Você está na página 1de 22

O QUE NUNCA TE ENSINARAM SOBRE PREPARAÇÃO

EM ALTO NÍVEL PARA CONCURSOS PÚBLICOS.

TEMPERAMENTOS,
VIRTUDES E
CONCURSOS PÚBLICOS
ENTENDA COMO O CONHECIMENTO DO SEU
TEMPERAMENTO PODE AJUDAR A
ALCANÇÁ-LOS.

PROF. FELIPE LESSA


TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

Fala Concurseiro! Fala Concurseira! 


 
Se  você  ainda  não  me  conhece,  eu  sou  o  Prof.  Felipe  Lessa.  Sou  engenheiro 
formado  pelo  IME  e  Auditor-Fiscal  da  Receita  Federal  aprovado  no  concurso  de 
2009. 

Minha  vida  no  mundo  dos  concursos  começou  muito  cedo:  aos  14  anos!  Naquela 
ocasião,  em  1997,  fui  aprovado  em  1º  lugar  geral  no  concurso  do  Colégio  Militar 
do  RJ  e,  desde  2014, venho ajudando pessoas como você a se prepararem em alto 
nível  para  concursos  públicos.  Dei  aula  de  Raciocínio  Lógico  no  Estratégia 
Concursos  por  3  anos  e  hoje  me  dedico  a  ensinar  lá  no  meu  perfil  do  Instagram 
tudo  o  que  aprendi  ao  longo  desses  anos  de  preparação  e  estudo.  Aproveita  e  já 
me segue por lá para não perder as dicas dos stories: 
 

@prof.felipelessa 
 
 

Não!  No  meu  currículo,  você  não  vai  encontrar  inúmeras  aprovações  em 
concursos.  ​Eu  só  passei  em  um  mesmo,  no  que  eu  queria  e  de  primeira​.  E  eu 
desejo  que  o  mesmo  aconteça  com  você:  passar  no  primeiro  concurso  que  você 
fizer depois que colocar em prática o que eu te ensino neste e-book. 
* * * 
E  o  grande  segredo  para  conseguir  passar  logo  no  concurso  que  você  quer  é 
estudar  certo  e,  para  tanto,  você  precisa  se  conhecer  para  entender  o  que 
funciona  ou  não  para  sua  rotina  de  estudos.  A  chave  do  sucesso,  portanto,  é  o 
autoconhecimento. 
Nos  últimos  anos,  tenho  me  dedicado  muito  a  estudar  o  comportamento  da  alma 
humana  e  pude  perceber  como  este  conhecimento  pode  impactar  a  sua  vida  de 
estudos positivamente e como as pessoas negligenciam esse fato.  
Hoje posso dizer que masterizei a arte da preparação em alto nível para concursos 
públicos  com  a  aplicação  dos  conhecimentos  relativos  a  ​virtudes  e 
temperamentos  humanos​,  os  quais  te  levam  a  um  novo  patamar  na  disputa  por 
uma vaga. 
Mas  eu  sempre  relutei  em  ensinar  isso  a  alguém.  Não  por  egoísmo,  mas  por  uma 
absoluta falta de tempo mesmo e por achar que as pessoas não veriam valor nisso. 
 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 1 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

Contudo,  depois  de  ver  inúmeras  perguntas  sobre  virtudes,  temperamentos  e 


concursos  públicos  chovendo  nos  meus  stories  do  Instagram,  pude  compreender 
que realmente o meu conhecimento pode ajudar muitas pessoas.  
Dá só uma olhadinha: 

 
Foi  aí  que  eu  tive  uma  grande  ideia;  um  ​insight brilhante para te ajudar. Em vez de 
“apenas”  ficar  respondendo  caixinha  de  pergunta  lá  nos  stories,  resolvi  escrever 
este  e-book  para  sistematizar  de  maneira  resumida  o  meu  conhecimento  sobre o 
tema  e  ajudar  pessoas  como  você,  que  estão  se  preparando  para  concursos 
públicos. 
 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 2 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

Eu  sinceramente não sei o que você pensa e sabe sobre esse assunto. Se você acha 
que  o  que  eu  falei  é  uma  grande  besteira  e  que  o  seu  temperamento  em  nada 
influencia  a  sua  forma  de  viver  a  vida  e  estudar,  talvez  este  material  não  seja 
indicado  para  você.  Neste  caso,  recomendo  que  feche  imediatamente  esse 
arquivo e volte para os estudos: não perca tempo aqui! 
Agora,  se  você  realmente  deseja  conquistar  uma  vaga  no  próximo  concurso  dos 
seus  sonhos,  este  e-book  vai ajudar você. Nesta trilha do autoconhecimento, você 
vai  aprender  a  se  tornar  uma  concurseiro  mais  virtuoso  e  a  definir  as  estratégias 
de estudo mais adequadas, tudo isso de acordo com seu temperamento. 
Aproveite  a  leitura  e  não  deixe  de  me  seguir  no  Instagram!  Qualquer  dúvida,  a 
caixinha de perguntas fica aberta por lá 24h por dia, 7 dias por semana! 
Grande Abraço e boa leitura! 
 

@prof.felipelessa 
 
   

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 3 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

SUMÁRIO 
 

1. Duas observações iniciais ………………………………………………………… pág. 5 

2. O que são virtudes? …………………………………………………………………. pág. 8 

3. As virtudes são treináveis ………………………………………………………… pág.12 

4. Os 4 temperamentos humanos ………………………………………………... pág.14  

5. Como  o  conhecimento  dos temperamentos pode me ajudar no estudo para 

concursos públicos? ……………………………………………………………. pág.17 

6. Colocando em prática o que aprendemos ………………………………... pág.19 


 

 
 
 
 
 

   

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 4 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

1. Duas observações iniciais. 


 
Seja  você  um  iniciante  nesta  área  de  concursos  públicos  ou  um  concurseiro 
“profissional”,  em  algum  momento  da  sua  caminhada  as  seguintes  dúvidas  já 
pairaram – ou vão pairar – na sua cabeça: 

- curso online ou presencial? 


- pdf ou vídeo aula? 
- fazer resumo ou marcar o material? 

- mapas mentais ou flashcards? 


- como revisar? 
- estudar só por questões? 
- Será que estou usando os métodos e técnicas corretos? 
 

Pois  é...  todo  mundo  passa  por  esses  “dilemas”.  E  é  inegável  que  a  gente tem uma 
tendência  em  repetir  os  comportamentos  que  deram  certo  para  outra  pessoa  e, 
via  de  regra,  não  há  nada  de  ruim  nisso!  Mas...  é  preciso  fazer  algumas 
considerações... 

Para  ilustrar,  veja  a  história  desses  4  amigos  concurseiros:  João,  Pedro,  Tiago  e 
Tadeu. 

O João só conseguia aprender em aulas presenciais no cursinho perto da casa dele 
e  adorava  resumos;  resumia  todas  as  aulas.  Ele  estudava  uma  matéria  por  dia.  E 
passou.  

O  Pedro,  por  sua  vez,  é  um  autodidata; comprou os melhores materiais em pdf do 


mercado  e  estudou  sozinho  em  casa,  estudando  por  ciclos  e  revisando  por 
questões. Passou também.  
O  Tiago  é  meio  perdido  e  desmotivado;  ele  até  gosta  de  estudar,  mas  tinha 
dificuldades  em  avançar  nos estudos e cumprir prazos. Aí, ele contratou um coach 
que o orientou nos estudos e... passou! 
O  Tadeu,  vendo  o  sucesso  dos  amigos,  se  empolgou  e  resolveu  estudar  também. 
Ele  se  matriculou  no  mesmo  cursinho  de João, comprou os mesmos materiais que 
Pedro  havia  comprado  e  contratou  o  mesmo  coach  do  Tiago.  Resultado:  não 
passou! 

 
- Mas qual o ensinamento que essa história traz pra gente? 
- A resposta é simples, caríssimo(a) concurseiro(a)! 
 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 5 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

Quando  você  olha  para  as  pessoas  que  chegaram  do  outro  lado,  ou  seja,  para  os 
que  foram  aprovados  e  tomaram  posse  em  um  cargo  público,  você  percebe  que, 
na real, cada um estudou de um jeito.  

Uns  gostavam  de  assistir  vídeo  aulas  enquanto  outros  preferiam  cursinhos 
presenciais;  uns  preferiam  ler  na  tela,  outros  gostavam  do material impresso; uns 
estudavam  uma  matéria  por  dia  enquanto  outros  faziam  ciclos  de  estudo;  uns 
faziam  revisão  24/7/30,  outros  revisavam  por  questões;  uns  não  imaginariam 
estudar sem um coach, outros jamais considerariam essa opção. 
Esta  simples  observação  nos  permite,  de  cara,  concluir  o  seguinte:  ​a  técnica  de 
estudos  utilizada não é fator determinante na aprovação! ​Perceba que o método 
de  estudos  escolhido  não  é  uma  unanimidade  entre  os  aprovados.  Cada  um 
estuda de um jeito e passa!  
 

-  Mas  peraí,  professor!  Então,  você  está  querendo  me  dizer  que  a  escolha  do 
método de estudos é indiferente para minha aprovação? 
-  Não!  Não  foi  isso  que  eu  quis  dizer!  A  escolha  do  método  de estudos é SUPER 
importante! Mas você deve escolher o método que funciona para você! Não seja 
como nosso amigo Tadeu, que copiou os outros e se... deu mal! 

Outra  observação  muito  importante,  que  decorre  de  um  olhar  mais  atento  à 
personalidade,  diz  respeito  à  única  característica  comum  entre  todos  os 
aprovados  em  concursos:  ​são  pessoas  que cultivam (ou pelo menos cultivavam à 
época  em  que  estudavam)  bons  hábitos  em  seu  dia  a  dia!  A  esses  hábitos  bons, 
nós  chamamos  de  “virtudes”.  Ou  seja,  os  aprovados  são,  em  alguma medida – uns 
mais, outros menos –, pessoas virtuosas. 

São  pessoas  fortes,  ordenadas,  prudentes,  constantes,  disciplinadas,  resilientes, 


focadas, auto dominadas etc. São essas pessoas que estão preparadas para a longa 
maratona  da  preparação. São essas pessoas que não vão desistir. Repare que você 
não  vai  ver  entre  os  aprovados  uma  pessoa  fraca,  imprudente,  sem  foco, 
preguiçosa, desleixada...  
 

Pare  um  pouquinho  a  leitura  do  texto  agora  e  tente  trazer  à  sua  mente  pessoas 
que você conhece e que já passaram em concurso. Veja se não faz sentido. 
 
* * * * * * * 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 6 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

Pois  bem,  caríssimo(a)  concurseiro(a), essas duas observações iniciais vão nortear 


todo  o  nosso  desenvolvimento  aqui  e  nos  permitem  chegar  a  duas  conclusões 
muito  importantes,  que  passo  a  demonstrar  com  um  exercício  de  argumentação 
lógica  (desculpem,  a  minha  veia  de  Professor  de  Raciocínio  Lógico  falou mais alto 
agora e eu não pude resistir rsrsrsrs). 
 

OFF  TOPIC:  Aliás,  tenho  um  curso  de  Raciocínio 


Lógico  gratuito na minha página. São 5 aulas para 
você aprender esse troço de uma vez.  
Clique aqui e acesse: ​http://bit.ly/cursoRL 

 
Voltando ao assunto. Vamos aos argumentos: 
 

#Argumento 1 
P1: Cada aprovado escolheu um método de estudos. 
P2: Se ele foi aprovado, é porque o método escolhido funcionou para ele. 
___________________________________________________________ 

Conclusão:  Se  você  quer  ser  aprovado,  escolha  um  método  que  funciona  para 
você. 
 
#Argumento 2 
P1: Todos os aprovados são pessoas virtuosas. 
P2: Você quer ser aprovado. 
___________________________________________________________ 
Conclusão: Você precisa ser uma pessoa virtuosa. 

* * * * * * * *  

Então,  para  não  me  alongar  muito,  quero  que  você  grave  na  alma  essas  duas 
conclusões  iniciais  se  você  quer  ver  o  seu  nome  no  Diário  Oficial,  na  lista  dos 
aprovados: 

Você precisa escolher um método de estudo que funciona para você. 


 

Você precisa ser uma pessoa virtuosa. 


 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 7 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

2. O que são virtudes? 


 
A  virtude  é  uma  disposição  habitual  e 
firme  para  fazer  o  bem.  Permite  à 
pessoa  não  apenas  praticar  atos  bons, 
mas  dar  o  melhor  de  si.  Com  todas  as 
suas  forças,  a  pessoa  virtuosa  tende  ao 
bem,  procura-o  e  escolhe-o  na  prática. 
Uma  pessoa  virtuosa  é  a  aquela  que 
livremente pratica o bem. 
 

São  exemplos  de  virtudes  morais:  a fortaleza, a paciência, a alegria, a temperança, 


a generosidade, a prudência, a justiça, a laboriosidade, a ordem etc.  

Só  de  passar  o  olho,  você  já  percebe  como  esses  bons  hábitos  podem  te  ajudar 
nessa  caminhada  de  estudos.  Você  precisa  ser  forte,  paciente  e  estudar  com 
alegria.  Precisa  fazer  boas  escolhas  –  ser  prudente  –  e  ser  autocontrolado  – 
temperado  –  para  não  ceder  à  tentação  de  desistir.  Precisa  ser  ordenado  na  sua 
vida  e  no  seu  ambiente de estudos. Precisa ser justo na sua distribuição do tempo, 
para não se perder. Precisa ser disciplinado para atingir seus objetivos.  
Neste  ponto,  você  já  começa  a  perceber  como  uma  vida  vivida  na  prática  das 
virtudes pode acelerar a sua aprovação? 

Todas  as  virtudes  morais  buscam  manter  o  equilíbrio,  o  meio  termo  entre  os 
excessos  opostos:  ​in  medio  stat  virtus.​   Com  efeito,  elas  devem  seguir  as  regras 
traçadas  pela  reta  razão,  mas  estas  regras  podem  ser  quebradas  tanto  pelo 
excesso quanto pela falta. ​Portanto, a virtude consistirá em evitar os extremos​.  
 
É  importante  esclarecer  aqui  que  ​as  virtudes  de  forma  geral  são  adquiridas  por 
meio  de  atos  frequentemente  repetidos​.  Ninguém  nasce  com  elas  prontas  e 
embrulhadas; antes, devem ser adquiridas ao longo da vida.  

 
Por  isso  que  eu  insisto  que  você  deve  crescer  em  virtudes  caso  queira  ser  um 
concurseiro  de  sucesso,  afinal  –  lembre-se  –  a  única  característica  comum  entre 
todos os aprovados é: ​são pessoas virtuosas​!  

 
As  virtudes  humanas  são  disposições  estáveis  da  inteligência  e  da  vontade  que 
regulam  nossos  atos,  ordenando  nossas  paixões  e  guiando-nos  segundo  a razão e 
a fé.  

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 8 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

As  virtudes,  quando  consideradas  em  suas  várias  ramificações,  são  muito 
numerosas.  Porém,  todas  podem  ser  reduzidas  a  quatro,  chamadas  cardeais  (da 
palavra  cardines,  dobradiça),  por  serem  como  quatro  dobradiças  sobre  as  quais 
giram as demais virtudes.  
A  seguir,  a  título  exemplificativo,  mostramos  um  quadro  com  as  quadro  virtudes 
cardeais e as principais virtudes que se ramificam a partir delas. 

 
- Mas o que significa cada uma dessas virtudes cardeais, professor?  
- Vou explicá-las individualmente. 
 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 9 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

Prudência​.  A  prudência  é  a  virtude  que  dispõe  a  razão  prática  para  discernir,  em 
qualquer  circunstância,  o  nosso  verdadeiro  bem  e  para  escolher  os  justos  meios 
de  o  atingir.  A  prudência  é  a  reta  razão  do  agir.  Não  se  confunde,  nem  com  a 
timidez  ou  o  medo,  nem  com  a  duplicidade  ou  dissimulação.  É  chamada  de 
“condutora  das  virtudes”,  porque  guia  as outras virtudes, indicando-lhes a regra e 
a  medida.  É  a  prudência  que  guia imediatamente o juízo da consciência. O homem 
prudente  decide  e ordena a sua conduta segundo este juízo. Graças a esta virtude, 
aplicamos  sem erro os princípios morais aos casos particulares e ultrapassamos as 
dúvidas sobre o bem a fazer e o mal a evitar. 
 
Justiça​.  A  justiça  é  a  virtude  moral  que  consiste  na  constante  e  firme  vontade  de 
dar  a  cada  um  o  que  lhes  é  devido.  A  justiça  leva  a  respeitar  os  direitos  de  cada 
qual  e  a  estabelecer,  nas  relações  humanas,  a  harmonia  que  promove  a  equidade 
em  relação  às  pessoas  e  ao  bem  comum. O homem justo distingue-se pela retidão 
habitual dos seus pensamentos e da sua conduta para com o próximo.  

 
Fortaleza​.  A  fortaleza  é  a  virtude  moral  que,  no  meio das dificuldades, assegura a 
firmeza  e a constância na prossecução do bem. Torna firme a decisão de resistir às 
tentações  e  de  superar  os  obstáculos  na  vida  moral.  A  virtude  da  fortaleza  dá 
capacidade  para  vencer  o  medo,  mesmo  da  morte,  e  enfrentar  a  provação  e  as 
perseguições.  Dispõe  a  ir  até  à  renúncia  e  ao  sacrifício  da  própria  vida,  na  defesa 
duma causa justa.  
 

Temperança​.  A  temperança  é  a  virtude  moral  que modera a atração dos prazeres 


e  proporciona  o  equilíbrio  no  uso  dos  bens  criados.  Assegura  o  domínio  da 
vontade  sobre  os  instintos  e  mantém  os  desejos  nos  limites  da  honestidade.  A 
pessoa  temperante  orienta  para  o  bem  os  apetites  sensíveis,  guarda  uma  sã 
discrição e não se deixa arrastar pelas paixões do coração.  

 
Você  reparou  como  essas  virtudes  estão  intimamente  ligadas  ao  seu  sucesso 
como concurseiro? Vou destacar alguns trechos.... 
 
“O homem prudente decide e ordena a sua conduta segundo este juízo.” 
O concurseiro prudente se prepara sabiamente. 
 
 
 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 10 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

“A  justiça  é  a  virtude  moral  que  consiste  na  constante  e  firme  vontade  de  dar a 
cada um o que lhes é devido.” 
O concurseiro justo sabe ordenar bem seu tempo. 
 
“A  fortaleza  é  a  virtude  moral  que,  no  meio das dificuldades, assegura a firmeza 
e a constância.” 

O concurseiro forte enfrenta melhor os desafios da preparação.  


 
“A  temperança  é  a  virtude  moral  que  modera  a  atração  dos  prazeres  e 
proporciona o equilíbrio” 

O concurseiro temperante (autodominado) sabe renunciar. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 11 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

3. As virtudes são treináveis 


 

Você  já  deve  estar  cansado  de  ver  ao  rolar  a  sua  timeline  aquelas  mensagens 
motivacionais  que  os  cursinhos,  professores  e  coaches  de  concurso  postam  em 
seus feeds. 

Não  tenho  nada  contra  elas.  Muito  pelo  contrário,  penso  que  as  mensagens 
motivacionais  cumprem  muito  bem  este  papel  de  dar  um  empurrão  quando  a 
gente está parado, sem ânimo para continuar. Veja alguns exemplos: 
 

 
 

 
 
 

 
 

 
 
 

Se você reparar bem, todas essas mensagens falam, em última análise, de virtudes. 
Resumindo  as  mensagens  constantes  das  fotos,  elas  estão dizendo que você deve 
ser  FORTE,  DISCIPLINADO,  CONSISTENTE,  PACIENTE,  PERSEVERANTE  e  não 
pode ser PREGUIÇOSO. 

Reparem  que  este  é  um  senso  comum!  Todo  mundo  concorda,  ainda  que  não  de 
maneira  explícita,  que  você  precisa  ser  uma  pessoa  virtuosa  para  passar  em 
concurso  público.  No  entanto,  eles  só falam ​O QUE você precisa fazer, mas não te 
ensinam ​COMO FAZER​ para ser um concurseiro mais virtuoso.  

Como  eu  te  falei  no  tópico  anterior,  ninguém  nasce  com  as  virtudes prontas. Elas 
devem  ser  adquiridas  ao  longo  da  vida  e,  portanto,  é  plenamente  possível treinar 
diariamente  a  sua  evolução  em  cada  uma  delas,  exatamente  da  mesma  maneira 
que você treina Direito Constitucional ou Administrativo: praticando. 

-  Mas  como  assim,  Professor?  Agora,  além  de  fazer  questões  de Direito, vou ter 
que fazer questões de virtudes? Onde que eu vou achar isso?  
- Nada disso, caro(a) aluno(a)! Não se trata de fazer questões. 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 12 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

A  grande  realidade  é  que  todas  as  virtudes  humanas  são  treináveis.  Você  pode  ir 
fazendo pequenos exercícios ao longo do dia com o intuito de crescer em virtudes.  
Por  exemplo,  para  crescer  na  virtude  da  ordem,  você  pode  simplesmente  criar  o 
hábito  de  levantar  todo  dia  no  mesmo  horário  assim  que  tocar  o  despertador; 
para  crescer  na  virtude  da  paciência, você pode contar quantas moedas há em um 
pote; para crescer em temperança, você pode tomar um café sem açúcar.  
E  por  aí  vai...  São  pequenos  exercícios  diários  que  vão  te  tornar,  no  médio  prazo, 
um  concurseiro  virtuoso  e,  consequentemente,  com  maiores  chances  de 
aprovação. 

No  meu  perfil  do  Instagram,  nos  stories,  eu  estou  sempre  postando  exercícios 
simples  e  práticos  para  crescer  em  virtudes  humanas.  O  resultado  disso  é  que  os 
meus  seguidores  acabam  se  tornando  pessoas  melhores,  mais  virtuosas,  e 
concurseiros com maiores chances de aprovação.  

 
-  Mas,  Professor!  Agora  fiquei  na  dúvida!  Todos  nós  devemos  crescer  nas 
virtudes de maneira igual? Como saber em qual virtude eu preciso crescer mais? 

-  Boa  pergunta!  A  resposta  para  isso  é  o  autoconhecimento.  Na  verdade,  cada 


um  de  nós tem uma necessidade diferente no campo das virtudes... Uns são mais 
desordenados... uns são mais preguiçosos... outros são mais soberbos...  

É  por  isso  que  resolvi  aliar  a  Teoria  dos  4  temperamentos  humanos  ao  estudo 
para  concursos.  Conhecendo  o  seu  temperamento,  você  vai  conseguir  se 
conhecer  melhor  e  identificar  as  virtudes  que  são  mais  deficitárias em você e que 
podem  estar  atrapalhando  o  seu  crescimento como pessoa e, consequentemente, 
os  seus  estudos  sem  você  perceber.  Além  disso  –  pasmem!  –  existem  métodos  e 
técnicas de estudo que se amoldam melhor em cada temperamento! 

-  Nossa,  Professor!  Que  demais!  Então  quer  dizer  que o meu temperamento vai 


me  dizer  em  qual  virtude  eu  preciso  crescer  e  qual  o  melhor  método  de  estudo 
para mim?  
- Perfeitamente! Vejo que você entendeu direitinho. 

-  Uau!  Que  ótima  notícia!  Não  quero  ficar  como  o  Tadeu!  Então fala mais desse 
negócio de temperamentos aí, professor! 

 
 
 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 13 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

4. Os 4 temperamentos humanos 
 

O  conceito  dos  quatro  temperamentos  foi 


originalmente  sugerido  por  Hipócrates  –  o  “pai  das 
ciências  médicas”  –  350  anos  antes  do  nascimento  de 
Cristo  para  explicar  as  diferenças  de  comportamento 
entre  as  pessoas.  E,  ainda  hoje,  depois  de  mais  de  dois 
mil  anos  de  interferência  médica e avanço da psicologia, 
este conceito ainda serve de referência para nós. 

O  temperamento  influencia  nossa  personalidade, 


nossas  motivações  e  nossa  vida.  É  importante 
compreender  como  o  nosso  temperamento  individual 
nos  afeta  e  como  lidar  melhor  com  seus  pontos  fortes  e 
fracos  para  nos  tornarmos  seres  humanos  melhores  em  todos  os  aspectos  de 
nossas vidas, incluindo aí a vida de estudos. 

Quando  compreendemos  nosso  temperamento,  podemos  começar  a  dominar  as 


inclinações  ou  reações desagradáveis que talvez impeçam o nosso crescimento na 
virtude 
 

O que é temperamento? 
Você  já  reparou  que  algumas  pessoas  estão  sempre  alegres  e otimistas enquanto 
outras  parecem  estar  envoltas  em  uma  nuvem  negra?  Para  alguns,  nenhum 
pensamento  que  passa  pela  cabeça  deixa  de  ser  expressado,  enquanto  outros 
medem  cada  palavra  a  ser  dita?  E  por  que  será  que  algumas  pessoas  enxergam 
qualquer  manifestação  de  opinião  como  uma  declaração  de  guerra,  enquanto 
outras parecem ser capazes de ignorar os maiores insultos sem se afetarem? 
Pois  bem.  Cada  um  de  nós  nasce  com  um  temperamento  básico,  que  é  a  soma  de 
nossas  preferências  naturais;  ele  molda  nossos  pensamentos,  ideias,  impressões, 
e  a  maneira  como  tendemos  a  reagir  ao  nosso  ambiente  e  a  outras  pessoas.  É  a 
nossa  predisposição  para  reagir  de  certas  maneiras,  que  está  inculcada  em  nós. 
Não  é  algo  aprendido  ou  adquirido  através  do  contato  com  o  entorno.  Não  é 
produto  de  um  trauma  de  infância  ou  de  memórias reprimidas. Em uma palavra, é 
a “natureza”, em oposição àquilo que foi “cultivado”. 
 
O que o temperamento não é? 

Temperamento  não  é  o  mesmo  que  personalidade.  Personalidade  diz  respeito  à 


totalidade  dos  padrões  de  comportamento  de  um  indivíduo,  seus  pensamentos  e 
emoções.  O  temperamento  é  apenas  um  dos  aspectos  da  personalidade  de  um 
indivíduo,  relacionado  à  comportamento  e  reação.  ​Podemos  definir 
 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 14 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

temperamento, então, como o padrão de inclinações e reações que procedem da 
constituição fisiológica de um indivíduo 
Portanto,  nosso  temperamento  não  define  completamente  nossa  personalidade, 
nem  tampouco  nos  prende  a  um  padrão  de  reações.  Mas  nos  diz  como 
naturalmente  tendemos  a  reagir,  e  torna  certos  comportamentos,  reações, 
virtudes e vícios mais fáceis ou difíceis para nós. 

O  temperamento  também  não  é  determinístico​: ou seja, não quer dizer que você 


nasceu  assim  e  vai  morrer  assim.  Não!  Muito  pelo  contrário!  O  conhecimento  do 
nosso  temperamento  nos  indica  nossa  tendência  de  reação  a  determinados 
estímulos:  uns  são  naturalmente  mais  impacientes  do  que  outros,  mais 
desordenados,  mais  superficiais  etc.  A partir desse conhecimento de nós mesmos, 
podemos e devemos mudar para nos tornarmos pessoas mas virtuosas! 
 

Como o conhecimento do meu temperamento pode me ajudar? 

Compreender  o  nosso  temperamento  é  muito  útil.  Ajuda  a  aprofundar  o 


conhecimento  sobre  nós  mesmos  e  sobre  os  outros.  Quando  começamos  a 
enxergar  a  nós  mesmos  como  realmente  somos,  podemos  começar  a  fazer 
mudanças conscientes para melhor. 

Em  suma,  os  quatro  temperamentos  nos  fornecem  uma  chave  para  desvendar  o 
mistério  do  nosso  próprio  eu  e  podem  nos  abrir  um  caminho  para  melhorar  em 
todos  os  aspectos  de  nossa  vida  –  incluindo  a  vida  de  estudos  –,  identificando 
aquelas  tendências  naturais  que  podem  nos  beneficiar  (virtudes)  ou  enganar 
(vícios). 
Os  temperamentos  revelam  nossas  tendências  naturais;  mas  não  selam  nosso 
destino.  A  consciência  das  nossas  tendências  permite  que  tomemos  decisões 
acerca  da  melhor  reação  possível  em  qualquer  situação  apresentada,  em  vez  de 
sempre navegar no piloto automático. 

 
Quais  são  os  quatro  temperamentos?  Quais  são  as  características  principais  de 
cada um deles? 
Veja  na  figura  abaixo  as  principais  características  (qualidades  e  defeitos)  de  cada 
um  dos  quatro  temperamentos  clássicos:  ​colérico,  melancólico,  sanguíneo  e 
fleumático.  
Lembre-se:  esses  retratos  representam  o  ideal  “puro”  do  temperamento  e  a 
maioria  das  pessoas  não  se  identificará  com  a  descrição  exata.  A  maioria  das 
pessoas  é  composta  pela  combinação  de  dois  temperamentos,  com  um 
dominante. 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 15 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

 
Como identificar meu temperamento? 

Para identificar seu temperamento dominante, existe um teste rápido e indolor de 
apenas 2 perguntas: 
1) Como você toma decisões?  
a. Toma decisões rápidas 
b. Reflete bastante antes de tomar decisões 
 
2) O que norteia primeiramente suas decisões? 
a. Princípios lógicos 
b. Relacionamentos pessoais 

Gabarito: (aa=Colérico/ab=Sanguíneo/ba=Melancólico/bb=Fleumático). 
 

Agora,  se  você  quiser  fazer  um  teste  um  pouco  mais  longo  e  completo, 
recomendo esse teste que encontrei nesse link do @temperandoohumor: 

https://temptestbetasite-service.herokuapp.com/home.html 
 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 16 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

5.  Como  o  conhecimento  dos  temperamentos 


pode  me  ajudar  no  estudo  para  concursos 
públicos? 
 

Para  responder  a  esta  pergunta,  preciso  me  certificar  de  que  vocês  estão 
lembrados  das  duas  conclusões  iniciais  a  que  chegamos  juntos  no  início  desse 
e-book.  
Vamos recordá-las? 

Você precisa escolher um método de estudo que funciona para você. 


 

Você precisa ser uma pessoa virtuosa. 


 

-  Beleza,  Professor!  Lembrei  sim!  Mas  ainda  não  entendi  o  que  isso  tem  a  ver 
com temperamentos e concursos! Pode ser mais claro! 

-  Mas  é  claro  (rsrs)!  E  você  vai  ver  que  o  conhecimento  dos  temperamentos  é  a 
chave  que  une  essas  duas  premissas  iniciais  e  vai  fazer  de  você  um  concurseiro 
vitorioso. 

- Como assim, mestre?  


- Vamos lá! Acompanha meu raciocínio... 

De  acordo  com  a  primeira  conclusão,  sobre métodos e técnicas de estudo, você já 


entendeu  que  nem  sempre  o  que  funciona  para  uma  pessoa  vai  funcionar  para 
outra,  não  é  mesmo?.  Estão  lembrados  do  Tadeu,  coitado?  Foi  imitar  os  amigos  e 
se... deu mal! 

Aqui,  o  conhecimento  do  seu  temperamento  pode  e  deve  auxiliar  na  escolha  do 
método de estudo que você vai utilizar.  
Eu  vou  te  contar  aqui  e  agora  algo  que  nunca  te  contaram,  seja  você um iniciante 
ou  um  concurseiro  já  cascudo:  existem  métodos  e  técnicas  de  estudo  que  se 
amoldam melhor a cada tipo de temperamento! 

Novamente  aqui  vale  aquela  máxima:  a  chave  é  o  autoconhecimento.  Você 


precisa  se  conhecer  para  saber  o  que  vai  funcionar  contigo  e  o  que não vai. Isso é 
extremamente  importante  e  é  extremamente  negligenciado  por  aí.  A ideia que se 
vende  é que há um método de estudos padrão para passar em concurso e que este 
método  funciona  para  todo mundo. Ora, já vimos que isso não é verdade... Lembra 
do nosso querido Tadeu? 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 17 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

. . .  

Debrucemo-nos  agora  sobre  a  nossa  segunda  conclusão:  já  falamos  que  você 
precisa  ser  uma  pessoa  virtuosa  se  quiser  inscrever  seu  nome  no  rol  dos 
aprovados,  estão  recordados? E falamos também que nem todos precisam crescer 
em todas as virtudes de forma igual.  

Há  pessoas  que  são  mais  prudentes  do  que  outras;  outras  são naturalmente mais 
fortes;  outras  são  mais  justas  e,  ainda,  há  aquelas  que  já  são  mais  temperadas. 
Assim, nem todo mundo precisa crescer nas mesmas virtudes. 

Para  saber  em  qual  virtude  você  precisa  crescer  mais,  o  seu  temperamento  é  um 
ótimo  indicador!  Os  coléricos,  por  serem  muito  impulsivos,  tendem  a  ser  menos 
PRUDENTES;  os  sanguíneos,  por  serem  muito  ligados  aos  prazeres,  precisam 
crescer  mais  em  TEMPERANÇA;  os  melancólicos  precisam  crescer  na JUSTIÇA e 
os  fleumáticos, por sua vez, precisam avançar mais na virtude da FORTALEZA. Em 
suma:  por  meio  do  conhecimento  do  nosso  temperamento,  será  mais  fácil 
identificar  nossos  vícios  e,  por  conseguinte,  definir  em  quais  virtudes  precisamos 
evoluir mais. 
Atenção:  note  que  este  é  apenas  um  indicativo!  Todos  nós  precisamos  crescer 
nessas  quatro  virtudes  e  o  temperamento  nos  dá  um  norte  de  por  qual  virtude 
devemos começar a trabalhar.  

A  chave  última  para  determinar  em  quais  virtudes  precisamos  nos  esmerar  é  o 
autoconhecimento:  quanto  mais  você  parar  para  examinar  sua  conduta,  mais 
elementos  você  terá  para  determinar  em  qual  virtude  você  deve se aprimorar e o 
temperamento é um excelente aliado nesse exercício de exame! 
O  esquema  abaixo  nos  mostra  como  o  seu  temperamento  pode  ser  um 
grandessíssimo aliado na sua jornada até a aprovação! 

 
 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 18 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

6. Colocando em prática o que aprendemos 


 

-  Peraí,  professor!  Então  esse  “negócio”  de  temperamentos  é  super  importante 


né?  Porque  ele  é  a  chave  para  a  gente  colocar  em  prática  aquelas  duas 
conclusões  iniciais,  tanto  o  crescimento  em  virtudes  quanto  a  escolha  do 
método de estudo. 

-  Exatamente,  caro aluno! Vejo que você entendeu tudo direitinho! Então, como 
você foi um aluno aplicado, vou te dar de bônus a tabela a seguir! 
 

Note  que  a  tabela  abaixo  contém  um  pequeno  resumo  de  tudo  que  a  gente 
conversou  aqui.  Tenha  em  mente  que  ela  não  pretende,  de  maneira  nenhuma, 
esgotar  o  assunto,  até  porque  não  caberia  neste  e-book.  Mas  ela  traz  algumas 
dicas  de  ouro  super  práticas  relacionadas  a  virtudes  e  temperamentos  que,  se  se 
postas em prática, vão te tornar um concurseiro altamente eficaz. 
Então,  vamos  começar!  Descubra  o  seu  temperamento,  conheça-se  e...  mãos  à 
obra!!!!! 

Virtude mais  Exercícios práticos  Métodos e técnicas de estudo  


Temperamento 
desafiadora  de virtudes  mais recomendadas 
       
Colérico  Prudência  - Seja mais dócil com as  - Faça simulados constantes. E muitas 
pessoas;  questões. 
- Exercite a paciência  - Desafie-se diariamente: “onde posso ser 
diariamente.   melhor do que ontem?” 
- Escute mais do que  - Cuidado para não transformar o estudo 
fale.  para concurso em uma tese de doutorado; 
- Exercite a humildade:  - Não ache que já sabe tudo; escute o que o 
dê esmola.  professor tem a ensinar. 

       
Melancólico  Justiça  - Tenha bom humor; faça  - Você se beneficia muito de um ambiente 
tudo com mais alegria.  organizado e uma rotina bem definida; 
- Faça obras de caridade.  - Cuidado com a excessiva rigidez em sua 
- Ocupe-se com  rotina: insira válvulas de escape (cinema, 
atividades externas para  praia, etc); 
não se afogar no seu  - Contemple o belo 10 min antes de 
idealismo interior.  começar a estudar para diminuir esse 
pessimismo; 
- Divida o seu estudo em 3 categorias:  
essencial, importante e desejável. Isso vai 
diminuir o peso sobre as suas costas de que 
há muita coisa para estudar;  
 
 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 19 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

 
       
Fleumático  Fortaleza  - Exercite a confiança  - Não se aprofunde muito na reflexão de um 
nos outros  tema.  
- Seja pontual e rígido  - Respeite o tempo de estudo de cada 
com horários  matéria; 
estabelecidos.  - Insira-se em grupos de motivação; 
- Motive-se com  - É indicado para você uma mentoria ou um 
pequenas metas e  coach para te guiar e não deixar você se 
cumpra-as.  perder na sua inércia ou na sua profunda 
- Elogie mais as outras  reflexão. 
pessoas.  - Tenha pequenos objetivos diários e 
cumpra-os; 
- Você precisa se sentir parte de um time 
para se motivar: estude em bibliotecas; 
 
 
       
Sanguíneo  Temperança  - Cultive uma vida  - Planeje o seu dia de estudos na véspera; 
interior;  - Siga o seu cronograma fielmente; 
- Faça pequenas  - Mantenha seu ambiente de estudos 
renúncias voluntárias  sempre em ordem; 
(banho frio, café puro  - Você pode se beneficiar se inserido em 
etc)  uma comunidade ou um pequeno grupo de 
- Acorde todos os dias  estudos; 
no mesmo horário.  - Dê aula pro espelho ou grave a própria 
voz. 
- Mescle técnicas de estudo para não 
“enjoar”. 
 
 

   

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 20 
TEMPERAMENTOS, VIRTUDES E CONCURSOS PÚBLICOS

Referências Bibliográficas: 
 
AQUINO,  Tomas.  ​As virtudes morais. Questões disputadas sobre a virtude – questão 1 
e 5​. Campinas, SP: Ecclesiae, 2012. 
BENNETT,  Art  &  Laraine.  ​O  temperamento  que  Deus  lhe  deu.​   Campinas,  SP: 
Ecclesiae, 2020. 
Catecismo da Igreja Católica.​ São Paulo, SP: Edições Loyola, 2000. 
FAUS, Francisco. ​A conquista das virtudes.​ São Paulo, SP: Cultor de Livros, 2017. 
LAHAYE,  Tim.  ​Temperamentos  Transformados.​   São  Paulo,  SP:  Mundo  Cristão, 
2008. 
MARSILI,  Italo.  ​Os  4  temperamentos  na  educação  dos  filhos​.  Campinas,  SP:  Kirion, 
2018. 
PIEPER, Josef. ​Virtudes fundamentais​. São Paulo, SP: Cultor de Livros, 2018. 
TANQUEREY,  Adolphe.  ​Compêndio  de  Teologia  ascética  e  mística​.  Campinas,  SP: 
Ecclesiae, 2018. 

 
Copyright​© 2020, Prof. Felipe Lessa. Todos os direitos reservados. ​ 21