Você está na página 1de 22

Plano de Atividades Quinzenal - “Mulheres Incríveis”

ORIENTAÇÃO GERAL PARA PAIS E ALUNOS:

❖ É importante reservar um tempo para realizar as atividades, evitando distrações externas.

❖ As atividades deverão ser registradas nas apostilas e devolvidas na escola para correção pelo
professor. Essa devolução deverá ser feita no momento da retirada do caderno seguinte.

❖ As atividades foram preparadas para que a criança realize-as de forma autônoma, porém é
indispensável que alguém a acompanhe, para ajudá-la e orientá-la quando necessário.

❖ As atividades deste roteiro são contínuas, devem ser feitas de acordo com organização das
famílias e respeitando o ritmo de cada aluno. Sugerimos a realização de uma ou duas páginas
por dia.

AS ATIVIDADES TAMBÉM ESTÃO DISPONÍVEIS NO GOOGLE SALA DE AULA:

COMO INTERAGIR NO GOOGLE SALA DE AULA?

● Escrevendo comentários no mural sobre as atividades realizadas;


● Assistindo aos vídeos e escrevendo o que aprendeu;
● Postando fotos das atividades feitas no caderno de atividades impresso;
● Realizando as atividades complementares.

Esses são apenas alguns exemplos de interações, esperamos a participação de todos e todas no
Google Sala de Aula.
-----> ENCONTRE MAIS INSTRUÇÕES NO SITE DA ESCOLA: bit.ly/tutoriaisraulpila

❖ Dúvidas poderão ser enviadas através do Whatsapp, pelo google sala de aula ou pelo
Facebook da escola.

FICHA TÉCNICA: Elaboração e diagramação: Caroline Batista Pachioni, Cássia Natiele Silva Durães, Coralina
Barreto de Sordi, Cristiane França; Elias Kopcak; Elisângela Ribeiro Da Silva Diéle; Ieda Pedretti Suano Silva;
Katheryne Calapristi Vicentin; Letícia Ferreira Rocha; Maria Simira Beatriz Poker Ferreira; Mariângela Kachan de
Freitas Soares; Pedro David; Pedro Guilherme Niaradi; Vanessa Cristina Oliveira. Coordenação: Carolina Costa.
Ano: 2021 - Campinas-SP. Referências em: http://bit.ly/raulpila21C2008

Este roteiro tem por objetivos:

Apresentar a história do dia internacional da mulher. Apresentar mulheres importantes na história do nosso país e do
mundo atuando nos mais diversos campos de saberes: artísticos, científicos e culturais. Análisar imagens artísticas
e do cotidiano. Aprender a técnica da isogravura. Reconhecer e adquirir vocabulário de palavras em Inglês,
conhecer os gêneros textuais e estudá-los, compreender que vivem em um mundo plurilíngue, Reconhecer as
diferenças culturais entre o nosso país e os países falantes da língua inglesa, estudo e uso da gramática em Inglês.
Conhecer Mulheres da História; Apreciar Curta Metragem; Refletir sobre as relações sociais e econômicas;
Interpretar textos; Conhecer o Gênero Textual: Sinopse de Filmes e Produzir o Gênero Textual: Bilhete; Refletir
sobre conquistas de direitos das mulheres, principalmente, em relação ao voto feminino.

Caderno 3 Ciclo II pág. 1


Atividade 1 - Introdução ao Dia Internacional da Mulher Conteúdos: Arte, Português e História
Objetivos específicos: Ler e interpretar imagens; Conhecer a história do dia Internacional da Mulher.

Você sabe por que o dia 8 de Março é o Dia Internacional da Mulher?


Vamos começar nosso caderno com um momento de apreciação. Veja calmamente as fotos a seguir:

Foto1 Foto 2
O dia 8 de março foi declarado como Dia Internacional da Mulher em 1975 pela ONU. É um dia de
comemoração que simboliza as lutas pelos direitos das mulheres no mundo inteiro. A data escolhida veio
exatamente do fato mostrado na Foto 1.
1) Para você o que está acontecendo na Foto 1?

2) Ela é uma foto muito antiga. Que características você encontra na Foto 1 que mostra que ela é
antiga?

Você reparou que ela é em preto e branco? É porque ela foi tirada em 1917, mais de 100 anos atrás! Esta
foto mostra uma greve feita só por mulheres na Rússia. Exatamente no dia 8 de março. Por ter sido uma
greve muito importante, a data acabou sendo escolhida como o Dia Internacional da Mulher. Já a Foto 2 é
bem mais recente. É de 2019, em uma comemoração do dia 8 de março na cidade de São Paulo. Ela mostra
que a luta das mulheres por seus direitos continua até os dias de hoje.

3) Agora diga quais as características da Foto 2 mostram que ela é uma foto recente?

Bom, agora que você já sabe a origem do dia Internacional da Mulher, neste caderno você conhecerá
muitas outras histórias de Mulheres Incríveis e várias passagens relacionadas às lutas pelos direitos das
mulheres. Aproveite e bons estudos!

Caderno 3 Ciclo II pág. 2


Atividade 2 - Conteúdos: Matemática, Português e História
Materiais necessários: Caderno de sala, lápis borracha e demais itens do estojo; Objetivos específicos: Ler e
interpretar; Reconhecer o uso dos números em diversos contextos; Reconhecer os números como indicadores de
quantidade, medida, ordem e código; Analisar passagens históricas relacionadas às lutas das mulheres.

1) OS NÚMEROS ESTÃO POR TODA PARTE. LEIA A NOTÍCIA ABAIXO E CONTORNE CONFORME
AS COMANDAS ABAIXO:

a) Com o lápis de cor VERMELHO, pinte na notícia os números que representam QUANTIDADE.

b) Com o lápis de cor AZUL CLARO, pinte na notícia os números que representam MEDIDA.

c) Com o lápis de cor VERDE CLARO, pinte na notícia os números que representam ORDEM.

→ Encontre mais atividades com uso de números no material complementar.

Caderno 3 Ciclo II pág. 3


Atividade 3 - Inglês: Música “She is not just a pretty face”
Conteúdo: Vocabulário sobre as profissões, uso de artigo indefinido A, An; interpretação de texto e tradução.
Objetivo: Aprender e praticar vocabulário, traduzir, identificar usos de artigos indefinidos, interpretar texto e construir
opinião.

As mulheres ao longo da história conquistaram muitos direitos, como o de poder exercer qualquer
profissão. Essa música "She 's not just a pretty face” (Ela não é só um rosto bonito) da cantora canadence
Shania Twain fala justamente disso, que as mulheres estão nas mais diferentes profissões e que realizam
muitas coisas.

1) LEIA UM TRECHO DA MÚSICA ABAIXO E COMPLETE OS ESPAÇOS COM OS NOMES DAS


PROFISSÕES EM INGLÊS DO QUADRO ABAIXO. SIGA O EXEMPLO.

ASTRONAUT FARMER VALET BALLERINA

SHE HOSTS A T.V. SHOW, SHE IS A CHAMPION,


(ELA APRESENTA UM PROGRAMA DE TV) (ELA É UMA CAMPEÃ)
SHE RIDES THE RODEO SHE GETS THE GOLD
(ELA MONTA NO RODEIO) (ELA ALCANÇA O OURO)
SHE PLAYS THE BASS IN A BAND SHE'S A
(ELA TOCA O BAIXO NUMA
BANDA)
ELA É UMA BAILARINA
SHE'S AN THE STAR OF THE SHOW
(A ESTRELA DO SHOW )
ASTRONAUT
(ELA É UMA ASTRONAUTA) SHE'S NOT JUST A PRETTY FACE
(ELA NÃO É SÓ UM ROSTO BONITO)
A
SHE'S GOT EVERYTHING IT TAKES
(ELA ALCANÇOU TUDO QUE PRECISA)
AT PARKING LOT
Trecho da música “She's Not Just A Pretty Face” de Shania Twain.
(UMA MANOBRISTA NO
Vocabulary:
ESTACIONAMENTO)
Farmer = fazendeira Valet = manobrista
A Astronaut= astronauta Ballerina= Bailarina

WORKING THE LAND


(UMA FAZENDEIRA CUIDANDO DA
TERRA)

2)LIGUE AS FIGURAS AOS NOMES DAS PROFISSÕES:

FIREFIGHTER POLICE OFFICER SINGER DENTIST DOCTOR

Caderno 3 Ciclo II pág. 4


Os artigos indefinidos (indefinite articles, em inglês) são usados quando nos referimos a algo em geral, não
especificado. Significam Um, Uma, uns, umas. A USA-SE ANTES DE CONSOANTES, AN USA-SE ANTES
DE VOGAIS.

2) Encontre na música os artigos indefinidos A e AN e escreva as frases encontradas no quadro abaixo.


Circule qual é a primeira letra da palavra (substantivo) que vem em seguida ao artigo, e identifique se é uma
vogal (vowels) ou uma consoante (consonants ). Observe o exemplo :
A An

She hosts a show ( T= consonant )

3) NA MÚSICA QUANDO A CANTORA DIZ


“SHE 'S NOT JUST A PRETTY FACE”
(ELA NÃO É SÓ UM ROSTO BONITO), ELA ESTÁ
QUERENDO TRAZER UMA MENSAGEM MUITO
IMPORTANTE, VOCÊ CONSEGUE IDENTIFICAR
QUE MENSAGEM É ESSA?

4) EQUALITY SIGNIFICA IGUALDADE, NA SUA OPINIÃO


POR QUÊ DEVEMOS TRATAR AS PESSOAS COM
EQUALITY (IGUALDADE)?

Caderno 3 Ciclo II pág. 5


Atividade 4 - Arte e Inglês Conhecendo a artista Barbara Kruger
Objetivos específicos: Ler e interpretar imagens; conhecer uma artista internacional de referência; Traduzir e
conhecer vocabulário em Inglês, identificar pronomes em Inglês.

Nascida em 1945, Barbara Kruger é uma artista conceitual dos Estados Unidos. Vamos entender mais do
que é ser um artista conceitual? Durante o século XX, os artistas se deram conta de que o cotidiano estava
relacionado com a arte e vice-versa. Por conta disso, o dia-a-dia começou a fazer parte de suas obras. Dessa
forma, imagens de revista,
referências à televisão e dizeres
de propaganda foram cada vez
mais vistos no mundo da arte.
Com isso, os artistas
começaram a pensar cada vez
mais no conceito de suas
obras, ou seja, qual a
mensagem que aquela imagem
vai transmitir ao espectador.
Vamos conhecer uma obra
desta artista? Observe a
imagem ao lado, nela há uma
frase “We don't need another
hero”. Que significa: “Nós não
precisamos de outro herói.”

1) Por que será que essas crianças não precisam de outro herói? Para você, o que um herói faz?

2) Existem coisas que até as crianças fazem no seu dia-a-dia e que podem ser consideradas como feitas
por um herói? Quais?

3) O trabalho da artista conceitual consiste em fotografias em preto-e-branco que são sobrepostas com
frases que incluem os pronomes I, You, He, She , it , We, they . Na frase dessa obra qual desses
pronomes a artista usou? Circule a alternativa correta
a) YOU b) HE c) WE d ) THEY

RESPONDA NO VERSO DA FOLHA AS QUESTÕES 5 , 6 E 7:


5) Olhe para a imagem de novo. Você sente que já viu alguma imagem parecida com essas crianças? E o
texto, que está em branco sobre uma faixa vermelha, você se lembra de alguma coisa vendo ele?

6) Você acha que a imagem combina com a frase “Nós não precisamos de outro herói”? Por que você acha
que a artista usou essa foto em sua obra?

7) Encontre no texto a palavra em Inglês que se refere a “herói” e escreva-a abaixo

Caderno 3 Ciclo II pág. 6


Atividade 5 - Conteúdos: Português e Geografia
Materiais necessários: Caderno de sala, lápis borracha e demais itens do estojo; Objetivos específicos: Ler e
interpretar; Identificar diferentes tipos e ambientes de trabalho humano relacionando a sua importância social. Analisar
passagens históricas relacionadas às lutas das mulheres.

1) Faça a leitura do texto:


O trabalho na minha família
Meu nome é Carlos. Eu tenho 8 anos e faço o 3º ano do Ensino Fundamental. Eu moro com meus
pais e avós maternos. O meu pai é dentista. No trabalho, ele cuida dos dentes dos pacientes, ajudando para
que não fiquem doentes. Minha mãe é corretora de imóveis. Ela vende e aluga casas e apartamentos para as
pessoas. Os meus avós são aposentados, porque eles já estão idosos. Mas quando trabalhavam, meu avô
me disse que era agricultor, então ele quem plantava e colhia boa parte dos alimentos que a nossa família
consumia. Já a minha avó era professora. Ela trabalhava na mesma escola em que estudo hoje e lá, todos
que conviveram com minha avó, lembram dela com alegria. Eu ainda não sei o que serei no futuro, mas
espero que o meu trabalho possa ajudar inúmeras pessoas. O meu pai diz que trabalhar é muito importante
para a nossa vida, e que devemos fazer aquilo que gostamos e nos sentimos bem.

2) Sublinhe as profissões que aparecem no texto.

3) Na sua opinião qual a importância do trabalho para as pessoas?

4) Na sua família as pessoas que trabalham exercem quais profissões?


Nome Profissão Parentesco

Muitas profissões que conhecemos hoje não podiam ser exercidas por mulheres. Graças a grandes
movimentos e grandes lutas essa realidade vem mudando cada vez mais. Hoje podemos ver Mulheres em
diversas profissões inclusive muitas que eram consideradas “Coisas de homem”.

5) Você já viu alguma mulher exercendo alguma função que vocês achavam ser apenas para homens?
Conta pra gente!

Caderno 3 Ciclo II pág. 7


Vamos construir um cartaz?
No quadro abaixo complete a frase “Todo mundo pode ser…” com uma profissão que antes eles
achavam que era só de homem ou só de mulher, mas que agora acreditam que pode ser exercida por
qualquer pessoa. Depois façam uma ilustração da profissão escolhida. Capriche depois tire uma foto e
nos envie pelo Whatsapp para montarmos uma apresentação.

Caderno 3 Ciclo II pág. 8


Atividade 6- História Conquista de direitos das mulheres no Brasil
Objetivos específicos: promover a reflexão dos alunos em relação às conquistas das mulheres e as desigualdades
que ainda não foram superadas. Conteúdos: importância do voto, direitos femininos conquistados.

No Brasil, de dois em dois anos, acontecem eleições, e, como algo natural, as pessoas entre
18 e 65 anos vão às urnas escolher seus candidatos (prefeito, vereadores, governador, deputados,
senadores e presidente).

Você ac aq  
Par sabe mai : 
Acesse o link: bit.ly/raulpila21C2010

Agora, responda: Por que votar é importante? Por que é importante participar da eleição?
Pesquise na internet sobre a importância do voto e/ou pergunte a um adulto.

Que houve um tempo em que nem todos podiam votar?

Que as MULHERES brasileiras estavam excluídas da participação


nas eleições até o ano de 1932?

Por meio de um decreto em 1932, a mulher brasileira obteve o direito


de votar nas eleições nacionais, após uma luta de mais de 10 anos
liderada, sobretudo, pela bióloga Bertha Lutz, uma das principais
articuladoras do movimento pelo voto feminino no país.

Entretanto, a conquista não foi completa. O Código Eleitoral da época permitia apenas que mulheres
casadas (com autorização do marido), viúvas e solteiras e com renda própria pudessem votar.
Até que todas as restrições ao pleno exercício do voto feminino fossem retiradas se passaram
alguns anos e em 1946, a obrigatoriedade do voto foi estendida às mulheres.
O Brasil comemora, no dia 24 de fevereiro, o "Dia da Conquista do Voto Feminino no Brasil".
A data comemorativa foi assegurada pela primeira mulher eleita presidente do Brasil, Dilma
Rousseff.

ASSINALE COM UM X A ALTERNATIVA CORRETA.


A conquista ao direito ao voto feminino foi e é considerada muito importante. Por que, a partir
desse momento, as mulheres puderam:
( ) aumentar sua jornada de trabalho nas fábricas.
( ) eleger pessoas que a representassem e exercer a cidadania.
( ) exigir a participação política dos homens.
( ) frequentar a escola e fazer faculdade.

Ao longo da história, as mulheres conquistaram direitos por meio de muitas lutas. O direito ao voto é
um exemplo de conquistas femininas. Ainda assim há muito a ser conquistado. O que significa essa
afirmação?
Caderno 3 Ciclo II pág. 9
( ) a luta das mulheres ainda continua, como por exemplo, elas continuam recebendo menores salários e
sofrendo violência doméstica.
( ) hoje em dia as mulheres recebem seus salários iguais aos homens.
( ) as mulheres não precisam votar e nem ter direito à licença-maternidade.

Como você viu, as mulheres conquistaram o direito ao voto.


Pesquise na internet, em livros ou entreviste um adulto sobre outros direitos
conquistados pelas mulheres, por meio de muitas lutas. Registre suas
descobertas aqui.
Você também pode usar o verso da folha para escrever os resultados de sua
pesquisa e/ou entrevista.

Além do voto feminino, quais outros direitos conquistados pelas mulheres?

Agora, pergunte à uma mulher próxima a você, na opinião dela, quais desigualdades entre homens e
mulheres ainda não foram superadas?

Atividade 7 - Português - A Lei como conquista e garantia de direitos na luta contra a violência de
gênero.
Objetivos específicos: Apreender os princípios de respeito aos direitos humanos. Ler e recitar cordel.
Conteúdos: Gêneros textuais: Lei e Literatura de Cordel; Direitos Humanos.

CONQUISTA HISTÓRICA
1- Como vimos nas atividades anteriores, as mulheres nem sempre tiveram os mesmos direitos que os
homens pelo fato de serem… MULHERES! Em 2021, ainda não temos plena igualdade de gênero, mas se
olharmos para a História, veremos que muitos avanços aconteceram. Você conheceu alguns desses avanços.
Escreva pelo menos dois direitos conquistados pelas mulheres ao longo da História.

2- Leia as palavras e as expressões abaixo. Depois da leitura, escolha quatro delas (ou mais) e escreva no
seu caderno o que você sabe sobre elas. Se você não souber, pesquise na internet, converse com outra
pessoa, mas não deixe em branco e não responda “não sei”.

 
 

Caderno 3 Ciclo II pág. 10


 
 
PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA 
AS MULHERES 
 
3- A Lei é uma garantia dos direitos. Leia a
explicação, resumida, sobre o que são as
leis, de acordo com o portal:
“Plenarinho.leg.br - Câmara dos Deputados".

As leis são regras, isto é: um conjunto de direitos e deveres que cada pessoa tem que seguir.

 
LUTA PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER: A LEI 
MARIA DA PENHA 
 

A Lei nº 11.340 de 2006, mais conhecida como Lei Maria da


Penha, completará 15 anos em agosto de 2021. Esta Lei
representa uma conquista para a proteção dos DIREITOS DAS
MULHERES. A partir da Lei Maria da Penha, se tornou mais rígida
a punição para qualquer tipo de agressão contra a mulher no
ambiente doméstico e familiar. Ao lado, Maria da Penha Maia Fernandes, sinônimo da luta das mulheres
contra a violência. A lei leva o seu nome.
Link para acesso à Lei na íntegra: bit.ly/raulpila21C2012
4- Leia o texto acima novamente e copie o trecho que explica o que passou a acontecer a partir da Lei Maria
da Penha.

A LEI MARIA DA PENHA EM CORDEL  

 
 

5- Leia mais quatro estrofes do cordel “A Lei Maria da Penha em Cordel”, de Tião Simpatia.

Caderno 3 Ciclo II pág. 11


TODAS AS MULHERES TÊM DIREITOS!  

E que direitos são esses? Tem! Direito ao esporte


Eis aqui a relação: Ao trabalho e ao lazer
À vida, à segurança. E o acesso à política
Também à alimentação Pra o Brasil desenvolver
À cultura e à justiça E tantos outros direitos
À saúde e à educação. Que não dá tempo de dizer.

Além da cidadania E a Lei Maria da Penha


Também à dignidade Cobre todos esses planos?
Ainda tem moradia Ah, já estão assegurados
E o direito à liberdade. Pelos Direitos Humanos.
Só tem direitos nos “As”, A Lei é mais um recurso
E nos “Os”, não tem novidade? Pra corrigir outros danos.

6 - Que tal você gravar um vídeo recitando as estrofes acima? Grave o vídeo e nos envie pelo WhatsApp ou
pelo GSA. Para se inspirar, assista ao vídeo do criador desse cordel, o Tião Simpatia.

Tião Simpatia canta a Lei Maria da Penha: Link: http://bit.ly/raulpilaC2011

Atividade 8 - Arte - Xilogravura/ Isogravura


Objetivos específicos: Apreender os princípios da xilogravura e realizar uma isogravura. Conteúdos:
Xilogravura, isogravura e materialidade em Arte.

Já que estávamos falando da Literatura de


Cordel através do livro do Tião Simpatia,
agora vamos aprender sobre suas
ilustrações.

Você conhece a ilustração de cordel?


Ela é feita através da técnica da
xilogravura.

Xilogravura é como se fosse um carimbo,


para ser feita usa-se uma placa de madeira
onde se abrem buracos para formar um
desenho. Depois, passe-se tinta e essa
placa é pressionada contra um papel,
formando uma ilustração. Veja ao lado uma
xilogravura característica do cordel.
Percebe-se então que essa técnica é um tipo de gravura bem acessível. Não se sabe ao certo o momento
exato em que a xilogravura começou a ser usada pela literatura de cordel, mas hoje é impossível separar
uma da outra.

Atividade de Isogravura: Vamos aprender a fazer uma gravura? Uma forma mais simples de
conseguirmos o efeito é gravando uma bandejinha de isopor. A isso dá-se o nome de isogravura. Veja o
passo a passo abaixo:

Caderno 3 Ciclo II pág. 12


1) Reúna os seguintes materiais: 2) Corte as bordas da sua 3) Faça desenhos abrindo linhas
uma bandeja de isopor, um lápis ou bandeja porque sem as bordas no isopor com o seu lápis ou
uma caneta azul, tesoura, canetinha vai ficar mais fácil de conseguir caneta;
ou tinta guache e folhas; fazer o seu desenho;

4) Com o desenho pronto, passe 5) Com o desenho pintado, 6) Veja a sua isogravura pronta!
tinta ou canetinha sobre toda a pressione o isopor contra a sua
placa de isopor; folha;

Você também pode utilizar uma canetinha sobre a placa de isopor.


Dicas: - Você pode repetir o processo
quantas vezes você quiser com a mesma
placa de isopor!
- Se você for utilizar a tinta, tente fazer os
traços do seu desenho mais grossos. E se
você for utilizar a canetinha, tente fazer os
traços mais finos.
.

Resultado

Fazendo uma Isogravura - Agora que você sabe produzir uma isogravura, releia as quatro estrofes do
cordel “A lei Maria da Penha em Cordel”, de Tião Simpatia, e produza um desenho com isogravura que
combine com essa históri

Caderno 3 Ciclo II pág. 13


Atividade 9 - Componentes curriculares: Matemática, Português e História.
Objetivos específicos: Ler e interpretar; Reconhecer o uso dos números em diversos contextos; Interpretar e resolver situações
problemas; Analisar passagens históricas relacionadas às lutas das mulheres.

GRANDES MULHERES
Nos anos de 1920, numa pequena cidade do
interior do estado de São Paulo vivia uma mulher, neta de
escravos, professora e que tinha 3 filhas e 2 filhos. Seu
marido, pai de todos seus filhos, era ponteiro de comitiva
de boi e ficava muito tempo na lida, vinha para casa uma
vez por ano.
Viviam com muitas dificuldades, o fantasma da
fome sempre assombrava a casa, mas a mulher nunca
esmorecia ou se desesperava. Mesmo nos momentos mais
difíceis mantinha a disposição e a força para enfrentar as
durezas da vida ou ajudar o próximo. Isso lhe fez ser uma professora muito querida por todos, alunos ou moradores da
pequena cidade.
Aos filhos e, principalmente, suas filhas, esta mulher ensinava a sempre lutarem por suas conquistas, nunca
desistirem e enfrentarem qualquer perigo com coragem.
Certa época, na qual as dificuldades da família eram grandes, época de muita fome e dor, pois, havia acabado uma
guerra sangrenta entre os paulistas e o resto do país, guerra na qual a mulher salvou várias vidas ajudando os feridos, uma
das filhas, então com 17 anos, decidiu ser, como sua mãe, professora. Seu sonho era levar sabedoria e conhecimento ao
povo do campo, a zona rural, para que superassem a pobreza da época.
Assim o fez, foi aceita como professora, mas, naquele tempo
não haviam escolas no campo e do governo, de então, recebeu uma
pequena carroça de fundo quadrado e um burro chamado Segredo.
Lá foi a jovem às colônias das fazendas de café da região. Em
cada fazenda ficava 2 meses e, depois, se dirigia a outra colônia de
outra fazenda próxima. Nas colônias ensinava a ler, escrever e as
contas de matemática para crianças, jovens e adultos, todos na mesma
classe. As aulas sempre aconteciam ao anoitecer, afinal, todos tinham
que trabalhar nos roçados de café, muitas vezes, até as crianças e os jovens.
Todo salário que ela recebia, pegava uma pequena parte e o restante, sempre pedia a alguém que fosse até a
cidade que o levasse para sua mãe. Fizesse frio ou calor, chovesse ou estiasse, com dores ou sem dores, lá estava a jovem,
sempre, com seu inseparável burro Segredo.
Esta luta durou 6 anos, período no qual ela aprendeu muito e, ao voltar para casa foi chamada para dar aulas em
uma grande escola da capital do estado e, no mesmo ano,
ingressou na tão sonhada faculdade.
Sua mãe, continuou com sua luta e, com o passar
dos anos viu a razão de tanto esforço de sua vida ser
recompensada, todos seus filhos e filhas, já adultos, se
formaram e tinham seus empregos. Casaram-se e deram
muitos netos à mulher que lhes tinha ensinado tudo.
Hoje, as duas, mãe e filha, não estão mais entre
nós, mas, deixaram muitas lembranças boas. Estas, como
muitas e muitas outras, foram mulheres desconhecidas,
mas, grandes em suas vidas.

INTERPRETAÇÃO
1) Quantos filhos e filhas teve a mulher no total?

Caderno 3 Ciclo II pág. 14


2) A cultura do café é uma atividade que acontece na zona
( ) RURAL ( ) URBANA

3) Em qual estado do Brasil aconteceu esta história?

( ) Paraná ( ) Minas Gerais ( ) São Paulo ( ) Acre

4) Se a jovem professora iniciou seu trabalho com 17 anos e ficou 6 anos dando aulas no campo, com
quantos anos ela voltou para cidade?
5) O que a jovem fazia com o salário que recebia por seu trabalho?

6) Quantos lados tinha o fundo da carroça que a jovem professora recebeu do governo?

( ) 19 ( )4 ( ) 1.789 ( )3
7) Qual o nome do burro?

8) Qual o nome da cidade que é capital do estado de São Paulo

9) Para quem a jovem dava aulas?

10) Sabemos que o marido da mulher vinha a cada ano para casa, se ele foi embora para a lida em março de
1925, em qual mês e ano ele retornou?

Imagem de uma escola de fazenda ano: 1935 Fonte: SEESP


Caderno 3 Ciclo II pág. 15
Atividade 10 - Cultura, Identidade e Lugar (CIL), História, Português e Arte.
Objetivos: Conhecer Mulheres da História; Apreciar Curta Metragem; Refletir sobre as relações sociais e
econômicas; Interpretar textos; Conhecer o Gênero Textual: Sinopse de Filmes e Produzir o Gênero Textual: Bilhete.

LEIA A SINOPSE DO CURTA:” VIDA MARIA” QUE PODEMOS ASSISTIR NO LINK ABAIXO:

2007- Animação,Curta metragem. 9 min Direção: Márcio Ramos .


“Uma menina de cinco anos de idade se diverte aprendendo a escrever o nome, mas é obrigada pela
mãe a abandonar os estudos e começar a cuidar dos afazeres domésticos e trabalhar na roça.”

1) De acordo com o pequeno texto acima de gênero textual: “Sinopse de Filme”, quantos anos tinha a
menina? _____________________________________________________________________

2) De acordo com filme,devido às condições sociais dessa família nordestina, a menina precisou trabalhar
para ajudar a mãe no sustento da família. Infelizmente, isso ainda é realidade de algumas crianças em
diversos locais do nosso país, mesmo com nossa Constituição e o E.C.A (Estatuto da Criança e do
Adolescente) garantindo direitos como: Saúde, Educação e Alimentação e proibindo o trabalho infantil. Essas
famílias não colocam seus filhos para trabalhar por serem mal intencionadas e sim, porque não dispõem de
políticas públicas adequadas para garantir o sustento da mesma e garantir direitos humanos básicos como o
direito à alimentação e à moradia. Muitas “Marias” deixaram seus nomes no caderno (como podemos ver no
vídeo), repetindo a história de suas antepassadas e deixando gravado ali o sonho de poder estudar.

ATIVIDADE:
Pensando nisso, escreva o que você pensa sobre o trabalho infantil e quais políticas públicas deveriam existir
nesse lugar onde Maria morava, para que alguma mulher desta família pudesse ter mudado essa realidade
que se repetiu. Peça ajuda a um adulto para responder e responda ATRÁS DAS FOLHAS DO CADERNO.

http://bit.ly/raulpila21C2014 Link para o Curta Metragem: “Vida Maria”


Agora, vamos conhecer mulheres nordestinas que tiveram histórias bem diferentes das “Marias”
do Vídeo, rompendo barreiras e tornando-se importantes para a História do Brasil?

Esperança Garcia foi uma mulher brasileira escravizada, nascida em uma fazenda de
propriedade Jesuíta, onde hoje fica o município de Nazaré do Piauí. Esperança recebeu
o Título de primeira mulher advogada do Brasil, por causa de uma carta que enviou ao
Governador da Capitania de São José do Piauí. Foi em 6 de setembro de 1770, que
Esperança enviou a carta ao Governador da Capitania, Gonçalo Lourenço Botelho de
Castro. A carta denunciava violências e pedia justiça. Um tipo de texto que em seu
formato, caracteriza-se como uma Petição. Depois de 247 anos, Esperança Garcia,
Caderno 3 Ciclo II pág. 16
acaba por receber do Conselho Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI), o título simbólico de
primeira mulher advogada do Piauí, a pedido da Comissão da Verdade da Escravidão Negra da OAB-PI.

Nísia Floresta Brasileira Augusta,foi uma educadora, escritora e poetisa brasileira.


Escreveu um livro que questionava o machismo em nossa Sociedade: “Direitos das
mulheres e injustiça dos homens”.
Ao longo de sua vida, escreveu outras 14 obras, conhecidas mundialmente, defendendo
os direitos das mulheres, dos índios e dos escravos. Ela também participou ativamente
das campanhas abolicionista e republicana.

Falando em Mulheres importantes, vamos relembrar a Leitura em Cordel sobre Tereza de


Benguela, realizada no ano passado por alguns professores.
Acesse http://bit.ly/raulpila21C2015 para assistir o vídeo: Dia da Mulher Negra - Tereza de Benguela
1) Assista o vídeo acima. Volte à atividade que você realizou acima sobre Cordel e Escreva abaixo o que você
mais gostou e aprendeu sobre Literatura de Cordel.

LETRAS DE MÚSICA

Vamos ler os trechos de música abaixo, comparando a forma como a mulher é vista em cada uma das duas:

Ai Que Saudade da Amélia! Desconstruindo Amélia


Ai, meu Deus que saudade da Amélia Cada coisa posta em seu lugar
Aquilo sim é que era mulher Filho dorme, ela arruma o uniforme
Tudo pronto pra quando despertar
Às vezes passava fome ao meu lado O ensejo a fez tão prendada
E achava bonito não ter o que comer Ela foi educada pra cuidar e servir
Quando me via contrariado De costume, esquecia-se dela
Sempre a última a sair
Dizia: Meu filho, o que se há de fazer?
Disfarça e segue em frente todo dia até cansar
E eis que de repente ela resolve então mudar
Amélia não tinha a menor vaidade
Vira a mesa, assume o jogo, faz questão de se cuidar
Amélia é que era a mulher de verdade Nem serva, nem objeto, já não quer ser o outro
Hoje ela é um também
Atividade: Leia os dois textos acima e responda:

1) Há diferença entre a forma que a mulher é citada em cada uma das letras? Por quê?

2) Uma das letras é mais antiga. Você saberia dizer qual é?

Caderno 3 Ciclo II pág. 17


3 ) Ao longo do tempo,o papel das mulheres mudou? Será que elas têm conquistado seus direitos ?
Converse com as mulheres de sua família e registre atrás da folha ou em outra folha a opinião delas.

MULHERES IMPORTANTES

Quantas mulheres fazem parte do nosso cotidiano e nem percebemos, pois estamos sempre ocupados,
atarefados e, às vezes, distraídos? Veja abaixo como essas mulheres são importantes para um dia feliz de
aula na nossa escola. Que bom podermos homenageá-las,né? Escolha uma delas para realizar uma
produção de texto.

Atividade: Produção de Texto Gênero Textual: Bilhete

Contexto de Produção: Imagine que você está na escola em um dia normal de aula e precisa escrever um
bilhete para alguma das mulheres apresentadas na imagem em seguida, transmitindo o recado de uma
professora. Como seria ?
Espaço: Use sua imaginação escrevendo em uma folha à parte ou no verso do Caderno de Atividades,como
sugerido em outras atividades acima.

Caderno 3 Ciclo II pág. 18


Atividade 11 - Educação Física: Mulheres Importantes
Objetivos específicos: promover a reflexão dos alunos em relação à importância das mulheres na nossa sociedade e
seus grandes feitos. Conteúdos: Mulheres atletas e suas conquistas.

Mulheres no Esporte, trajetórias e conquistas


Em grande parte do mundo, o simples fato de ser mulher é um desafio muito grande. Pouca inserção
no mercado de trabalho, cargos e salários desiguais aos dos homens, poucas oportunidades, falta de
respeito, violência, feminicídio, assédio, entre tantos outros percalços fazem parte da vida das mulheres até
hoje. Isso também é observado no esporte, a maior parte dos atletas sempre foi homem, mesmo com
categorias femininas de diversas modalidades criadas há pouco tempo. Além disso, os salários pagos e o
reconhecimento das atletas femininas em comparação com os atletas masculinos ainda deixam muito a
desejar, o que aponta um resquício de preconceito dos tempos passados. Isso ainda se aplica em diferentes
esportes, como futebol, vôlei, tênis, natação, entre outros.
Apesar de toda essa dificuldade, muitas mulheres se esforçam muito e conseguem se destacar em
modalidades esportivas. Veja algumas delas, essas são algumas de nossas super atletas!!!

1. Assista aos vídeos de cada atleta e depois me fale o que achou de cada uma delas.

2. Você conhece outras mulheres que são atletas ? Pesquise e me conte.

Caderno 3 Ciclo II pág. 19


Maria Esther Bueno é o maior destaque do Tênis Hortência Fátima Marcari é a maior pontuadora
Feminino Brasileiro. Ganhou mais de 589 títulos da história da Seleção Brasileira de Basquete.
internacionais e aos 19 anos já era a melhor do Disputou
mundo!!!! 5 mundiais. Ganhou ouro no Mundial de 1994 e
https://globoplay.globo.com/v/8871748/ prata nas Olimpíadas de 1996.
https://bit.ly/2ONCNUH

Aída dos Santos foi a primeira mulher brasileira a


Marta Vieira da Silva - Ganhou 6 vezes o prêmio
participar de uma final olímpica. Foi campeã estadual,
Bola de Ouro da Fifa como melhor jogadora do
brasileira, sul- americana e pan-americana de salto em
mundo!!!! É a maior artilheira da história da Seleção
altura.
Brasileira de Futebol feminino. https://bit.ly/3cqM8tI
https://bit.ly/2N8wsCV

Caderno 3 Ciclo II pág. 20


Vocês conhecem alguém dessa foto?
Uma delas sou eu, professora
Mariângela, eu fui atleta do voleibol!!!!
Vamos ver se você me acha nessa foto
ao lado, qual o meu número?

Trecho de música

Mulher
Na escola em que você foi
“Dizem que a mulher é o sexo
ensinada
frágil
Jamais tirei um 10
Mas que mentira absurda ….
Sou forte, mas não chego aos seus
Sei que a força está com elas!!!
pés!”
Mulher, mulher

Nesse trecho da música de Erasmo Carlos, ele se refere às mulheres importantes na vida dele. Me conte
quem são as mulheres importantes na sua vida. Se não couber na linha, escreva no verso ou no seu caderno.

O que as faz tão importantes?

Caderno 3 Ciclo II pág. 21