Você está na página 1de 46

Projeto Nova Escola de Sargentos de

Carreira do Exército

Reunião de Comando do DECEx/2021


Formação dos Sargentos
Breve Histórico Cursos da
Formação dos EsMB, EsCom,
Criação da Formação no Sgt Mnt Anv no EsIE e ESSEx
Escola de Sgt Corpo de CIAvEx, centralizados
em Realengo Tropa Taubaté/SP na EsSLog

1894 1945 1950 1970 1977 1995 2005 2010 2019

Transferência Retorno para CFS passa Estabelecimento


Centralização da
da Escola a Escola de de 10 para da graduação
Formação dos Sgt
para Três Sgt em Três 19 meses “tecnólogo”
na Fortaleza de
Corações/MG Corações/MG
São João/RJ
Formação dos Sargentos
Situação Atual
1º GAAe – Rio/RJ
4º BECmb – Itajubá/MG
4º GAC – Juiz de Fora/MG
6º RCB – Alegrete/RS
10 BIL – Juiz de Fora/MG ESA – Três Corações/MG
12º GAC – Jundiaí/SP
2 Escolas
13 UETE* 13º RCMec – Pirassununga/SP EsSLog – Rio/RJ
1 C Instr
14º GAC – Pouso Alegre/MG
16º BIMtz – Natal/RN
CIAvEx – Taubaté/SP
20º RCB – Campo Grande/MS
23º BC – Fortaleza/CE
23º BI – Blumenau/SC
41º BIMtz – Jataí/GO
* Unidades Escolares Tecnológicas do Exército
Unidades Escolares Tecnológicas do Exército (UETE)

23º BC

16º BIMtz
41º BIMtz

14º GAC
4º GAC
20º RCB
10º BIL
13º RCMec
1º GAAAe
12º GAC
4º BECmb
6º RCB
23º BI
EE de Qualificação Tecnológica do Exército
Escola de Sargentos das Armas
ESA

QMS Tecnólogo em
Infantaria Infantaria
Cavalaria Cavalaria
Artilharia Artilharia
Engenharia Construções Militares
Comunicações Gestão de Com Militares

Efetivo atual de alunos: 557


Local atual da ESA
A atual Escola de Sargentos das
Armas (ESA) ocupa terreno com área de
293.034,40 m² (0,293 km2), em Três
Corações/MG.

A ESA utiliza, ainda, dois campos de


instrução:
• Campo de Instrução do Atalaia, com
área aproximada de 4,6 km², e
• Campo de Instrução General Moacyr
Araújo Lopes - CIGMAL, com área
aproximada de 20 km², distante 40 km
de Três Corações/MG.

População de Três Corações/MG: 79.500


(cidade de pequeno porte)
Escola de Sargentos de Logística
EsSLog
QMS Tecnólogo em
Intendência Logística
Mnt Vtr Auto Sistemas Automotivos
Mat Bel Mnt Armt Sistemas de Armamento Militar
Mecânico Operador Processos Metalúrgicos Bélicos
Mnt de Comunicações Sistemas de Mnt de Eqp de TI e Com
Saúde Atendimento Pré-Hospitalar Militar
Topografia Agrimensura
Música Música Militar
Efetivo atual de alunos: 403
Local atual da EsSLog
Estação de trem de Deodoro A Escola de Sargentos de
Logística (EsSLog) ocupa terreno com
área de 134.980,45 m² (0,135 km2),
em Deodoro (Vila Militar), no Rio de
Janeiro/RJ.

A EsSLog utiliza, prioritariamente,


um campo de instrução:
• Campo de Instrução de Gericinó,
no Rio de Janeiro, com área
aproximada de 53 km², a 5 km da
EsSLog.

População do Rio de Janeiro/RJ:


Av. Duque de Caxias 6.747.815
(cidade de grande porte)
Centro de Instrução de Aviação do Exército
CIAvEx

QMS Tecnólogo em
Mnt Sistemas Mecânicos de
Aviação
Apoio Aeronaves

Efetivo atual de alunos: 32


Local atual do CIAvEx
O Centro de Instrução de
Taubaté/SP Aviação do Exército (CIAvEx)
Ba Av T
ocupa instalações com área
construída de 10.000 m², porém
não possui terreno próprio.

Utiliza como campo de


instrução a Base de Aviação de
Taubaté (BaAvT) com área total
de 2.087.468,37 m² (2,08 km2),
em Taubaté/SP.

População de Taubaté/SP:
317.915
CI Av Ex (cidade de médio porte)
Formação de Sargentos em Nações Amigas
(30 países pesquisados)
1. Sistema de Ingresso
Concurso Processo seletivo Concurso + Seleção Indicação de
TOTAL
público Civis Militares Misto interna autoridades
05 02 13 07 02 01 (Angola) 30

2. Nível Escolar Exigido para Ingressar na Escola


Ensino médio 1º ano curso
Ensino Fundamental Ensino médio TOTAL
incompleto superior
06 03 20 01 (Coréia do Sul) 30

3. Formação Profissional e Graduação Acadêmica


Somente Profissional e acadêmica Profissional para algumas QMS e com
TOTAL
profissional com titulação titulação para outras
18 08 04 30
Formação de Sargentos em Nações Amigas
(30 países pesquisados)
4. Tempo de Formação
2 meses 6 meses 1 ano 2 anos 3 anos TOTAL
02 07 05 11 05 30

5. Escola de Formação ou Corpo de Tropa


Escola
Corpo de Tropa Escola + Corpo de Tropa TOTAL
Única Mais de uma
14 05 05 06 30
6. Centralização da Formação
Todo centralizado Básico centralizado Descentralizado TOTAL
15 03 12 30
7. Curso de Formação Especializa/qualifica?
Sim Não TOTAL
25 05 30
A Nova Escola
Prioridade da Força: formação e capacitação dos quadros.

“Temo mais um exército de cem ovelhas lideradas por um leão,


do que um exército de cem leões liderados por uma ovelha.”

Charles-Maurice de Talleyrand

Capacitação continuada
Profissionais de
carreira no EB
Meritocracia
Planejamento Estratégico do Exército 20-23

Estratégia 12.3 – Adequação da Infraestrutura de Educação da Cultura


Atividade 12.3.1 – Apresentar o Projeto da Nova Escola de Formação e Graduação de
Sargentos de Carreira do Exército

Portaria 132-EME, de 25 JUN 20 – Constitui o Grupo de Trabalho


para apresentar as linhas de ação para a criação da
Nova Escola de Formação e Graduação de Sargentos
de Carreira do Exército Brasileiro
Premissas da Nova Escola

1ª Premissa: manutenção do espírito guerreiro,


combatente, dos profissionais das armas.

“A disciplina militar prestante não se aprende, Senhor, na fantasia,


sonhando, imaginando ou estudando, senão vendo, tratando
e pelejando.”

Luís de Camões

1ª Necessidade Campo de Instrução


Premissas da Nova Escola
2ª Premissa: formação centralizada.
1. Ambiente modelar – “Verba Movent, Exempla Trahunt”.
2. Uniformidade na formação.
3. Criação do “espírito de turma” (espírito de corpo é a alma coletiva dos
integrantes do grupo).
4. Assimilação de valores.
5. Seleção de instrutores.
6. Senso de pertencimento.

Espaço compatível para construir instalações


2ª Necessidade
escolares e de apoio ao corpo permanente
Premissas da Nova Escola
3ª Premissa: capacidade de conduzir, nas melhores
condições, a graduação acadêmica de
tecnólogo.
1. Incorporar processos educacionais modernos.

2. Exigência de professores capacitados.

3. Proximidade de outros centros educacionais.

3ª Necessidade Nova Escola em cidade de médio porte


16 Imóveis analisados pelo
Grupo de Trabalho
Nr DESCRIÇÃO Km² MUNICÍPIO C Mil A / ÓRGÃO
1 Campo de Instrução de Santa Maria (CISM) 58 Santa Maria - RS
2 Campo de Instrução de Butiá (CIB) 95 Butiá - RS
CMS
3 Campo de Instrução de Rincão (CIR) 154 São Borja - RS
4 Campo de Instrução Barão de São Borja (CIBSB) 501 Rosário do Sul - RS
5 Áreas do Governo do PR (+ Embrapa + CI Gen Calazans) 72,5 Ponta Grossa - PR CMS (e EMBRAPA)
6 Campo de Instrução Marechal Hermes (CIMH) 96 Três Barras - SC CMS
7 Fazenda Chapadão e CI da Coudelaria 14 Campinas - SP CMSE
8 ESA (CI Atalaia + CI Gen M Araújo Lopes + Colônia Stª Fé) 24 Três Corações - MG CML (e área municipal)
9 Campo de Instrução de J Fora (CIJF) + Assentamento (14) 60 Juiz de Fora - MG
CML
10 Campo de Instrução do Gericinó (CIG) 53 Rio de Janeiro - RJ
11 Campo de Instrução de Betione (CIB) 80 Miranda - MS CMO
12 Campo de Instrução de Formosa (CIF) 1.040 Formosa - GO CMP
13 Campo de Instrução Mar Newton Cavalcanti (CIMNC) 73 Abreu e Lima - PE CMNE
14 ASSENTAMENTO Projeto Dênis Gonçalves 43 Juiz de Fora - MG
15 ASSENTAMENTO Fazenda Parque Nacional Douradinho 51 Uberlândia - MG INCRA
16 ASSENTAMENTO Fazenda Florestal Aimorés 53 Bauru - SP
6 Imóveis selecionados pelo
Grupo de Trabalho

Compatíveis com as premissas


para sediar a
Nova Escola de Sargentos do Exército
Imóveis analisados do CML
Imóveis selecionados da 4ª RM
1ª RM ESA, CI Atalaia, CIGMAL e Colônia Santa Fé

1. Campo de Instrução do Gericinó (CIG)


CI Atalaia
53 km2 no Rio de Janeiro/RJ
Colônia
ESA Santa Fé
4ª RM
CIGMAL
1. ESA (CI Atalaia, CIGMAL e Colônia Stª Fé)
24 km2 - Três Corações/MG CIJF e Assentamento INCRA

2. CI de Juiz de Fora (CIJF) e Assentamento INCRA


60 km2
CIJF = 16,4 km2 em Juiz de Fora/MG
Assentamento = 43,2 km2 a 40 km de Juiz de Fora 40 km

CIJF
Imóveis analisados do CMSE e do CMP

2ª RM / CMSE Imóvel selecionado da 11ª RM


Campo de Instrução de Formosa (CIF)
1. Faz Florestal de Aimorés (Assentamento)
53 km2 em Bauru/SP
Formosa/GO
2. Faz Chapadão e CI da Coudelaria
14 km2 em Campinas/SP Brasília/DF

11ª RM / CMP CIF

1. Campo de Instrução de Formosa (CIF)


1.040 km2 em Formosa/GO
Imóveis analisados do CMS
Imóvel selecionado da 3ª RM
3ª RM CI de Santa Maria (CISM)
58 km2 – Santa Maria/RS
1. Campo de Instrução de Butiá (CIB)
95 km2 em Butiá/RS Santa Maria/RS

2. CI Barão de São Borja (CIBSB)


501 km2 em Rosário do Sul/RS

3. Campo de Instrução de Rincão (CIR)


154 km2 em São Borja/RS

4. Campo de Instrução de Santa Maria (CISM)


58 km2 em Santa Maria/RS
Imóveis analisados do CMS
Imóvel selecionado da 5ª RM
Áreas do Governo do Paraná e da EMBRAPA
5ª RM

27,5 km2
1. Áreas do Gov/PR e Embrapa
72,5 km2 10,7 km2

Embrapa = 54,5 km2 em Ponta Grossa/PR EMBRAPA


16,3 km2
Ponta Grossa/PR
Gov/PR = 18,1 km2 em Campo Largo/PR
Gov/PR
2 - CI Marechal Hermes (CIMH) Campo Largo/PR
96 km2 em Três Barras/SC

BR 376
Imóveis analisados do CMNE e CMO

Imóvel selecionado da 7ª RM
Campo de Instrução Marechal Newton
7ª RM / CMNE Cavalcanti (CIMNC)

1. CI Marechal Newton Cavalcanti (CIMNC)


73 km2 em Abreu e Lima/PE
CIMNC
Abreu e Lima/PE
9ª RM / CMO
1. Campo de Instrução de Betione (CIB)
Olinda/PE
80 km2 em Miranda/MS

Recife/PE
Recife

Proposta
para
continuidade
do
estudo Santa
Maria
Ponta
Grossa
1. Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcante
LOCALIZAÇÃO: grande RECIFE/PE
Imóvel selecionado da 7ª RM
CIMNC

Abreu e Lima/PE

CIMNC
Camaragibe/PE Recife/PE

Distâncias para
28 as principais cidades - Rod
CIDADE DISTÂNCIA
Recife/PE Camaragibe/PE 21 km
Recife/PE 33 km
Rio de Janeiro/RJ 2.300 km
1. Campo de Instrução Marechal Newton Cavalcante
CARACTERÍSTICAS DO CIMNC
CARACTERÍSTICAS DADOS

Área 73 km2

Vegetação Variada e com matas fechadas

Topografia Variação de altura: 180 m

Comprimento máximo 15 km

Situação dominial Regularizado (Cmdo Ex)

Distância da Nova Escola Contíguo

Instruções Individuais Básicas


Tiros de armas portáteis
Atividades possíveis Exercícios nos eixos e no terreno
Tiro das frações
Tiro Art
2. Áreas do Governo do Paraná e da EMBRAPA
LOCALIZAÇÃO: Ponta Grossa/PR e Campo Largo/PR

27,5 km2
54,5 km2
EMBRAPA
Ponta Grossa/PR

18,08 km2
Governo do PR
Campo Largo/PR

Distâncias para as principais cidades - Rod


Ponta Grossa/PR
CIDADE DISTÂNCIA
Ponta Grossa/PR 11 km
Campo Largo/PR
Curitiba/PR 120 km
Rio de Janeiro/RJ 980 km
2. Áreas do Governo do Paraná e da EMBRAPA
LOCAIS PROPOSTOS PARA CONSTRUÇÃO DA SEDE DA ESCOLA – ÁREA DA EMBRAPA

Proposta A CARACTERÍSTICAS:
PONTA GROSSA/PR 3,92 km2
• 94 km do CI (em Campo Largo);
• área Total = 54,5 km2;
27,5 Km2 (topografia plana)

• proposta A = 3,92 km2;


• proposta B = 3,41 km2;
• margem de via asfaltada;

Proposta B • topografia favorável para


3,41 km2 construções;
Agricultura
Familiar • diversas OM apoiadoras;
16,3 Km2 (10,7 Km2)
• 11 km de Ponta Grossa/PR;
• imóvel da EMBRAPA.
3. Campo de Instrução de Santa Maria (CISM)
LOCALIZAÇÃO: Santa Maria/RS

CISM

Distâncias para as principais cidades - Rod


CIDADE DISTÂNCIA
Santa Maria/RS Santa Maria/RS 3 km
Porto Alegre/RS 290 km
Rio de Janeiro/RJ 1.670 km
3. Campo de Instrução de Santa Maria (CISM)
CARACTERÍSTICAS DO CISM
CARACTERÍSTICAS DADOS
Área 58 km2
Floresta, pampa, lagos, açudes
Vegetação
Santa Maria e acidentes naturais
Topografia Variação de altura: 87 m
Comprimento máximo 10 km
Situação dominial Regularizado (Cmdo Ex)
Distância à escola Escola dentro do CI
Distância de outros CI 160 km do CIBSB (501 km2)
CISM
Exercícios no terreno
Tiros de armas portáteis
Atividades possíveis Tiro das frações blindadas e
mecanizadas
Exercícios de Engenharia
Instalações da atual ESA
Nova Escola de
Três
Pós-graduação de
Corações Sargentos

- Cursos de Especialização Básicos


- Aperfeiçoamento centralizado
- Adjunto de Comando
- CHQAO
Recife

Diretrizes
para a
continuidade
do
estudo Santa
Maria
Ponta
Grossa
Diretrizes para a Nova Escola
1. Prever uma Escola para 2.400 alunos (1º e 2º anos).

2. Trabalhar com concepções modernas (não luxuosas) para instalações


adaptadas à real necessidade da Escola (salas/locais de instrução
adaptados às necessidades de cada especialidade – mini auditórios – salas
multiuso – aproveitamento da luz solar – evitar subutilização de espaços).

3. Verificar as instalações necessárias para o funcionamento imediato da


Escola e aquelas que poderão ficar para uma 2ª etapa, se for o caso.

4. Aproveitar instalações de suporte (parques, depósitos, paióis, OPIP etc) já


existentes nas Guarnições.
Diretrizes para o Campo de Instrução

1. No caso de utilização de Campos de Instrução já estabelecidos, aproveitar


ao máximo as instalações existentes.

2. Prever as instalações mínimas do Campo de Instrução para o início do


funcionamento da Escola e as instalações que poderão ser construídas
futuramente (por etapas).
Diretrizes para o apoio à Família Militar
1. Aproveitar ao máximo as instalações já existentes na Guarnição prevendo,
quando for o caso, ampliações.

2. Aproveitar, quando possível, áreas com infraestrutura pronta para a


construção de PNR, HT, instalações de saúde, etc.

3. Planejar, com referência nas normas vigentes, a quantidade de instalações


(PNR por nível hierárquico, unidades de hospedagem, tipo de posto de
saúde, OPIP, apoios à família militar, etc).

4. Planejar em duas etapas: quantidade necessária para o funcionamento


inicial e complementação para atingir a quantidade prevista na legislação.
Diretrizes para o Material de Emprego Militar
1. Considerar o máximo aproveitamento das estruturas das OM existentes na
Guarnição ou próximas.

2. Não trabalhar com a mesma concepção de “parques” como na AMAN.

3. Evitar colocar na Escola material com necessidade de pessoal altamente


qualificado para operá-lo e de manutenção cara e complexa.

4. Priorizar a utilização de simuladores (a utilização do material real poderá ser


prevista por PCI).

5. Considerar as peculiaridades do pessoal mecânico de aeronaves.

6. Considerar o material já existente nas atuais escolas e UETE.


Dtz para o Mat Adm e de apoio ao ensino

1. Pensar em concepções modernas sem exageros ou subutilização (pesar


custo/benefício).

2. Otimizar a utilização dos meios.

3. Considerar o material já existente nas atuais escolas e UETE.


Dtz para o levantamento do pessoal necessário

1. Levar em consideração a Diretriz do Exército sobre redução de efetivos.

2. Aproveitar os cargos existentes nas Escolas e UETEs evitando-se, ao


máximo, o aumento do número de cargos.

3. Quando for o caso, aproveitar os cargos já existentes na Guarnição (das


instalações de saúde, dos HT, dos campos de instrução, etc).
Diretrizes para a concepção da educação

1. Priorizar uma formação sólida em detrimento de especializações que


poderão ser adquiridas ao longo da carreira.

2. Considerar a necessidade de um período de estágio para as diferentes


especialidades (verificar a melhor época durante o curso e sua duração).

3. Estudar as condições peculiares da formação dos mecânicos de aeronaves.


Dtz para a destinação das atuais Escolas

1. Seguir a determinação do Comando do Exército para as instalações da ESA.

2. Incluir o estudo para a proposta de destinação da atual EASA.

3. Trabalhar em parceria com as demais diretorias do DECEx e outros órgãos,


se for o caso.
Observações Gerais
1. Buscar, sempre que possível, referências em outras escolas militares
(na MB, na FAB e até em outros países, se for o caso).

2. Ter em mente a economicidade e a otimização do uso das instalações:


- Auditórios: posso ter vários, de diferentes tamanhos, que se juntem em
um só para 3.000 pessoas?
- Alojamentos: coletivos para o 1º ano e menores para o 2º ano?
- Pátio de formatura: permitirão a tripla utilização, como acontece no P3M
da AMAM, que tem local de assistência pronto e permite
formaturas matinais, a entrada no rancho e as formaturas
gerais?
Cronograma Geral
- Finalizar o planejamento detalhado para as três Guarnições selecionadas
Até AGO 21
- Ficar ECD, se for o caso, apresentá-lo na RACE administrativa de AGO 21

Até Set 21 - Elaborar o Relatório Final e apresentá-lo ao Ch DECEx e ao Ch EME

Após escolha do - Elaborar a estimativa de custos para a elaboração dos Projetos Básico e
local definitivo Executivo

- Inserção no Portifólio de Projetos Estratégicos do Exército e elaboração


2022
dos Projetos Básico e Executivo
“Ideal a ser insistentemente
perseguido a partir de hoje, vamos
viver a mentalidade da Nova Escola
que vamos construir!”
(do livro “A Força de Um Ideal”, do Mar José Pessoa)

Você também pode gostar