Você está na página 1de 8

PROGRAMA ATRAVÉS DA BÍBLIA TEXTO: Gl 6.

11-18
TEMA:O motivo e o preço da liberdade
No 602 Guideline : 602 Data da produção: /12/08
Data da gravação: Produtor: Itamir Neves Locutor: Itamir Neves
Olá amigo, estamos iniciando mais um programa da série "Através da Bíblia" e para nós é sempre
1
motivo de muita alegria sabermos da sua companhia conosco. Obrigado por que você tem sintonizado

esse programa e tem sido fiel em nos acompanhar no estudo sistemático que fazemos da Palavra de

Deus. Hoje finalizamos os nossos estudos na carta que Paulo escreveu ao gálatas. No próximo

programa já estaremos estudando os aspectos introdutórios do livro dos Salmos. Certamente teremos

lições importantes para aprender e aplicar em nossas vidas. Por isso sugiro a você se preparar para

esses estudos e também para o de hoje. Abra a sua Bíblia e acompanhe atentamente o estudo da Palavra

de Deus. Depois você pode escrever compartilhando como Deus falou ao seu coração. E é exatamente

isso que o nosso irmão M da cidade de Sto Antonio da Platina, estado do Paraná, fez, enviando-nos

essa mensagem: "Olá Pr. Itamir Neves, me chamo M e sou de Sto Antonio da Platina, PR. e gostaria se

possível que o senhor mandasse um alô para meus avós, que todos os dias escutam o seu programa

Através da Bíblia. Muito obrigado e que Deus o abençoe". Querido amigo aqui vai o nosso alô e nosso

abraço para o casal EG e dona MSG, avós do M. Que Deus os abençoe e muito obrigado por sua

audiência. Você que nos acompanham sabem o nosso objetivo. Desejamos que através desse programa

muitos sejam abençoados e desafiados a viverem de modo cada vez mais agradável a Deus,

demonstrando ao mundo a necessidade que ele tem da salvação em Jesus Cristo. Muito obrigado por

suas palavras de incentivo. Agora, quero convidá-los àquele momento importantíssimo do nosso

programa, quando buscamos a presença do Senhor. Vamos orar: "Pai amado, somos gratos por tua

companhia conosco e por tua misericórdia. Como tu conheces a necessidade de cada um de nós, Pai

buscamos a iluminação do teu Espírito. Que o Senhor fale a cada coração. Obrigado pela preciosa

salvação em Jesus. Abençoa esses queridos irmãos que tem perseverado no estudo da tua palavra

Oramos em nome de Jesus. Amém!"

Querido amigo, hoje chegamos ao parágrafo final do capítulo seis de Galatas, concluindo assim os

nossos estudos nesse tão importante livro. Vamos estudar Gl 6.11-18.


PROGRAMA ATRAVÉS DA BÍBLIA TEXTO: Gl 6.11-18
TEMA:O motivo e o preço da liberdade
No 602 Guideline : 602 Data da produção: /12/08
Data da gravação: Produtor: Itamir Neves Locutor: Itamir Neves
Neste texto destacam-se as palavras de Paulo sobre o seu orgulho, sobre a sua glória na cruz de Cristo.
2
Ele reconhecia o valor da cruz, pois foi nela que Jesus conquistou a nossa liberdade, nos dando uma

nova vida. Na, verdade, durante toda a carta, como já mencionamos a cruz foi destacada e eu quero

recordar com você aquelas sete afirmações que fizemos a alguns programas passados.

A 1ª afirmação destaca a cruz de Cristo em relação a salvação - 1.3-5. A 2ª afirmação destaca a cruz de

Cristo em relação a experiência cristã - 2.19-21. A 3ª afirmação destaca a cruz de Cristo em relação a

pregação do evangelho - 3.1-3. A 4ª afirmação destaca a cruz de Cristo em relação a substituição

efetuada - 3.10-14. A 5ª afirmação destaca a cruz de Cristo em relação a perseguição contra os cristãos

- 5.10-11 e 6.12. A 6ª afirmação destaca a cruz de Cristo em relação a nossa santificação - 5.13-24. E a

7ª afirmação destaca a cruz de Cristo em relação a glória cristã - 5.26; 6.13-14 que é o tema desse nosso

último estudo nesta tão importante carta.

Entretanto, quando consideramos todo o texto dos versos 11 a 18 devemos reconhecer que finalmente,

como diz Richards (2007, p. 410) Paulo estava concluindo a sua carta e assim resumiu a sua

mensagem. Os judaizantes estavam insitindo em um modo de vida que não tem nada a ver com o

cristianismo. A herança cultural de uma pessoa seja ela judia ou gentia é irrelevante, embora exerça

certa influência na sua formação. Porém tudo o que importa, na verdade, é que em Cristo cada um de

nós é uma nova criatura de Deus. Os judaizantes, judeus legalistam que atacaram as comunidades

cristãs da Galácia exigiam a circuncisão para a salvação, mas, realmente não estavam interessados em

ajudar as pessoas a quem eles ensinavam. Eles mesmo não tinham interesse em guardar a lei de Moisés.

Eles queriam evitar a perseguição pelos judeus (6:12-13; veja 2:11-14; 5:3,14-15). Eles se gloriaram na

carne dos seus "convertidos", e não na cruz de Cristo (6:13-14). Mas, muitos, ainda hoje se gloriam na

carne dos seus convertidos, usando um evangelho carnal, um evangelho sincrético, um evangelho que

não exige uma transformação a partir do interior, só para atrair grandes números de pessoas, ao invés

de ensinar a verdade do evangelho e sofrer a perseguição que a cruz de Cristo provoca (6:14; 2 Timóteo
PROGRAMA ATRAVÉS DA BÍBLIA TEXTO: Gl 6.11-18
TEMA:O motivo e o preço da liberdade
No 602 Guideline : 602 Data da produção: /12/08
Data da gravação: Produtor: Itamir Neves Locutor: Itamir Neves
3:12-13). A verdadeira conversão vem, não por meios carnais e exteriores. A verdadeira conversão
3
ocorre na circuncisão do coração, para se tornar uma nova criatura (6:15; veja Colossenses 2:11-15). O

povo de Deus é composto por aqueles que andam segundo esta nova criação em Cristo. Estes não

levam as marcas da circuncisão na sua carne, e sim as suas vidas estão marcadas pela vida

transformada que só Jesus pode nos oferecer (6:16-17; veja 5:22-25; Romanos 2:28-29).

O poder do evangelho depende não do que qualquer homem faz no desejo de ser aprovado por Deus,

mas sim no que Deus fez e faz em nós e para nós por meio do sacrificio de Jesus! Portanto, o título que

proponho para estes versos finais é:

A Diferença Fundamental: Gloriar-se na Cruz ou na Carne?

Introdução

Querido amigo, o último destaque que Paulo faz nesta carta é uma condenação do motivo errado que

moviam os judaizantes a pregar uma mensagem que nem poderia ser chamada de evangelho. Não

poderia ser denominada assim, pois não eram boas notícias, pelo contrário eram notícias ruins, que

transmitiam e levavam o povo imaturo à escravidão. Os judaizantes se envergonhavam de Cristo e da

cruz dele porque temiam a perseguição, se gloriavam na carne e no seu domínio sobre os irmãos que se

circuncidavam (6.12-13).

Paulo, ao contrário, se gloriou somente na cruz de Cristo, e se envergonhou das coisas deste mundo

mundo (6.14). A circuncisão não tem valor; a lei não tem valor salvífico; o legalismo não cria mérito

diante de Deus. A justificação só acontece de graça, pela fé em Cristo Jeus que se deu por nós na Cruz

do Calvário. O que é essencial é ser nova criatura e fazer parte do povo de Deus, fazer parte da família

espiritual (6.15-16; veja 3.26-29). Paulo, com humildade, reconhecendo a graça divina, carregou no seu

corpo as marcas de Jesus (6.17) e disso não se envergonhava, mas sim se regozijava. No mundo

romano, soldados, criminosos e escravos receberam as marcas de letras no corpo. Paulo está falando,

provavelmente, da sua posição como servo ou escravo do Senhor Jesus Cristo (veja 6.14,18). Ele
PROGRAMA ATRAVÉS DA BÍBLIA TEXTO: Gl 6.11-18
TEMA:O motivo e o preço da liberdade
No 602 Guideline : 602 Data da produção: /12/08
Data da gravação: Produtor: Itamir Neves Locutor: Itamir Neves
levava em seu corpo as marcas do seu sofrimento pelo Senhor Jesus Cristo! Em contraste com os
4
judaizantes que fugiram da perseguição, Paulo sofreu como servo e ministro de Cristo (veja 2 Coríntios

11:23-33). As palavras da bêncão de encerramento são típicas das cartas de Paulo, e concluem bem o

ponto deste livro (6.18): “A graça do nosso Senhor Jesus Cristo (não a lei do Velho Testamento) seja,

irmãos (ainda amados por Paulo e apesar das falhas deles) com o vosso espírito (não com a carne que

os judaizantes tanto enfatizaram). Amém.”

Querido amigo, diante desse conteúdo tão rico o desafio que temos diante de nós pode ser expresso na

seguinte sentença de aplicação:

Somente o cristão verdadeiro gloria-se de ser marcado pelo sofrimento da cruz de Cristo.

Apesar do sofrimento só o verdadeiro cristão gloria-se nas marcas da cruz de Cristo.

Nestes versos finais desta carta aos gálatas encontramos cinco marcas do cristão que se gloria na

cruz de Cristo.

A 1ª marca do cristão que se gloria na cruz de Cristo é admitir as suas limitações humanas, vs. 11

Essa é uma marca distintiva do cristão que tem sofrido pelo evangelho. Como dissemos ao estudarmos

o trecho de 4.12-16 é provavel que Paulo tinha ou sofria de uma enfermidade nos olhos. Talvez ela

tivesse surgido na sua viagem pela região da Galácia, pelas próprias condições do território, ou talvez

tivesse sido agravada exatamente durante o desenvolvimento do ministério, através da leitura e da

atenção dedicada às suas constantes instruções por escrito, mesmo que ajudado por seus amanuenses.

Com bastante probabilidade essa doença era o espinho na carne que ele carregava e Deus o permitira

para que ele não se ensoberbecesse (2Co 12.7-10). E, embora alguns estudiosos interpretem que com

essas letras grandes Paulo indicava e acentuava a sua posição como autêntico apóstolo, somos de

parecer que, provavelmente ele registrou esse fato de ter que escrer com letras grandes para que ele

mesmo pudesse lê-las devida a sua doença nos olhos. Querido amigo, devemos ser gratos a Deus,

porque, mesmo que tivesse sua visão física limitada a visão espiritual de Paulo era maravilhos. Paulo
PROGRAMA ATRAVÉS DA BÍBLIA TEXTO: Gl 6.11-18
TEMA:O motivo e o preço da liberdade
No 602 Guideline : 602 Data da produção: /12/08
Data da gravação: Produtor: Itamir Neves Locutor: Itamir Neves
como um cristão que se gloriava na cruz de Cristo não tinha problemas em admitir as suas limitações
5
humanas, eram as marcas de Jesus que ele carregava com orgulho em seu corpo! Mas como estamos

distantes desse procedimento do apóstolo! Hoje o que proclama em diversos púlpitos é que temos que

rejeitar as doenças, que devemos procurar o nosso bem estar, que as doenças são conseqüências dos

pecados. Essa pregação atual é tão maléfica quanto a dos judaizantes no primeiro século. Que Deus não

permita sermos enganados por aventureiros do evangelho!

A 2ª marca do cristão que se gloria na cruz de Cristo é enfrentar o provável sofrimento, vs. 12-13

Querido amigo temos que recordar que aqueles judeus estavam exigindo que os gálatas fossem

circuncidados exatamente para não serem perseguidos. Os judaizantes, aceitavam a mensagem do

evangelho, mas temendo serem vítimas da perseguição dos judeus inconversos, ensinavam que era

necessário guardar a lei de Moisés, e usarem a prática da circuncisão. Paulo chamou isto de ostentação

da carne, pois eles não praticavam a circuncisão porque criam que fosse a prática correta, porque

desejavam cumprir a Lei mosaica. Não! Eles, somente queriam escapar da perseguição dos judeus. Eles

demonstravam assim que não eram verdadeiros cristãos! Que falta de autenticidade religiosa! Que

covardia desses pseudo-crentes da Galácia! Cristo foi perseguido por causa deles. Cristo foi humilhado

por causa deles. Cristo foi julgado por causa deles. Cristo carregou a sua cruz por causa deles. Cristo

morreu na cruz por causa deles. Porém, eles estavam fugindo da cruz, ou estavam misturando o

cristianismo com judaísmo temendo a perseguição dos inimigos da cruz de Cristo. Querido amigo, o

povo geralmente aceita qualquer religião que não tenha cruz, que não traga sofrimentos. Com isso

rejeitam a cruz de Cristo. A maior vergonha que os homens têm, é da cruz de Cristo. É do sacrifício de

sangue que a cruz anuncia. Os próprios romanos que aceitavam toda espécie de religião no império,

acolheram e protegeram todas as religiões, inclusive o judaísmo, na própria Roma, capital do império,

no entanto, ao tempo mesmo em que estava dando segurança e liberdade para as mais diversas

religiões, estava perseguindo sistematicamente o cristianismo, por causa da cruz de Cristo. Ainda em
PROGRAMA ATRAVÉS DA BÍBLIA TEXTO: Gl 6.11-18
TEMA:O motivo e o preço da liberdade
No 602 Guideline : 602 Data da produção: /12/08
Data da gravação: Produtor: Itamir Neves Locutor: Itamir Neves
nossos dias a oposição dos homens e do mundo não é contra qualquer religião, mas é contra a cruz de
6
Cristo. Por que? Ora, porque a mensagem da cruz mostra que o homem é pecador e desqualificado para

chegar à presença de Deus. Porque a cruz mostra a incapacidade do ser humano diante de Deus, a tal

ponto que foi necessário o próprio Deus preparar a salvação da humanidade. Além disso devemos

destacar que Satanás não tem ódio das religiões dos homens, pois essas não declaram e atestam a sua

derrota. Só o cristianismo verdadeiro proclama a cruz de Cristo e nela a derrota completa do inimigo de

nossas almas. Querido amigo que você possa valorizar sempre a mensagem da cruz ao invés de querer

evitar o sofrimento que a mensagem e a prática do cristianismo causam nos que o levam à sério!

A 3ª marca do cristão que se gloria na cruz de Cristo é saber o que tem verdadeiro valor, vs. 14-16

É evidente que havia um contraste marcante entre as atitudes dos judaizantes e a atitude do apóstolo

Paulo. Eles não estavam preocupados com o bem estar espiritual dos gálatas. Eles queriam e buscavam

glória para si mesmos, através do proselitismo que faziam, através do convencimento dos gálatas

incautos. Por outro lado Paulo disse que não se gloriava por seu ministério, por sua atuação, por sua

disposição e coragem em enfrentar os sofrimentos decorrentes da sua ênfase na cruz de Cristo. Paulo

não procurava aparecer, não procurava chamar atenção para si, para ter com o que se gloriar. Não!

Paulo gloriava-se na cruz do Senhor Jesus e, por isso é que o mundo estava crucificado para o mundo e

ele tinha morrido para o mundo. Isso quer dizer, nada do mundo o atraía mais. A glória do mundo, a

glória que os homens pudessem dar-lhe não o atraíam mais. O seu único motivo de gloriar-se era a cruz

de Cristo. Querido amigo, creio que cada cristão deveria ter como lema de sua vida esse princípio que

emerge dessas palavras de Paulo. Cada um de nós deveria dizer: A Cruz é a minha glória! É... Na

verdade, todo cristão deve apenas se gloriar na cruz de Cristo. Por pelo menos cinco razões devemos

nos gloriar só na cruz de Cristo: A 1ª razão de nos gloriarmos na cruz de Cristo é que nela o nosso

pecado foi apagado, 1Pe 2.24. A 2ª razão de nos gloriarmos na cruz de Cristo é que nela a nossa

salvação está garantida, Hb 2.9. A 3ª razão de nos gloriarmos na cruz de Cristo é que nela a nossa
PROGRAMA ATRAVÉS DA BÍBLIA TEXTO: Gl 6.11-18
TEMA:O motivo e o preço da liberdade
No 602 Guideline : 602 Data da produção: /12/08
Data da gravação: Produtor: Itamir Neves Locutor: Itamir Neves
santificação foi consumada, Hb 10.14. A 4ª razão de nos gloriarmos na cruz de Cristo é que nela Jesus
7
selou a paz que só ele nos dá, Cl 1.20. E uma última e a 5ª razão de nos gloriarmos na cruz de Cristo é

que nela estamos crucificados com Cristo, Gl 6.14. Querido amigo, que seja essa a sua motivação! É

interessante percermos um detalhe, na seqüência, nos versos 15-16 Paulo mostra porque se gloriava

apenas na cruz de Cristo. Ele sabia que os ritos externos de nada valiam. A circuncisão, o cumprimento

da lei, o respeito às datas sagradas não tinham valor. O que tinha e tem valor eterno é ser nova criatura.

É participar da nova criação. E a nova criação só acontecia por causa do sacrifício de Jesus na cruz. Por

isso gloriar-se na cruz é que tinha valor. Nada no mundo pode nos atrair, porque já morremos para o

mundo e porque o mundo já morreu para nós em termos dos seus atrativos. O que tem verdadeiro valor

é a vida eterna, é ser nova criatura e assim usufruir da paz e da misericórdia que são frutos desse novo

pocisionamento em Cristo. O verdadeiro Israel de Deus, os verdadeiros israelitas, o verdadeiro povo de

Deus, os descendentes de Abraão, pela fé é que vivem dessa nova maneira. O meu desejo é que você

usufrua da paz e da misericórdia, frutos dessa nova vida no Espírto.

A 4ª marca do cristão que se gloria na cruz de Cristo é ter em seu corpo o sofrer de Jesus, vs. 17

O versículo 17 diz assim: "Quanto ao mais, ninguém me moleste; porque eu trago no corpo as marcas

de Jesus." Essa expressão é muito esclarecedora. Era um testemunho de Paulo sobre a sua situação

ministerial. Você deve se lembrar que assim que ele foi chamado por Deus para o ministério logo

depois da sua conversão, o Senhor orientando a Ananias que deveria orar por ele, disse claramente que

o futuro ministerial de Paulo, pregando a gentios, a reis e também a judeus já estava traçado, e

acrescentou: “pois, eu lhe mostrarei quanto lhe importa sofrer pelo meu nome” (At 9.16). Paulo então

reivindica não ser perturbado ou ser acusado por aqueles que nem queriam sofrer por causa da cruz.

Pelo contrário, ele já tinha sido muitas vezes perseguido, torturado e ferido, e tinha no corpo cicatrizes

que ele chamava de marcas de Cristo. Que nós tenhamos também marcas de Cristo. Não

necessariamente cicatrizes, ou marcas no físico, mas marcas no caráter, marcas na vida cristã, marcas
PROGRAMA ATRAVÉS DA BÍBLIA TEXTO: Gl 6.11-18
TEMA:O motivo e o preço da liberdade
No 602 Guideline : 602 Data da produção: /12/08
Data da gravação: Produtor: Itamir Neves Locutor: Itamir Neves
no testemunho. Tem você essas marcas?
8
A 5ª marca do cristão que se gloria na cruz de Cristo é ser sempre um abençoador vs. 18

E o apóstolo encerra a sua epístola com esta bênção: "A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja,

irmãos, com o vosso espírito. Amém."

Paulo concluia a sua carta não mais mostrando a diferença entre a sua maneira de crer e a maneira de

crer dos judaizantes. Ele terminou a sua carta de modo abençoador. Ele relembrou aos gálatas da

relação mútua que eles podiam desfrutar de se abençoarem mutuamente por causa das suas relações

com o Senhor Jesus Cristo. Ele os saúda com a graça de Jesus Cristo, pois essa era a enfase do seu

ministério e nessa carta ele apontou a graça como o motivo pelo qual poderíamos ter em Jesus, pela fé,

a total liberdade que ele conquistou para nós. A palavra “Amém” significa: assim seja e esse era o

desejo de Paulo para os gálatas e certamente é o desejo para nós também. Que essa graça venha edificar

o nosso espírito, pois o que vale é a nossa vida interior e não a aparência exterior. Que possamos

usufruir da graça que só o Senhor Jesus pode conceder a todo que o recebe!

Querido amigo, nós damos muitas graças a Deus por esta epístola tão preciosa, e que tem enriquecido a

vida de tantas pessoas em todos os tempos. Vamos encerrar o nosso estudo de hoje, usando a mesma

bênção dada pelo apóstolo no encerramento dessa sua carta: "A graça do nosso Senhor Jesus Cristo

seja, irmãos, com o vosso espírito. Amém."

Deus o abençoe,

3.000