Você está na página 1de 1

Matricula: 201004732

Aluno: Tedson Marcos Lima Santos


Relatório FISICA TEORIA EXPERIMENTAL II

PRINCÍPIO DE ARQUIMEDES – Laboratório 01

1. Após experimento podemos justificar que a aparente diminuição ocorrida no peso do conjunto
(cilindro maciço + recipiente transparente) ao colocar o cilindro maciço na água:
O peso do corpo fora do líquido Preal é igual a 0,8N e o peso aparente do corpo dentro do líquido Paparente é
igual à 0,2 N é notória a diferença entre os pesos, e isso se deve a força de empuxo provocada pelo
fluido, pois ela tem a mesma direção, porém sentido contrário a força gravitacional, ficando assim uma f
orça resultante para baixo menor que o peso do corpo fora do líquido.
A força de empuxo que provocou a aparente diminuição do peso do corpo, pode ser calculada usando a
seguinte formula:
Paparente = Preal – E
Onde E é a força de empuxo, Preal é o peso do objeto e Paparente é o peso aparente do objeto dentro do
líquido. Então:
Concluiu-se que a força de empuxo E é igual a 0,6N.

2. Por que o peso marcado pelo dinamômetro retorna exatamente ao valor do cilindro maciço quando
não estava imerso na água?

Todo corpo imerso em um fluido sofre ação de uma força (empuxo) verticalmente para cima, cuja
intensidade é igual ao peso do fluido deslocado pelo corpo.
Sendo Vf o volume do fluido deslocado, então a massa do fluido deslocado é:
Mf = df. Vf
Porque o volume do fluido colocado dentro do cilindro oco tem a mesma densidade e volume da agua
deslocada no béquer quando o cilindro maciço foi submergido.

3. Se o volume do cilindro oco fosse consideravelmente maior que o do cilindro maciço o


comportamento do dinamômetro seria igual ao da questão anterior? Explique.

Não, porque o volume e o fluido colocado dentro do cilindro oco não terão o mesmo volume e massa em
consequência o peso do cilindro será maior do que o do cilindro maciço. No dinamômetro daria um valor maior.

4. Determine o módulo da força que provocou a aparente diminuição sofrida pelo peso do corpo,
denominada empuxo E.

A força de empuxo que provocou a aparente diminuição do peso do corpo, pode ser calculada usando a
seguinte formula:
 E = Preal – Paparente
Onde E é a força de empuxo, Preal é o peso do objeto e Paparente é o peso aparente do objeto dentro do
líquido. Então:
E=0,8N - 0,2N
E= 0,6N
Então concluiu-se que a força de empuxo E é igual a 0,6N

5. Justifique o motivo pelo qual usamos a expressão “aparente diminuição sofrida pelo peso do
corpo” e não “diminuição do peso do corpo”.

O peso do corpo permanece o mesmo, o que diminui é a força resultante que atua sobre ele, pois há uma
nova força em sentido contrário agindo. E isso faz com que o corpo pareça mais “leve”.