Você está na página 1de 3

E Deus chamou à luz Dia; e às trevas chamou Noite.

E foi a tarde e a
manhã, o dia primeiro
Gênesis 1:5

E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo

Gênesis 1:8

E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou


Mares; e viu Deus que era bom

Gênesis 1:10

E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa


semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus,
e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move
sobre a terra

Gênesis 1:26

Havendo, pois, o Senhor Deus formado da terra todo o animal do campo, e


toda a ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria;
e tudo o que Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome

Gênesis 2:19

Mateus 25:14

Essa é a famosa parábola dos talentos.

A q u i m e p a re c e J e s u s e s t á s u g e r i n d o q u e t e m o s
responsabilidade com os recursos, valores as riquezas e
oportunidades que recebemos de Deus.

A vida é uma dádiva que Deus nos dá; e com a vida Deus nos dá
tantas outras dádivas, e disso tudo que recebemos temos a
responsabilidade, não apenas de prestar contas a Deus, mas de
desenvolver todos os recursos que Ele nos da enquanto estamos
em vida.

Talvez a palavra-chave da parábola seja responsabilidade.

Mas há um segredo que me parece embutido na fala de Jesus, é


que geralmente nós somos responsáveis a partir do segundo
passo.

O primeiro passo não depende tanto da gente .

Nós nos percebemos numa situação e numa condição que nos é


dada. Veja que interessante: é claro que Deus é capaz de avaliar
cada um de nós.

E aqui Jesus nos diz que aquele homem deu talentos a cada um
de acordo com a capacidade: a um deu 5 a um deu 2 a um deu
1.

Deus distribui o seus recursos, e nós nos percebemos com os


recursos nas mãos.

Se você prestar bem atenção, normalmente a vida é assim.


Você, num determinado momento se percebe numa situação. A
partir ai é você é que você se torna responsável.

Veja o nosso talento, os nossos dons naturais; a nossa vocação


pro ssional, não escolhemos. É praticamente a vocação que nos
escolhe.

A nossa habilidade, não escolhemos nossas habilidades, são


nossas habilidades que nos escolhem.

fi
É um insight; um estalo; uma faísca. É alguma coisa que
acontece que independente da nossa decisão e do nosso
coração.

A gente se percebe naquela situação e a partir daí é que nós nos


tornamos responsáveis.

Responsáveis para dar seguimento útil, proveitoso e abençoador


das riquezas;

dos recursos; dos talentos; das possibilidades; oportunidades


que recebemos de Deus.

Minha oração é para que eu tenha sabedoria; discernimento; que


eu seja responsável por desenvolver; fazer multiplicar,
potencializar as riquezas que já recebi de Deus.

Tenha olhos para perceber as oportunidades; tenha


discernimento para perceber perceber as situações de tal
maneira que minha resposta para a vida, a minha reposta para
Deus, seja digna daquilo que recebi, seja digna dos elogios da
parábola.