Você está na página 1de 10

PLANO DE TRABALHO DOCENTE

1º TRIMESTRE – 2021

ETAPA DE ENSINO - ENSINO MÉDIO

DOCUMENTO CURRICULAR ORIENTADOR: CURRÍCULO PRIORIZADO

DISCIPLINA: Língua Portuguesa SÉRIE: 1ª

NÚMERO DE AULAS PREVISTA PARA O TRIMESTRE: 53 PERÍODO: 18/02 a 21/05/2021

EQUIPE TÉCNICA RESPONSÁVEL:


Adriana Aparecida Biancato
Ana Paula Istschuk
Cida Grecco
Renata Gonçalves Gomes
Similaine Sibeli da Silva

CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONHECIMENTOS PRÉVIOS OBJETIVOS


ESTRUTURANTES BÁSICOS ESPECÍFICOS

Discurso como Gêneros textuais - Estrutura básica da Utilizar, ao produzir texto, conhecimentos Efetuar leitura compreensiva,
Prática Social Anúncio Publicitário oração: sujeito e linguísticos e gramaticais: ortografia, global, crítica e analítica de textos
Crônica predicado; regências e concordâncias nominal e verbal, verbais e não verbais;
Entrevista - Linguagem verbal e modos e tempos verbais, pontuação etc.
Carta do Leitor não verbal; Identificar o tema/tese do texto;
Relato - Período simples; Escrever textos corretamente, de acordo com
Reportagem/notícia - Polissemia; a norma-padrão, com estruturas sintáticas Identificar as informações
Cantigas Medievais - Intertextualidade; complexas no nível da oração e do período. principais e secundárias no texto;
Conto - Forma
Poemas composicional do Produzir, revisar e editar textos publicitários, Localizar informações explícitas
Editorial gênero; levando em conta o contexto de produção no texto;
Texto dramático - Linguagem formal e dado, explorando recursos multissemióticos,
CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONHECIMENTOS PRÉVIOS OBJETIVOS
ESTRUTURANTES BÁSICOS ESPECÍFICOS

Artigo de opinião informal; relacionando elementos verbais e visuais, Compreender o efeito de sentido
Biografia e - Períodos compostos utilizando adequadamente estratégias proveniente do uso de elementos
historiografia e orações discursivas de persuasão e/ou gráficos (não verbais), recursos
subordinadas; convencimento e criando título ou slogan que gráficos (aspas, negrito,
Elementos de - Marcas linguísticas: motivem o leitor a interagir com o texto travessão) e linguísticos no texto.
análise coesão, coerência, produzido e se sinta atraído pelo serviço, ideia
- Conteúdo temático; conectores, ou produto em questão. Reconhecer as diferenças entre
- Finalidade; pontuação, recursos textos que tratam do mesmo tema
- Papel do locutor e gráficos como aspas, Criar narrativas ficcionais, tais como contos em função do leitor, da ideologia,
interlocutor; travessão, negrito, populares, contos de suspense, mistério, da época em que foi produzido e
- Adequação do etc.; terror, humor, narrativas de enigma, crônicas, de suas intenções comunicativas.
discurso ao gênero. - Discurso direto e histórias em quadrinhos, dentre outros, que
- Contexto de indireto; utilizem cenários e personagens realistas ou Perceber a relação entre o
produção da obra - Argumentos do de fantasia, observando os elementos da contexto de produção de
literária; texto; estrutura narrativa próprios ao gênero diferentes obras literárias com o
- Elementos - Uso do vocativo; pretendido, tais como enredo, personagens, momento histórico atual;
composicionais do - Linguagem tempo, espaço e narrador, utilizando tempos
gênero; persuasiva; verbais adequados à narração de fatos Reconhecer os efeitos de sentido
- Progressão - Estratégias passados, empregando conhecimentos sobre decorrentes do tratamento
referencial; comunicativas; diferentes modos de se iniciar uma história e estético do texto literário;
- Relação de causa e - Ortografia e de inserir os discursos direto e indireto.
consequência entre acentuação; Atender à situação de produção
as partes e elementos - Uso do acento grave Definir o contexto de produção da entrevista proposta (condições de produção,
do texto. nos textos; (objetivos, o que se pretende conseguir, elementos composicionais do
- Elementos - Adequação porque aquele entrevistado etc.), levantar gênero, tema, estilo);
extralinguísticos: discursiva; informações sobre o entrevistado e sobre o
entonação, - Uso das acontecimento ou tema em questão, preparar Reconhecer a intertextualidade e
expressões facial, conjunções; o roteiro de perguntar e realizar entrevista oral seu objetivo de uso;
corporal e gestual, - Funções da com envolvidos ou especialistas relacionados
pausas ...; linguagem; com o fato noticiado ou com o tema em pauta, Identificar as vozes sociais
- Turnos de fala; - Aspectos formais da usando roteiro previamente elaborado e presentes no texto;
CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONHECIMENTOS PRÉVIOS OBJETIVOS
ESTRUTURANTES BÁSICOS ESPECÍFICOS

- Variações poesia: rima, formulando outras perguntas a partir das Reconhecer os efeitos de sentido
linguísticas (lexicais, metrificação, respostas dadas e, quando for o caso, decorrentes do uso de recursos
semânticas, estrofação; selecionar partes, transcrever e proceder a estilísticos no texto (figuras de
prosódicas, entre - Sonetos; uma edição escrita do texto, adequando-o a linguagem, repetição de palavras
outras); - Denotação e seu contexto de publicação, à construção e/ou expressões, de sílabas, de
- Adequação da fala conotação; composicional do gênero e garantindo a vogais etc.);
ao contexto (uso de - Figuras de relevância das informações mantidas e a
conectivos, gírias, linguagem; continuidade temática. Reconhecer elementos da
repetições, etc.). - Aspectos formais da narrativa.
- Diferenças e poesia: rima, Identificar o uso de recursos persuasivos em
semelhanças entre o metrificação, textos argumentativos diversos (como a Realizar inferência do sentido de
discurso oral e o estrofação; elaboração do título, escolhas lexicais, palavras ou expressões no texto;
escrito; - Denotação e construções metafóricas, a explicitação ou a
- Partículas conotação; ocultação de fontes de informação) e Identificar as condições de
conectivas do texto. - Funções da perceber seus efeitos de sentido. produção do gênero trabalhado
- Informatividade; linguagem; (enunciador, interlocutor,
- Semântica: - Coesão referencial: Comparar notícias e reportagens sobre um finalidade, época, suporte, esfera
operadores os pronomes mesmo fato divulgadas em diferentes mídias, de circulação etc.);
argumentativos; pessoais e pronomes analisando as especificidades das mídias, os
modalizadores; demonstrativos; processos de (re)elaboração dos textos e a Reconhecer o grau de formalidade
- Progressão - Homônimos e convergência das mídias em notícias ou e informalidade da linguagem em
referencial. Parônimos; reportagens multissemióticas. diferentes textos, considerando as
- Uso da norma- - Recursos variantes linguísticas;
padrão na escrita. semânticos no texto: Justificar diferenças ou semelhanças no
- Intertextualidade; sinônimos, tratamento dado a uma mesma informação Utilizar adequadamente a
- Vozes sociais antônimos, parônimos veiculada em textos diferentes, consultando linguagem formal ou informal, de
presentes no texto; (hiperônimos e sites e serviços de checadores de fatos. acordo com a situação de
- Discurso ideológico hipônimos; produção.
presente no texto. - Aspectos fonéticos. Reconhecer os diferentes estilos, tanto das
obras literárias quanto dos escritores; Organizar a sequência da fala;
CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONHECIMENTOS PRÉVIOS OBJETIVOS
ESTRUTURANTES BÁSICOS ESPECÍFICOS

Identificar os elementos constitutivos do Respeitar os turnos de fala.


gênero (tema, estilo e forma composicional);
Reconhecer os efeitos de sentido
Empregar palavras e/ou expressões no decorrentes do uso das classes
sentido conotativo, incluindo as figuras de gramaticais, percebendo a função
linguagem. que exercem no texto.

Analisar, entre os textos literários e entre Reconhecer e utilizar a forma


estes e outras manifestações artísticas (como composicional pertencente a cada
cinema, teatro, música, artes visuais e gênero (elementos da narrativa,
midiáticas), referências explícitas ou argumentatividade, contra-
implícitas a outros textos, quanto aos temas, argumentação, exposição etc.).
personagens e recursos literários e
semióticos. Utilizar de forma pertinente
elementos linguístico-discursivos
Identificar, em textos lidos, orações (coesão, coerência, concordância
subordinadas com conjunções de uso etc.).
frequente, incorporando-as às suas próprias
produções. Utilizar adequadamente os
recursos linguísticos/expressivos
Identificar e comparar as várias editorias de e gráficos no texto (pontuação,
jornais impressos e digitais e de sites uso e função das classes
noticiosos, de forma a refletir sobre os tipos gramaticais,).
de fato que são noticiados e comentados, as
escolhas sobre o que noticiar e o que não Utilizar as normas ortográficas e
noticiar e o destaque/enfoque dado e a de acentuação;
fidedignidade da informação.
Fazer a adequação do discurso à
Produzir artigos de opinião, tendo em vista o situação de produção
contexto de produção dado, a defesa de um (formal/informal).
ponto de vista, utilizando argumentos e
CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONTEÚDOS CONHECIMENTOS PRÉVIOS OBJETIVOS
ESTRUTURANTES BÁSICOS ESPECÍFICOS

contra-argumentos e ideologias presentes Organizar o texto, considerando


nos discursos. aspectos estruturais
(apresentação do texto,
paragrafação);

Expressar suas ideias com


clareza, coerência e fluência;

Empregar adequadamente os
conectivos de acordo com a
situação comunicativa.

Ler com fluência, entonação e


ritmo, observando os sinais de
pontuação.

Identificar a ideologia presente


nos diferentes discursos.

ENCAMINHAMENTOS Em relação à prática discursiva da leitura, é muito importante que o professor:


METODOLÓGICOS
Propicie práticas de leitura de textos de diferentes gêneros; Considere os conhecimentos prévios dos alunos; Formule
questionamentos que possibilitem inferências a partir de pistas textuais; Encaminhe discussões e reflexões sobre: tema, finalidade,
intenções, intertextualidade, aceitabilidade, informatividade, situacionalidade, temporalidade, vozes sociais e ideologia; Contextualize
a produção: suporte/fonte, interlocutores, finalidade, época; referente à obra literária, explore os estilos do autor, da época, situe o
momento de produção da obra e dialogue com o momento atual, bem como com outras áreas do conhecimento; Utilize textos verbais
diversos que dialoguem com não verbais, como gráficos, fotos, imagens, mapas e outros; Relacione o tema com o contexto atual;
Oportunize a socialização das ideias dos alunos sobre o texto; Instigue o entendimento/ reflexão das palavras em sentido figurado;
Estimule leituras que suscitem o reconhecimento do estilo, que é próprio de cada gênero; Incentive a percepção dos recursos
utilizados para determinar causa e consequência entre as partes e elementos do texto; Proporcione análises para estabelecer a
progressão referencial do texto; Conduza leituras para a compreensão das partículas conectivas.

Em relação à prática discursiva da escrita, é muito importante que o professor:


Planeje a produção textual a partir: da delimitação do tema, do interlocutor, intenções, contexto de produção do gênero; Proporcione
o uso adequado de palavras e expressões para estabelecer a referência textual; Conduza a utilização adequada dos conectivos;
Estimule a ampliação de leituras sobre o tema e o gênero proposto; Acompanhe a produção do texto; Instigue o uso de palavras
e/ou expressões no sentido conotativo; Estimule produções que suscitem o reconhecimento do estilo, que é próprio de cada gênero;
Incentive a utilização de recursos de causa e consequência entre as partes e elementos do texto; Encaminhe a reescrita textual:
revisão dos argumentos/das ideias, dos elementos que compõe o gênero (por exemplo: se for um artigo de opinião, observar se há
uma questão problema, se apresenta defesa de argumentos, se a linguagem está apropriada, se há continuidade temática, etc.);
Analise se a produção textual está coerente e coesa, se há continuidade temática, se atende à finalidade, se a linguagem está
adequada ao contexto; Conduza, na reescrita, a uma reflexão dos elementos discursivos, textuais, estruturais e normativos.

Em relação à prática discursiva da Oralidade, é muito importante que o professor:


Organize apresentações de textos produzidos pelos alunos levando em consideração a: aceitabilidade, informatividade,
situacionalidade e finalidade do texto; Proponha reflexões sobre os argumentos utilizados nas exposições orais dos alunos, e sobre
a utilização dos recursos de causa e consequência entre as partes e elementos do texto; Oriente sobre o contexto social de uso do
gênero oral selecionado; Prepare apresentações que explorem as marcas linguísticas típicas da oralidade em seu uso formal e
informal; Estimule contação de histórias de diferentes gêneros, utilizando-se dos recursos extralinguísticos, como entonação,
expressões facial, corporal e gestual, pausas e outros; Selecione discursos de outros para análise dos recursos da oralidade, como
seminários, telejornais, entrevistas, reportagens, entre outros; Propicie análise e comparação dos recursos veiculados em diferentes
fontes como jornais, emissoras de TV, emissoras de rádio, etc., a fim de perceber a ideologia dos discursos dessas esferas.

É importante prever formas de motivar os estudantes a darem continuidade nos estudos. Uma dica é que eles poderão aprofundar
os conhecimentos por meio do livro didático, que já possuem em casa. Segue a sugestão de outros recursos:
- utilizar ferramentas online para criar atividades;
- provocar questões que desperte a curiosidade sobre o tema da aula;
- estimular que formulem hipóteses e realizem inferências antes das leituras;
- considerar o trabalho interdisciplinar;
- sugerir a leitura de reportagens e notícias sobre o tema estudado;
- realizar a leitura dramatizada dos textos;
- estimular a leitura de textos multissemióticos;
- explorar o contexto histórico social de produção dos textos;
- sugerir outras leituras do mesmo autor/gênero ou relacionados à temática, período, etc;
- sugerir que realizem pesquisas;
- fazer retomadas de conteúdos, considerados pré-requisitos, usando mapas mentais, esquemas, tabelas;
- sugerir o acesso a sites gratuitos;
- sugerir que visitem museus online;
- estimular o uso do dicionário online;
- usar exemplos de situações presentes na mídia para explicar os conteúdos;
- solicitar que realizem entrevistas (áudio ou vídeo) seguindo um roteiro prévio e depois compartilhem o resultado por meio das
mídias digitais;
- mostrar fragmentos de vídeos;
- motivar os alunos para produzirem texto em formato escrito, de vídeo ou áudio;
- sugerir obras literárias que abordam o assunto discutido e os incentive a procurar outras e compartilhar com os colegas por meio
das mídias digitais;
- sugerir que compartilhem nas redes sociais as obras que gostaram de ler como sugestão para outras pessoas;
- incentivar a realizar gravações (áudio ou vídeo) realizando a leitura de textos que gostam e publicar nas mídias;
- sugerir esculturas, obras de arte, filmes, curta metragens e músicas que complementem o assunto.

Como os descritores são habilidades de leitura, todos devem ser trabalhados a partir dos mais diversos gêneros discursivos
pertencentes aos variados campos de atuação social, principalmente na prática de linguagem de leitura, atendendo às estratégias e
procedimentos de leitura, como um elo contínuo entre o conteúdo curricular e o processo de aprendizagem do aluno.
D1 – Localizar informações explícitas em um texto.
D2 – Estabelecer relações entre partes de um texto, identificando repetições ou substituições que contribuem para a continuidade
de um texto.
D3 – Inferir o sentido de uma palavra ou expressão.
DESCRITORES
D4 – Inferir uma informação implícita em um texto.
D5 – Interpretar texto com auxílio de material gráfico diverso (propagandas, quadrinhos, foto, gráfico, etc.).
D6 – Identificar o tema de um texto.
D7 – Identificar a tese de um texto.
D8 – Estabelecer relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la.
D9 – Diferenciar as partes principais das secundárias em um texto.
D10 – Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa.
D11 – Estabelecer relação causa/consequência entre partes e elementos do texto.
D12 – Identificar a finalidade de textos de diferentes gêneros.
D13 – Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.
D14 – Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato.
D15 – Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios etc.
D16 – Identificar efeitos de ironia ou humor em textos variados.
D17 – Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação e de outras notações.
D18 – Reconhecer o efeito de sentido decorrente da escolha de uma determinada palavra ou expressão.
D19 – Reconhecer o efeito de sentido decorrente da exploração de recursos ortográficos e/ou morfossintáticos.
D20 – Reconhecer diferentes formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema, em função
das condições em que ele foi produzido e daquelas em que será recebido.
D21 – Reconhecer posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou ao mesmo tema.

A avalição, de forma geral, concebida como um processo, é um instrumento de coleta de informações. Feita a coleta, as etapas
seguintes são a sistematização e interpretação dessas informações, e julgamentos de valor do objeto avaliado por meio das
informações tratadas e decifradas. Esse instrumento perpassa o trabalho pedagógico desde seu planejamento até a sua execução,
coletando dados para melhor compreensão da relação entre o planejamento, o ensino e a aprendizagem, e também para poder
AVALIAÇÃO
orientar a intervenção didática, a fim de que seja qualitativa e contextualizada. Nesse sentido, a avaliação deve ser contínua e com
diversidade de estratégias a sua aplicação. Entretanto, é importante ressaltar que, no caso deste documento, a avaliação deve estar
de acordo com a definição da escola e do professor regente da turma, respeitando cada realidade local, pois o objetivo deste PTD é
trabalhar com os alunos os conteúdos de forma a distância.

REFERÊNCIAS E
PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Caderno de Expectativas de Aprendizagem. Seed/DEB - PR, 2012.
BIBLIOGRAFIA
CONSULTADA __________________________________. Currículo Priorizado. Seed/DDC – PR 2021. Disponível em <
http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1960>. Acesso em fev/21.

__________________________________. Diretrizes Curriculares Orientadoras da Educação Básica de Língua Portuguesa,


Curitiba, 2008.