Você está na página 1de 3

Equação de Energia de Fluxo Estacionário

Fornecimento de água fria Para dreno


Regulador de pressão

Aquecedor de água Bomba do


circuito de
recirculação

Volume
adicional

Fx = Sensor de fluxo
Tx = Sensor de temperatura

Objetivo
Investigar a equação de energia de fluxo estacionário aplicada a um circuito de recirculação.

Método
Calcular a taxa de transferência de calor em uma faixa de taxas de recirculação, utilizando a
equação de energia de fluxo estacionário.

Teoria
A equação de energia de fluxo estacionário pode ser determinada conforme a seguir:

onde

QT é a taxa de transferência de calor para o sistema

Qw é o trabalho feito pelo sistema

Qm é a taxa de fluxo de massa através do sistema

h é a entalpia do fluido

u é a velocidade do fluido
Exercício D

z é a altura do fluido acima de uma referência


g é a aceleração devido à gravidade,
e os subscritos 1 e 3 se referem à entrada e à saída, respectivamente.
Com o equipamento TH4, algumas hipóteses podem ser feitas para simplificar essa
equação: A entrada e a saída estão à mesma altura, de modo que o termo de energia
potencial g(z3 – z1 ) chega a zero.
O sistema não realiza trabalho, assim, o termo Qw se torna insignificante. A equação, então,
se torna:

QT pode ser determinada pelo experimento, medindo as taxas de fluxo de entrada e saída e
as temperaturas, desde que o diâmetro do tubo na entrada e na saída seja conhecido.

Instalação do Equipamento
Para instalar o equipamento de circuito de recirculação, você precisará completar o circuito
de recirculação. Utilize a tubagem de comprimento curto fornecida para conectar os dois
acoplamentos autosselantes na unidade.

Verifique se o tubo de entrada está conectado ao fornecimento de água e se o tubo de saída


está conectado ao dreno adequado.

Ligue o console e abra totalmente ambas as válvulas do circuito de recirculação e de


entrada.

Ligue a fonte de abastecimento de água, aguarde até que a água esteja fluindo através do
sistema e, então, ligue a bomba do circuito de recirculação.

Abra e feche a válvula do circuito de recirculação algumas vezes para ajudar a dispersar
qualquer ar presente.

Aguarde alguns segundos até que todo o ar seja bombeado do sistema e, em seguida,
desligue a bomba do circuito de recirculação e feche ambas as válvulas até que você esteja
pronto para iniciar o experimento.

Procedimento
Abra a válvula de entrada e a válvula do circuito de recirculação. Ligue a bomba do circuito
de recirculação e o aquecedor e aguarde até que a temperatura de saída atinja um valor
estacionário.

Tome leituras de cada fluxômetro e dos sensores de temperatura.


Feche a válvula de recirculação um pouco para reduzir a taxa de recirculação e repita as
leituras. Continue fechando a válvula de recirculação um pouco de cada vez, tomando
leituras em cada taxa de recirculação.

Altere a taxa de fluxo utilizando a válvula de entrada e repita o experimento.

Continue fechando a válvula de entrada um pouco de cada vez e repita o experimento até
que as leituras tenham sido obtidas de uma ampla faixa de taxas de fluxo de entrada.

1
Manual de Instruções da Armfield

Determine as entalpias de entrada e de saída a partir das temperaturas medidas, utilizando


a tabela de referência prevista na Folha de Dados 3. As velocidades de entrada e saída
podem ser determinadas a partir das taxas de fluxo de entrada e saída e do diâmetro do
tubo.

Um valor para o diâmetro do tubo no ponto de medição de fluxo foi fornecido.

A taxa de fluxo de massa de entrada pode ser determinada a partir da taxa de fluxo de
entrada e da densidade de fluxo de entrada. A densidade pode ser encontrada a partir da
temperatura de entrada, utilizando a tabela de referência fornecida na Folha de Dados 1.

QT , a taxa de transferência poderá, então, ser determinada.

Resultados
Tabele seus resultados sob os seguintes cabeçalhos:

A densidade da água sob condições experimentais:

Diâmetro do tubo:
Taxa Taxa Taxa Taxa Taxa Taxa Temp. Temp. Temp. Entalpia Entalpia Velocidade Velocidade Taxa Taxa
Fluxo Fluxo Fluxo Fluxo Fluxo Fluxo Entrada Recirculação Saída Entrada Saída Entrada Saída Fluxo Transferência
Entrada Recirculação Saída Entrada Recirculação Saída Massa Calor
F1 F2 F3 Qv1 Qv2 Qv3 T1 T2 T3 h1 h3 u1 u3 kg/s
l/min l/min l/min m3/s m3/s m3/s ºC ºC ºC J/kg J/kg m/s m/s Qm QT

Faça a plotagem de um gráfico de taxa de transferência de calor contra a taxa de


recirculação.

Conclusão
Descreva qualquer relação encontrada entre a taxa de recirculação e a taxa de transferência
de calor.

Comente sobre as premissas feitas na equação de energia de fluxo estacionário. Quais


fatores podem afetar a validade dessas premissas?

Quais outros fatores podem estar afetando os resultados que não foram levados em conta
na equação?

Você também pode gostar