Você está na página 1de 5

E.D.I.

- (Electronic Data Interchange)

Conceito - Aplicação - Descrição Resumida -


Representação Gráfica
Vantagem
Referência

Conceito

O EDI (Electronic Data Interchange, ou Intercâmbio Eletrônico de Dados) é a transferência de


dados estruturados através do uso de modelos de documentos, padrões e protocolos bem
definidos entre sistemas computacionais.

Aplicação

O EDI pode ser aplicado em qualquer área de negócio, porque não está limitado a padrões e
modelos de documentos determinados. Sendo assim, é possível criar um padrão proprietário e
aplicá-lo em específico entre parceiros de negócios ou departamentos dentro de uma mesma
organização. As relações mais evidenciadas do uso do EDI está entre instituições privadas e
públicas, onde podemos determinar o relacionamento cliente - fornecedor, organização -
instituição financeira e contribuinte - orgão fiscalizador. Segue alguns exemplos de relação e
modelos de documentos:

Cliente - fornecedor

- planejamento mensal de compras


- planejamento semanal de compras
- aviso de embarque

1/5
E.D.I. - (Electronic Data Interchange)

Organização - Instituição financeira

- Cobrança escritural

Contribuinte - Órgão fiscal (Secretaria da Fazenda, Receita Federal, ...)

- Arquivos magnéticos tais como Sintegra


- Nota fiscal eletrônica

Departamental

- Interface entre sistemas

O EDI pode seguir definições nacionais, internacionais e próprietárias para comunicação entre
parceiros de negócios. Estas definições, por vezes acabam sendo controladas por
organizações que estabelecem todos os modelos de documentos e padrões necessários ao
segmento de negócio que estão envolvidos. Por exemplo, no Brasil temos a ANFAVEA que
controla o RND. Um exemplo internacional é a ONU que controla o EDIFACT e assim por
diante.

Descrição Resumida

Para o entendimento do EDI dentro do ambiente computacional da empresa, é necessário


entender os componentes necessários para uma gestão efetiva das transações.Os
componentes de um EDI são:

Modelo de Documento: definição em qual contexto será utilizada a mensagem.

Exemplos:

2/5
E.D.I. - (Electronic Data Interchange)

• Programação de Entrega;
• Aviso de Embarque;
• Pedido de Compra;
• Tabela de preços;
• Cotações;
• Bancários;
• Outros.

Padrão: definição das regras de como os dados serão estruturados na transação. A transação
é a junção do modelo de documento mais o padrão de EDI.

Exemplos:

• EDIFACT - EDI for Administration, Commerce and Transport;


• RND - Rede Nacional de Dados;
• CNAB;
• Outros.

Protocolo: convenção que controla e possibilita uma conexão, comunicação ou transferência


de dados.

Exemplos:

• FTP;
• HTTP;
• Van;
• Outros.

3/5
E.D.I. - (Electronic Data Interchange)

Representação gráfica:

Vantagem

- maior celeridade nas encomendas.


- melhor controle do inventário.
- menor flutuação financeira.
- alinhado as capacidades estratégicas da organização , é evidente a redução de custos
nas relações de trocas de informações.
- desempenha papel crucial na combinação de várias áreas de competência, sendo base
para o fomento na expansão da cadeia de valor.

4/5
E.D.I. - (Electronic Data Interchange)

Para que possa obter ao máximo as vantagens trazidas com o EDI é necessário a integração
entre todos os componentes do EDI através de um software gestor de EDI. Com este objetivo a
Evidência CSI dispõe de um excelente sistema gestor e processamento de EDI.

Referência

5/5