Você está na página 1de 7

Ano lectivo 2020-2021

Programa da Unidade Curricular Teoria e História da Arquitectura III

Docente
Marta Sequeira

Ciclo
1.º

Curso
Curso Mestrado Integrado em Arquitectura

Ano curricular
2.º

Semestre
2

Créditos
6 ECTS

Área Científica
Arquitectura

Número total de horas


150

Número de Horas de contacto


38
Objectivos gerais

Familiarizar o estudante com as transformações científicas, sócio-técnicas, políticas e formais que desde a segunda metade do
séc. XVIII e durante todo o século XIX produziram as condições de inevitabilidade da modernidade.

Objectivos de aprendizagem

Evidenciar as interações da arquitectura com a transformação histórica entre a Enciclopédia Francesa e a Torre Eiffel. Clarificar
as crises e continuidades que informaram o proclamado corte com a História.

Programa

Progresso; Iluminismo; Experimentação; Revolução; Nacionalismo; Historicismo; Tecnologia

Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objectivos da UC

Os conceitos chave do programa são os pontos focais através dos quais a arquitectura pode ser entendida simultaneamente
como sintoma e protagonista da mudança histórica.

Processo de avaliação

Seis das aulas da unidade curricular Teoria e História da Arquitectura III desenvolver-se-ão a partir de uma exposição de um
convidado, seguida por um debate, onde um conjunto seleccionado de estudantes, e após prévia preparação, problematizará os
temas abordados. Estas sessões serão abertas ao público em geral, e constituirão o ciclo Ninetenth Century Revisited.

Estas sessões terão os seguintes temas:

Sessão 1
03.03 (14:30-17:30)
Convidado especial: Barry Bergdoll
Revisiting the European Nineteenth century after Brexit: Thoughts on European Architecture 1750-1890 at 21
Bibliografia específica para esta aula: BERDGOLL, Barry, European Architecture 1750-1890. Oxford: Oxford University Press, 2000. (Biblioteca ISCTE AU.113
Ber*Eur)

Sessão 2
10.03 (14:30-17:30)
Convidado especial: Anthony Vidler
Style(s) and Society: History and Modernity in the 19th Century Architectural Theory
Bibliografia específica para esta aula: VIDLER, Anthony, The Writing of the Walls: Architectural Theory in the Late Enlightenment. Butterworth Architecture, 1989.
(Biblioteca Nacional B.A. 24288 V. – versão em espanhol)

Sessão 3
17.03 (14:30-17:30)
Convidado especial: Umberto Napolitano
Paris Haussmann: A Model’s Relevance

2
Bibliografia específica para esta aula:
JALLON, Benoît, NAPOLITANO, Umberto, BOUTLÉ, Franck, Haussmann: Paris: modèle de ville. Zurich: Park Books, 2020. (Biblioteca ISCTE AU.101 Par)

Sessão 4
24.03 (14:30-17:30)
Convidado especial: Juan Calatrava
Una metrópolis de papel: el París de Haussmann desde la literatura
Bibliografia específica para esta aula:
CALATRAVA, Juan, «Poeta y Ciudad: Baudelaire, el pintor de la vida moderna», in Sileno. Variaciones sobre arte y pensamiento, 1 (Octubre 1996), pp. 54-62.
(http://www.ugr.es/~compoarq/compoarq_archivos/profesores/jcalatrava_archivos/Obras/Juan_Calatrava_Sileno_1_Baudelaire.pdf)
CALATRAVA, Juan, «El París de Haussman como territorio de la utopia: Victor Fournel (1865) y Victor Hugo (1867)», in Quintana. Revista de Estudos do
Departamento de História da Arte, 15 (2016), pp. 53-71. (https://www.redalyc.org/pdf/653/65354336005.pdf)
CALATRAVA, Juan, «Escribir París: aspectos del deambular urbano en Balzac, Baudelaire y Zola», in PARRA BAÑÓN, José Joaquin, Casas de citas. Lugares de
encuentro de la arquitectura y la literatura. Venezia: Ca’Foscari, 2018. (https://edizionicafoscari.unive.it/media/pdf/books/978-88-6969-283-3/978-88-6969-283-3-ch-
04.pdf)

Sessão 5
14.04 (14:30-17:30)
Convidada especial: Júlia Varela
Cocoa Mansions: The tropics in the metropolis
Bibliografia específica para esta aula:
VARELA, Júlia, «Palacete Mendonça: ecletismo, internacionalismo e progresso/ Mendonça Mansion: ecleticismo, internationalism and progress», in Cadernos do
Arquivo Municipal, 5 (Janeiro-Junho 2016), pp. 265-288. (http://arquivomunicipal.cm-lisboa.pt/fotos/editor2/Cadernos/2serie/cad5/artigo08.pdf)
VARELA, Júlia, «Um palacete, dois projectos: Palacete Mendonça (1900 e 1902)/ One Palace, two projects: Mendonça Palace (1900 and 1902)», in Cadernos do
Arquivo Municipal, 13 (Janeiro-Junho 2020), pp. 137-152.
(http://www.scielo.mec.pt/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S2183-31762020000100009&lng=pt&nrm=iso)

Sessão 6
21.04 (14:30-17:30)
Convidado especial: Nuno Grande
Culturalists or Progressists? (from F. Choay) Urban dilemmas of the second half of the 19th Century
Bibliografia específica para esta aula:
GRANDE, Nuno, O verdadeiro mapa do universo: uma leitura diacrónica da cidade portuguesa. Coimbra: Departamento de Arquitectura da FCTUC, 2002.
(https://catalogo.biblioteca.iscte-iul.pt/cgi-bin/koha/opac-detail.pl?biblionumber=40395)

Public Lecture Series 2021 – Ninetenth Century Revisited

3
Para além da participação nos debates, os estudantes deverão produzir um trabalho, que deverá constituir uma perspectiva
original realizada a partir de um tema concreto, tratado na revista A Construção Moderna: Revista Quinzenal Illustrada, sob a
Direcção de um grupo de Constructores: Collaborada por Distintos Technicos da Especialidade – reconhecida como a primeira
revista especializada nas áreas da arquitectura e construção em Portugal. Uma vez que esta revista periódica foi publicada entre
1 de Fevereiro de 1900 e 25 de Julho de 1919, analisam-se no âmbito desta unidade curricular as capas dos números produzidos
em 1900 – o último ano do século XIX. Cada grupo de 4 alunos (que deverá conter 2 alunos do 2.º ano e 2 do 3.º) ficará
encarregue de produzir uma investigação construída a partir da análise de uma das capas dos números 1 a 22 da revista.

O acompanhamento deste trabalho será feito na primeira parte de cada uma das aulas, bem como na 9ª, 10ª, 11ª aulas, sob a
forma de seminário. A apresentação preliminar dos trabalhos terá lugar na 6.ª aula (29.03 e 30.03), e a final, na 12.ª (17.05 e
18.05).

A Construção Moderna: Revista Quinzenal Illustrada, sob a Direcção de um grupo de Constructores: Collaborada por Distintos Technicos da Especialidade, números
1 a 22 do ano de 1900

O trabalho final deverá ser enviado numa pasta zipada para o email marta.sequeira@iscte-iul.pt, seguindo as normas da Open
Call da Revista Cidades Comunidades e Território/ Cities Communities and Territories do ISCTE-IUL
(https://revistas.rcaap.pt/cct/issue/view/1003):

4
- Deve ser enviada uma versão editável do manuscrito (MS Word, por exemplo) com um tamanho máximo de 2 MB.
- Os artigos podem ser escritos em português, inglês (ortografia de Oxford), francês, italiano e espanhol. Título, Resumo e
Palavras-chave devem incluir uma versão em inglês, independentemente do idioma original do manuscrito.
- Os artigos não devem exceder 9000 palavras, incluindo diagramas, tabelas, notas e bibliografia.
- A fonte utilizada deverá ser Times New Roman, tamanho 12, com espaçamento entre linhas de 1,5 e é recomendado o uso do
negrito e itálico, em vez de sublinhado (exceto endereços URL).
- Tabelas, gráficos, figuras e fotografias devem ser colocados no texto (e não no final do documento); todas as tabelas e gráficos
devem usar a fonte definida no ponto anterior e ser, sempre que possível, editáveis.
- Nenhuma evidência da identidade do autor (nome, email, filiação, referências, etc.) pode ser fornecida de qualquer modo ao
longo do texto.
- Se o artigo for escrito em outro idioma que não o inglês, deverá ser enviada uma versão original e uma versão em inglês do
título.
- Os artigos devem ser acompanhados de um resumo de, no máximo, 250 palavras.
- Deverão ser referidas 3 a 6 palavras-chave.
- Todos os endereços URL no texto, bibliografia e notas devem estar activos e prontos para clicar.
- Somente as referências citadas ao longo do texto devem ser listadas na lista de referências completa.
- Exemplo do estilo das referências bibliográficas a utilizar:
no texto: (Luhmann, 1992: 64-65)
Livro com um autor: Luhmann, N. (1992), The Differentiation of Society, New York: Columbia University Press.
Livro em co-autoria: Fitoussi, J-P., Rosanvallon, P. (1996), Le nouvel age des inégalités, Paris: Éditions du Seuil.
Capítulo em Livro: Pollitt, C. (2000), «How We Know How Good Public Service Are?», in B. G. Peters, D. Savoie (Eds.),
Governance in the Twenty-first Century. Revitalizing the Public Service, Montreal & Kingston: McGill-Queen’s University Press,
pp. 17-32.
Artigo em revista: Almeida, V. (2001), «O Estado, a economia e as despesas públicas em Portugal 1974-2000», Revista de
Administração e Políticas Públicas, II (2), pp. 189-212.
Artigo em revista on-line: Boughton, J. (2002), «The Bretton Woods proposal: An in depth look», Political Science Quarterly, XLII
(6), pp. 564-578. Available at: http://www.pol.upenn/articles
Artigo: Oliveira, J.F. (2002), «Os modelos de policiamento e as políticas de segurança: A emergência do policiamento de
proximidade», paper presented in the II Meeting Administração e cidadania – Modernização dos serviços públicos, ISCTE, 23-24
May 2002, Lisbon.
Tese de doutoramento ou mestrado: Ferraz, D. (2008), A selecção de dirigentes públicos no contexto da evolução de Estado e de
Administração: Contributos para uma definição de uma política integrada, Dissertação de Mestrado em Administração e Políticas
Públicas, Lisboa, ISCTE.
Ao citar uma publicação que teve várias edições, inclua sempre uma referência à primeira data da publicação (por exemplo:
Luhman, N. (1992; 2002)).

Para além destes ficheiros, o seu conteúdo deverá ser ainda paginado em formato A4, com tipo de letra, tamanho de letra e
paginação livre, com menção dos autores, e enviado igualmente para o email marta.sequeira@iscte-iul.pt em formato .pdf.

A classificação é individual e expressa através de uma escala numérica de 0 (zero) a 20 (vinte) valores inteiros. A avaliação da
unidade curricular é periódica, e tem como base, para além da participação nas aulas ao longo do semestre (10%), três
momentos de avaliação: (1) a participação no debate promovido nas seis sessões temáticas (10%), (2) a apresentação preliminar
do trabalho (10%), e a apresentação final dos trabalho (70%). A avaliação tem como finalidade verificar o grau de cumprimento

5
dos objectivos da unidade curricular relativamente à aquisição de conhecimentos, sua compreensão e aplicação, aquisição de
competências, espírito crítico e capacidade de tomada de decisões, organização e metodologia de trabalho.

Os alunos deverão estar presentes em pelo menos 70% das horas lectivas previstas para o semestre lectivo, para poderem estar
sujeitos a provação na unidade curricular. Qualquer acto de plágio, mesmo que parcial, implica a automática reprovação do
aluno.

Bibliografia geral

BERDGOLL, Barry, European Architecture 1750-1890. Oxford: Oxford University Press, 2000.
Pode ser encontrado na biblioteca da do ISCTE (Biblioteca ISCTE AU.113 Ber*Eur)

VIDLER, Anthony, The Writing of the Walls: Architectural Theory in the Late Enlightenment. Butterworth Architecture, 1989.
Pode ser encontrado na Biblioteca Nacional (B.A. 24288 V. – versão em espanhol)

Bibliografia complementar

FRANÇA, José Augusto. O Romantismo em Portugal: estudos de factos socioculturais. Lisboa: Livros Horizonte, 1974.
Pode ser encontrado na biblioteca do ISCTE-IUL (registo H.133 FRA*Room V.3)

HENRIQUES DA SILVA, Raquel, Lisboa romântica: urbanismo e arquitectura, 1977-1874. Tese de Doutoramento, Faculdade de
Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, orientada por José Eduardo Horta Correia, 1997.
https://run.unl.pt/handle/10362/11507

HENRIQUES DA SILVA, Raquel, As Avenidas Novas de Lisboa, 1900-1930. Tese de Mestrado, Faculdade de Ciências Sociais e
Humanas, Universidade Nova de Lisboa, orientada por José Augusto França, Abril de 1985.
https://run.unl.pt/handle/10362/20789

MESQUITA, Marieta Dá (ed.), Revistas de Arquitectura: arquivo(s) da Modernidade. Lisboa: Caleidoscópio, 2011.
Pode ser encontrado na biblioteca do ISCTE-IUL (registo AU.113 Rev)

NUNES, Paulo Manuel Simões, A construção moderna e a cultura arquitectónica no início do Novecentos em Portugal. Tese de
Mestrado, Faculdade de Belas Artes, Universidade de Lisboa, orientada por José Fernandes Pereira, 2000.
https://repositorio.ul.pt/handle/10451/15784?locale=en

Principais arquivos a consultar

Portal Revista de Ideias e Cultura


http://ric.slhi.pt

Aquivo Municipal de Lisboa


https://arquivomunicipal3.cm-lisboa.pt/X-arqWEB/

Biblioteca Pública Municipal do Porto


https://bmp.cm-porto.pt/servicos_bibliotecadigital

Sistema de Informação para o Património Arquitectónico


http://www.monumentos.gov.pt/Site/APP_PagesUser/SIPASearch.aspx?id=0c69a68c-2a18-4788-9300-11ff2619a4d2

Biblioteca Nacional de Portugal


https://bndigital.bnportugal.gov.pt

Arquivo Nacional da Torre do Tombo


https://digitarq.arquivos.pt

Biblioteca de Arte da Fundação Calouste Gulbenkian


https://gulbenkian.pt/biblioteca-arte/colecoes/colecoes-digitais/

Hemeroteca da Câmara Municipal de Lisboa


http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt

Portal Português de Arquivos


https://portal.arquivos.pt
Espólio Fotográfico Português
http://www.espoliofotograficoportugues.pt

6
Arquivo da Fundação Marques da Silva
https://fims.up.pt/index.php?cat=2&subcat=9

Europeana
https://www.europeana.eu/en

Principais repositórios científicos a consultar

Repositórios Científicos de Acesso Aberto em Portugal


https://www.rcaap.pt

JSTOR
https://www.jstor.org

Academia
https://www.academia.edu

Researchgate
https://www.researchgate.net

Você também pode gostar