Você está na página 1de 8

Evangelismo

sobrenatural
Evangelismo
sobrenatural
IGOR SIRACUSA -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

É ótimo lembrarmos que o Novo Nascimento nos deu um espírito justificado, capaz de nos conectar
perfeitamente ao coração do Pai. A partir disso, tudo aquilo que fazemos na Terra passa a afetar as regiões
celestiais. Desse mesmo modo, a missão que recebemos para evangelizar o mundo também surte efeito nos
Céus. Por exemplo, sempre que compartilhamos com alguém sobre o amor de Deus e Seus planos para nós,
estamos nos movendo no sobrenatural. Se não, nenhuma de nossas palavras teria efeito. Sabendo disso, nesta
aula veremos uma forma de evangelizarmos com poder, chamada de “caça ao tesouro”.

Pelo nome, essa estratégia nos faz imaginar uma brincadeira comum nos tempos de infância, quando saíamos
à procura de pistas para encontrar o prêmio que estava escondido em algum lugar. Porém, quando nos referimos a
evangelismo sobrenatural, as pistas são as informações reveladas por Deus, e o tesouro a ser achado é uma vida
que Ele deseja tocar. Assim, temos como objetivo levar cura e libertação; entregar palavras de conhecimento e
profecias; e, principalmente, converter almas a Cristo. Essa prática não deve ser vista como um evento especial
para nós, porque a Grande Comissão deve ser um estilo de vida que permeia todos os nossos atos no dia a dia.

Dessa forma, o caça ao tesouro se torna tão eficiente devido ao fato de que as pistas são palavras de
conhecimento ou profecias que confirmarão a presença de Deus naquele lugar. Afinal, de nenhuma outra maneira
saberíamos detalhes tão específicos sobre alguém desconhecido como seu nome, chamado ou profissão se o
Senhor não nos revelasse. Isso faz com que as pessoas sejam convencidas de que o nosso Pai verdadeiramente
deseja ter contato com elas.

Portanto, é importante conhecermos as formas como Deus nos revelará essas pistas, que são:

1. Vendo

Orou Eliseu e disse: Senhor, peço-te que lhe abras os olhos para que
veja. O Senhor abriu os olhos do moço, e ele viu que o monte estava
cheio de cavalos e carros de fogo, em redor de Eliseu. (2 Reis 6.17)

Da mesma forma como Eliseu e seu discípulo puderam enxergar o mundo sobrenatural, Deus também poderá
revelar sinais para que nos sirva de pista até uma pessoa. Podemos ter visões tanto com os olhos abertos,
como no texto bíblico que acabamos de ler, quanto com os olhos fechados, em nossos pensamentos, pela
imaginação. De todo modo, é essencial anotarmos tudo aquilo que vier à nossa mente para não perdermos nada
do que o Senhor deseja fazer.

2 EVANGELISMO SOBRENATURAL
2. Sentindo

O próprio Espírito testifica com o nosso espírito que


somos filhos de Deus. (Romanos 8.16)

Esse trecho da carta aos romanos nos ensina que nosso espírito pode receber sinais vindos do Espírito Santo
para entendermos algo que Ele está mostrando. Isso pode se manifestar, por exemplo, como uma dor em algum
membro, representando então uma pista que revela a enfermidade de uma pessoa. Assim, quando estamos
procurando pelo “tesouro”, precisamos ficar atentos a tudo o que sentimos, até mesmo fisicamente.

3. Sonhando

À noite, sobreveio a Paulo uma visão na qual um varão macedônio estava


em pé e lhe rogava, dizendo: Passa à Macedônia e ajuda-nos. (Atos 16.9)

Com base nesse texto, aprendemos que assim como podemos ter visões com os olhos abertos ou fechados,
também podemos receber as pistas por meio de sonhos. Para isso, vale pedirmos ao Senhor por palavras
proféticas e de conhecimento que farão sentido na vida de alguém quando estivermos evangelizando. Do mesmo
modo, anotar cada detalhe de um sonho, logo que acordamos, é necessário para não esquecermos de nada
durante o dia.

4. Ouvindo

Quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a


verdade; porque não falará por si mesmo, mas dirá tudo o que tiver
ouvido e vos anunciará as coisas que hão de vir. (João 16.13)

O Espírito de Deus é responsável por falar conosco, nos guiando em toda a verdade. Sua voz normalmente é
ouvida pelo que chamamos de consciência. Porém, não podemos descartar a possibilidade de que Ele compartilhe
Sua vontade ao nosso coração de maneira natural, ou seja, audível.

5. Lendo

Tomando por base o mesmo texto de João 16.13, concluímos que a voz do Espírito não apenas é conhecida de
forma audível, como também pode ser pela escrita. Sendo assim, enquanto lemos a Bíblia, livros ou até mesmo
placas na rua, algumas expressões ou nomes podem chamar nossa atenção, de forma que isso também se torne
uma pista para chegarmos até nosso tesouro.

3 EVANGELISMO SOBRENATURAL
6. Falando

Ponho as minhas palavras na tua boca e te protejo com a sombra


da minha mão, para que eu estenda novos céus, funde nova
terra e diga a Sião: Tu és o meu povo. (Isaías 51.16)

Passos de risco e fé são essenciais para vermos o agir de Deus em nós. Portanto, devemos acreditar que no
momento certo, como diz o texto de Isaías, Ele colocará Suas palavras em nossa boca. Só precisamos responder
com obediência e confiar que Sua revelação será confirmada na vida de alguém.

7. Forma X

A sétima forma como podemos receber pistas chamamos de “X”, expressando as infinitas maneiras de Deus
nos comunicar Seus sinais. Sendo assim, compreendemos que o agir do Espírito Santo nunca pode se limitar à
nossa visão humana. Ele é capaz de usar das mais diferentes situações para Se revelar a nós. Nesse caso, uma
vida de intimidade no secreto é fundamental. Sem isso, não estaremos sensíveis para ouvir a voz do Senhor
quando precisarmos.

Depois que compreendemos os meios pelos quais receberemos as pistas, é importante organizarmos todas
as informações. Podemos perguntar ao Senhor detalhes do tesouro a ser encontrado, como: nome da pessoa;
lugar de encontro; a aparência física; quais as necessidades de oração – doenças, propósitos ou dificuldades; e
curiosidades – algo que você saberia somente pelo Espírito Santo sobre alguém.

4 EVANGELISMO SOBRENATURAL
O CAÇA AO TESOURO: A HORA DA PRÁTICA
Diante disso, com todas as pistas em mãos, estamos prontos para começar a caça ao tesouro. Porém, para
que essa etapa aconteça da melhor forma possível, precisamos observar algumas dicas práticas de postura
e preparação:

1. Esteja cheio do Espírito Santo

Uma vida de oração gera um grande impacto em nossa forma de evangelizar. Por isso, devemos nos manter
sempre ativos e queimando pelo Espírito Santo, de maneira que nenhum imprevisto tire nosso foco no momento
de levarmos pessoas a Cristo.

2. Como abordar as pessoas

Uma boa abordagem deve ser feita pela frente, nunca se aproximando pelas costas. Dessa maneira é
possível nos apresentarmos amigavelmente, com uma boa feição e valorizando o tesouro que aquela alma
representa para Deus.

• Ao mesmo tempo, existem formas como não devemos abordar as pessoas:

• Não seja invasivo;

• Não fique inseguro ou nervoso, afinal, nossa capacidade vem de Deus;

• Não fique desesperado em revelar as pistas que recebeu. Aja com naturalidade;

• Não seja o crente desagradável. Use um vocabulário comum ao invés do “crentês”.

3. Ame

A maior responsabilidade que assumimos quando nos dispomos a levar pessoas a Cristo é manifestar o Seu
amor. Sem isso, por mais que tenhamos muitas pistas, não conseguiremos exercer nosso papel.

5 EVANGELISMO SOBRENATURAL
MINISTRAÇÃO
O caça ao tesouro deve ser para nós um momento agradável, uma vez que estamos nos divertindo com a
presença de Deus enquanto levamos pessoas a Cristo. Portanto, se não encontrarmos o tesouro de nossas
pistas, não precisamos desanimar. Podemos aproveitar aquela hora para simplesmente ouvir a voz do Pai.

Além disso, durante a ministração, é importante termos o cuidado de:

• Entender as pessoas: É comum que muitas pessoas se fechem quando mostramos a elas as pistas que
recebemos. Nesse caso, não podemos ser invasivos e empurrar as revelações à força. Precisamos entender as
experiências vividas por cada uma delas e auxiliar no processo para desbloquear o agir de Deus em suas vidas;

• Faça orações simples: Provavelmente uma oração curta, com palavras de fácil compreensão, terá mais
resultado do que se orarmos em línguas durante uma ministração. Devemos lembrar que nosso objetivo
é edificar e consolar as pessoas;

• Mova-se no sobrenatural: A realidade do mundo espiritual é uma ferramenta capaz de transformar a


incredulidade, gerando fé para que as pessoas creiam e confessem a Cristo como o Senhor de suas vidas.
As próprias pistas servirão como manifestações do mover sobrenatural quando estivermos evangelizando;

• Ande em dupla: Quando estamos em dupla, podemos compartilhar e complementar as palavras que Deus
nos revelou sobre o tesouro que buscamos. Além disso, em lugares que podem oferecer algum perigo, o
evangelismo sobrenatural não é aconselhado de ser feito sozinho;

• Cuide de sua higiene pessoal: Preservar o costume de tomar banho, escovar os dentes e usar um perfume
ou desodorante antes de começar o caça ao tesouro é importante. Se não houver tempo para fazer todas
essas coisas, podemos andar com uma bala ou chiclete para ter um bom hálito na hora de ministrar;

• Preste atenção na ministração de cura: Antes de ministrarmos sobre alguém, devemos perguntar qual
é sua enfermidade. A imposição de mãos não precisa ser feita no membro específico da doença. Mas se a
pessoa permitir, podemos tocar em seus ombros, pedindo sempre pelo mover do Espírito Santo. Durante
esse momento, precisamos manter os olhos abertos para perceber tudo o que está acontecendo ao nosso
redor. Em seguida, pedimos para checar o membro enfermo, fazendo prova de que realmente foi curado.
Por fim, agradecemos ao Senhor pela Sua ação e por aquele momento.

Depois de termos colocado em prática todos os passos, a despedida deve acontecer com a entrega das
profecias, que são as palavras de vida que declaramos para que a pessoa seja encorajada, edificada e confortada.
Ela também deve ser aconselhada a procurar uma igreja local para conviver. Também é necessário deixarmos
nosso contato à disposição, já que, durante o caça ao tesouro, começamos uma nova amizade.

De acordo com o que você aprendeu sobre evangelismo sobrenatural, responda:

1. Quão familiarizado você está com o caça ao tesouro?

6 EVANGELISMO SOBRENATURAL
2. Com base nos capítulos 2 e 3 do livro de Atos, o que as
Escrituras dizem sobre evangelismo sobrenatural?

3. O que tem impedido você de praticar o caça ao tesouro como estilo de vida?

4. Quais passos práticos você pode dar, durante esta semana,


para solucionar as dificuldades da resposta anterior?

5. De que maneira você pode influenciar seus amigos e sua igreja local
a abraçarem o caça ao tesouro como forma de evangelismo?

7 EVANGELISMO SOBRENATURAL
DESAFIO PESSOAL: Durante esta semana, chame seus amigos para colocarem em prática as dicas de evangelismo
sobrenatural que vimos nesta aula. Tenha expectativa por aquilo que Deus fará por meio de você, porque Ele é o maior
interessado em encontrar o tesouro. Não se esqueça de compartilhar conosco os testemunhos.

8 EVANGELISMO SOBRENATURAL