Você está na página 1de 4

ANO 2010 Nº 20

Jesus Cristo, Rei do Universo

A festa de Jesus Cristo, Rei do Universo, é oportunidade para olharmos bem a imagem do nosso Cristo, o Cristo de
nossa paróquia. Ele é o Cristo síntese do mistério pascal, do mistério que une a sexta-feira santa (paixão e morte) ao
domingo de páscoa ( ressurreição do Senhor). De sua cruz não brota um Cristo morto, mas um Cristo ressuscitado, vivo e
vitorioso sobre a morte. Assim, nosso Cristo é o ícone perfeito para refletirmos sobre o sentido da liturgia de hoje, festa com
a qual a liturgia encerra seu ciclo anual (próximo domingo já estaremos em um novo ano litúrgico). Com a festa de hoje
coroamos de glória aquele que coroamos de espinhos e ignomínia na sexta-feira santa. Ele é imagem de soberania e poder
do amor que derrota o pecado e a morte. A ironia dos judeus, ao coroá-lo de espinhos, vesti-lo com um manto vermelho e
porem um ceptro em sua mão, se reverte contra eles próprios. Pilatos manda escrever numa placa o motivo da condenação:
ESTE É O REI DOS JUDEUS. Eles não gostam. Pedem ao governador para corrigi-la. Ele a mantém. Ao terceiro dia se
entende que realmente Ele não é só o rei dos judeus, como rei de toda humanidade, rei do universo, por sua irrestrita
obediência à vontade do Pai, o Deus invisível.
O prefácio de nossa missa define a compreensão do que venha a ser esta realidade: “reino eterno e universal, reino
da verdade e da vida, reino da santidade e da graça, reino da justiça, da paz e do amor”. Trata-se, pois, de um reino que
não se confunde com os reinos do mundo. Assim entendemos melhor o que rezamos quando dizemos: “venha a nós o vosso
reino”. Acolher o seu reino é acolher o seu projeto para formarmos um só povo em
seu amor, uma só família em sua igreja. Não é, portanto, um reinado de servos e
senhores, mas um reinado de irmãos e irmãs. Por isso acolher o seu reino é também
acolher o outro em sua real condição: de pobreza, de doença, de desabrigo, de exílio,
de prisão, de abandono, de necessidade. Sua realeza é serviço.
Na 1ª leitura ( 2Sm 5,1-3) a liturgia olha para a figura de Davi,( o rei da
unidade do povo de Deus, o rei pastor, o rei do compromisso com a justiça em
Israel), para melhor compreendê-lo. Na 2ª leitura ( Cl 1,12-20), o Apóstolo Paulo
traça o perfil espiritual deste Rei. No Evangelho, Lucas mostra como este reino está
aberto a todos, porque é um reino de misericórdia: “hoje mesmo estarás comigo no
paraíso”(Lc 23,43). Este rei crucificado (antes de ser coroado), se faz solidário ao
sofrimento dos homens para devolver-lhes a vida e oferecer-lhes a esperança. É, pois,
a imagem perfeita do amor gratuito e generoso de nosso Deus que se entrega à morte
para salvar os seus filhos.
Este Rei não usa de tirania, mas respeita a liberdade humana. Ele é o Rei da
verdade, mas não a impõe. Ele nos conduz pela verdade e espera o nosso
consentimento. Nada nos impõe, apenas nos propõe o reino da vida, não pela força ou
pela violência, mas pelo amor e compaixão. Assim Ele é o Rei da esperança e da solidariedade (nele todas as coisas foram
restauradas, rezamos na oração da COLETA); é o Rei do amor e da caridade, da fraternidade, do perdão e da paz (“nele
temos a redenção e o perdão dos pecados – Cl 1,14); é o Rei de todos os povos, línguas e nações (“Ele é o primogênito
de toda a criação – Cl 1,15); Ele é o Rei do céu e da terra, do universo incomensurável (“todas as coisas têm nele a sua
consistência, as visíveis e as invisíveis – Cl 1,16).
PARA REFLEXÃO: Como estamos respondendo em nosso dia-a-dia às propostas do nosso Rei? Nossa vida corresponde à
grandeza da realeza de nosso Cristo?
Bom domingo e boa semana a todos!

Pe. Antonio Almeida

p.antonioalmeida@hotmail.com
A Liturgia nos ritmos do tempo

b) O ritmo semanal
O ritmo semanal é marcado pelo domingo, o dia em que o Senhor se manifestou ressuscitado 9cf. Mc 16,21; Lc
24,1; Mt 28,1; Jo 20,1).
“Por tradição apostólica que tem sua origem do dia mesmo da ressurreição de Cristo, a Igreja celebra cada oitavo
dia o mistério pascal, naquele que se chama justamente dia do Senhor ou domingo. Neste dia, pois, devem os fiéis
reunir-se em assembléia para ouvirem a palavra de Deus e participarem da eucaristia, e assim recordarem a paixão,
ressurreição e glória do Senhor Jesus e darem graças a Deus que os “gerou de novo pela ressurreição de Jesus Cristo
dentre os mortos para uma esperança viva” (1Pd 1,3). O domingo é, pois, o principal dia de festa que deve ser
lembrado e inculcado à piedade dos fiéis: seja também o dia da alegria e abstenção do trabalho. As outras celebrações
não lhe sejam antepostas, a não ser as de máxima importância, porque o domingo é o fundamento e o núcleo do Ano
Litúrgico”. (SC 106).
João Paulo II, na Carta Apostólica sobre o domingo (Dies
Domini), apresenta as cinco características deste dia: Dia do Senhor,
Dia de Cristo, Dia da Igreja, Dia do Homem e Dia dos Dias. O
mesmo Papa nos pede na Carta Apostólica Mane Nobiscum
Domine, que demos “uma atenção ainda maior à missa dominical,
como celebração na qual a comunidade paroquial se reencontra em
coro, vendo comumente participantes também os vários grupos,
movimentos, associações nela presentes” (MND23).
c) O rito anual
O Ano Litúrgico compreende dois tempos fortes: o Ciclo
Pascal, tendo como centro o Tríduo Pascal, a Quaresma como
preparação e o Tempo Pascal como prolongamento e o Ciclo do
Natal com sua preparação no Advento e o seu prolongamento até a
festa do Batismo do Senhor. Além destes dois, temos o Tempo
Comum.
Tríduo Pascal da Paixão e Ressurreição do
Senhor – Começa na quinta-feira santa à noite com a Missa da
Ceia do Senhor (depois do pôr do sol) e dura até a tarde de domingo da Páscoa da ressurreição, com as Vésperas.
É o ápice do ano litúrgico porque celebra a Morte e Ressurreição do Senhor, que realizou a obra da redenção humana e
da perfeita glorificação de Deus pelo seu mistério pascal, quando morrendo destruiu a nossa morte e ressuscitando renovou
a vida. (cf. NUALC 18).
Continua na próxima semana

Trecho extraído do livro: Sou C atólico. Vivo minha Fé

C NB B (p ág i n as 88-90)
ASSEMBLÉIA ANUAL PAROQUIAL

A A ssem b léia A n u al P ar o q u ial é d e f u n d am en tal im p o r tân c ia p ar a a n o ssa m issão


ev an g eliz ad o r a. To d o s o s p ar tic ip an tes d o s m o v im en to s, ser v iç o s e p asto r ais são
esp er ad o s, m as é ab er to a to d a a c o m u n id ad e. F ar em o s a av aliaç ão d o s tr ab alh o s
d este an o d e 201 0 e lan ç ar em o s as b ases p ar a o an o 201 1 .
S er á n o s d ias 1 1 e 1 2 d e d ez em b r o . N o sáb ad o in ic iar em o s às 1 4h 30 e n o d o m in g o ,
ap ó s a m issa d as 08h 30. P ar a p ar tic ip ar, é n ec essár io in sc r ev er-se a f im d e p er m itir
a o r g an iz aç ão d o alm o ç o d e d o m in g o e d o s lan c h es.
A P asto r al d a A c o lh id a estar á n o s d ias 21 , 27 e 28/1 1 , an tes e ap ó s as M issas,
p r een c h en d o a f ic h a d e in sc r iç ão p ar a o s in ter essad o s. A in sc r iç ão tam b ém p o d e ser
f eita p o r E -m ail o u n a sec r etar ia d a p ar ó q u ia d e seg u n d a a sáb ad o .
A m issão d e ev an g eliz ar é d e to d o s n ó s!
ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO
Todas as quintas-feiras, das 09 às 19h, o Santíssimo está
exposto em nossa paróquia. Com orações, cânticos e
Salmos os fieis têm demonstrado sua fé e gratidão a
Deus. Participe! A oração está profundamente ligada à
virtude da esperança. Participantes de Pastorais, agende
sua hora para adoração, não deixe Jesus sozinho!

Antonieta Nascimento Araújo, Expedito Rocha Lobo, Maria das Dores Gomes,
Antônio Luiz Borges, Florisvalda A. do Amaral, Maria Luiza R. Espírito Santo,
Celma Conceição dos S. de Jesus, Hélio de Araújo Sampaio, Marinalva Ferreira Santos,
Denise Fontes A. Barcelos, Lílian Carla P. Leite, Osvaldo Bulhões Sony,
Dinamar Carvalho Lucena, Leonardo Moisés F. Linhares, Rosângela Prazeres A. Dias,
Dirce Gonçalves Silva, Maria Carmelita G. Souza, Sonia Maria Pontes Russo,
Vilma Mª Brandão M. Barreto.
Aniversário de casamento:
Francisco Mendonça e Graça Maria C. Mendonça;
Jorge Luis M. Menezes e Tetzmara Fiscina Menezes;
Marcio da Silva dos Santos e Elayne Barretto dos Santos.

Atraia felicidade para si, manifestando sua alegria cada vez que vir alguém feliz ao seu redor.
Feliz Aniversário e muitos anos de vida!
Encontro Arquidiocesano de Comunicação: 28/11 das 08 às 17h. Todos podem participar! Informações: tel.
4009-6688, taxa R$ 5,00 sem almoço.
Pastoral Universitária – Se você é universitário, pré ou pós universitário, temos um espaço para você aqui na
paróquia. Entre em contato com Joyce - 8772-6044 ou www.pubahia.ning.com
Show de Fé – 27/11, a partir das 14:00h. Show em comemoração aos dez anos da Pastoral do Dízimo em nossa
Arquidiocese, com Bandas locais e Cantores de Deus. Local: Campus da Ucsal da Federação. Ingresso: 1Kg de alimento.
(feijão, arroz, macarrão, leite). Contato: tel. 4009-6609
Auto de Natal – As preparações para o Natal já começaram . Inscreva-se! Contato: Rosí - 9124-8439
Curso de Capacitação para Líderes da Pastoral do Idoso – Paroquiano (a), você é convidado (a) a
participar nos dias 24, 25 e 26 de novembro às 19:00h. Coordenação: Angélica - 3272-5014. Faça parte desta Pastoral!
Bingo beneficente – Valiosos prêmios por apenas R$3,00 a cartela. Compre a sua! Dia 08/12, na festa
de Nossa Senhora da Conceição, logo após a missa, a partir das 11:30h, no Vale dos Rios, será servido
uma feijoada e em seguida, acontecerá o Bingo beneficente . As cartelas já estão à venda na Secretaria da
paróquia e aos domingos em frente à livraria. Venha viver momentos de muita alegria e descontração!
Com o Papa na expectativa da vida nova – 27/11, o Papa Bento XVI estará celebrando as vésperas do
1º domingo do Advento. Participe unindo-se com o Papa, na Catedral de Salvador (Terreiro de Jesus), das
15:30 às 17:30h. Programação: orações, testemunhos, imagens do evento de Roma com o Papa.
II Festival da vida – 21/11 a partir das 09h. A Pastoral Familiar da arquidiocese, convida todos os
católicos para o 2º Festival da Vida, na UCSAL – Federação. Após a missa, haverá shows, testemunhos,
venda de comida e festival de prêmios.

Lembretes...
Árvore de Natal – 4.000 garrafas PET, preferencialmente na cor verde, serão recolhidas na paróquia para a confecção
de uma árvore de Natal, na Praça do Vale dos Rios. Contamos com sua colaboração!
Escola da Bíblia - A Escola da Bíblia é para todos. Participe! Todas as segundas-feiras às 19:30h.

LITURGIA DIÁRIA
De 21 a 27 de novembro
Dom-2Sm 5,1-3; Sl 121 (122); Cl 1,12-20; Lc 23,35-43 Seg Ap 14, 1-5; Sl 23(24); Lc 21,1-4
Ter Ap 14,14-19; Sl 95 (96); Lc 21,5-11 Qua Ap 15,1-4; Sl 97 (98); Lc 21,12-19;
Qui Ap 18,1-2.21-23; 19,1-3.9; Sl 99 (100); Lc 21,20-28 Sex Ap 20,1-4.11-21,2 ; Sl 83 (84); Lc 21,29-33
Sab Ap 22,1-7; Sl 94 (95); Lc 21,34-36

MISSA DOM SEG TER QUA QUI SEX SAB


MATRIZ 8:30h e 19:00h 19h 07:30h 19h 19h 19h 16:30h e 18:30h
VALE DOS RIOS 07h **** 19:30h **** **** **** ****
MÃE RAINHA 16h 07h 07h 07h 07h 07h 16h
ATENDIMENTO DOS PADRES:
Pe. Carlos André Sextas-Feiras das 9h às 12h e das 14h às 19h.
Pe. Antonio Almeida Após as celebrações.
SECRETARIA : Segunda a sexta das 8h às 12h e das 14h às 19h.
Aos sábados das 8h às 12h. Tel.: 3342-0768
Acesse o nosso site: www.pnsesperanca.com

Você também pode gostar