Você está na página 1de 2

INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.

CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE BRAGA

EFA NS – Técnico/a de Ação Educativa

UFCD:3244 Acompanhamento de crianças- Técnicas de animação Formador: Sílvia Antunes


Tema: Reflexão Data: 05 / 02 / 2020 Pág.: 1/2
Formando/a: Patrícia Daniela Martins Simões

No dia 02 de Janeiro de 2020, começamos a UFCD 3244- Acompanhamento de crianças-


técnicas de animação tendo a duração de 50 horas com a formadora Sílvia Antunes.
Esta UFCD tem como objetivos identificar o papel do animador no desempenho
profissional de acompanhamento de crianças; Reconhecer as principais técnicas e metodologias
de animação.
Como técnica de animação sociocultural, esta UFCD, veio reforçar que um animador
sociocultural é um profissional que intervém em situações de promoção do desenvolvimento e
qualidade de vida das populações. Desenvolve, integrado em equipas multidisciplinares, projetos
de dinamização e de apoio a indivíduos, grupos, instituições e comunidades no âmbito social,
cultural e educativo. Utilizando varias técnicas de animação (induviais, grupais, artísticas ou
lúdicas) na execução de atividades no meio em que está inserido.
As atividades desenvolvidas não devem ser feitas por fazer. A escolha de uma dinâmica
deve adequar-se aos objetivos que pretendemos atingir, às características individuais dos
membros do grupo e, naturalmente às características e fase evolutiva do grupo com que estamos
a trabalhar.
Visualizamos pequenos vídeos sobre a importância de brincar, “El arte en la educación”,
“La importancia de la educación artística”. É importante proporcionar um ambiente estimulante
para a brincadeira e atividades lúdicas para a criança desenvolver a criatividade e imaginação.
Neste sentido é essencial ter definidas metodologias e técnicas de animação, tais como a
expressão do movimento, plástica, dramática e musical.
A expressão do movimento é importante para as crianças reconhecerem o seu esquema
corporal, adquirem noções de equilíbrio, respiração adequada, ritmo, velocidade e a se orientarem
no espaço.
É na expressão plástica que a criança comunica com os outros a sua particular visão do
meio e o seu estado emocional. Durante as aulas realizamos varias atividades de expressão
plástica como: Fantoches de meia, desenho em papel magico, técnica da découpage com
guardanapos, uma pintura com cola branca e corantes.
A expressão dramática incentiva a imaginação e criatividade da criança através de
histórias, poemas ou jogos dramáticos. Pode ser uma forma de exprimirem sentimentos, desejos e
ideias recorrendo ao corpo ou reproduzir situações do quotidiano. Podemos assumir que a
expressão dramática divide-se em expressão corporal, que demonstra na liberdade de
movimentos corporais, e expressão dramática, de representação, de expressividade e

1
INSTITUTO DO EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL, I.P.
CENTRO DE EMPREGO E FORMAÇÃO PROFISSIONAL DE BRAGA

criatividade. Neste sentido numa das aulas apresentamos o fantoche que criamos e uma
construímos uma pequena historia à sua volta.
E a expressão musical que adquire importância nas crianças na medida em que valoriza a
organização de perceções auditivas e contribui para cultivar a sensibilidade e a imaginação.
Realizamos uma atividade de expressão musical ao tocamos a música “Marcha turca de Mozart”.
Para o final deste módulo, foi pedido pela formadora que realizamos uma atividade para
apresentar em PRA que pudemos implementar. O meu grupo escolheu fazer uma atividade sobre
o carnaval que consistiu na realização de uma peça de teatro de fantoches, onde aborda-se o
tema das cores.
Eu gostei de realizar estas atividades e também contribui para a minha aprendizagem a
bagagem que trouxe do meu curso de Técnica de animação sociocultural onde já tinha tido uma
disciplina de área de expressões onde abordamos a expressão musical, dramática e plástica. O
animador tem um papel fundamental no método de animação, utilizando instrumentos que
dinamizem o dia-a-dia das crianças, promovendo o saber-saber, o saber-ser e o saber- fazer.

Você também pode gostar