Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE SÃO TOMÁS DE MOÇAMBIQUE

Curso: Direito
Disciplina: Direito do Registo notariado
Nome completo do estudante: Maravilha Hilario Zunguze
Código do estudante: 2018131231
Nome do docente da disciplina: Mujavar
Data: 28/08/20
Resolução

1R: Tendo em conta o Notário é um agente estabilizador das relações jurídicas, isso significa que
o propósito que este tem é de receber, aconselhar, interpretar e conformar legalmente a vontade
dos particulares, contribuindo desta feita, a paz social, ou seja, tem propósito de dar maior
certeza e segurança jurídica aos actos extrajudiciais.

2R: O caso em apreço nos remete à matéria do direito do registo Notariado, no que diz o caso do
Salomão Bata, que em 2014 conheceu Lizlly Kumaio uma sul africana e casaram perante as
autoridades locais, no que concerne o artigo 217 do CRC, que diz o casamento celebrado no
estrageiros entre dois moçambicanos ou entre moçambicanos e estrangeiros é registado no livro
próprio do consulado competente e o artigo 218 do CRC e no de eles vierem em definitivo em
Moçambique irei citar o artigo 219 do CRC que fala da remessa do duplicado conjugando com
artigo 200 do CRC que fala do casamento celebrado da República de Moçambique entre os
estrangeiros.

3R: No que tange ao meu pronunciamento quanto a possibilidade de um convidado poder ou não
colocar a sua assinatura num assento de casamento é que Primeiro a o convidado é obrigado a
assinar no assento de casamento, vide o nr3 do artigo 192 do CRC e no caso de não assinar
significa que nós termos do artigo 193 do nr2 do CRC esse convidado estará a incorrer a uma
pena aplicável ao crime de desobediência.
4R: Quanto a declaração do registo da Raquelina é verídico afirmar que ela proceder apesar de a
mesma ser uma surda-muda, mas com essa vantagem de saber ler e escrever significa que a luz
do artigo 49 nr2 do CRC, ela poderá está exprimir a sua vontade por escrito, e responder todas as
perguntas por escrito e conjugado com artigo 24 do CRC.

5R: Os 2 aspectos primordiais da função notarial são: 1° O Notário tem obrigação de velar o
interesse da vontade das partes que o procuram, no qual vai responder e a assegurar a livre á
emissão da vontade dessas partes, podendo desta feita se recusar ou repudiar o pedido quando
achar que o mesmo pedido está padecendo de vícios vide o artigos 1 e 5 do C.Not.

2° O Notário deve agir de acordo com os comandos legais de Direito, onde vai guiar o interesse
das partes de acordo com a lei.