Você está na página 1de 12

INSTITUTO SUPERIOR MUTASA UNIDADE

ORGÂNICA DE CHIMOIO

Cadeira de métodos de Investigação Científica (MIC)

Tema:

IMPACTO DO FUNCIONAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO


PÚBLICA MOÇAMBICANA

Licenciatura em Administração Pública

Trabalho de Pesquisa referente a cadeira de


Métodos de Investigação Científica (MIC),
apresentado ao curso de Administração
Pública, 1° ano orientado pela dra. Narcísia
Farneira

Chimoio, Março 2021


0
INSTITUTO SUPERIOR MUTASA UNIDADE
ORGÂNICA DE CHIMOIO

Cadeira de métodos de Investigação Científica (MIC)

Tema:

IMPACTO DO FUNCIONAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO


PÚBLICA MOÇAMBICANA

Licenciatura em Administração Pública

Nome

Constância Luís Jossene

Chimoio, Março de 2021

1
Índice

1. Introdução............................................................................................................................ 3

2. Impacto do Funcionamento e Organização da Administração Pública moçambicana .... 4

2.1. Justificativa .......................................................................................................................... 5

2.2. Delimitação do tema ............................................................................................................ 5

2.3. Delimitação da área de estudo ............................................................................................. 6

2.4. Problematização................................................................................................................... 7

2.5. Hipóteses ............................................................................................................................. 8

2.5.1. Hipótese Primária ............................................................................................................. 8

2.5.2. Hipóteses Secundárias ...................................................................................................... 8

2.6. Objectivos ............................................................................................................................ 8

2.6.1. Objectivo Geral................................................................................................................. 8

2.6.2. Objectivos Específicos ..................................................................................................... 8

2.7. Revisão bibliográfica ........................................................................................................... 8

2.8. Metodologias ....................................................................................................................... 9

2.8.1. Método de Observação Directa ........................................................................................ 9

3. Cronograma de Actividades.................................................................................................. 9

4. Orçamento ............................................................................................................................ 9

5. Considerações Finais .......................................................................................................... 10

6. Referências Bibliográficas .................................................................................................. 11

2
1. Introdução

O presente trabalho de pesquisa aborda sobre o Impacto do Funcionamento e Organização da


Administração Pública Moçambicana. Na sua profunda abordagem visará destacar os
seguintes itens: Justificativa, Delimitação do tema, Delimitação da área de estudo,
Problematização, Hipóteses, Objectivos, Revisão bibliográfica, Metodologias, Cronograma de
actividades, Orçamento e Referências Bibliográficas.

Administração Publica é uma instituição pública que trabalha directamente com o Estado e
tem como objectivo final a provisão de serviços públicos. Isto é, serviços de satisfação de
necessidades de carácter colectivo.

Na República de Moçambique, as políticas públicas são formuladas no sentido de superar


enormes carências básicas, especialmente relacionadas às áreas sociais: na área de
alimentação, da saúde, da educação, do trabalho. Um projecto político de desenvolvimento
requer vontade política dos governantes, uma formulação cuidadosa e adequada das políticas
públicas e a criação de uma Administração Pública eficiente, eficaz e efectiva, capaz de:

• Perceber um cidadão como seu “cliente” e a própria razão da existência da organização;

• Priorizar a relação com o cidadão, isto é, considerar sua participação no desenvolvimento


dos trabalhos do Aparelho do Estado;

• Contribuir para o aumento da produtividade;

• Prestar serviços com qualidade;

• Contar com espaços políticos para a gestão participativa;

• Promover a desconcentração;

• Promover a descentralização;

• Ser transparente, o que se associa directamente com a democratização das informações.

O grande desafio para a Administração Pública é desenvolver suas competências técnica e


administrativa para, num amplo esforço, juntamente com a Sociedade (os cidadãos clientes) e
Governo, contribuir para a democratização e o desenvolvimento da Sociedade em todos os
níveis e aspectos.

3
2. Impacto do Funcionamento e Organização da Administração Pública
moçambicana

Impacto – são problemas ou efeitos da acção do homem na sociedade.


Funcionamento - é a forma como uma pessoa, um grupo de pessoas, uma organização, uma
instituição ou empresa trabalha.
Segundo CHIAVENATO (2002, pp. 14 – 15), “ a organização é um sistema de actividades
conscientemente coordenadas de duas ou mais pessoas”. Organização - é uma colectividade
instituída com vista a alcançar objectivos previamente definidos, tais como produção e/ou
distribuição de bens ou serviços, formação de pessoas, etc. Em Administração a organização
tem dois sentidos: Grupo de indivíduos associados com um objectivo comum. Ex.: Empresas,
associações, órgãos do Estado, do Governo, órgãos da Administração Pública ou Privada, ou
seja, qualquer entidade pública ou privada. As organizações são compostas de estrutura física,
tecnologia e pessoas e modo como foi estruturado, dividido e sequenciado o trabalho. O maior
impacto do funcionamento e organização da Administração Pública moçambicana é como
desenvolver suas competências técnica e administrativa para, num amplo esforço, juntamente
com a Sociedade (os cidadãos clientes) e Governo, contribuir para a democratização e o
desenvolvimento da Sociedade em todos os níveis e aspectos; O aumento contínuo de
Agentes Públicos Administrativos (os Funcionários e agentes do Estado) e dos Agentes
Públicos Políticos (os Políticos na Administração Pública ou no Sector Público) é neles o
reflexo mais notável; O aumento do grau da complexidade de estruturas administrativas e a
multiplicação de serviços antigos, se duplicou devido a uma criação política de novos
organismos. As razões invocadas são diversas e muitas vezes justificadas embora as
consequências afectem, de forma grave, o funcionamento geral do aparelho administrativo, o
que suscita muitas e duras críticas. As dificuldades de coordenação, a má circulação de
informação, por causa da compartimentalização, a diluição de responsabilidades, as práticas
corruptivas e desvios colossais, falta de transparência e integridade, nos servidores públicos, o
desperdício de energia em reuniões intermináveis ou em relatórios muitas vezes vazios e
rapidamente arquivados e esquecidos, contribuem no impacto do funcionamento e
organização da Administração Pública moçambicana. A solução para essa situação requer
uma reflexão dos dirigentes sobre os Poderes Públicos e sobre as instituições da
Administração Pública ou do Sector Público e seu lugar na Sociedade. Pois, o impacto do
funcionamento e organização da Administração Pública moçambicana requer a redefinição,
reforma ou da modernização dos seus serviços na instituição.
4
2.1. Justificativa

Segundo Lakatos & Marconi (1991:103) a justificativa consiste numa exposição sucinta,
porém completa das razões de ordem teórica e dos motivos de ordem prática que torna
importante a realização da pesquisa e responde a questão porquê.
A realização desta pesquisa justificou-se pelo facto da importância temática e por ser
actualmente uma matéria pouco abordada na sociedade, embora sejam conteúdos da
Administração Pública, sendo com maior destaque no ministério de Administração Estatal e
Função Pública.
Com esta pesquisa, o estudante passará a conhecer as possíveis formas de prevenção do
impacto do funcionamento e organização da Administração Pública moçambicana, o que
poderá despertar a discussão e a reflexão prática e teórica entre os funcionários e agentes do
estado, auxiliando, assim, o aprendizado significativo das matérias.
Deste modo, este estudo é importante porque surge da necessidade de se fazer uma reflexão
mais profundada sobre a dificuldade de funcionamento e organização da Administração
Pública moçambicana, assunto indispensável na sociedade.
A investigação tem relevância para o Governo pelo facto de este poder estimular no sentido de
implementar conteúdos ligados a Administração Pública, o que possibilitaria uma abordagem
inclusiva, a partir do seu abrangimento nos currículos sociais.
Socialmente o tema é relevante ser estudado porque desta forma a sociedade se informa sobre
como encontrar as possíveis soluções do impacto do funcionamento e organização da
administração pública moçambicana, de uma forma geral, e assim sendo a sociedade participa
na educação administrativa precavendo o acontecimento dos problemas do funcionamento e
organização da Administração Pública moçambicana.
Portanto, foi ainda considerada, pelo facto de existir no país poucas pesquisas, ou no mínimo
conteúdos divulgados sobre a temática de analisar o impacto do funcionamento e organização
da Administração Pública.
2.2. Delimitação do tema

Apresente pesquisa sobre Impacto do Funcionamento e Organização da Administração


Pública é uma abordagem temática muito preponderante no que diz respeito à Administração
Pública em particular e à sociedade em geral. O impacto do funcionamento e organização da
Administração Pública enquadra-se no Serviço Geral do Estado que é a Administração
Pública. O Estado é uma comunidade política independente, organizada de forma permanente
sobre um determinado território, criador exclusivo do Direito (só o Estado pode ser
5
legislador), administração pública da imposição da lei e da ordem (só o Estado é polícia e
juiz) e da promoção da defesa armada (só o Estado pode fazer a guerra e a paz), com vista à
realização do bem-estar social dos seus cidadãos. O Estado como uma organização não existe
em si ou por si:
- Existe para resolver os problemas da sociedade, quotidianamente;
- Existe para garantir a segurança, fazer justiça, promover a comunicação entre os homens,
dar-lhes a paz e bem-estar e progresso. É um poder de decisão no momento presente, de
escolher entre opções diversas, de praticar os actos pelos quais satisfaz pretensões
generalizadas ou individualizadas das pessoas e dos grupos;
- É autoridade e é um serviço;
- É o dever de um Estado atender ao interesse público, satisfazendo o comando decorrente dos
actos normativos. O cumprimento do comando legal, deverá decorrer da função exercida por
pessoa jurídica de direito público. Qualquer Estado moderno, isto é, o Estado
Social e de Direito (Estado social, porque visa promover o desenvolvimento económico, o
bem-estar, a justiça social; e Estado de Direito, porque não prescinde do legado liberal
oitocentista em matéria de subordinação dos poderes públicos ao Direito e o esforço das
garantias particulares frente á Administração Pública) deverá contar com uma Função
Administrativa muito forte, o que pressupõe existência de um Serviço Geral do Estado
também forte e moderno. O tal Serviço Geral do Estado é «Administração Pública».
Função administrativa é uma das funções básicas do Estado (ou dos seus delegados).

2.3. Delimitação da área de estudo

Apresente pesquisa sobre Impacto do Funcionamento e Organização da Administração


Pública feita na Administração Pública do Distrito de Manica na Província de Manica e no
Posto Administrativo de Nhaucaca, Distrito de Manica, Província de Manica, nas horas
normais do expediente, isto é das Sete horas e Trinta minutos às Quinze horas e Trinta
minutos nos dias Segunda-feira à Sexta-feira, data Oito de Março de Dois Mil e Vinte e Um a
Doze de Março de Dois Mil e Vinte e Um. A abordagem do tema em estudo enquadra-se no
Serviço Geral do Estado que é a Administração Pública. A função administrativa é uma das
funções básicas do Estado (ou dos seus delegados) no momento em que a função
administrativa é activa, pois em regra é independente de provocação do cidadão para ser
exercitada.

6
A função Administrativa é subordinada à lei, portanto, é uma actividade infra legal, pois, a
função administrativa é uma actividade activa, hierarquizada, de realização do interesse
público, não só como também, a função administrativa é o modo ordinário de realização dos
fins públicos do Estado, em termos concretos, mais próximo ao cidadão.
Em termos práticos a função administrativa do Estado consiste no desenvolvimento de
actividades de forma permanente e homogénea, para prossecução dos objectivos que lhe são
constitucionalmente cometidos.
É comum no seio dos especialistas em Administração Pública designar as actividades
desenvolvidas pelo Estado no quadro da sua função administrativa de Funções do Estado.

2.4. Problematização
“… Nem todo o problema é possível de tratamento científico, é preciso identificar o que é
científico daquilo que não é. Um problema é de natureza científica quando envolve variáveis
que podem ser tidas como testáveis” (GIL, 2001, p. 158).
“Nas abordagens do campo actual educacional, o relacionamento entre os conteúdos e o seu
significado para a sociedade constitui num dos aspectos de carácter administrativo que directa
ou indirectamente contribui para a qualidade de serviços no sector público” (LIBANEO,
1990:10). É o dever de um Estado atender ao interesse público, satisfazendo o comando
decorrente dos actos normativos. O cumprimento do comando legal, deverá decorrer da
função exercida por pessoa jurídica de direito público. Para alcançar os seus fins e objectivos
qualquer Estado moderno deverá contar com uma Função Administrativa muito forte, o que
pressupõe existência de um Sector Público também forte e moderno. O estudo das
organizações passou a constituir campos específicos de conhecimento, em virtude da
complexidade e diversidade de problemas e conflitos criados pela burocracia, que é o modo
de estrutura e funcionamento da quase totalidade das organizações. É assim que surgiram a
Teoria da Administração, a Sociologia das Organizações, a Psicologia Organizacional, a
Formação e Desenvolvimento de Recursos Humanos, entre outras. Os objectivos dessas áreas
de conhecimento não são apenas o estudo das organizações, numa perspectiva analítica, que
permita a compreensão dos fenómenos que nelas decorrem, mas também contribuir para o
aperfeiçoamento da sua operacionalização e funcionamento, de forma a assegurar o alcance
da sua eficiência, eficácia e efectividade. Tendo em conta os problemas e conflitos criados
pela burocracia, importa formular a seguinte questão de partida:
Qual é o impacto do funcionamento e organização da administração pública
moçambicana?
7
2.5. Hipóteses

2.5.1. Hipótese Primária

 O dévice desenvolvimento das suas competências técnicas e administrativas influencia no


impacto do funcionamento e organização da Administração Pública moçambicana.

2.5.2. Hipóteses Secundárias

 O aumento contínuo de Agentes Públicos Administrativos e dos Agentes Públicos


Políticos afectam no impacto do funcionamento e organização da Administração Pública
moçambicana;
 O aumento do grau da complexidade de estruturas administrativas contribui no impacto do
funcionamento e organização da Administração Publica moçambicana;
 A multiplicação de serviços antigos causa impacto do funcionamento e organização da
Administração Publica moçambicana.

2.6. Objectivos

2.6.1. Objectivo Geral


 Identificar o impacto do funcionamento e organização da Administração Pública
moçambicana.
2.6.2. Objectivos Específicos
 Definir impacto, funcionamento, organização e Função Pública;
 Especificar os impactos do funcionamento e organização da Administração Pública
moçambicana;
 Exemplificar os impactos do funcionamento e organização da Administração Pública
moçambicana.

2.7. Revisão bibliográfica


De acordo com Gil (2001, p. 34), “pesquisa bibliográfica é desenvolvida com base em
materiais já elaborados, constituído principalmente de livros e artigos científicos e textos
retirados da internet”

Para o trabalho de pesquisa em estudo, foram consultados livros, artigos científicos e textos
retirados da internet que já abordaram sobre o Impacto do Funcionamento e Organização da
Administração Pública moçambicana.
8
2.8. Metodologias

2.8.1. Método de Observação Directa


Segundo LAKATO (1991, p. 80), observar é aplicar atentamente as sentidas a um objecto
para adquirir um conhecimento claro e preciso, esta técnica do ponto de vista dos estudos dos
trabalhos científicos oferecem vantagens de possibilitar o contacto directo “In Loco” com o
fenómeno, permitindo assim colectar dados de um determinado comportamento.
Segundo LAKATOS & MARCONI (2003, p. 68), “o Método de Observação Directa
possibilita o mais elevado grau de precisão na investigação científica”.
No presente trabalho de pesquisa se usou o Método de Observação Directa para a observação
e recolha de dados. Depois da observação se usou as seguintes técnicas: entrevista aos
administrados e finalmente a consulta em artigos que abordam o tema em análise.

3. Cronograma de Actividades
08/0 09/0 10/0 11/0 12/0
Nº Actividades /Dias
3/21 3/21 3/21 3/21 3/21
Apresentação do trabalho de pesquisa à Secretaria da Administração
1 X
Pública do Distrito de Manica
2 Observação e colecta de dados X
3 Observação e colecta de dados no Posto Administrativo de Nhaucaca X
4 Tratamento de dados X
5 Relatório final X
6 Revisão do trabalho X

4. Orçamento

Item Custo (MZN)


Computador 20.000,00
Impressora 5.000,00
Resma de papel A4 300,00
Mesa para computador 2000,00
Cadeira 1000,00
Total 28.300,00

9
5. Considerações Finais

Administração Publica é uma instituição pública que trabalha directamente com o Estado e
tem como objectivo final a provisão de serviços públicos. Isto é, serviços de satisfação de
necessidades de carácter colectivo. A Administração Pública vem a ser o sistema, ou macro
organização, ou o conjunto dos órgãos oficiais, responsável pela concretização das acções do
Governo; ela implementa e executa as decisões políticas por ele determinadas; é braço
operacional dos actos governamentais, que a distingue das demais organizações da Sociedade
e o confere o carácter de público. Assim, Governo e Administração Pública são entidades
diferentes, mais indissociáveis e interdependentes. A Administração Pública varia no plano
organizativo, segundo os modelos de governo, e conforme as características de cada país nos
níveis económico, social e cultural. Actua, também de acordo com as formas e os limites
estabelecidos pelo Direito Público.
O grande desafio para a Administração Pública é desenvolver suas competências técnicas e
administrativas para, num amplo esforço, juntamente com a Sociedade (os cidadãos clientes)
e Governo, contribuir para a democratização e o desenvolvimento da Sociedade em todos os
aspectos e níveis. O aumento contínuo de Agentes Públicos Administrativos (os Funcionários
e agentes do Estado) e dos Agentes Públicos Políticos (os Políticos na Administração Pública
ou no Sector Público) é neles o reflexo mais notável; O aumento do grau da complexidade de
estruturas administrativas e a multiplicação de serviços antigos, se duplicou devido a uma
criação política de novos organismos. As razões invocadas são diversas e muitas vezes
justificadas embora as consequências afectem, de forma grave, o funcionamento geral do
aparelho administrativo, o que suscita muitas e duras críticas. As dificuldades de coordenação,
a má circulação de informação, por causa da compartimentalização, a diluição de
responsabilidades, as práticas corruptivas e desvios colossais, falta de transparência e
integridade, nos servidores públicos, o desperdício de energia em reuniões intermináveis ou
em relatórios muitas vezes vazios e rapidamente arquivados e esquecidos, contribuem no
impacto do funcionamento e organização da Administração Pública moçambicana. A solução
para essa situação requer uma reflexão dos dirigentes sobre os Poderes Públicos e sobre as
instituições da Administração Pública ou do Sector Público e seu lugar na Sociedade. Pois, o
impacto do funcionamento e organização da Administração Pública moçambicana requer a
redefinição, reforma ou da modernização dos seus serviços na instituição. Para vencer esse
desafio o Sector Público precisa de realizar reformas.

10
6. Referências Bibliográficas

1. CHIAVENATO, Idalberto. (2002). Recursos Humanos. 7ª ed., São Paulo: Editora Atlas
S.A., pp. 14 – 15;
2. CHIAVENATO, Idalberto. (2006). Administração de Recursos Humanos-Fundamentos
Básicos. 5ª ed., São Paulo: Editora Atlas S.A;

3. GIL, J. (2001). Pesquisa cientifica: revista e actualizada. 23ª ed., São Paulo: Cortez, pp.
34 – 158;

4. MARCONI, Marina de Andrade & LAKATOS, Eva Maria. (1991). Fundamentos de


Metodologia Científica. 7ª ed., São Paulo: Atlas; p. 80;

5. MARCONI, Marina de Andrade & LAKATOS, Eva Maria. (2003). Método e


Metodologia Científica. 7ª ed., São Paulo: Atlas; p. 68;

6. TEIXEIRA, Elizabeth. (2001). As Três Metodologias: Académica, da ciência e da


pesquisa. 5ª ed. Belém: UNAMA;

7. http://www.republicademocambique/administracaopublica/revistas/s. Acesso em:


13/03/2021.

11