Você está na página 1de 2

Coleção Clássicos do nosso tempo (Editora Lidador)

Trazendo à tona novamente um projeto que surgiu há algum tempo (o de encontrar os


títulos autores e tradutores de coleções de livros antigas), esse post é dedicado
aos leitores bibliófilos que têm uma queda por coleções de livros. Há tantas delas
que não fazemos ideia de sua variedade, sua quantidade e das preciosidades que elas
podem esconder em seus vários volumes. Além disso, a distância no tempo dificulta
um bocado a tarefa de rastreá-las e listá-las em sua completude. Felizmente a
internet e os sebos têm sido de grande ajuda para leitores-colecionadores que, como
eu, adoram caçar livro a livro e, como recompensa pela busca, tê-la completa,
pronta para ser lida.

A coleção em questão foi lançada na década de 60 – de 1966 a 1968 – aqui no Brasil.


Não se tratam de livros de ficção ou literatura, mas de estudos e críticas
literárias dedicadas a diversos autores norte-americanos, principalmente aqueles
que, à época da publicação, eram mais recentes ou, pelo menos, não tão distantes no
tempo. Apesar de restringir-se ao cânone norte-americano, a coleção é intitulada
Clássicos do nosso tempo.

A publicação ficou por conta da editora Lidador, a qual, aliás, teve um papel
interessante na difusão da literatura e da cultura norte-americanas por aqui, seja
através dessa coleção ou através de outras, como a Mimesis (da qual ainda hei de
falar), que reúne títulos voltados à crítica e estudos literários, de obras e
autores norte-americanos, principalmente.

A coleção é formada por dezoito títulos, cada um deles dedicado a um escritor


norte-americano. Os livros foram escritos por pesquisadores e professores
acadêmicos de diversas universidades dos Estados Unidos, o que acrescenta peso às
discussões e análises presentes nas obras.

Alternando análises individualizadas das obras com a trajetória do autor e do


ambiente sócio-histórico em que eles tiveram origem, os livros da coleção Clássicos
do nosso tempo se apresentam como uma boa opção para quem quer aprofundar-se na
compreensão dos temas e questões de algum dos escritores listados abaixo.

Um dos grandes trunfos da coleção é que, ao trazer pesquisadores acadêmicos que


dedicaram extensivas pesquisas em relação aos autores e às suas obras, houve a
oportunidade de estender as análises para além dos livros mais conhecidos,
desenhando todo um panorama acerca dos grandes autores aos quais se volta. Assim,
traça-se um quadro amplo, tanto horizontal quanto verticalmente, pondo em relevo a
evolução da maturidade narrativa do autor e as consequentes permanências e rupturas
de sua obra, todas elas referenciadas dentro de um diálogo com temas e questões das
circunscrições históricas e sociais do escritor.

Os livros não são de capa dura, possuem formato tradicional e seguem um padrão que
se utiliza do mesmo layout mas que muda as cores e a imagem frontal. Embora o
tamanho da fonte seja, em alguns livros, pouco convidativo, o conteúdo das análises
compensa o esforço. A divisão em capítulos – que se dedicam a determinados momentos
da vida do autor, a temas recorrentes, a questões centrais ou a obras específicas –
auxilia muito a leitura, pois permite que o leitor que não conheça todas as obras
do autor possa consultar discussões ou análises individuais.

Segue abaixo a lista dos títulos na ordem em que são arrolados na contracapa de
todos os volumes da coleção no formato Título – Autor (Tradutor):

01. Eugene O’Neill – Frederic Carpenter (Raquel Gutierrez)


02. John P. Marquand – John J. Gross (Roberto Gaspary Torres)
03. John dos Passos – John W. Wrenn (Wamberto Ferreira)
04. Pearl S. Buck – Paul A. Doyle (Elizabeth e Djalmir Mello)
05. Tennessee Williams – Signi L. Falk (Maria Tereza Porciúncula Moraes)
06. F. Scott Fitzgerald – Kenneth E. Elbe (Sylvia de Salles Jatobá)
07. Ernest Hemingway – Earl Rovit (Elizabeth e Djalmir Mello)
08. William Faulkner – Frederic Hoffman (Clorys Daly e Arnaldo Carneiro da Rocha)
09. Henry James – Bruce R. McElderry Jr. (Jorge Caetano Lopes da Silva)
10. Herman Melville – Tirus Hillway (Márcio Cotrim)
11. O. Henry – Eugene Current Garcia (Sylvia de Salles Jatobá)
12. J. D. Salinger – Warren French (Rubem Rocha Filho)
13. Philip Barry – Joseph P. Roppolo (Erasmo C. Giacometti)
14. Conrad Richter – Edward W. Gaston Jr. (Luzia Machado da Costa)
15. John Steinbeck – Warren French (Elizabeth e Djalmir Mello)
16. Katherine Anne Porter – George Hendrick (Jorge Caetano Lopes da Silva)
17. Bernard Malamud – Sidney Richman (Lygia Lisboa e Marisa Murray)
18. Arthur Miller – Leonard Moss (Silvia Jatobá)

Você também pode gostar