Você está na página 1de 4

Esqueleto da Redação

Introdução

⦁ Descrição de referência sociocultural relacionada ao tema, a qual será a principal do


texto

⦁ Apresentação do tema proposto

⦁ Tese principal da Redação, com 2 “núcleos” ou “problemas”

Lucas indica que você deve começar a Redação com uma referência que tenha a ver com o
tema da Redação, seja um livro, uma série ou uma citação de algum filósofo, escritor, etc e
logo em seguida você já tenta transitar o que escolheu citar com o tema da Redação.

É sempre importante você colocar um conectivo entre a sua referência e a sua


apresentação inicial do tema, depois você fala um pouco sobre o tema e coloque dois
“problemas” ou “núcleos” para você desenvolver sua opinião e consequentemente dois
parágrafos.

Desenvolvimento - Parte 1

⦁ “Em primeiro lugar,” “Primordialmente,”

⦁ Análise do primeiro dos “núcleos” ou “problemas” da tese

⦁ Uso de raciocínio lógico e relações do tipo causa/consequência, comparação,


dedução

⦁ Referência sociocultural relacionada à análise, secundária do texto

Após ter colocado dos problemas na sua tese inicial, você irá desenvolver seu primeiro
parágrafo sobre o problema. Você irá usar alguma referência para justificar porque essa
referência é válida.

1
Desenvolvimento - Parte 2

⦁ “Além disso,” “Ademais,”

⦁ Análise do segundo dos “núcleos” ou “problemas” da tese

⦁ Uso de raciocínio lógico e relações do tipo causa/consequência, comparação,


dedução

⦁ Referência(s) sociocultural(is) relacionada(s) à análise, secundária(s) do texto

Nesse segundo parágrafo, mais uma vez, você precisa utilizar uma referência que comprove
a veracidade do problema. Caso não encontre, você pode utilizar a mesma referência do
parágrafo anterior e utilizar uma maior intensidade ou força, desde que tenha realmente
sentido, para validar ainda mais seu argumento.

Conclusão

⦁ “Portanto,”

⦁ “É mister que o Estado tome providências para superar o impasse/melhorar o


quadro atual”

⦁ Proposta de intervenção com os 5 fatores: agente, ação, finalidade, modo/meio e


detalhamento

Veja um modelo de Conclusão:

“Para que__________, urge que o/a ________ faça _________, por meio de_______.”

O exemplo acima poderia ser utilizado da seguinte maneira:

“Para que FINALIDADE, urge que o/a AGENTE faça AÇÃO por meio de MODO/MEIO” além
do DETALHAMENTO.

⦁ Último período: uma retomada da tese, citando uma das referências utilizadas, de
preferência a principal (na Introdução) além é claro de uma frase de impacto, seja
de um filósofo, escritor, etc… que feche bem com o tema proposto.

CONECTIVOS

⦁ Conectivos que expressam ideia de soma: e, nem, também, não só…mas também,

2
assim como, como também, ademais, outrossim, além disso, etc.

⦁ Conectivos que expressam ideia de conclusão: logo, portanto, então, assim, enfim,
por isso, por conseguinte, de modo que, etc.

⦁ Conectivos que expressam ideia de contraposição: mas, porém, todavia, contudo,


entretanto, no entanto, senão, embora, ainda que, mesmo que, mesmo quando,
apesar de que, se bem que, não obstante, etc.

⦁ Conectivos que expressam ideia de alternância:...ou, ora…ora, já…já, não…nem,


quer…quer, seja…seja, talvez…talvez, etc.

Inicie seu texto com o tema, insira, na sequência, a tese. A partir daí, e em novo parágrafo,
coloque os argumentos e finalize com um parágrafo de intervenção.

3
Está marcado em amarelo os elementos coesivos. Praticamente não foi repetido os
elementos e eles garantiram sequência ao assunto tratado.

Você também pode gostar