será prestado de forma ininterrupta, ou seja, 24 horas
por dia e sete dias na semana, obedecendo aos seguintes procedimentos:
2.3.1. Do atendimento aos moradores:
a) Os moradores têm acesso ao condomínio digitando sua senha pessoal e intransferível, diretamente no interfone ou
com uso de chaves convencionais, também através de leitor biométrico, cartão de aproximação para condomínios
que dispõem desses itens opcionais. Em casos de esquecimento da senha cadastrada, o morador deverá solicitar a
abertura do portão para a central de monitoramento através da tecla “portaria” disposta no próprio interfone
mediante confirmação de dados pessoais, ocasião em que, será verificada sua identidade através de dados cadastrais
no sistema. Na hipótese dos dados não serem confirmados, o operador não estará autorizado a liberar a entrada e o
morador deverá contatar o síndico ou pessoa responsável autorizada pelo contratante, para que, esse confirme e
autorize a liberação de sua entrada às dependências do condomínio.
b) O acesso à garagem do condomínio será feito através do controle remoto, cujo fornecimento aos usuários, é de
obrigação única e exclusiva do contratante, em caso de esquecimento ou falha no controle remoto, o usuário deverá
proceder conforme alínea “a” da cláusula anterior, sendo que após esse procedimento o portão da garagem será
aberto pela Central de Monitoramento.

2.3.2. Do atendimento à terceiros: O acesso de terceiros ao condomínio, será feito pela Central de Monitoramento,
através do acionamento da tecla “portaria”, ocasião em que, referida central solicitará sua identificação. O terceiro não
cadastrado deverá informar a unidade e/ou o nome do morador que pretende contatar. De posse de tais informações a
Central de Monitoramento fará o contato com a unidade para confirmação, autorização e liberação do acesso.

2.3.3. Do acesso de convidados a eventos festivos, cívicos ou afins, realizados nas dependências do condomínio:
a) O condomínio a requerimento do interessado ou idealizador do evento, deve fornecer à contratada, lista dos
convidados, com antecedência mínima de 48 horas, contendo o nome de cada convidado bem como número de
documento de identificação. Os convidados deverão apertar o botão “portaria” do interfone e serão atendidos pelos
funcionários da Central de Monitoramento, os quais procederão a verificação dos dados informados pelo convidado,
liberando sua entrada às dependências do condomínio.
b) Pessoas que eventualmente não tenham seus nomes na lista de convidados, serão submetidas a verificação da
veracidade de sua condição de convidado ao evento, através de contato com o seu organizador ou pessoa
responsável designada previamente para esta finalidade, para tanto, cumpre ao contratante, juntamente com a lista
de convidados, informar os nomes desses encarregados, bem como, disponibilizar um ramal de atendimento através
do qual será realizado o contato com a central de monitoramento para tais confirmações, sendo de exclusiva
responsabilidade do Contratante a designação destas pessoas.
c) É responsabilidade do Contratante o cumprimento das alíneas “a” e “b” da presente cláusula, o seu descumprimento
implicará em não autorização da entrada do visitante.
2.3.4 Entregas e correspondências: As entregas de correspondências ou encomendas adotarão o seguinte procedimento:
a) O entregador acionará a tecla “portaria” e será atendido pela Central de Monitoramento a qual fará o contato com o
2

condômino destinatário, para confirmar a entrega.


b) Na hipótese do condômino, destinatário da correspondência ou entrega, não estar presente no momento da entrega, a
Central de Monitoramento fará o contato com o zelador do condomínio que deverá fazer a coleta. Se o condomínio
não dispuser do serviço de zelador, a coleta deverá ser feita pelo próprio morador ou interposta pessoa previamente
encarregada deste serviço pelo contratante.
c) A entrada de entregadores ao interior do condomínio por autorização de condôminos é de responsabilidade do
contratante.
d) Para as entregas, que ocorram em horário comercial, em condomínios que disponham do serviço de zelador, este
será acionado pela central de monitoramento para fazer o recebimento e entrega. Aquelas que ocorram em horário
não comercial, ou em caso do condomínio não dispor do serviço de Zelador, a coleta incumbirá somente ao morador
destinatário.

2.4 Da gravação de imagens monitoradas:


a) O sistema de monitoramento pelas câmeras instaladas nos locais descritos na cláusula 2.2, possibilitam a gravação
das imagens nas 24 (vinte e quarto) horas do dia e nos 7 (sete) dias da semana, através de um servidor de imagens
instalado nas dependências da Contratante.
b) O Sistema tem capacidade para armazenar 15 ( quinze) dias de gravação.
c) O acesso as imagens gravadas se dará de duas formas:
I. Por solicitação expressa do Contratante à central de monitoramento, especificando o dia e o período de
gravação. As informações serão fornecidas pela contratada em dispositivo digital de armazenamento de dados, o
qual poderá ser adquirido pela contratante diretamente da contratada pelo valor de mercado previamente informado
por essa última ou em dispositivo de gravação a ser fornecido pela contratante devendo obedecer aos critérios de
qualidade e capacidade de armazenamento. A contratada terá de o prazo de 48 horas para entrega das gravações no
referido dispositivo, que deverá ser retirado pelo contratante junto à contratada.
II. Por acesso direto ao servidor de imagens pela Contratante através de seu síndico ou pessoa autorizada por ele.
d) A requisição das imagens será feita de forma expressa pela Contratante através de seu representante legal.
2.5 Do monitoramento e gerenciamento de portão de rua pedestre e de garagem:
a) Os portões de acesso descritos no item 2.2, são monitorados através de câmeras e dispositivo de gerenciamento de
senha de acesso.
b) Uma vez aberto qualquer dos portões acima mencionados, após tempo limite permitido de 45 segundos será
enviado um sinal à central de monitoramento com a informação de que o portão encontra-se aberto, ocasião em
que o operador da central de monitoramento procederá ao fechamento, o que se dará de duas formas: Para
condomínios com portões guarnecidos com sistema automático de fechamento, esse ocorrerá de forma remota
diretamente pelo operador da central. Caso os portões não disponham do sistema automático de fechamento, se
dará por processo manual, ocasião em que, a central de monitoramento entrará em contato com o zelador, síndico
ou pessoa autorizada para que proceda ao fechamento. O Sistema de gestão de acesso permite identificar o
morador que deixou aberto, assim, definir cláusula que permita chamar morador proceder ao fechamento
(problema quando isso ocorre fora do expediente de zelador).

2.6 Manutenções preventivas


a) A contratada realizará visita de manutenção preventiva, uma vez por mês em data previamente agendada entre as
partes.
b) Constatada a necessidade de substituição de equipamentos, os mesmos serão substituídos por novos de iguais
características. Os valores despendidos para sua reposição ficarão a cargo da Contratante.
2.7 Do gerenciamento de acesso: O sistema de gerenciamento de acessos denominado de “GERENCIADOR
PORTARIA MONITORADA” consubstancia-se em aparelho eletrônico de controle de acesso através do qual os
dispositivos de acesso de uso pessoal como senhas, cartões magnéticos, chaveiros e digitais biométricas são codificados e
gerenciados um a um, de forma que cada usuário tenha seu código de identificação para acessar o condomínio, o qual
será registrado a cada procedimento de abertura dos acessos monitorados.

2.7.1 Dos relatórios do gerenciador de acessos:


a) O Gerenciador permite gerar relatórios dos últimos 30 dias de acessos, bem como do uso de cada dispositivo de
abertura de portões em posse dos usuários, a fim de evitar que dispositivos perdidos ou esquecidos tornem se uma
oportunidade para pessoa estranha e não autorizada acesse o condomínio com o código e responsabilidade do morador.
b) Os relatórios poderão ser solicitados pelo Contratante mediante requerimento expresso

2.8 Serviço de acesso ao link de imagens simultâneas: a Contratada disponibiliza ao Contratante até 05 acessos
simultâneos através da internet, os quais poderão ser feitos através de smartphone, tablete ou computador, pelos quais, o
Contratante terá acesso as imagens das câmeras de monitoramento.

2.9 Sistema Privilegiado de Chegada Monitorada


a) Consiste em um sistema de monitoramento preferencial ao morador antes de chegar em seu condomínio, quer seja
3

para pedestre ou veículo.


b) O sistema privilegiado de chegada monitorada é acionado através de aplicativo instalado no smartphone do
condômino, o qual gera uma chamada na central da portaria monitorada que fará a visualização e observação detalhada
do perímetro externo próximo aos portões de acesso e, após isso, envia mensagem da condição positiva ou negativa para
a chegada, além de acompanhamento das imagens das câmeras de monitoramento, até que o morador complete o acesso
ao condomínio.

DOS PRÉ-REQUISITOS PARA INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE PORTARIA MONITORADA:


O correto funcionamento do sistema de monitoramento de portarias depende da prévia instalação dos requisitos
mencionados na cláusula 3.2 a qual deve ser feita pelo Contratante.
2.4 O Contratante deverá disponibilizar os requisitos relacionados na cláusula 3.3 no prazo máximo de 30 dias, a contar
da data de assinatura do presente contrato. Findo mencionado prazo, a Contratada procederá à vistoria da instalação e
funcionamento dos pré-requisitos abaixo listados, para o que lavrará um laudo de vistoria. O Contratante deverá
disponibilizar os seguintes itens para a implantação do sistema, os quais deverão ser aprovados pela Contratada antes
da instalação dos mesmos:
a) Portões em bom estado de conservação e alto grau de segurança guarnecidos com fechaduras elétricas em perfeito
estado de funcionamento.
b) Os Portões eletrônicos de acesso a veículos devem possuir sensor com função de fechamento automático e
antiesmagamento.
c) Dispositivos de fechamento automático de portões de pedestres, em perfeito estado de funcionamento.
d) Disponibilidade de sala técnica ou espaço físico reservado, para acondicionar a central de comandos fornecida pela
contratada, a qual deverá ser preservada do contato de pessoas não autorizadas sob pena de não funcionamento.
e) Manter zelador ou interposta pessoa por ele autorizada, a fim de receber correspondências e acompanhamento de
serviços a serem realizados no interior do condomínio, bem como verificação dos equipamentos equipamentos de
monitoramento, instalações elétricas, bem como dos portões .
f) Possuir um sistema de cabeamento de interfones em perfeito estado.
g) Manter serviço de internet com velocidade a ser determinada pela contratada, capaz de permitir a plena
operabilidade do sistema de monitoramento.
3. DO VALOR, TEMPO, FORMA DE PAGAMENTO, REAJUSTE E RENOVAÇÃO:
3.1 DO VALOR:
a) A contratante pagará a titulo de remuneração pelo serviço prestado o valor de R$xxx,xxx
b) A remuneração será efetuada de forma mensal e posterior a implantação do serviço, que se dará a partir da
assinatura do termo de aprovação e conferência de funcionamento do sistema de monitoramento, assinado pelo
síndico ou responsável.
c) Após o vencimento, será cobrada multa de 2% acrescidos de correção monetária e juros bancários praticados no mês.
d) Caso o Contratante deixe de pagar, em seu vencimento, quaisquer valores devidos pela prestação dos serviços, a
Contratada suspenderá os serviços, sem qualquer aviso ou notificação prévia, após 20 dias do vencimento da
mensalidade.
d) A suspensão não desobriga o Contratante do pagamento de todas as obrigações assumidas neste contrato.
e) O serviço será reativado imediatamente após a Contratada tomar ciência do pagamento da importância em atraso.
f) O Contratante reconhece que os valores estabelecidos neste contrato são líquidos e certos, legitimando a emissão de
faturamento mensal, de conformidade com esta cláusula, e procedimento executivo nos casos de inadimplência,
com inclusão dos juros legais e das despesas advocatícias, processuais e demais cominações legais.
3.2 Do tempo de Vigência do contrato: O presente contrato vigorará pelo prazo de 36 meses, iniciando-se no ato de sua
assinatura com término no dia xx/xx/xxxx.
3.3 Do reajuste: O reajuste no valor pactuado será anual com base no IGPM (FGV) índice geral de preços de mercado, da
Fundação Getúlio Vargas, ou na ausência deste índice por outro que o substitua oficialmente na menor periodicidade
permitida em lei.
3.4 Da renovação: Após o prazo de vigência do presente contrato as partes renovarão expressamente o presente contrato
repactuando novos valores condizentes com os valores de mercado na prestação do serviço, levando-se em conta os
valores de equipamentos atualizados pela contratante no regime de comodato.

4. DAS OBRIGAÇÕES E RESPONSABILIADE DOS CONTRATANTES

4.1 Das Obrigações e responsabilidade do contratado:


a) Cumpre ao contratado, no prazo de 45 dias após a lavratura do termo de vistoria dos pré-requisitos para instalação do
sistema de portaria monitorada, providenciar as instalações dos equipamentos de monitoramento nas dependências do
condomínio, adequando-o ao local e implantando uma central de comandos em local predeterminado pelo contratante
na qual, as imagens serão armazenadas e retransmitidas à central de monitoramento.
b) Cumpre à contratada ao inicio da prestação de serviços, apresentar o sistema de monitoramento funcionando em
perfeito estado, realizando junto à contratante, uma reunião instrutiva a fim de demonstrar o funcionamento do
sistema aos condôminos, pessoas autorizadas ou representantes que direta ou indiretamente tenham relação com a
4

contratada. Referida reunião ocorrerá uma única vez no início da prestação de serviço e será anotada em ata de
reunião da qual será extraída cópias para as partes contratantes.
c) A contratada se responsabilizará pelo monitoramento através das câmeras instaladas por ela nos locais descritos na
cláusula 2.2, demais áreas guarnecidas de câmeras, mas que sejam alheias são de responsabilidade da contratante.
d) Fornecer as imagens gravadas ao contratante, quando, por ele requerida de forma expressa, não se responsabilizando
pelo uso indevido das imagens, ou pelo direito de uso de imagens.
e) A Contratada efetuará verificações preventivas do sistema operacional as quais, serão executadas de forma remota,
através de testes periódicos ou por analise técnica preventiva no local, sem custo adicional para a contratante.
f) A manutenção corretiva consubstancia-se em reparação ou substituição de equipamentos fornecidos pela contratante.
f) As obrigações decorrentes das legislações trabalhistas, social e tributária que se relacionem com emprego de seu
pessoal nos serviços referidos serão de responsabilidade única e exclusiva da contratada.
g) A Contratada está isenta de qualquer responsabilidade pela interrupção no seu serviço causado por caso fortuito ou
força maior.
h) Cumpre a contratada afixar avisos ou de outra forma e a seu critério, avisar os transeuntes do local, de que o ambiente
esta sendo monitorado e suas imagens gravadas.
i) Em caso de pane no sistema a contratada deverá disponibilizar técnicos para o pronto reestabelecimento do sistema.

4.2 Das Obrigações e reponsabilidade da contratante:


a) Proceder a manutenção periódica dos itens descritos na clausula 3.
b) Manter os locais utilizados pelo sistema de monitoramento livres do acesso de pessoas não autorizadas, bem como
zelar pela preservação dos equipamentos.
c) remover obstáculos que dificultem o monitoramento das câmeras.
d) repassar aos condôminos que não comparecerem à assembleia para a apresentação do serviço prestado, conforme
clausula 4.1, alínea “b”, bem como aos novos condôminos ou inquilinos desses que venham a residir no condomínio,
as informações sobre o funcionamento do sistema de monitoramento.
e) O cadastro dos condôminos e usuários do sistema de monitoramento ficará a cargo da contratante que deverá informar
os dados de cada um dos moradores, bem como de prestadores habituais de serviços. No caso de mudança de
condôminos ou locatários de unidades, cumpre ao contratante a atualização dos dados cadastrais dos novos
moradores.
f) manter lista atualizada com os dados cadastrais das pessoas que prestam serviços ao condomínio ou em unidades
particulares dos moradores, sendo que a entrega de chaves, controles remotos, cartões magnéticos, senhas ou qualquer
outro dispositivo de acesso à referidas pessoas comprometem o controle de fluxo feito pela central de monitoramento.
g) A contratante se obriga a manter lista de prestadores de serviços de manutenção de fechaduras eletromagnéticas,
portões automáticos, elevadores, encanadores, eletricista, de sua confiança para que possam ser acionados em casos
de emergência pela central de monitoramento, esclarecendo-se que a contratada apenas procede a solicitação do
serviço, não havendo qualquer vínculo ou responsabilidade com tais prestadores de serviço, não garantindo a
efetivação ou eficiência do serviço, cabendo a contratante remunerá-los diretamente.
h) Cumpre a contratante zelar pelo bom uso dos dispositivos de acesso aos usuários, devendo informá-los que tais são
pessoais e intransferíveis e de forma alguma poderá responsabilizar a contratada pela utilização de forma indevida.
i) Todas as aberturas dos portões de acesso são registradas, o que implica na individualização de cada entrada ou saída,
através do dispositivo pessoal de cada condômino. Assim, o morador deve respeitar o acesso individual aos portões de
pedestre e de garagem, assumindo a responsabilidade pelas pessoas ou veículos que juntamente com ele adentrem o
condomínio no mesmo ato de abertura dos portões monitorados.
j) As imagens serão gravadas em dispositivos de armazenamento que ficarão acondicionadas juntamente aos
equipamentos instalados nas dependências da contratante, sendo que a integridade dos dados neles contidos é de
responsabilidade da contratante que deve disponibilizar lugar seguro e longe do acesso de pessoas não autorizadas.
k) Os danos aos equipamentos de monitoramento por ação de funcionários da contratante, ou por ato de terceiros, seja de
forma culposa ou dolosa, serão suportados pela contratante.
l) O Contratante se compromete a informar à Contratada sempre que houver modificações no imóvel que possam causar
prejuízo ao funcionamento correto do sistema, ou danos aos equipamentos.
m) O contratante deverá manter zelador ou pessoa interposta, por ele designada, para atendimento dos portões
monitorados em caso de pane no sistema até seu pronto restabelecimento.
5. DAS CLÁUSULAS GERAIS
5.1 A prestação de serviço iniciar-se-á após 24 horas do recebimento do “termo de entrega e conferência de
funcionamento de serviço,” pela Contratada, preenchido e assinado, o que ocorrerá concomitantemente com a
apresentação formal do sistema eletrônico de monitoramento de portaria, instalado e em perfeito funcionamento.
5.2 A parte contratante que cumprir exigência contida nesse contrato, da qual dependa sua concretização para que a outra
parte possa cumprir por sua vez suas exigências, deverá notificar a outra de forma expressa.
5.3 O Contratante por meio deste instrumento, autoriza e está ciente de que, por motivo de segurança, as ligações
telefônicas completadas com a central de monitoramento poderão ser gravadas pela Contratada.
5

5.4 As partes se comprometem a manter em sigilo todas as informações para a prestação do serviço contratado, não
revelando informações sobre senhas e dados cadastrais a terceiros não autorizados, arcando com eventuais danos
causados pela quebra de sigilo.
5.5 Em virtude da natureza e finalidade dos serviços prestados, consubstanciando em prestação de serviço de meio e não
de fim, ou seja trata-se de um mero instrumento intermediário de atendimento a pessoas que tenham acesso ao espaço
físico da contratante, as partes reconhecem a impossibilidade de se garantir a inocorrência de eventos que venham a
acarretar prejuízos de ordem material ou danos pessoais. Assim, a Contratada se obriga a envidar seus maiores
esforços, utilizando seus recursos tecnológicos e humanos para prevenir ou reduzir a ocorrência de tais eventos e a
extensão de seus danos; todavia, a Contratada não pode ser responsabilizada por quaisquer perdas ou danos materiais
ou pessoais que por qualquer motivo possam advir à Contratante ou a terceiros, cabendo exclusivamente à
Contratante, a seu critério e expensas, contratar empresa seguradora para cobrir tais perdas e danos.
5.6 O comodato terá vigência coincidente com a prevista para esta contratação, ao término da qual os equipamentos
deverão ser disponibilizados pela Contratante para retirada pela contratada ou por profissionais credenciados por
ela e restituídos no estado em que foram recebidos, respondendo a Contratante pelos danos que lhes advenham, salvo
desgastes decorrentes do uso.
5.7 Os Equipamentos serão instalados no endereço da Contratante, sendo vedada sua remoção desse local, sem prévia e
expressa anuência da Contratada, que se dará sempre por escrito, sob pena de aplicação da penalidade prevista por
infração contratual.
5.8 Se apesar de notificada, a Contratante não restituir a posse dos equipamentos eletrônicos instalados em regime de
comodato no prazo que lhe for designado, pagará, enquanto os detiver em seu poder, o aluguel que será o mesmo valor
da mensalidade, além da penalidade prevista pela infração contratual e dos danos que os bens possam sofrer, mesmo
que provenientes de caso fortuito ou força maior.
5.9 Os equipamentos de acesso aos portões como controle remotos, cartões magnéticos, chaveiros codificados, serão
vendidos à contratante pela contratada.
5.10 Qualquer alteração neste contrato somente será válida se efetuada por escrito e com concordância das partes
contratantes.
5.11 O acesso e a manipulação dos equipamentos de comando do sistema de portaria monitorada é exclusivo dos técnicos
credenciados pela contratada, sendo considerada infração grave punível com aplicação da multa prevista na clausula
penal o seu descumprimento. Em caso de suspensão ou finalização do serviço de monitoramento, fica autorizado o
acesso da contratada para promover a manutenção ou retirada dos equipamentos, independente de aviso.
5.12 A contratante se obriga a manter sigilo sobre os equipamentos instalados, bem como não divulgar, devassar ou
permitir que outrem, não autorizado, tenham acesso aos hardwares implantados.
6. DA RECISÃO CONTRATUAL
6.1 Da resilição do contrato em prazo inferior a 18 meses:
No caso da rescisão contratual ser efetivada antes de 18 meses de vigência do presente contrato, implicará à parte que
der causa ao rompimento do contrato o pagamento do valor estipulado na cláusula penal prevista na cláusula 8.
6.2 Da resilição do contrato após 18 meses de cumprimento: Se a rescisão se operar a partir do 19º mês de vigência
do presente contrato, implicará na aplicação da cláusula penal reduzida pela metade.
6.3 Da resilição do contrato por mutuo consentimento das partes: Na hipótese de rescisão do contrato pelo acordo de
vontade das partes contraentes, a qual se deve dar de forma expressa, não haverá incidência de multa contratual ou
cláusula penal.
6.4 Da resilição por justa Causa: Constituem justa causa para a rescisão deste instrumento, não limitativamente:
a) Inadimplência contumaz da Contratante;
b) Constatação de defeitos de complexidade extrema, não apontados pela Contratante, existentes nos equipamentos
elétricos, rede elétrica, internet, interfonia, utilizadas pela Contratante que impossibilite a efetiva e eficaz prestação
dos serviços.
c) Constatação de defeitos de complexidade extrema nos equipamentos ou na prestação de serviços oferecidos pela
contratada.
d) Descumprimento de qualquer obrigação contratual;
e) O pedido de recuperação judicial, liquidação ou a decretação da falência de qualquer das partes.
7. DA CLAUSULA PENAL: As partes convencionam como cláusula penal a ser aplicada em caso de descumprimento às
clausulas pactuadas nesse contrato o valor equivalente a 6 ( seis) mensalidades.
8. DOS CONTRATOS ACESSÓRIOS, TERMOS ACESSÓRIOS: são contratos ou termos acessórios ao presente contrato
os seguintes
a) Termos de entrega e funcionamento do serviço, o qual será assinado pelas partes imediatamente após a instalação de
equipamento e implantação do serviço.
b) Laudo de vistoria dos equipamentos descritos no item 3 ( pré-requisitos para instalação do sistema), o qual será assinado
por ambas as partes.
c) Ficha cadastral completa que será fornecida pelo contratante imediatamente após o ato de assinatura desse contrato,
sendo condição essencial ao funcionamento do sistema de monitoramento.
6

d) Tabela de preços dos serviços adicionais e dispositivos eletrônicos de acesso e gravação de dados.
9. DO FORO DE ELEIÇÃO: As partes elegem o foro da comarca de (cidade - ESTADO), para dirimir quaisquer questões
oriundas deste presente contrato, com a expressa renuncia de qualquer outro por mais privilegiado que seja.
E por estarem justos e contratados, declaram ter procedido a leitura de todas as cláusulas aqui contidas, bem como as dos
contratos acessórios, compreendendo-as e concordando com o seu teor, razão pela qual firmam-no em três vias de igual teor.
11. Dos serviços opcionais contratados: os serviços abaixo selecionados, fazem parte integrante desse contrato:

( ) Serviço de Relatórios do gerenciador de acessos __________________________________(assinat. contratante)


( ) Serviço de acesso ao link de imagens simultâneas__________________________________(assinat. contratante)
( ) Sistema Privilegiado de Chegada __________________________________(assinat. contratante)

(CIDADE), xx de xxxxx de 2014

Contratada:

Contratante:

Testemunha 1:...................................................
End.:........................................................................... RG..........................CPF...........................

Testemunha 2:...................................................
End.:........................................................................... RG..........................CPF...........................