Você está na página 1de 39

INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 1

I - CONTABILIDADE
1.1 – CONCEITO

“Contabilidade é a ciência que estuda e controla o Patrimônio das entidades, mediante o


registro, a demonstração expositiva e a interpretação dos fatos nele ocorrido, com o fim de oferecer
informações sobre sua composição e variação, bem como sobre o resultado econômico decorrente
da gestão da riqueza patrimonial.
Todas as movimentações possíveis de mensuração monetária são registradas pela
Contabilidade, que, em seguida, resume os dados registrados em forma de relatórios e os entrega
aos interessados em conhecer a situação da empresa, conhecidos como usuários da informação
contábil. Esses interessados, através de relatórios contábeis, recordam os fatos acontecidos,
analisam os resultados obtidos, as causas que levaram àqueles resultados e tomam decisões em
relação ao futuro.

CONTABILIDADE

Controla o Patrimônio Entidades

Registra os Eventos Econômicos

Fornece Informações Usuários

1.2 – APLICAÇÃO DA CONTABILIDADE

A Contabilidade pode ser estudada de modo geral (para todas as empresas) ou em particular
(aplicada em certo ramo de atividade ou setor da economia). O enfoque desta disciplina á a
Contabilidade Geral, também conhecida como Contabilidade Financeira, que pode ser aplicada a
diversos ramos de atividades. Existem campos específicos da Contabilidade, que possuem
normatização e estrutura própria. Podemos citar como exemplos:

 Contabilidade Comercial  Contabilidade Atuarial


 Contabilidade Bancária  Contabilidade Tributária (ou Fiscal)
 Contabilidade Pública  Contabilidade Industrial (ou de Custos)
 Contabilidade Ambiental  Contabilidade Internacional
 Contabilidade Agropecuária  Etc.

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 2

1.3 – USUÁRIOS DA CONTABILIDADE


Os usuários são as pessoas que se utilizam da Contabilidade, que se interessam pela situação
da empresa e buscam na Contabilidade suas respostas. Podemos citar alguns exemplos de usuários
interessados nas informações contábeis:

Sócios, Acionistas e Proprietários de Quotas Societárias de Maneira Geral


Este grupo de usuários busca nas demonstrações financeiras informações sobre a
rentabilidade e a segurança de seus investimentos. Por exemplo: Será que a empresa continua a
oferecer, a médio e longo prazo, perspectivas de rentabilidade e segurança para seu investimento?
Existe alguma alternativa mais adequada para seus investimentos?

Administradores, Diretores e Executivos

Este grupo de usuários é o mais interessado nas informações contábeis, já que estes são os
responsáveis pela tomada de decisões, responsáveis pelo sucesso ou fracasso das empresas. Para
isso, estes profissionais precisam ter um bom conhecimento do funcionamento da contabilidade, a
fim de saber quais informações devem buscar e como interpreta-las. O administrador inteligente,
que sabe usar a informação contábil e que conhece suas limitações, tem em suas mãos um poderoso
instrumental de trabalho que lhe permite tomar decisões visando ao futuro com maior segurança,
bem como conhecer a situação atual e o grau de acerto ou desacerto de suas decisões passadas.

Bancos, Fornecedores e Financeiras

Para essas entidades e pessoas, as perguntas a serem feitas dizem respeito à saúde financeira
da empresa, ou seja, se a empresa conseguirá gerar fluxo para cumprir seus compromissos. Para
estes usuários, a única finalidade das informações contábeis é demonstrar a rentabilidade e
segurança de retorno de seus empréstimos e financiamentos.

Governo e Economistas Governamentais de Dinheiro


Estes usuários têm duplo interesse nas informações contábeis. Em primeiro lugar, baseando-
se freqüentemente em tais informações é que se exerce o poder de tributar e arrecadar impostos,
taxas e contribuições. Em segundo lugar, os economistas encarregados de análises globais ou
setoriais de nossa economia interessam-se pelos dados contábeis das diversas unidades
microeconômicas, os quais, convenientemente agregados e tratados estatisticamente, podem
fornecer bases adequadas para as análises econômicas.

1.4 – PARA QUEM É MANTIDA A CONTABILIDADE

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 3

A Contabilidade pode ser feita para Pessoa Física ou Pessoa Jurídica. Considera-se pessoa,
juridicamente falando, todo ser capaz de direitos e obrigações.
Pessoa Física é a pessoa natural, é todo ser humano, é todo indivíduo (sem qualquer
exceção). A existência da pessoa física termina com a morte.
Pessoa Jurídica é a união de indivíduos que, através de um contrato reconhecido por lei,
formam uma nova pessoa, com personalidade distinta da de seus membros. As pessoas jurídicas
podem ter fins lucrativos (empresas industriais, comerciais, de serviços) ou não (associações
culturais, religiosas, etc).
Quando se faz a Contabilidade para a pessoa física (embora não seja comum) ou pessoa
jurídica, essa pessoa é denominada entidade contábil.

Objeto de Estudo da É o controle do Patrimônio das


Contabilidade Entidades

Campo de Aplicação da Todas as entidades, pessoa física


Contabilidade ou jurídica, com ou sem fins
lucrativos, inclusive as de direito
público.

1.5 – O PROFISSIONAL CONTÁBIL

O Profissional Contábil, também chamado de Contabilista, pode ser o Técnico de


Contabilidade, com Curso de Contabilidade em nível de 2º grau (válido até 2004); e o Contador ou
Bacharel em Ciências Contábeis, com Curso Superior (3º grau) de Ciências Contábeis.
Tanto o técnico quanto o contador podem ser responsáveis pela contabilidade das empresas,
pesquisadores, analistas contábeis, etc. O contador, porém, está habilitado a exercer outras
atividades não cabíveis ao técnico em Contabilidade. Essas atividades são:
 Auditoria: Exame e verificação da exatidão dos procedimentos contábeis.
 Perícia contábil: investigação contábil de empresa motivada por uma questão judicial (solicitada
pela justiça).
 Professor de Contabilidade: o contador pode ser professor de curso técnico. Para ser professor de
curso superior exige-se pós-graduação.

II – PATRIMÔNIO
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 4

2.1 - CONCEITO

O termo patrimônio significa, a princípio, o conjunto de bens e direitos pertencente a uma


pessoa física ou jurídica. Relacionando-se, todavia, apenas bens e direitos, não se pode identificar a
verdadeira situação de uma pessoa. É necessário evidenciar as obrigações (dívidas) referentes aos
bens e ou direitos. Por exemplo, se você disse que tem como patrimônio um apartamento e este foi
financiado, você precisa fazer referência à dívida com o banco financiador.
Em Contabilidade, portanto, a palavra patrimônio tem sentido amplo: por um lado significa
o conjunto de bens e direitos pertencentes a uma pessoa física ou jurídica, por outro lado inclui as
obrigações a serem pagas.
A técnica desenvolvida pela Ciência Contábil convencionou apresentar o patrimônio de uma
empresa relacionando os bens e direitos do lado esquerdo e as obrigações do lado direito de uma
demonstração denominada BALANÇO PATRIMONIAL. Recebe este nome justamente por
classificar o Patrimônio das entidades. O assunto será tratado com mais detalhes mais tarde, no
entanto, é fundamental que este gráfico esteja muito bem fixado na mente do iniciado em
Contabilidade.

PATRIMÔNIO DE UMA ENTIDADE

Bens e Obrigações (a pagar)


Direitos (a receber)

2.2 – BENS

Entendem-se por bens as coisas úteis, capazes de satisfazer às necessidades das pessoas e
das empresas. Eles podem ser classificados de duas maneiras:

 Bens Tangíveis  são aqueles que têm forma física, são palpáveis.
Exemplo: Veículos, imóveis, estoques de mercadorias, dinheiro, móveis e utensílios, etc.
 Bens Intangíveis  são aqueles que não têm forma física, não são constituídos de matéria.
Exemplo: Marcas, Patentes de Invenção, direitos autorais etc.

Os bens, além da categoria de tangíveis e intangíveis, podem ser divididos em:


 Bens Imóveis  são aqueles vinculados ao solo, que não podem ser retirados sem destruição ou
danos.
Exemplo: Edifícios, Construções, etc.
 Bens Móveis  ao contrário dos bens imóveis, são aqueles que podem ser removidos por si só
ou por outras pessoas.
Exemplo: Máquinas e Equipamentos, estoques de Mercadorias, Veículos, etc.
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 5

Exemplo de BENS da empresa ABC Ltda:

BENS Valor em R$

Edifícios 180.000,00
Móveis e Utensílios 9.000,00
Veículos 50.000,00
Mercadorias 5.000,00
Máquinas 14.000,00
Terrenos 90.000,00
Marcas e Patentes 10.000,00
Total 358.000,00

2.3 – DIREITOS

Em Contabilidade entende-se por Direito ou Direito a Receber o poder de exigir alguma


coisa. São valores a receber decorrentes de eventos diversos ocorridos. Veja abaixo a lista de
Direitos da empresa ABC Ltda:

Direitos a Receber de: Itens Valores R$


Clientes Duplicatas a Receber 21.320,00
Bancos Bancos c/ Movimento 12.680,00
Créditos Concedidos Títulos a Receber 15.500,00
Inquilino (locatário) Aluguéis a receber 1.300,00
Total R$ 50.800,00

2.4 – OBRIGAÇÕES
São dívidas com outras pessoas. Em Contabilidade tais dívidas são denominadas obrigações
exigíveis, isto é, compromissos assumidos que serão reclamados por outros na data exata do

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 6

vencimento. As obrigações assumidas podem ser de diversas natureza. Vejamos abaixo a relação de
obrigações da empresa ABC Ltda:

Obrigações Nome da Obrigação Valores R$


assumidas com:
Fornecedores Fornecedores / Duplicatas a pagar 20.800,00
Bancos Empréstimos Bancários a Pagar 40.000,00
Funcionários Salários a Pagar 8.350,00
Governo Impostos a Pagar (ou a Recolher) 9.200,00
Previdência Social INSS a Recolher 3.450,00
Locador Aluguéis a Pagar 1.450,00
Financeiras Financiamentos a pagar 25.000,00
Total R$ 108.250,00

2.5 – ESTRUTURA DO PATRIMÔNIO

É a composição e organização dos elementos do ATIVO e do PASSIVO que formam


o patrimônio. Conforme você pode ter observado, nos referimos a duas palavras que ainda não
haviam sido citadas: Ativo e Passivo. Vejamos as suas definições.

 ATIVO  Conjunto de Bens e direitos. Normalmente chamada de parte positiva do


patrimônio é, por convenção, apresentado do lado esquerdo do Balanço.

 PASSIVO  Total das dívidas e obrigações de uma empresa. Normalmente chamada de parte
negativa do patrimônio é, por convenção, apresentado do lado direito do Balanço.

ATIVO PASSIVO

BENS OBRIGAÇÕES
DIREITOS

Total Total:

2.6 – PATRIMÔNIO LÍQUIDO


Quando medimos o patrimônio de uma pessoa física ou jurídica precisamos levar em conta o
total dos bens, direitos e obrigações para só então sabermos o que realmente pertence a essa pessoa.
Riqueza, portanto, não se mede somente pelo patrimônio.
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 7

Na verdade, é necessário conhecer a riqueza líquida da pessoa ou empresa: somam-se os


bens e os direitos e, desse total, subtraem-se as obrigações; o resultado é a riqueza líquida, ou seja, a
parte que sobra do patrimônio para a pessoa ou empresa. Ela é denominada patrimônio líquido ou
situação líquida.

Patrimônio Líquido = Bens + Direitos (-) Obrigações

De acordo com a fórmula acima, podemos dizer que o patrimônio Líquido da empresa ABC Ltda é
igual a:

PATRIMÔNIO LÍQUIDO = BENS + DIREITOS (-) OBRIGAÇÕES


PATRIMÔNIO LÍQUIDO = R$ 358.000,00 + R$ 50.800,00 – R$ 108.250,00
PATRIMÔNIO LÍQUIDO = R$ 300.550,00

A seguir veremos algumas situações líquidas que podem ocorrer.

SITUAÇÃO LÍQUIDA POSITIVA (ou SUPERAVITÁRIA)  B + D > O

ATIVO PASSIVO

BENS............... 650.000,00 OBRIGAÇÕES ......... 880.000,00

DIREITOS....... 250.000,00 SL .............................. 20.000,00

Total ............... 900.000,00 Total: ......................... 900.000,00

SITUAÇÃO LÍQUIDA NEGATIVA (ou DEFICITÁRIA)  B + D < O

ATIVO PASSIVO

BENS............... 320.000,00 OBRIGAÇÕES ......... 505.000,00

DIREITOS....... 180.000,00 SL .............................. (5.000,00)

Total ............... 500.000,00 Total: ......................... 500.000,00

SITUAÇÃO LÍQUIDA NULA  B + D = O

ATIVO PASSIVO

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 8

BENS............... 320.000,00 OBRIGAÇÕES ......... 500.000,00


DIREITOS....... 180.000,00 SL .............................. ( 0 )

Total ............... 500.000,00 Total: ......................... 500.000,00

Exercícios:

1 – Por que quando falamos de patrimônio precisamos relacionar as obrigações?

________________________________________________________________________________

2– Explique a diferença entre bens tangíveis e bens intangíveis.

3 – Explique a diferença entre bens móveis e imóveis.

4 – O que entende por Direitos a Receber?

5 – O que efetivamente mede o patrimônio?

6 – Complete as linhas pontilhadas:

a) Em Contabilidade, patrimônio significa o conjunto de ______________, ________________ e


____________________________.

b) Os bens corpóreos são denominados _____________________ e os bens ___________________


são denominados intangíveis.

c) As Duplicatas a Receber se originam de _____________________________________________

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 9

d) O Patrimônio Líquido é calculado pela fórmula _______________________________________

e) As duplicatas e Pagar são originadas de ______________________________________________

f) A Contabilidade é um poderoso instrumentos para auxiliar as pessoas, sobretudo os


administradores, a ________________________________________.

7) Associe os números:

01. Bens, Direitos e Obrigações ( ) Bens Imóveis

02. Coisas úteis que satisfazem ( ) Direitos

03. Tem forma física ( ) Investimentos a Pagar

04. Bens vinculados ao solo ( ) Situação Líquida


05. Estoques (bens removíveis) ( ) Bens Móveis

06. Títulos a Receber ( ) Patrimônio Líquido Negativo

07. INSS e FGTS a Pagar ( ) Contas a Pagar


08. Obrigações com o Governo ( ) Bem Tangível

09. Compra de Mercadoria a Prazo ( ) Riqueza Líquida Favorável

10. Diversas contas a Pagar ( ) Equação do Patrimônio Líquido

11. Riqueza Líquida ( ) Lado Esquerdo

12. Bens + Direitos > Obrigações ( ) Patrimônio


13. Bens + Direitos < Obrigações ( ) Impostos a pagar

14. Bens + Direitos – Obrigações ( ) Encargos Sociais a Pagar


15. Lado dos Bens e Direitos ( ) Bens

8) Através da fórmula do PL = B + D – O, apure a Situação Líquida nos casos abaixo relacionados:


A-
CONTAS VALORES R$
CAIXA 2.000,00
VEÍCULOS 1.700,00
SALÁRIOS A PAGAR 2.000,00
DUPLICATAS A RECEBER 700,00
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 10

MÓVEIS E UTENSÍLIOS 3.000,00

DESENVOLVIMENTO:

B-
CONTAS VALORES R$
VEÍCULOS 4.000,00
MÓVEIS E UTENSÍLIOS 2.000,00
MÁQUINAS 1.000,00
CAIXA 1.000,00
PROMISSÓRIAS A PAGAR 2.000,00
IMPOSTOS A PAGAR 5.000,00
DUPLICATAS A PAGAR 7.000,00
TÍTULOS A RECEBER 500,00
ALUGUÉIS A RECEBER 500,00
DESENVOLVIMENTO:

C.
CONTAS VALORES R$
IMÓVEIS 6.000,00
VEÍCULOS 1.500,00
TÍTULOS A PAGAR 5.000,00
TÍTULOS A RECEBER 3.000,00
ALUGUÉIS A PAGAR 1.000,00
IMPOSTOS A PAGAR 4.500,00
DESENVOLVIMENTO:

 FUNÇÃO ECONÔMICA DA CONTABILIDADE

A Contabilidade é uma ciência que desenvolveu uma técnica própria de análise e


interpretação das funções administrativas e econômicas das empresas, para controlar o patrimônio e
apurar os resultados, com a finalidade de prestar informações aos interessados no assunto.
Graficamente poderíamos demonstrar isso da seguinte forma:

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 11

CONTABILIDADEDE

Função Administrativa Função Econômica

Controlar o Patrimônio Apurar o Resultado

Prestar Informação aos


Diversos Usuários

Nos tópicos anteriores apresentamos uma visão geral da função Administrativa da


Contabilidade, ou seja, o controle do Patrimônio representado pelo conjunto de Bens, Direitos,
Obrigações e Patrimônio Líquido.
Passemos então ao estudo da Função Econômica da Contabilidade, representada pela
atividade de Apuração do Resultado da empresa.
Ao definir resultado, temos:

 RESULTADO  é a diferença entre o valor das RECEITAS e o valor das DESPESAS.


A maioria das empresas, com exceção daquelas sem fins lucrativos, são constituídas para a
obtenção de lucros, isto é, tem como objetivo principal operar suas finanças na situação patrimonial
positiva, favorável (com lucro).
Entendido isso, vamos agora a um exemplo prático:

Ex 1: Os donos de um supermercado compram os gêneros alimentícios dos produtores


agrícolas e das indústrias alimentícias e revendem esses produtos para nós, consumidores, certo?
Para que este supermercado efetue essa operação de venda, com lucro, ele precisará primeiramente
conhecer os custos e despesas que terá nesta operação de compra.
Verificando a sua compreensão, complete as lacunas abaixo usando os termos custo /
despesas / receitas, na ordem certa:

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 12

Para que haja lucro numa operação de compra e venda, é necessário que um comerciante
tenha ___________________ maior do que ___________________ e _______________________.

Você percebeu que neste exemplo foram usados alguns termos contábeis como: Receitas,
despesas e Custos, que ainda não haviam sido citados, por isso é importante você pesquisa-los antes
de ler as definições que se seguem:

 RECEITAS  são os recebimentos correspondentes à venda de mercadorias de um produto


ou de prestação de serviços. Ex: Vendas de Produtos ou Mercadorias

 CUSTOS  são os valores pagos para obtenção de um produto ou serviço ligado à atividade
principal da empresa. Ex: Matéria-prima, Mercadorias Vendidas

 DESPESAS  são os valores pagos pela empresa para produzir receitas, mas não estão
ligados diretamente à sua atividade principal. Ex: Despesas Comercial

Dentro desta lógica, concluímos que: nesta operação entre conhecer as despesas que o
supermercado terá e a colocação dos produtos à venda é que ele acrescentará a sua parcela de lucro.

Ex 2: Suponha que você seja o proprietário de um mini mercado e, para tal, tenha comprado
20 sacos de arroz e 10 de feijão de um produtor no Estado de São Paulo. Suponha ainda que o
produtor não tenha um caminhão para transportar essas mercadorias até o seu mini mercado. Então
o que fazer? Você terá que contratar alguém para transportar essas mercadorias, pagando-lhe um
valor de frete, ou terá que ter um veículo de sua propriedade para fazer esse transporte. Visto isso,
percebe-se que você está incorrendo em custos ou despesas para colocar suas mercadorias à venda.

Vamos então demonstrar, através de fórmulas, os tipos de situação de resultado que podem
ocorrer:

 SITUAÇÃO 1  LUCRO (RESULTADO POSITIVO)

RECEITA > CUSTOS + DESPESAS

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 13

 SITUAÇÃO 2  PREJUÍZO (RESULTADO NEGATIVO)

RECEITA < CUSTOS + DESPESAS

 SITUAÇÃO 3  RESULTADO NULO

RECEITA = CUSTOS + DESPESAS

III – ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS

3.1 – INTRODUÇÃO
Uma entidade seja ela pessoa jurídica, com ou sem fins lucrativos, seja ela pessoa física,
precisa satisfazer necessidades de ordem econômico-financeira, como compra à vista ou a prazo de
mercadorias para revenda, compra de máquinas ou equipamentos para uso da entidade, aplicação
financeira, obtenção de empréstimo, etc. Em resumo, satisfazer necessidades econômico-financeiras
de uma entidade é toda e qualquer destinação ou aplicação dos recursos disponíveis para serem
utilizados pela entidade. Porém, a grande questão que precisa ser respondida é: De onde virão os
recursos para a satisfação dessas necessidades ?
Você pode visualizar as origens e as aplicações de recursos no Balanço Patrimonial. O lado
do Passivo mostra de onde a empresa obteve os recursos; O lado do Ativo mostra onde ela aplicou
os referidos recursos. Logo:

 PASSIVO = ORIGENS DOS RECURSOS.

Os recursos totais que estão à disposição da empresa podem originar-se de duas fontes:

a. Capitais de Terceiros: Também conhecido como capital externo, capital alheio ou recurso de
terceiros. Correspondem às obrigações que a empresa utiliza no seu giro normal. Estes recursos
são oriundos de duas fontes:
 DÉBITO DE FUNCIONAMENTO – Obrigações que surgem em decorrência da gestão
normal da empresa.
Ex.: Compras a Prazo; Impostos a Recolher; Salários a Pagar, etc.

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 14

 DÉBITO DE FINANCIAMENTO – Recursos que a empresa obtém junto a terceiros em


forma de empréstimo.
Ex.:Empréstimos Obtidos; Descontos de Duplicatas; Debêntures; Leasing, etc.

b. Capitais Próprios: Também conhecido como Capital Interno e Recursos Próprios. Também
podem provir de duas fontes:

 PROPRIETÁRIOS OU SÓCIOS – Parcela do capital que foi investida na empresa pelo


titular ou pelos sócios/acionistas. Este recurso representa uma fonte de recursos do capital
próprio de origem externa.

 GIRO NORMAL – Acréscimos ocorridos no PL em decorrência da gestão normal da empresa.


Esses acréscimos são obtidos pelos lucros (lucros acumulados e reservas).

 ATIVO – APLICAÇÕES DOS RECURSOS.

Este lado do gráfico (Balanço Patrimonial) mostra onde a empresa aplicou os recursos que têm a
sua disposição. Vejamos:

BALANÇO PATRIMONIAL

APLICAÇÕES DE RECURSOS ORIGENS DE RECURSOS

ATIVO PASSIVO

BENS OBRIGAÇÕES: Capitais de Terceiros

DIREITOS PATRIMÔNIO LÍQUIDO:Capitais Próprios

TOTAL DO ATIVO TOTAL DO PASSIVO

OBS.: A soma dos capitais de terceiros (obrigações) com os Capitais Próprios (Patrimônio Líquido)
representará o Capital Total à disposição da empresa ou Patrimônio Bruto (total do Passivo).

3.2 - FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO


Para se constituir uma empresa é preciso que se tenha, inicialmente, um capital. Quando a
empresa está sendo constituída, a palavra CAPITAL é usada para representar o conjunto de
elementos que o proprietário da empresa possui para iniciar suas atividades. Por exemplo:

Márcia vai abrir um negócio para explorar o ramo de roupas. Ela possui, para esse fim,
R$ 6.000,00 em dinheiro. Logo, esses R$ 6.000,00 em dinheiro constituem o seu Capital Inicial.
O Capital Inicial pode ser composto por:
* Dinheiro
* Móveis
* Veículos
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 15

* Promissórias a Receber etc.


Este capital também é conhecido por:
* Capital Nominal: é o valor constante dos atos constitutivos do capital da empresa
* Capital subscrito: é o montante de recursos que os sócios subscreveram,
comprometendo-se a entregar.
* Capital Social: é o mesmo que Capital Nominal.
* Capital Realizado: é o capital subscrito diminuído da parcela ainda a Integralizar.
* Capital a Integralizar: é o capital ainda não realizado ou a realizar.
* Capital Autorizado: é o limite máximo que o capital poderá atingir, sem que haja
alteração do estatuto.
* Capital Próprio: é igual ao patrimônio líquido ou situação líquida. São os valores não
exigíveis.
 Capital Total a Disposição da empresa (Cte): Em acepção mais ampla, podemos
conceituar o Capital como o conjunto dos valores disponíveis pela empresa em dado
momento. Por exemplo, considere-se o Cte o somatório dos recursos de terceiros
com os recursos próprios, ou seja: Cte = PE + PL.

EXEMPLO DE FORMAÇÃO DO PATRIMÔNIO E SUAS VARIAÇÕES


1- Antônio constitui uma empresa para explorar o comércio de tintas, com um Capital Inicial, em
dinheiro de R$ 5.000,00. (Contas: Caixa / Capital Inicial

BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO PASSIVO
Caixa 5.000,00 Passivo Exigível

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Capital Inicial 5.000,00


Total 5.000,00 Total 5.000,00

2-Em seguida surgem as aplicações desse Capital na compra de bens:


a)compra de móveis e utensílios vista: R$ 500,00; (Móveis e Utensílios)
b)compra de um automóvel à vista: R$ 3.000,00. (Veículos)
Com essas compras vejam como ficou o nosso Patrimônio:

BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO PASSIVO
Caixa 1.500,00 Passivo Exigível
Móv.e Utensílios 500,00
Veículos 3.000,00 PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Capital Inicial 5.000,00
Total 5.000,00 Total 5.000,00

Note que, embora tenha havido movimentação no Patrimônio, o seu valor total não alterou.
Apenas houve troca de valores no Ativo. O Caixa diminuiu de R$3.500,00, mas esse valor apareceu
novamente em Móveis e Utensílios e Veículos. No lado do Passivo não houve alteração, o
Patrimônio líquido permanece. Por isso, repete-se, no lado do Passivo, a conta Capital.

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 16

3-Sentindo necessidade de adquirir outros bens para se expandir, e sendo o seu Capital insuficiente,
a empresa compra a prazo:

a)Mercadorias para revenda, com aceite de Duplicatas no valor de R$200,00. (Estoque de


Mercadorias / Duplicatas a Pagar)
Após essa operação veja como ficou representado o nosso Patrimônio:

BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO PASSIVO
Caixa 1.500,00 Passivo Exigível
Móveis e Utensílios 500,00 Duplicatas a Pagar 200,00
Veículos 3.000,00
Estoque de Mercadorias 200,00 PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Capital 5.000,00

Total 5.200,00 Total 5.200,00


Nesse caso, tanto o Ativo quanto o Passivo serão aumentados. O Ativo pela entrada de
mercadorias e o Passivo, pela obrigação contraída através do aceite de duplicatas.

NOTA: Quando a empresa compra a prazo, ela passa trabalhar com Capital de outras pessoas. Cria
assim, obrigações para com terceiros, devendo pagar no futuro, previamente acordado no contrato.

4-Suponhamos, agora, que a empresa de Antônio efetue o pagamento, em dinheiro, de uma


duplicata, no valor de R$100,00.

Veja como ficou agora o nosso patrimônio após essa operação:

BALANÇO PATRIMONIAL
ATIVO PASSIVO
Caixa 1.400,00 Passivo Exigível
Móveis e Utensílios 500,00 Duplicatas a Pagar 100,00
Veículos 3.000,00
Estoque de Mercadorias 200,00 PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Capital 5.000,00

Total 5.100,00 Total 5.100,00

O pagamento da duplicata acarretou uma diminuição no ativo (caixa de R$100,00) e uma


diminuição no passivo, pela extinção de parte das obrigações em R$100,00 contraídas através de
duplicatas.

3.3 - REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DO PATRIMÔNIO:


A) A seguir serão apresentadas, cronologicamente, as transações da Empresa Comercial Ceará S/A:

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 17

03/01 – Investimento inicial de capital, em dinheiro, no valor de $8.000; (Caixa / Capital Inicial)
05/01 – Compra de um terreno, em dinheiro, no valor de $3.000, a fim de construir a sede da
empresa; (Terrenos / Caixa)
10/01 – Compra de mercadorias para comercialização no valor de $2.000, sendo metade à vista e o
restante a prazo; (Estoque de Mercadorias / Caixa / Duplicatas a Pagar)
15/01 – Compra a prazo, de móveis e utensílios, no valor de $800; (Móveis e Utensílios / Contas a
Pagar)
20/01 – A empresa pagou, $300 pela compra efetuada em 10/01. (Caixa / Duplicatas a Pagar)

Pede-se: Elabore um balanço após cada transação.

03/01 05/01

10/01 15/01

20/01

B) A Cia. Solimões é constituída e realiza as transações abaixo indicadas:

1. Em reunião realizada com essa finalidade, cinco pessoas decidem fundar uma empresa,
denominada “Cia.Solimões”, que se dedicará à comercialização de móveis para escritório. Ela
foi constituída com o capital inicial de $10.000,00 (cada acionista – sócio – entregou $2.000.00),
oportunidade em que foi aberta uma conta no Banco do Sul S/A e depositado esse valor. (Capital
Social / Bancos C/ Movimento)

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 18

2. Aquisição da Ind. Jota de Móveis de diversos móveis para comercialização, no total de


$5.000.000, sendo $3.000.000 pagos em cheque e $2.000.000 para pagamento no prazo de 60
dias. (Estoque de Mercadorias / Bancos C/ Movimento / Duplicatas a Pagar)

3. Aquisição de um veículo da Cia. Veloz de Veículos, para entrega de mercadorias, no


valor de $2.000.000, sendo 50% à vista (pagamento através de cheque) e 50% a prazo. (Veículos
/ Bancos C/ Movimento / Títulos a Pagar)

4. A empresa emitiu um cheque de $200.000, valor esse a ser mantido em caixa, para o
pagamento de pequenas contas. (Bancos C/ Movimento / Caixa)

5. Aquisição de um terreno onde deverá ser futuramente construído o edifício que abrigará a
loja e o escritório da empresa. O preço combinado foi de $7.000.000, tendo sido entregue um
cheque de $3.000.000 no ato e emitidas duas notas promissórias de $2.000.000 cada, uma com
vencimento no prazo de 90 dias e a outra no prazo de 180 dias. (Terrenos / Bancos C/
Movimento / Promissórias a Pagar)

6. Liquidação da dívida contraída com a aquisição de veículo, mediante a entrega de cheque


no valor de $1.000.000. (Títulos a Pagar / Bancos C/ Movimento)
Pede-se: Demonstrar a situação patrimonial da Cia. Solimões após cada transação através de um
balanço patrimonial conciso.
01. 02.

03. 04.

05. 06.

05.

05 06

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO DA MATÉRIA

1. Marque com “T” para bens tangíveis, “I” para os intangíveis, “D” para os direitos e “O” para as
obrigações.

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 19

( ) Veículos de serviços ( ) Duplicatas a pagar ( ) Mercadorias


( ) Duplicatas a receber ( ) Empréstimos bancários ( ) Impostos a recolher
( ) Salários a pagar ( ) Marcas e Patentes ( ) Clientes

2. Com base nos dados abaixo, determine o valor dos bens, dos direitos e das obrigações.

1-Duplicatas a pagar $55.000 6-Dinheiro em caixa $10.000


2-Impostos a pagar $15.000 7-Automóveis para uso $40.000
3-Mercadorias para vender $50.000 8-Adiantamentos a empregados $80.000
4-Móveis de uso $30.000 9-Empréstimos bancários $15.000
5-Duplicatas a receber $60.000 10-Contas a pagar $85.000

Bens 
Direitos 
Obrigações 
3. Na listagem abaixo apresentada, há bens, direitos e obrigações. Assinale o único bem
constante da listagem.
a) ( ) Duplicatas a receber b) ( ) Duplicatas a pagar
c) ( ) Veículos d) ( ) Notas promissórias a pagar

4. O título de crédito que tem por origem uma transação de compra e venda mercantil intitula-
se:
a) ( ) Fatura b) ( ) Nota fiscal
c) ( ) Nota promissória d) ( ) Duplicata

5. Se uma empresa emitir nota promissória contra qualquer pessoa, o valor correspondente será
registrado na contabilidade como:

a) ( ) Bem intangível b) ( ) Obrigação a pagar


c) ( ) Direito a receber d) ( ) Bem tangível

6. Associe os números
1. Lado esquerdo do balanço Capital de Terceiros
2. Lado direito do balanço Bens, direitos e obrigações.
3. Passivo exigível Passivo R$ 296.421.628
4. Aplicações dos proprietários Ativo
5. Patrimônio Líquido Capital Próprio
6. Equação contábil Aplicação de recursos
7. Ativo PL = Ativo – Passivo
8. Ativo R$ 296.421.628 Capital Social
9. Patrimônio Passivo + PL

7. Dados os elementos patrimoniais abaixo, colocar:


(A) se for aplicação de recursos
(B) se for origem/fonte de recursos de terceiros
(FP) se for origem/fonte de recursos próprios
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 20

( ) Ações de outras empresas ( ) Mercadorias em estoque


( ) Capital social ( ) Impostos a pagar
( ) Aplicações financeiras ( ) Reservas
( ) Adiantamento de fornecedores ( ) Empréstimos bancários
( ) Máquinas e Equipamentos ( ) Contas a receber

8. Com base nos dados abaixo, responda:

Duplicatas a pagar $ 39.000 Imóveis $ 100.000


Móveis e utensílios $ 5.000 Salários a pagar $ 28.000
Impostos a pagar $ 40.000 Empréstimos a pagar $ 6.000
Contas a receber $ 8.000 Caixa $ 5.000
Estoques $ 50.000 Contas a Pagar $ 30.000

A) Qual o valor do ativo, passivo e patrimônio líquido?


B) Qual o valor do capital de terceiros?
C) Qual o valor do capital próprio?
D) Qual a configuração do estado patrimonial?

9. Com base nos dados do Balanço Patrimonial da empresa Gávea Indústria e Comércio abaixo,
responda dos itens 01, 02, 03, 04, 05 e 06:

ATIVO PASSIVO EXIGÍVEL E PL


Caixa 10.000 Fornecedores a pagar 200.000
Duplicatas a receber 40.000 Empréstimos a pagar 40.000
Estoques 50.000 Salários a pagar 60.000
Máquinas 100.000
Terrenos 200.000 Patrimônio Líquido
Títulos a receber 100.000 Capital Social 200.000
TOTAL DO ATIVO 500.000 TOTAL DO PASSIVO 500.000

1) Total das origens: 2) O Valor do capital de terceiros:


a) 200.000 a) 200.000
b) 240.000 b) 260.000
c) 300.000 c) 300.000
d) 500.000 d) 500.000
3) Valor do capital próprio: 4) Total de direitos:
E) 100.000 a) 140.000
F) 200.000 b) 200.000
G) 240.000 c) 240.000
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 21

H) 500.000 d) 300.000

5) Total de bens: 6) O valor do patrimônio líquido é:


a) 300.000 a) 200.000
b) 360.000 b) 300.000
c) 380.000 c) 400.000
d) 500.000 d) 500.000

10. Marque a alternativa correta, com base nos dados abaixo:

Aplicações Origens
Bens R$10.000,00 Obrigações R$15.000,00
Direitos R$30.000,00 Patrimônio Líquido R$25.000,00

a) O capital social é de R$20.000,00


b) Os capitais próprios totalizam R$40.000,00
c) Os capitais de terceiros somam R$30.000,00
d) O capital total à disposição da empresa soma R$40.000,00

11. Considerando os valores seguintes, marque a opção correta:

Mercadorias 19.000 Caixa 15.000


Salários a pagar 11.000 Aplicações financeiras 10.000
Móveis e utensílios 20.000 Duplicatas a pagar 40.000
Encargos sociais a recolher 3.000 Empréstimos bancários 22.000

a) O capital de terceiros é igual a $64.000


b) O passivo a descoberto vale $7.000
c) A situação líquida é deficitária
d) O capital total à disposição da empresa vale $76.000

12. A empresa terá patrimônio líquido positivo quando:

a) O ativo tiver valor inferior ao do passivo


b) O ativo tiver valor igual ao do passivo
c) O passivo tiver valor maior do que o ativo
d) O ativo tiver valor maior do que o passivo

13. José inicia suas atividades comerciais com um capital de R$8.000,00 dinheiro:

2-Compras à vista em dinheiro:


a)móveis e utensílios R$300,00
b)um automóvel R$2.500,00
c)mercadorias R$400,00

3-Compra de mercadorias, a prazo, mediante aceite de duplicatas, no valor de R$300,00:

4-Compra a prazo de uma casa no valor de R$10,000,00, mediante emissão de notas promissórias:

5-Venda de mercadorias:
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 22

a) à vista: R$100,00
b)a prazo, mediante aceite de duplicatas:R$100,00

6-Pagamento de uma duplicata, em dinheiro, no valor de R$150,00:

7-Recebimento de uma duplicata em dinheiro no valor de R$50,00:

8-Compra de mercadorias:
a)à vista e em dinheiro:R$50,00
b)a prazo, com aceite de duplicatas:R$200,00

9-Abriu uma conta bancária com a metade do saldo remanescente do caixa:

10-efetuou um empréstimo no banco onde mantém conta no valor de R$1.000,00:

Considerando os fatos acima, demonstre a situação patrimonial a cada operação, sabendo-se que o
custo das vendas (saída dos estoques de mercadorias) totalizaram 50% do valor total das vendas.

IV – ATOS E FATOS ADMINISTRATIVOS


As transações que a empresa pratica no seu dia-a-dia denominam-se Atos e Fatos
Administrativos.

 ATOS ADMINISTRATIVOS: São os acontecimentos que ocorrem nas empresas e que não
provocam alterações nos elementos patrimoniais.
Por não provocarem mudanças no Patrimônio, eles não precisam ser contabilizados. Entretanto,
existem alguns Atos considerados relevantes e cujos efeitos possam se traduzir em modificações
futuras no Patrimônio da empresa, podendo ser contabilizados através das Contas de
Compensação.

Exemplos de Atos:
Admissão de empregados; demissão de empregados; subscrição de capital; assinatura de
contratos de fornecimento.

Exemplos de alguns Atos relevantes:


Remessa de bens a terceiros para industrialização, conserto ou como empréstimo;
Recebimento de bens de terceiros para industrialização, conserto ou como empréstimo;
Fiança em favor de terceiros;
Avais em favor de terceiros;
Remessa de títulos para cobrança bancária (borderô);
Assinatura de Contratos de Seguros;
Entrega de bens móveis ou imóveis a terceiros como garantia de dívida própria ou de
terceiros (penhor/hipoteca);
Recebimento de bens móveis ou imóveis de terceiros como garantia de dívidas
(penhor/hipoteca);
Assinatura de contratos de compra e venda junto a fornecedores e clientes.

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 23

 FATOS ADMINISTRATIVOS: São os Fatos que provocam modificações nos elementos do


Patrimônio ou do Resultado, sendo, portanto, objeto de contabilização através de Contas
Patrimoniais e de Resultado, podendo ou não alterar o Patrimônio Líquido.

- Classificação:
Os Fatos Administrativos podem ser classificados em três grupos:

Permutativos
Fatos Modificativos
Mistos

a) FATO PERMUTATIVO, QUALIFICATIVO OU COMPENSATIVO: Representam


permutas (trocas) entre os elementos do Ativo, Passivo e entre ambos simultaneamente, sem
alterar ou provocar mudanças no Patrimônio Líquido (PL) ou Situação Líquida (SL).

1. Fato Permutativo Ativo: Envolvem apenas os elementos (Contas) do Ativo (bens x direitos).
Os mais comuns são:
 Compras ou vendas à vista;
 Transferência de Contas do Ativo Realizável para o Ativo Circulante;
 Depósito em contas correntes;
 Retiradas de contas correntes para reforço de caixa;
 Recebimentos de direitos (duplicatas, etc.)

2. Fato Permutativo Passivo: Envolvem apenas elementos (Contas) do Passivo (obrigações). Os


mais comuns são:
 Retenções efetuadas sobre os salários dos empregados na folha de pagamento;
 Transferência de contas do Passivo exigível para o Passivo circulante;
3. Fato Permutativo Ativo/Passivo acarretando aumento no Patrimônio Bruto: Envolvem
Contas do Ativo e do Passivo ao mesmo tempo, acarretando aumento no Patrimônio Bruto sem
interferir no Patrimônio Líquido. Os mais comuns são:
 Compras a Prazo;
 Obtenção de empréstimo Bancário.
OBS.: Os Fatos Permutativos envolvem apenas ‘’Contas Patrimoniais.’’
4. Fato Permutativo Ativo/Passivo, acarretando diminuição no Patrimônio Bruto: Envolvem
Contas do Ativo e Passivo ao mesmo tempo, acarretando diminuição no patrimônio bruto, sem
interferir no Patrimônio Líquido. Os mais comuns são:
 Pagamento de obrigações com fornecedores (Duplicatas.; Notas Promissórias.; etc.);
 Pagamento de empréstimo bancário (débito em C/C; Notas Promissórias; etc.).

Exemplo:
1) Compra de uma máquina à vista, por R$ 10.000,00;
Variação - deixa de existir o dinheiro (diminuição do Ativo), compensando pela aquisição da
máquina (aumento do Ativo). Não há alteração do PL/SL.

PATRIMÔNIO ANTES DO FATO PATRIMÔNIO DEPOIS DO FATO


ATIVO PASSIVO ATIVO PASSIVO

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 24

Caixa....................15.000 Dup.a Pagar..10.000 Caixa....................5.000 Dup.a Pagar..10.000


Bancos.................10.000 Bancos.................10.000
Móveis................15.000 PL................30.000 Móveis................15.000 PL.................30.000
Máquinas.............10.000

TOTAL..............40.000 TOTAL.........40.000 TOTAL..............40.000 TOTAL.........40.000


2) Compra de um veículo financiado em 24 meses, com aceite de Notas Promissórias, no valor de
R$ 20.000,00;
Variação:

PATRIMÔNIO ANTES DO FATO PATRIMÔNIO DEPOIS DO FATO


ATIVO PASSIVO ATIVO PASSIVO
Caixa....................15.000 Dup.a Pagar..10.000 Caixa....................5.000 Dup.a Pagar....10.000
Prom a Pagar..
Bancos.................10.000 Bancos.................10.000
Móveis................15.000 PL................30.000 Móveis................15.000
PL.................30.000
Máquinas.............10.000
Veículos..............

TOTAL..............40.000 TOTAL.........40.000 TOTAL.............. TOTAL.........

b) FATO MODIFICATIVO OU QUANTITATIVO: São aqueles que provocam variações


(modificações) para mais ou para menos no Patrimônio Líquido, em função das Contas de
Resultado (Despesas e Receitas).
1. Fatos Modificativos Aumentativos: Envolvem apenas uma conta patrimonial e uma ou mais
contas de Receitas. Exemplos:
 Recebimento de Receita de Serviços;
 Recebimento de Receitas;
 Recebimento de Aluguéis;
 Recebimento de Juros;
 Recebimento de Ágio.
2. Fatos Modificativos Diminutivos: Envolvem apenas uma conta patrimonial e uma ou mais
contas de Despesas. Exemplos:
 Pagamento de Serviços prestados utilizados;
 Pagamento de Despesas;
 Pagamento de Aluguéis;
 Pagamento de Juros;
 Pagamento de Salários.

OBS.: Os Fatos Modificativos envolvem Contas Patrimoniais e Contas de Resultado ao


mesmo tempo.

c) FATO MISTO: Envolvem um Fato Permutativo e um Fato Modificativo ao mesmo tempo.


PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 25

1. Fatos Mistos Aumentativos: Envolvem duas ou mais Contas Patrimoniais e uma ou mais
contas de Receitas. (Envolvem um Fato Permutativo e um Fato Modificativo aumentativo).
Exemplo:
 Recebimento de Duplicatas com juros;
 Pagamento de duplicatas com desconto;
 Venda de Mercadorias com lucro.

2. Fatos Mistos Diminutivos: Envolvem duas ou mais Contas Patrimoniais e uma ou mais Contas
de Despesas. (Envolvem um Fato Permutativo e um Fato Modificativo Diminutivo). Exemplo:
 Pagamento de duplicatas com juros;
 Recebimento de duplicatas com descontos;
 Venda de mercadorias com prejuízos.

Exemplo:

1) Venda de 50% do estoque de mercadorias, à vista, por R$ 1.000,00, obtendo um lucro de R$


500,00;
Variação: o Ativo diminui de R$ 500 em função da venda (saída do estoque) e aumenta de R$
1.000 no caixa em função da venda à vista, modificando o PL para mais R$ 500 resultado do
lucro obtido pelas vendas (Lucro = 1.000 – 500 = 500).

PATRIMÔNIO ANTES DO FATO PATRIMÔNIO DEPOIS DO FATO


ATIVO PASSIVO ATIVO PASSIVO
Caixa....................15.000 Dup.a Pagar..11.000 Caixa.................... Dup.a Pagar..11.000
Bancos.................10.000 Bancos.................10.000
Móveis................15.000 PL Móveis................15.000 PL
Capital..........20.000 Capital..........20.000
Mercadorias..........1.000 Mercadorias.............
Lucros...........10.000 Lucros ..........

TOTAL..............41.000 TOTAL.........41.000 TOTAL..............41.500 TOTAL.........41.500

2) Venda de 50% do estoque de mercadorias, à vista, por R$ 500,00, obtendo um lucro de R$


250,00;

Variação:

PATRIMÔNIO ANTES DO FATO PATRIMÔNIO DEPOIS DO FATO


ATIVO PASSIVO ATIVO PASSIVO

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 26

Caixa....................16.000 Dup.a Pagar..11.000 Caixa.................... Dup.a Pagar..11.000


Bancos.................10.000 Bancos.................10.000
Móveis................15.000 PL Móveis................15.000 PL
Capital..........20.000 Capital..........20.000
Mercadorias.......... ..500 Mercadorias.............
Lucros...........10.500 Lucros...........10.

TOTAL..............41.500 TOTAL.........41.500 TOTAL.............. TOTAL.........

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO DA MATÉRIA


1 - Indique as variações marcando com um "X" nas colunas correspondentes e classifique o fato
administrativo ocorrido:
TABELA EXEMPLIFICATIVA DE FATOS CONTÁBEIS
FATOS A A PE PE PL PL CLASSIFICAÇÃO
1-COMPRA DE UM BEM À VISTA
2-COMPRA DE UM BEM A PRAZO
3-PAGAMENTO DE UMA DÍVIDA
4-VENDAS DE MERCADORIAS
OU SERVIÇOS
5-CONSUMO DE UM BEM OU UM
SERVIÇO À VISTA
6-PAGAMENTO DE DÍVIDA COM
DESCONTO
7-PAGAMENTO DE UMA DÍVIDA
COM JUROS
8-VENDA DE MERCADORIAS,
COM LUCRO
9-RECEBIMENTO DE UMA
DUPLICA, COM DESCONTO
10-PAGAMENTO DE UMA
DUPLICATA COM DESCONTO
11-VENDA DE MERCADORIAS,
COM PREJUÍZOS
12-RECEBEU DUPLICATAS, COM
DESCONTO

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 27

I - Faça o que se pede:


1) A Empresa Comercial DEX Ltda., iniciou suas atividades em 2 de janeiro de 2006.
a) Demonstrar o Patrimônio da Empresa, após cada uma das operações;
b) Identificar a Equação Patrimonial;
c) Identificar a Situação Líquida; e
d) Registrar o Fato Contábil que representa.

02/01 - Integralização do Capital Social, em dinheiro , R$ 2.000,00; (Caixa / Capital Social)


05/01 - Comprou mercadorias para revenda, pagando R$ 400,00 à vista; (Estoque de Mercadorias /
Caixa)
07/01 - Comprou mercadorias a prazo, com aceite de duplicatas, por R$ 200,00; (Estoque de
Mercadorias / Duplicatas a Pagar)
13/01 - Comprou mercadorias, sendo 50% a prazo e 50% à vista, houve no ato da compra, aceite de
uma duplicata, valor das compras, R$ 500,00; (Estoque de Mercadorias / Caixa / Duplicatas a
Pagar)
15/01 - Vendeu à vista mercadorias no valor de R$ 1.000,00. Valor das mercadorias adquiridas para
venda foi de R$ 200,00; (Estoque de Mercadorias / Caixa / Lucro Bruto)
23/01 - Pagou a conta de luz referente ao consumo do mês, R$ 100,00; (Caixa / Lucro Bruto (-))
27/01 - Comprou Móveis e Utensílios, à vista, no valor de R$ 200,00; (Móveis e Utensílios / Caixa)
31/01 - Pagou parte da dívida assumida no dia 07/01, no valor de R$ 50. (Caixa / Duplicatas a
Pagar)

UNIDADE V - AS CONTAS
5.1 CONCEITOS

‘’É o nome técnico que identifica um componente patrimonial (bens, direitos, obrigações e
Patrimônio Líquido) ou um componente de Resultado (Despesas e Receitas)’’.
RIBEIRO, Osni Moura – Saraiva.

‘’É uma palavra ou grupo de palavras que dá idéia do tipo de bem direito, obrigação,
patrimônio líquido, despesa ou receita que ela representa’’.
MUSSOLINE, Orrú – Scipione.

‘’É um instrumento utilizado pela técnica contábil para representar movimentação dos fatos
contábeis. Cada conta consiste num nome que representa a natureza do fato contábil, ou seja, a
denominação do bem, do direito, da obrigação, da despesa e da receita.
R. Benedetti - Scipione

OBS.: É o instrumento mais importante da contabilidade para realizar os registros dos fatos
contábeis de acordo com o método das partidas dobradas.

TEORIA DAS CONTAS

TEORIAS SIGNIFICADO CLASSIFICAÇÃO CONTAS

Vincula as contas a “pessoas” AGENTES CONSIGNATÁRIOS Bens

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 28

responsáveis pelos fatos.


PERSONALISTA AGENTES CORRESPONDENTE Direitos e Obrig. Exig.

PROPRIETÁRIO Patrimônio Líquido

As contas são apreciadas no INTEGRAIS Ativo e Passivo


sentido econômico ou
MATERIALISTA
impessoal.
DIFERENCIAIS Patrimônio Líquido

Aprecia as contas no sentido PATRIMONIAIS Ativo, Passivo, PL


de objeto e controle.
PATRIMONIALISTA RESULTADO Receitas e Despesas

5.2 CLASSIFICAÇÃO DAS CONTAS PATRIMONIALISTA

Quanto a Lei das Sociedades por Ações - Lei nº 6.404/76 as contas, segundo a teoria
patrimonialista, são classificadas em dois grupos:

Patrimoniais
CONTAS
De Resultado

A. CONTAS PATRIMONIAIS OU INTEGRAIS São aquelas que representam os elementos


do patrimônio. Dividem-se em ATIVAS e PASSIVAS:

 CONTAS PATRIMONIAIS ATIVAS – São contas que representam os elementos


positivos do patrimônio (os Bens e os Direitos).

 CONTAS PATRIMONIAIS PASSIVAS – São contas que representam os elementos


negativos do patrimônio (as obrigações) e os elementos do capital próprio (Patrimônio Líquido).

B. CONTAS DE RESULTADO OU DIFERENCIAIS  São aquelas que representam as


variações patrimoniais. Dividem-se em DESPESAS e RECEITAS.

 CONTAS DE DESPESAS - Caracterizam-se pelo consumo de Bens e pela utilização de


serviços necessários às atividades operacionais, objetivando a obtenção de receitas.

 CONTAS DE RECEITAS – Caracterizam-se pelas vendas de bens ou pelas prestações de


serviços objetivando a obtenção de lucros.

Na empresa, há mais Despesas do que Receitas. Vejamos alguns exemplos:

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 29

 DESPESAS:
- Água e Esgoto; - Impostos e Taxas;
- Aluguéis Passivos; - Materiais de Expediente;
- Café e Lanche; - Juros Passivos;
- Cont. Previdenciária; - Luz e Telefone;
- Descontos Concedidos; - Materiais de Limpeza e Higiene;
- Descontos Incondicionais Concedidos; - Salários/Ordenados;
- Despesas Bancárias; - Prêmio de Seguro;
- Fretes e Carretos; - Despesas Eventuais.
 RECEITAS:
- Aluguéis Ativos; - Vendas de Mercadorias;
- Descontos obtidos; - Receitas de Serviços;
- Descontos Incondicionais obtidos; - Receitas Eventuais.
- Juros Ativos;

OBS.: Existem contas que podem figurar tanto como Despesas como nas Receitas. É o caso de
Aluguéis, Juros e Descontos. Como diferenciá-las? A diferença está nos Adjetivos empregados nas
mesmas. Vejamos os exemplos:

Passivos, Pagos ou Despesas de Aluguéis representam ‘’Despesas”.


Aluguéis
Ativos, Recebidos ou Receitas de Aluguéis representam ‘’Receitas’’.

Passivos, Pagos ou Despesas de Juros representam ‘’Despesas”.


Juros
Ativos, Recebidos ou Receitas de Juros representam ‘’Receitas’’.

Concedidos representam Despesas


Descontos
Obtidos representam Receitas.

5.3 NOÇÕES DE DÉBITO E CRÉDITO

Em contabilidade, os termos débito e crédito são convenções contábeis. Não significam algo
favorável ou desfavorável. Os leigos em contabilidade costumam associar esses termos – débito e
crédito – a valores a receber ou a pagar e até a significados de coisas boas e ruins no patrimônio da
empresa.
Em verdade, débito e crédito são simplesmente convenções contábeis, com uma função
específica em cada conta, como veremos a seguir.
A diferença entre o total de débitos e o total de créditos feitos em uma conta, em determinado
período, é denominada saldo. Se o valor dos débitos for superior ao valor dos créditos, a
conta terá um saldo devedor. Se acontecer o contrário, a conta terá um saldo
credor.
 MOVIMENTAÇÕES A DÉBITO E A CRÉDITO DAS CONTAS
Titulo da Conta Titulo da Conta
Débito Crédito Débito Crédito

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


Lado
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR Lado Lado Lado
esquerdo direito esquerdo direito
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 30

Como já foi visto, as operações provocam aumentos e diminuições do Ativo, do Passivo de


do Patrimônio Líquido.
As contas possuem dois lados – esquerdo e direito -, assim, os aumentos podem ser
registrados de um lado e as diminuições de outro. A natureza da conta é que irá determinar o lado
a ser utilizado para os aumentos e o lado para as diminuições, como pode ser visto a seguir.

A- CONTAS DO ATIVO

Os elementos do Ativo ficam do lado esquerdo do Balanço. Por isso, todas as contas do Ativo
(Bens e Direitos) sempre devem apresentar saldos devedores, isto é, no lado esquerdo.
Deve-se observar que uma empresa possui ou não possui bens e direitos. Não existem bens
negativos e tampouco direitos negativos; portanto as contas do Ativo possuem saldo devedor ou
nulo. Para que uma conta do Ativo (Bens e Direitos) tenha saldo devedor, é necessário que as
variações (aumentos e diminuições) nela ocorridas sejam registrados da seguinte forma:

Qualquer Conta do Ativo

Débito Crédito
$ $
Aumentos Diminuições

B- CONTAS DO PASSIVO E DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Do Passivo: As contas do Passivo aparecem sempre no lado direito do Balanço, por isso ocorre,
com elas, o inverso do que acontece com o Ativo. Com efeito, os aumentos e as diminuições do
Passivo (obrigações) devem ser registrados da seguinte forma:

Qualquer Conta do Passivo

Débito Crédito
$ $
Diminuições Aumentos

Do Patrimônio Líquido: O PL também fica do lado direito do Balanço, e o critério é o mesmo


do Passivo. O funcionamento do sistema de débito e crédito será idêntico ao do Passivo, ou seja:

Qualquer Conta do Patrimônio Líquido

Débito Crédito
$ $
Diminuições Aumentos

O Patrimônio Líquido poderá ser negativo (saldo devedor); quando isso ocorrer, ele
permanecerá do lado direito do Balanço, juntamente com o Passivo, subtraindo do seu total.

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 31

Com efeito, qualquer aumento no Patrimônio Líquido será regido por Crédito, e qualquer
diminuição, por débito. VIDE QUADRO ACIMA.

C- CONTAS DE RESULTADO

DESPESAS RECEITAS

- Operacionais (-) - Operacionais (+)


- Não–Operacionais (-) - Não-Operacionais (-)

Contas de Natureza Contas de Natureza


Devedora Credora

Após a observação e a memorização dos gráficos, podemos afirmar que o aumento que
ocorreu nas contas do Ativo e nas Contas de Despesas serão registradas por meio de débitos
lançados nas respectivas contas, enquanto as diminuições serão registradas por meio de créditos.
Por outro lado, os aumentos nas contas do Passivo e nas contas de Receitas serão registrados
por meio de crédito lançados nas respectivas contas, enquanto as diminuições serão registradas por
meio de débitos lançados nas respectivas contas.

 ATIVO E DESPESAS  Aumentam através do Débito e diminuem através do Crédito.


 PASSIVO E RECEITAS Aumentam através do Crédito e diminuem através do Débito.

 RESUMO DO MECANISMO DE DÉBITO E CRÉDITO


Em suma, considerando o mecanismo acima, podemos concluir que:

Efetua-se um lançamento a
Contas Débito Crédito
de para para
Ativo Aumentar Diminuir
Passivo Diminuir Aumentar
Patrimônio Líquido Diminuir Aumentar
Despesas Aumentar Estorno/Encerramento
Receitas Estorno/Encerramento Aumentar

REGRAS GERAIS:
 Todo aumento de Ativo (lança-se no lado esquerdo do razonete): debita-se.
 Toda diminuição de Ativo (lança-se no lado direito do razonete): credita-se.
 Todo aumento de Passivo e PL (lança-se no lado direito do razonete): credita-se.
 Toda diminuição de Passivo e PL (lança-se no lado esquerdo do razonete): debita-se.
 Todo ocorrência de Despesa (Lança-se no lado esquerdo do razonete): debita-se
 Toda ocorrência de Receita (Lança-se no lado direito do razonete): credita-se
 Toda diminuição de Despesa e Receita, efetua-se o lançamento contrário quando da
ocorrência, ou seja, credita-se para Despesa e debita-se para Receita.
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 32

ATIVO PASSIVO e PL
+ + (- (- + +
+ Aumenta Diminui Diminui Aumenta +
+ +
+ +
+ +
+ CRÉDITO +
DÉBIT

5.4 REPRESENTAÇÃO GRÁFICA DAS CONTAS

As contas serão representadas em seus lançamentos a Débito e a Crédito através dos


Razonetes, destinados individualmente para cada conta existente na Contabilidade.
É um gráfico em forma de ‘’T’’, onde do lado esquerdo registram-se os movimentos a
DÉBITO e do lado direito registram-se os movimentos a CRÉDITO. Após os lançamentos, pode-se
apurar o Saldo, que é a diferença do total lançado a Débito com o total lançado a Crédito, com o
resultado permanecendo abaixo do maior valor total.

Exemplos:

CAIXA ESTOQUE DE MERCADORIAS


DÉBITO CRÉDITO DÉBITO CRÉDITO
100.000, 50.000, 40.000, 5.000,
40.000, 10.000, 20.000, 12.000,
60.000, 5.000, 15.000, 8.000,
__ 1.000, 75.000, 25.000,

200.000, 66.000, S. 50.000,

S. 134.000,

4.5 PLANO DE CONTAS

4.5.1 CONCEITOS

É um conjunto de Contas, diretrizes e normas que disciplinam as tarefas do Setor de


Contabilidade, objetivando a uniformização dos registros contábeis.
Osni Moura Ribeiro – Saraiva.

É a relação das Contas utilizadas por uma empresa em sua atividade, agrupadas segundo a
sua natureza.
Balduíno Piletti – Ática.

É um elenco de todas as Contas previstas pelo setor contábil da empresa como necessária
aos seus registros contábeis.
Osni Moura Ribeiro – Saraiva

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 33

OBS.: O plano de contas é um instrumento de grande importância no desenvolvimento do


processo contábil de uma empresa.
Não existe um Plano de Contas único. Cada empresa deverá elaborar o seu, tendo em vista
suas particularidades e observando:
 Os Princípios de Contabilidade geralmente aceitos;
 As normas legais estabelecidas pela Lei nº 6404/76;
 A legislação específica do ramo de atividade exercida pela empresa.

4.5.2 COMPOSIÇÃO DO PLANO DE CONTAS

Um bom Plano de Contas deverá compor-se de três partes, a saber:


Elenco de Contas;
Manual de Contas;
Lançamentos explicativos para o registro de operações específicas ou especiais.

OBS.: Poderá ainda conter modelos padronizados de demonstrações financeiras a serem


utilizados pela empresa e outras informações a qual o contador achar necessário.

ELENCO DE CONTAS: Consiste na relação das Contas que serão utilizadas para os Registros dos
Fatos Administrativos decorrente da gestão do patrimônio da empresa.

O Elenco de Contas envolve:


 A intitulação: o nome técnico destinado a cada Conta.
 O código: A classificação numérica destinada a cada Conta.

O Elenco de Contas deve ser agrupado de acordo com a estrutura estabelecida pela Lei
6.404/76, a saber:

 ATIVO CIRCULANTE E PASSIVO CIRCULANTE: Nestes grupos classificam-se os


bens/direitos e as obrigações respectivamente, e cujos vencimentos ocorram durante o exercício
social seguinte do Balanço que estiver sendo elaborado;

 ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO E PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO:


Nestes grupos classificam-se os direitos e as obrigações, respectivamente, cujos vencimentos
ocorram após o término do exercício social seguinte ao Balanço que estiver sendo elaborado;

 ATIVO PERMANENTE: Classificam-se as Contas que representam os bens e investimentos


aplicados de forma permanente fixo na empresa e subdivide-se em:
- Investimento: Contas que representam investimentos fixos;
- Imobilizado: Contas que representam os bens Materiais;
- Diferido: Contas que representam os bens Imateriais;

 RESULTADO DO EXERCÍCIO FUTURO: Classificam-se as Contas que representam as


Receitas recebidas antecipadamente em função do regime de competência;

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 34

 PATRIMÔNIO LÍQUIDO: São contas que têm como função ratificar o saldo de uma ou mais
contas do Ativo, Passivo ou P.L.

- Exercício Social é um período de 12 meses, normalmente coincidente com o ano civil (1º/01 a
31/12).
- O critério de ordenamento das Contas do Ativo é a ordem decrescente do grau de liquidez
(possibilidade dos componentes de se transformarem em dinheiro).
- O critério de ordenamento das Contas do Passivo é a ordem crescente do grau de exigibilidade
(prazo de vencimento das obrigações, ou seja, quanto menor for o prazo de pagamento, maior será o
grau de exigibilidade).

MANUAL DE CONTAS: É um quadro explicativo do uso adequado de cada uma das contas
constantes do Elenco de Contas conforme abaixo:

a) Função: A razão de sua existência, ou seja, para que ela serve;


b) Funcionamento: Quando a conta será lançada a Débito ou a Crédito;
c) Natureza: Se o seu saldo é de natureza devedora ou credora.

CODIFICAÇÃO E GRAU DA CONTA: O código de uma conta é composto por um ou mais


algarismos utilizados para identificar cada uma delas, conforme o Plano de Contas da entidade. A
codificação facilita principalmente quando a contabilidade for informatizada. Portanto, iremos
padronizar a codificação da seguinte forma:

4.5.3 ELENCO DE CONTAS SIMPLIFICADO

CONTAS PATRIMONIAIS
1 – ATIVO 2 – PASSIVO
1.1 ATIVO CIRCULANTE 2.1 PASSIVO CIRCULANTE
1.1.1 Caixa 2.1.1 Fornecedores
1.1.2 Bancos Conta Movimento 2.1.2 Duplicatas a Pagar
1.1.3 Aplicações Financeiras 2.1.3 Promissórias a Pagar
1.1.4 Clientes 2.1.4 Salários a Pagar
1.1.5 Duplicatas as a Receber 2.1.5 Impostos e Taxas a Recolher
1.1.6 Promissórias a Receber 2.1.6 Dividendos a Pagar
1.1.7 Impostos a Recuperar 2.1.7 Adiantamentos de Clientes
1.1.8 Adiantamentos a Fornecedores 2.1.8 Contribuições Sociais a Recolher
1.1.9 Estoque de Mercadorias 2.1.9 FGTS a Recolher
1.1.10 Estoque de Material de 2.1.10 Lucros a Distribuir
Expediente
2.2 PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO
1.2 ATIVO REALIZÁVEL A LONGO PRAZO
PRAZO 2.2.1 Duplicatas a Pagar
1.2.1 Duplicatas a Receber 2.2.2 Promissórias a Pagar
1.2.2 Promissórias a Receber

1.3 ATIVO PERMANENTE 2.3 RESULTADOS DE EXERCÍCIOS


1.3.1 Computadores FUTUROS
PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO
E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 35

1.3.2 Imóveis 2.3.1 Receitas Antecipadas


1.3.3 Instalações
1.3.4 Móveis e Utensílios 2.4 PATRIMÔNIO LÍQUIDO
1.3.5 Veículos 2.4.1 Capital Social
1.3.6 Ações de Outras Empresas 2.4.2 (-) Capital a Integralizar
1.3.6 Obras de Arte 2.4.3 Lucros Acumulados
1.3.6 Fundo de Comércio 2.4.4 (-) Prejuízos Acumulados
1.3.6 Gastos de Organização
1.3.7 Marcas e Patentes

ATIVIDADES PRÁTICAS

I) Responda:

1) O que é Conta do ponto de vista contábil?


R.

2) O que é Plano de Contas?


R.

3) Atualmente o Plano de Contas deve obedecer às disposições contidas em que lei?


R

4) Em quantos grupos dividem-se as contas segundo a teoria patrimonialista? Quais são?


R.

5) Como se dividem as Contas de Resultado?


R.

II) Indique a natureza das contas, colocando as seguintes simbologia:

ND - Natureza Devedora NC - Natureza Credora

( ) Caixa ( ) Bancos Conta Movimento


( ) Estoque de Mercadorias ( ) Fundo de Comércio

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 36

( ) Fornecedores ( ) Capital Social


( ) Despesas de Salários ( ) Juros Passivos
( ) Veículos ( ) Impostos e Taxas
( ) Receitas Financeiras ( ) Impostos e Taxas a Recolher
( ) Receitas de Vendas ( ) Móveis e Utensílios
( ) Fretes e Carretos ( ) Impostos a Recuperar

III) Indique o tipo de saldo de cada grupo de contas, colocando a letra “A” para Saldo Devedor e
“B” para Saldo Credor:

( ) Contas do Ativo
( ) Contas do Passivo
( ) Contas do Patrimônio Líquido
( ) Contas de Despesas
( ) Contas de Receitas

III) Classifique as contas abaixo e indique o lançamento (Débito ou Crédito), conforme a sua
variação nas colunas indicadas:

A- ATIVO, PASSIVO, DESPESA OU RECEITA

B- NATUREZA DEVEDORA OU CREDORA

Nº CONTAS A B AUMENTA DIMINUI


1 Caixa ATIVO DEVEDORA DÉBITO CRÉDITO
2 Duplicatas a Pagar PASSIVO CREDORA CRÉDITO DÉBITO
3 Bancos C/ Movimento
4 Capital Social
6 Estoque de Mercadorias
7 Fornecedores (obrigações a pagar)
8 Promissórias a Pagar
9 Clientes (direitos a receber)
10 Imóveis
11 Veículos
12 Salários a Pagar
13 Contribuições Sociais a Recolher
14 FGTS a Recolher
15 Duplicatas a Receber

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 37

16 Estoque de Material de Expediente


17 Impostos a Recolher
18 Móveis e Utensílios
19 COFINS a Recolher
20 PIS a Recolher
21 Despesas de Salários
22 Despesas c/ Enegia Elétrica
23 Vendas de Mercadorias
24 Receitas de Serviços
25 Receitas Financeiras

IV) Registre os Fatos Contábeis abaixo no Razonete:

1) Duas pessoas resolveram fundar uma sociedade com Capital totalmente integralizado em
dinheiro no ato de R$ 20.000,00;

CAIXA CAPITAL SOCIAL


DÉBITO CRÉDITO DÉBITO CRÉDITO

2) A empresa adquiriu dois lotes de terrenos para construir suas instalações, por R$ 3.000,00 cada
um, pagando à vista;

TERRENOS CAIXA
DÉBITO CRÉDITO DÉBITO CRÉDITO

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 38

3) A empresa adquiriu mercadorias para revenda, pelo preço de R$ 8.000,00, a prazo. Foram aceitas
no ato da venda 10 duplicatas com vencimento de 30 em 30 dias.

ESTOQUE DE MERCADORIAS DUPLICATAS A PAGAR


DÉBITO CRÉDITO DÉBITO CRÉDITO

V) Escriture os fatos administrativos a seguir, relativos a uma Empresa Comercial nos livros
Diário e Razão (razonetes), apure o resultado do exercício e a seguir levante o Balancete de
Verificação e o Balanço Patrimonial, utilizando o Plano de Contas sugerido:

1) em 02/01-integralização do capital em dinheiro, R$ 10.000,00;

2) em 03/01-abertura de conta movimento no Banco do Brasil S.A com depósito inicial de


R$ 5.000,00;

3) em 05/01-aquisição de um automóvel por R$ 5.000,00 sendo metade a vista e em cheque e a


outra parte com aceite de duplicatas;

4) em 07/01-compra de mercadorias a prazo por R$ 1.200,00;

5) em 10/01-compra de uma prateleira, a vista com o pagamento efetuado através de cheque no


valor de R$ 200,00;

6) em 11/01-pagamento de duplicatas no valor de R$ 400,00, com 10% de juros o desembolso foi


efetuado através do nosso cheque;

7) em 15/01-venda de mercadorias a prazo por R$ 2.200,00, com aceite de duplicatas e um custo


operacional (CMV) equivalente a 50% do estoque de mercadorias.

8) em 20/01-compra de mercadorias a vista, pagando R$ 400,00;

9) em 25/01-recebemos do nosso cliente, juros referentes ao atraso de uma duplicata no valor de


R$ 20,00;

10) em 30/01-recebemos duplicatas no valor de R$ 400,00.

Outros dados:
a) Foi pago, em dinheiro a folha salarial do corrente mês, no valor de R$ 1.500,00.
b) Foi efetuada uma venda, a prazo, no valor de R$ 3.000,00 a um custo de R$ 800,00.
c) Foi transferido para a conta corrente 50% do saldo de caixa.

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR
INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE 39

Plano de Contas Sugerido: Capital Social, Caixa, Bancos c/ Movimento, Veículos, Duplicatas a
Pagar, Estoque de Mercadorias, Juros Passivos, Vendas de Mercadorias, Juros Ativos e Salários e
Ordenados.

PROFESSOR(A): DANIEL LOPES E AURÉLIA PLIEGO DE MELO


E-MAIL: DSVLOPES@YAHOO.COM.BR