Você está na página 1de 37

HISTÓRIA

ENSINO FUNDAMENTAL - 7° ANO


• Cap. 04: Renascimento e
Humanismo

Professor Nilton Ribeiro - Problemático


Blog: segundosssa.blogspot.com
Home: facebook.com/niltonproblematico
APLICATIVO: app.vc/profe_nilton
Renascimento
Renascimento foi um movimento cultural intenso que começou no
século XIV nas cidades italianas, propagando-se pela Europa.

Valorização do passado greco-


romano.

Antropocentrismo.
Algumas características
Individualismo.

Uma nova visão de tempo.


2
O humanismo
Movimento intelectual que propunha o estudo dos autores antigos
(gregos e romanos) para construir um novo conhecimento do ser
humano e do mundo.

Humanistas Eram cristãos que queriam reinterpretar a Bíblia.

Traduziram e divulgaram textos dos antigos.

Aprofundaram o conhecimento de línguas, literatura,


filosofia, história e matemática.
Opuseram-se às verdades da Igreja.

Propuseram o uso da razão e da experiência para se chegar


à verdade. 3
Técnicas do Renascimento
Os artistas do Renascimento introduziram inovações técnicas que
marcaram a história da arte.

O realismo nas
representação

A iniciativa
O domínio de o artista
da pintar a si
perspectiva próprio

4
Fases do Renascimento
O Renascimento italiano pode ser dividido em três fases:

Trecento (século • Período de transição para a arte renascentista.


XIV) • Dante Alighieri e Giotto di Bondone.

• Florença tornou-se o principal centro da arte


Quattrocento renascentista.
(século XV)
• Brunelleschi, Donatello e Botticelli.

• Roma passou a ser o principal polo cultural do


Cinquecento Renascimento.
(século XVI) • Leonardo da Vinci, Michelangelo Buonarroti e
Rafael Sanzio. 5
Leonardo da Vinci
Dominou com
sabedoria um jogo
expressivo de luz e
sombra, gerador de
uma atmosfera que
parte da realidade mas
estimula a imaginação
do observador. Foi
possuidor de um
espírito versátil que o
tornou capaz de
pesquisar e realizar
trabalhos em diversos
campos do
conhecimento
humano.
Botticelli - os temas de seus
quadros foram escolhidos
segundo a possibilidade
que lhe proporcionavam de
expressar seu ideal de
beleza. Para ele, a beleza
estava associada ao ideal
cristão. Por isso, as figuras
humanas de seus quadros
são belas porque
manifestam a graça divina,
e, ao mesmo tempo,
melancólicas porque
supõem que perderam esse
dom de Deus.
Michelangelo
1475-1565
Entre 1508 e 1512
trabalhou na pintura
do teto da Capela
Sistina, no Vaticano.
Para essa capela,
concebeu e realizou
grande número de
cenas do Antigo
Testamento. Dentre
tantas que expressam
a genialidade do
artista, uma
particularmente
representativa é a
PIETÁ 1498
criação do homem.
DAVI 1501
ESTUDO DE CABEÇA FEMININA
CRIAÇÃO DE EVA
Teto da Capela Sistina, Michelangelo
https://www.todamateria.com.br/teto-da-capela-sistina/ 21
Ressureição
1499-1503 Rafael Sanzio
1483-1520
Suas obras comunicam ao observador um
sentimento de ordem e segurança, pois os
elementos que compõem seus quadros são
dispostos em espaços amplo, claros e de
acordo com uma simetria equilibrada. Foi
considerado grande pintor de “Madonas”.
A dúvida de São Tomé, 1599 -
Caravaggio
A êxtase de Santa Teresa
1646 - Bernini
A expansão do Renascimento
Grandes nomes do Renascimento se destacaram em outros países europeus.

Portugal Espanha Inglaterra


• Luís Vaz de Camões • Miguel de Cervantes • Thomas Morus (1478-
(1524-1580). (1547-1616). 1535).
• Obra: Os Lusíadas. • Obra: Dom Quixote de La • Obra: Utopia.
Mancha. • William Shakespeare
(1564-1616).
• Obra: Hamlet, Romeu e
Julieta e outras.

36
Dom Quixote de la Mancha

37