Você está na página 1de 10

Centro Universitário Adventista de São Paulo

Fundado em 1915 — www.unasp.edu.br


Missão: Educar no contexto dos valores bíblico-cristãos para o viver pleno e a excelência no servir.
Visão: Ser um centro universitário reconhecido através da excelência dos serviços prestados,
dos seus elevados padrões éticos e da qualidade pessoal e profissional de seus egressos.

Administração da Entidade Presidente: Domingos José de Souza


Mantenedora (UCB) Secretário: Udolcy Zukowski
Tesoureiro: Élnio Álvares de Freitas

Administração Geral do Unasp Reitor: Euler Pereira Bahia


Pró-Reitora de Pós-Graduação, Pesquisa,Extensão e EAD:
Tânia Denise Kuntz
Pró-Reitora de Graduação: Sílvia Cristina de Oliveira Quadros
Pró-Reitor Administrativo: Élnio Álvares de Freitas
Secretário Geral: Marcelo Franca Alves
Campus Eng. Coelho Diretor Geral: José Paulo Martini
Diretor Acadêmico: Afonso Ligório Cardoso
Campus São Paulo Diretor Geral: Hélio Carnassale
Diretor Acadêmico: Ilson Tercio Caetano

Faculdade de Teologia Diretor: Emilson dos Reis


Coordenador Acadêmico: Ozeas Caldas Moura

Faculdade Adventista de Diretor Geral: Euler Pereira Bahia


Hortolândia Diretora Acadêmica: Elna Cress

Imprensa Universitária Adventista


Editor: Renato Groger
Editor Associado: Rodrigo Follis

Conselho Editorial:
José Paulo Martini, Afonso Cardoso, Elizeu de Sousa,
Emilson dos Reis, Wilson Paroschi, Amin A. Rodor

A Unaspress está sediada no Unasp, campus Engenheiro Coelho, SP.


Doutrina do Sábado: fundamentos

Imprensa Universitária Adventista 1ª edição — 2012


4.000 exemplares
Caixa Postal 11 — Unasp
Engenheiro Coelho-SP 13.165-000
(19) 3858-9055 Todos os direitos em língua portuguesa reser-
vados para a Unaspress. Proibida a reprodu-
www.unaspress.unasp.edu.br ção por quaisquer meios, salvo em breves
citações, com indicação da fonte.

Editoração: Renato Groger, Rodrigo Follis Todo o texto, incluindo as citações, foi adap-
Programação visual e capa: Flávio Luís tado segundo o Acordo Ortográfico da Língua
Revisão: Juliana Castro Portuguesa, assinado em 1990, em vigor
Normatização: Felipe Carmo, Giulia Pradela desde janeiro de 2009.

Dados Internacionais da Catalogação na Publicação (CIP)


(Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

Doutrina do sábado : fundamentos / Emilson dos Reis, Renato Groger, Rodrigo


Follis , (orgs.). -- Engenheiro Coelho, SP : Unaspress -- Imprensa Universitária Ad-
ventista, 2012. -- (Parousia ; v. 1)

ISBN: 978-85-89504-43-0

1. Descanso na Bíblia 2. Sábado - Ensino bíblico I. Reis, Emilson dos. II. Groger,
Renato. III. Follis, Rodrigo. IV. Série.

12-05534 CDD-263.1

Índices para catálogo sistemático:


Índices para catálogo sistemático:
1. Sábado : Dia do Senhor : Ensino bíblico 263.1
2. Sábado : Observância religiosa : Cristianismo 263.1
Sumário
Apresentação............................................................................................ 7

A lei moral de Deus na nova aliança............................................ 11


Roy Gane

A lei e o evangelho.............................................................................. 55
Ekkehardt Mueller

O sábado na Bíblia: em busca de uma perspectiva


adventista................................................................................................ 87
Ángel Manuel Rodriguez

A utilização de Sabbaton em Colossenses 2:16................. 151


Roy Gane

O Sábado e a hermenêutica dispensacionalista...........157


Alberto R. Timm
Apresentação

A doutrina do sábado pode ser apontada como uma crença distin-


tiva do movimento adventista desde os seus primórdios. E não poderia
ser diferente, uma vez que a interpretação profética adventista atribui um
importante papel para o sábado do sétimo dia no contexto do conflito final
entre Jesus Cristo e Satanás (um dos temas centrais do segundo volume
da série Parousia, a ser lançado em breve). Esse tema, portanto, é bastante
apropriado para a inauguração da nova fase da revista Parousia, que traz a
público uma nova roupagem.
Desde que foi criada (no ano 2000, sob supervisão do professor Edilson
Valiante) para ser o periódico oficial da Faculdade de Teologia do Centro Uni-
versitário Adventista de São Paulo (Unasp), a vocação da revista Parousia tem
sido pela disponibilização ao público de língua portuguesa dos melhores arti-
gos, ensaios e resenhas apresentando uma perspectiva adventista no estudo da
Teologia e, mais especificamente, da Bíblia Sagrada. Como grande parte des-
se material se encontra originalmente publicado no exterior (predominante-
mente em inglês), as traduções sempre marcaram forte presença no periódico.
Ocorre que o Ministério da Educação realiza periodicamente a estra-
tificação da qualidade da produção intelectual dos programas de pós-gra-
duação nacionais, atribuindo-lhes um índice numérico chamado qualis. A
agência de fomento à pesquisa responsável por essa estratificação é a Capes
(Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), que utiliza
o ineditismo como um dos principais critérios para a avaliação de periódi-
cos científicos no Brasil. Em face de tal disposição, Parousia em seu formato
revista se ressentia do ponto de vista avaliativo governamental pelo fato de
publicar poucos textos originais e, em sua maioria, com viés voltado para
aquilo que o MEC considera como “divulgação científica” (que é diferente do
caráter propriamente “científico” exigido para esse tipo de periódico).
Esse fato motivou a Faculdade de Teologia do Unasp a converter a re-
vista Parousia em livro seriado, enquanto a revista Kerygma passou a ser seu
periódico de produção científica oficial. Esta última revista, aliás, é publicada
em formato eletrônico já há oito anos, havendo-se lançado sua primeira edi-
ção impressa em papel no segundo semestre de 2011, também pela Unaspress.
Doutrina do Sábado

A mudança é positiva nos dois sentidos, pois abre possibilidade de


pontuação pela Capes tanto ao periódico, como ao livro, na medida em
que os adapta melhor aos critérios daquela agência. Embora esse não seja
o único passo a ser dado no sentido da implantação e consolidação de um
mestrado em Teologia reconhecido pelo MEC (objetivo que tem motivado
grande empenho por parte da FAT e do Unasp como um todo), certamen-
te exercerá impacto positivo sobre o processo. Dessa forma, sentimo-nos
felizes em garantir ao público leitor de Parousia que sua transformação em
livro não implicará em qualquer alteração significativa na linha editorial.
Em termos de conteúdo, a publicação continuará enfatizando assuntos es-
pecialmente relevantes ao adventismo brasileiro. Outra característica a ser
mantida é a de um mesmo tema por volume.
Agora, uma palavra sobre a presente publicação. Como já mencionado,
uma das mais importantes doutrinas dos adventistas — e, talvez, uma das
mais contestadas no meio cristão — é a do sábado. Em alguns momentos,
os adventistas são acusados de ser legalistas por supostamente colocarem a
chamada “lei de Moisés” acima da graça derivada da cruz de Cristo. Já em
outros, tornam-se alvos de críticas quanto à irrelevância do sábado dentro da
8 aliança neotestamentária entre Cristo e a Igreja. Discutindo esses assuntos de
forma exaustiva em seus artigos selecionados para este volume, Roy Gane e
Ekkehardt Mueller constroem uma coerente teologia apologética em defesa
da posição religiosa adventista.
Por outro lado, ao sistematizar em seu texto as principais motivações
para a crença adventista na santidade do sábado, Àngel Manuel Rodriguez
contribui de forma decisiva para a compreensão detalhada dos textos bí-
blicos que fundamentam essa doutrina. Oferece, assim, um claro “Assim
diz o Senhor” a nos mostrar aquilo em que devemos acreditar e de que
maneira devemos viver nossas vidas em função dessa crença. Note que o
texto não deixa de ser apologético, pois foi escrito, num primeiro momen-
to, para uma comissão de doutores em Teologia composta de luteranos e
adventistas. Entretanto, o autor é bem sucedido ao conseguir extrapolar a
esfera da simples defesa e, com isso, construir em bases sólidas uma dou-
trina que, argumenta, está bem ancorada na Bíblia e na tradição. Une-se
a esse texto um importante, embora pequeno, estudo de Roy Gane acerca
da utilização da palavra Sabbaton e sua relação com a construção de uma
doutrina bíblica para o sábado.
Seguindo nessa mesma linha, Alberto Timm (único teólogo brasileiro
a marcar presença neste livro — representatividade que desejamos ampliar
Apresentação

nos volumes vindouros), realiza um estudo acerca das bases hermenêuticas


utilizadas pelos dispensacionalistas, discutindo e fundamentando a partir
disso os pressupostos dos quais esse grupo precisaria (ou não) abrir mão
para que, finalmente, consiga entender a relevância e a perpetuidade do sá-
bado como sinal entre Deus e os seres humanos.
Resta colocar que a única mudança realmente sensível ao leitor nesta
nova série será de natureza formal. Reduz-se o tamanho de Parousia para o
formato padrão de livros publicados pela Unaspress, com apenas uma coluna
de texto por página e se normatizam as citações e referências segundo o pa-
drão aceito nas universidades de todo o Brasil, a ABNT. Mantêm-se, contudo,
tanto a qualidade técnica e estética da programação artístico-visual, quanto
a excelência do produto impresso. Desejamos a todos uma excelente leitura.

Os organizadores