Você está na página 1de 6

Física e Química A

AGRUPAMENTO
11.º Ano-Proposta de Resolução
DE ESCOLAS DE
Atividade pratico-laboratorial 1.4 Satelite Geostácionario
MARCO DE
CANAVESES N.º 1
NOME _____________________________________________________________________.Nº_____
Elementos
Grupos:___________________________________________________________________________
2012/2013
Classificação: ______________________________________Professor: _________________________

Questão – Problema
Um satélite descreve uma órbita, aproximadamente circular, à altitude de 35 880 km. Quais as grandezas que influenciam as
características do seu movimento?

Questões Pré-laboratoriais:
Considere o fundamento teórico do caderno de Laboratório (páginas 28 e e 29).Responda ás seguintes questões
1. Identifique as características da força que atua sobre um satélite geostacionário.
Ponto de aplicação – no satélite
Direcção – radial
Sentido – centrípeto

Intensidade -

2. Suponha um corpo em movimento circular e uniforme. Considere as seguintes grandezas físicas: massa ( ) do corpo, raio

( ) da trajetória e valor da velocidade angular ( ) com que o corpo se movimenta.

2.1. Identifique, justificando,para o movimento do corpo, a(s) que influencia(m) o(s) valor(es) da(o):

 Período do movimento ( ) =2π/T

 Frequência do movimento ( ) =2π/T e T=1/f

 Velocidade do movimento ( ) v= xr

 Aceleração do movimento ( ) ac= 2


xr

 Resultante das forças que atuam no corpo ( ) Fc=m= 2


xr

2.1.1. Se a velocidade angular duplicar, e se o raio da trajetória e a massa do corpo forem constantes, o que acontece
à aceleração?
A aceleração passa para o quádruplo do seu valor

Novembro 2012 Pá gina 1


2.1.2. Se o raio da trajetória for reduzido para metade e a velocidade angular e a massa do corpo forem constantes, o
que acontece à aceleração?
A aceleração passa para metade do seu valor.
(Rodrigues & Dias, 2007)

Vamos então à execução prática…

Como o agrupamento de escolas marco de canaveses nº1 não possui material para a execução pratica,recorreu-se
a um programa denominado “Modellus

Atividade pratico-laboratórial
Material e Equipamento:

 Computador
 Programa Modellus
1ª Parte

Relacione a aceleração centrípeta com a massa do corpo , mantendo constante o raio da trajetória e a

velocidade angular

Procedimento:

 Execute a aplicação “Modellus 1” instalada no computado

 Mantenha o raio e varie a massa do objeto (m).

Resultados Experimentais:

Período: Raio da trajetória:

Ensaio )

Exploração dos resultados experimentais:

1. Represente graficamente e

Novembro 2012 Pá gina 2


2. Tire conclusões
 A força é diretamente proporcional à massa do satélite
 A aceleração do satélite é independente da massa deste
3. Quais as grandezas vetoriais representadas pelos vetores azul e laranja? Justifique.
 Vetor azul – aceleração centrípeta; Vetor laranja – velocidade
 Justificação: porque o vetor velocidade é sempre tangente à trajetória e o vetor aceleração tem direção radial e
sentido centrípeto
4. A partir da simulação, apresente um valor para a altitude de um satélite de GPS e para a altitude de um satélite
geoestacionário

 Satélite GPS –

 Satélite geoestacionário –

Relacione a intensidade da força centrípeta com o raio da trajetória , mantendo constante a massa do corpo eo

Período .

Atenção: nesta parte renicie o programa modellus 1


Procedimento:

 Mantenha a massa do satélite (m S) e varie a sua altura (h), mantendo o período. (Para isso clique duas vezes no
período e selecione na barra superior do computador caso 2) .
Resultados Experimentais:

Período: Massa do satéite:

Ensaio

Novembro 2012 Pá gina 3


Exploração dos resultados experimentais:

5. Represente graficamente

6. Tire conclusões

 A força diminui com o aumento do raio

2ª parte

Relacione a intensidade da força centrípeta com o quadrado do período do movimento, mantendo constante o

raio da trajetória e a massa do corpo.

Procedimento:

Execute a aplicação “Modellus 2” instalada no computador, de forma a responder às questões ou cálculos seguintes

Como pode observar, a simulação não permite verificar esta relação. Desta forma, considere os dados fornecidos para tirar as
respetivas conclusões.

Resultados Experimentais:

Raio da trajetória:

1,15 104,72 10966,3

5,41 48,33 2335,8

21,63 24,17 584,2

43,81 16,98 288,3

Exploração dos resultados experimentais:

Novembro 2012 Pá gina 4


7. Escrever a expressão que relaciona a intensidade da força centrípeta com o período.(consulte o caderno de
laboratório na página 28 e 29)
Recorrendo à Lei Fundamental da Dinâmica, a força e a aceleração centrípeta podem relacionar-se:

O valor da aceleração centrípeta é obtido à custa do valor da velocidade linear do satélite (ou do valor da sua velocidade
angular) e do raio da trajectória descrita, natravés das seguintes expressões matemáticas:

Então, a expressão (1) pode escrever-se:

então temos : .

8. Traçar, na calculadora gráfica, o gráfico Fc = f (T -2)

9. Calcular, teoricamente, o declive da recta.


decliveprevisto = 4π2 r m
10. .Determinar o erro relativo.
Erro=Ideclive Experimental-declive previstoI/declive previsto X100
11. Tire Conclusões
A força centrípeta é diretamente proporcional ao inverso do quadrado do período, ou seja, é inversamente proporcional
ao quadrado do período
12. Explicar a razão pela qual um satélite em órbita circular em torno da Terra tem uma velocidade orbital
independente da sua massa.

Esta expressão mostra que a velocidade de um satélite não depende da massa do mesmo, mas depende:
-da distância a que o satélite se encontra do centro do planeta (raio da órbita), os satélites de menor raio têm velocidade maior
módulo;

Novembro 2012 Pá gina 5


da massa do planeta em torno do qual estão a orbitar
13. Justifique a seguinte afirmação verdadeira: “O satélite geostacionario tem movimento circular e uniforme e a sua
velocidade vária”.
MCU, com velocidade de valor constante a direção do vetor velocidade é que varia .Esta velocidade designa-se por
velocidade linear e representa- se por v . O vector velocidade linear é sempre tangente às sucessivas posições ocupadas pelo
satélite durante a sua trajectória circular. O satélite também descreve ângulos ao centro de igual amplitude ( ∆ʘ) em
intervalos de tempo iguais. Isto significa que a velocidade angular do satélite (w) se mantém constante
14. Responda á questão –problema
Bibliografia

Rodrigues, M. M., & Dias, F. M. (2007). Física na Nossa Vida. Porto: Porto Editora.
Programa concebido por “Albino Rafael”

Novembro 2012 Pá gina 6

Você também pode gostar