Você está na página 1de 21

1

ECA
Direitos fundamentais –Direito à convivência familiar e comunitária 20 34%
Medidas socioeducativas 8 14%
Normas de prevenção 4 7%
Conselho tutelar 3 5%
Infrações Criminais e Administrativas 3 5%
Perda e suspensão do poder familiar 3 5%
Guarda 2 3%
Direitos fundamentais – Profissionalização e proteção no trabalho 2 3%
Acolhimentos Familiar E Institucional 2 3%
Crimes Contra A Criança e o Adolescente 1 2%
Direitos fundamentais – Proteção Integral 1 2%
Direitos fundamentais –Direito à vida e à saúde 1 2%
Garantias processuais 1 2%
Medidas de proteção 1 2%
Direitos do adolescente internado 1 2%
Da Proteção Judicial dos Interesses Individuais, Difusos e Coletivos 1 2%
Ato Infracional 1 2%
Incidência do ECA 1 2%
Direito Fundamental a Liberdade 1 2%
Autorização para viagem 1 2%
TOTAL 58 100%

LFG Maps
Direitos fundamentais –Direito à convivência familiar e… 34%
Medidas socioeducativas 14%
Normas de prevenção 7%
Conselho tutelar 5%
Infrações Criminais e Administrativas 5%
Perda e suspensão do poder familiar 5%
Guarda 3%
Direitos fundamentais – Profissionalização e proteção no trabalho 3%
Acolhimentos Familiar E Institucional 3%
Crimes Contra A Criança e o Adolescente 2%
Direitos fundamentais – Proteção Integral 2%
Direitos fundamentais –Direito à vida e à saúde 2%
Garantias processuais 2%
Medidas de proteção 2%
Direitos do adolescente internado 2%
Da Proteção Judicial dos Interesses Individuais, Difusos e… 2%
Ato Infracional 2%
Incidência do ECA 2%
Direito Fundamental a Liberdade 2%
Autorização para viagem 2%

2
Questões já exigidas pela FGV | Por Temas A) A morte dos adotantes não restabelece o poder
familiar dos pais naturais.
B) Para viabilizar a celeridade no processo de
DIREITOS FUNDAMENTAIS –DIREITO À
adoção, a legislação específica - ECA - admite a
CONVIVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA representação do adotante por procuração.
C) Uma vez falecido o adotante no curso do
VII Exame Unificado procedimento de adoção e antes de prolatada a
Questão 01 - Acerca da colocação da criança ou sentença, não poderá o juiz deferir a adoção,
adolescente em família substituta por meio da mesmo que tenha havido inequívoca
guarda e da tutela, é correto afirmar que: manifestação de vontade do adotante.
D) Os cartórios de registros públicos de pessoas
A) a adoção de uma dessas medidas, dada a naturais deverão fornecer certidão a qualquer
prioridade de manutenção do menor com a requisitante, independentemente, de justificativa
família natural, é precedida pela destituição do de seu interesse, em que conste o vínculo da
poder familiar. adoção constituído por sentença judicial.
B) a pessoa que exercerá a guarda ou a tutela do
menor poderá ser indicada por seus genitores em VII Exame Unificado
testamento. Questão 04 - Companheiros há cinco anos e com
C) o tutor assume o poder familiar em relação ao estabilidade familiar, Jonas, de trinta anos de
menor e, sendo assim, a destituição da tutela idade, e Marta, de vinte e cinco anos de idade,
observa os mesmos requisitos da destituição do conheceram, em um abrigo, Felipe, de oito anos
poder familiar. de idade e filho de pais desconhecidos, e
D) o deferimento da tutela não pressupõe a perda pretendem adotá-lo. Como advogado consultado
ou suspensão do poder familiar e, sendo assim, pelo casal, assinale a alternativa correta.
não implica necessariamente o dever de guarda.
A) Jonas e Marta não podem adotar a criança,
II Exame Unificado tendo em vista não serem casados.
Questão 02 - Dentre os direitos de toda criança B) Jonas e Marta podem adotar a criança
ou todo adolescente, o ECA assegura o de ser mediante a lavratura de escritura pública de
criado e educado no seio de sua família e, adoção, tendo em vista ser desnecessário o
excepcionalmente, a colocação em família consentimento de Felipe e de seus pais biológicos,
substituta, assegurando-lhe a convivência bem como que os adotantes são companheiros,
familiar e comunitária. Fundando-se em tal com estabilidade familiar.
preceito, acerca da colocação em família C) Jonas e Marta não podem adotar a criança,
substituta, é correto afirmar que: tendo em vista que a diferença de idade entre
A) a colocação em família substituta far-se-á, Marta e Felipe é de apenas dezessete anos.
exclusivamente, por meio da tutela ou da adoção. D) Jonas e Marta poderão adotar a criança, desde
B) a guarda somente obriga seu detentor à que seja instaurada ação judicial, sendo
assistência material a criança ou adolescente. desnecessário o consentimento de Felipe e de
C) o adotando não deve ter mais que 18 anos à seus pais biológicos.
data do pedido, salvo se já estiver sob a guarda
ou tutela dos adotantes. V Exame Unificado
D) desde que comprovem seu estado civil de Questão 05 - Fernando e Eulália decidiram
casados, somente os maiores de 21 anos podem adotar uma menina. Iniciaram o processo de
adotar. adoção em maio de 2010. Com o estágio de
convivência em curso, o casal se divorciou. Diante
II Exame Unificado do fim do casamento dos pretendentes à adoção,
Questão 03 - Tendo por substrato legal as é correto afirmar que:
alterações promovidas pela Lei n. 12.010, de
2009 no tocante à adoção, assinale a afirmativa A) a adoção deverá ser suspensa, e outro casal
correta. adotará a menor, segundo o princípio do melhor
interesse do menor, pois a adoção é medida
geradora do vínculo familiar.

3
B) a adoção poderá prosseguir, contanto que o de brasileiro, residente no Brasil, habilitado para
casal opte pela guarda compartilhada no acordo a adoção.
de divórcio, mesmo que o estágio de convivência
não tenha sido iniciado na constância do período IX Exame Unificado (Ipatinga-MG)
de convivência. Questão 07 - A respeito da família substituta,
C) a adoção será deferida, contanto que o casal com base no Estatuto da Criança e do
acorde sobre a guarda, regime de visitas e desde Adolescente, assinale a afirmativa correta.
que o estágio de convivência tenha sido iniciado
na constância do período de convivência e que A) A colocação em família substituta de maior de
seja comprovada a existência de vínculo de doze anos de idade far-se-á mediante
afinidade e afetividade com aquele que não seja consentimento do menor, colhido em audiência.
o detentor da guarda que justifique a B) Os grupos de irmãos serão sempre colocados
excepcionalidade da concessão. sob adoção, tutela ou guarda da mesma família
D) a lei não prevê tal hipótese, pois está em substituta.
desacordo com os ditames constitucionais da C) A colocação em família substituta estrangeira
paternidade responsável. constitui medida excepcional, somente admissível
na modalidade de tutela.
VII Exame Unificado D) A colocação em família substituta far-se-á
Questão 06 - Um famoso casal de artistas mediante guarda, tutela ou adoção, sendo esta
residente e domiciliado nos Estados Unidos, em limitada pela situação jurídica da criança ou
viagem ao Brasil para o lançamento do seu mais adolescente.
novo filme, se encantou por Caio, de 4 anos, a
quem pretende adotar. Caio teve sua filiação XII Exame Unificado
reconhecida exclusivamente pela mãe Isabel, Questão 08 - O Estatuto da Criança e do
que, após uma longa conversa com o casal, Adolescente estabelece os princípios que devem
concluiu que o melhor para o filho era ser ser adotados por entidades que desenvolvam
adotado, tendo em vista que o famoso casal programas de acolhimento familiar ou
possuía condições infinitamente melhores de bem institucional. Segundo esses princípios, assinale a
criar e educar Caio. Além disso, Isabel ficou afirmativa correta.
convencida do amor espontâneo e sincero que o
casal de imediato nutriu pelo menino. Ante a A) As entidades devem buscar constantemente a
situação hipotética, é correto afirmar que: transferência para outras entidades de crianças e
adolescentes abrigados, a fim de promover e
A) a adoção só é concedida quando for impossível aprofundar a integração entre eles e os diferentes
manter a criança ou o adolescente em sua família, contextos sociais.
razão pela qual o consentimento de Isabel é B) Por força de disposição expressa de lei, o
irrelevante para a apreciação do pedido do dirigente das entidades com o objetivo de
famoso casal, que será deferido caso represente acolhimento institucional ou familiar é equiparado
o melhor interesse de Caio. ao guardião, para todos os efeitos de direito.
B) independentemente da manifestação de C) Mesmo inserida em programa de acolhimento
vontade de Isabel, o famoso casal terá prioridade institucional ou familiar, a criança ou o
na adoção de Caio, depois de esgotadas todas as adolescente deve ser estimulado a manter
possibilidades de colocação de Caio em uma contato com seus pais ou responsável.
família brasileira. D) É vedado o acolhimento de crianças e
C) tendo em vista o consentimento da mãe de adolescentes em entidades que mantenham
Caio, o famoso casal terá prioridade em sua programa de acolhimento institucional sem prévia
adoção em face de outros casais já previamente determinação da autoridade competente.
inscritos nos cadastros de interessados na
adoção, mantidos pela Justiça da Infância e da IX Exame Unificado
Juventude. Questão 09 - Acerca do estágio de convivência
D) a adoção internacional é medida excepcional; precedente a adoção, assinale a afirmativa
entretanto, em virtude do consentimento de correta.
Isabel para a adoção de seu filho pelo famoso
casal, este só não terá prioridade se houver casal

4
A) O período do estágio de convivência será procedimento, os efeitos retroagirão à data do
fixado pela autoridade judiciária, sendo óbito.
dispensado na hipótese de o adotando encontrar-
se sob a tutela, a guarda legal ou de fato do XII Exame Unificado
adotante durante tempo suficiente para a Questão 11 - Paulo, de 4 anos, é filho de Carla
avaliação da conveniência da constituição do e não teve a sua paternidade reconhecida.
vínculo. Cláudio, avô de Carla e bisavô de Paulo, muito
B) A finalidade do estágio de convivência é preocupado com o futuro do bisneto, pretende
permitir a avaliação da conveniência da adotá-lo, tendo em vista que Carla ostenta uma
constituição do vínculo familiar entre adotante e situação financeira precária e, na opinião do avô,
adotado, razão pela qual pode ser dispensado se, não é muito responsável. Acerca da possibilidade
cumulativamente, o adotando já encontrar-se sob de adoção de Paulo por Cláudio, assinale a
a tutela, guarda legal ou de fato do adotante e, afirmativa correta.
em audiência, consentir com a adoção.
C) O período do estágio de convivência será A) Cláudio sendo bisavô de Paulo e membro de
fixado pela autoridade judiciária, em observância sua família extensa, terá prioridade na adoção da
as peculiaridades do caso, não podendo este ser criança, exigindo-se, contudo, que Carla, mãe de
inferior a 60 dias para os casos de adoção Paulo, autorize e que o adotando dê o seu
internacional e de 30 dias para adoção nacional, consentimento em juízo.
salvo a hipótese de convivência prévia em B) Cláudio, por ser bisavô de Paulo, não poderá
decorrência de tutela, guarda legal ou de fato. adotá-lo, mesmo que Carla consinta, já que tal
D) O período do estágio de convivência prévio a medida excepcional não é permitida quando o
adoção internacional deverá ser cumprido no adotante é ascendente ou irmão do adotando.
Brasil e terá prazo mínimo 30 dias, ao passo que C) Como Cláudio só poderá adotar Paulo se Carla
para a adoção nacional inexiste prazo mínimo, for destituída do poder familiar exercido em favor
podendo, inclusive, ser dispensado na hipótese de da criança, a medida, dada a sua
prévia convivência familiar em decorrência da excepcionalidade, só se justificaria na hipótese de
guarda legal ou da tutela. adoção bilateral.
D) Claudio, por ser bisavô de Paulo, por um lado,
X Exame Unificado tem prioridade na adoção da criança, mas, por
Questão 10 - Acerca da colocação da criança ou outro, só poderá adotá-lo se Carla, além de
do adolescente em família substituta na autorizar a medida, for destituída do poder
modalidade adoção, assinale a afirmativa correta. familiar.

A) A adoção extingue os vínculos pretéritos entre XIV Exame Unificado


o adotado e a família anterior, porém, Questão 12 - A Declaração Universal dos
excepcionalmente, no caso de falecimento dos Direitos da Criança reconhece como necessária ao
adotantes, o poder familiar dos pais naturais desenvolvimento completo e harmonioso das
poderá ser restabelecido, se atender ao melhor crianças e dos adolescentes a necessidade de
interesse do menor. cuidados e um ambiente de afeto e de segurança
B) A adoção produz os seus efeitos a partir do moral e material, o que prioritariamente deve
trânsito em julgado da sentença declaratória do ocorrer na companhia e sob a responsabilidade
estado de filiação, porém, se o adotante vier a dos pais. Mas, em circunstâncias excepcionais, a
falecer no curso do procedimento os efeitos criança ou o adolescente podem ser confiados às
retroagirão à data do óbito. chamadas famílias substitutas.
C) A adoção depende do consentimento do A respeito da colocação de criança ou adolescente
adotando, se maior de 12 anos de idade, e dos em família substituta, segundo os termos do
pais do adotando ou do representante legal deste Estatuto da Criança e do Adolescente, assinale a
ou do guardião legal ou de fato, na falta dos afirmativa correta.
primeiros.
D) A adoção produz os seus efeitos a partir do A) O ECA disciplina procedimento específico para
trânsito em julgado da sentença constitutiva, a colocação em família substituta de criança ou
porém, se o adotante vier a falecer após adolescente indígena, que requer,
inequívoca manifestação de vontade no curso do obrigatoriamente, a intervenção e oitiva de

5
representantes de órgão federal responsável pela criança Y têm prioridade no exercício do encargo
política indígena e de antropólogos. de tutores, considerando esse o atendimento ao
B) A criança ou adolescente será prévia e melhor interesse da criança, podendo eles
necessariamente ouvida pela equipe assumir a função mesmo que a mãe mantenha o
interprofissional no curso do processo, poder familiar, ante a precariedade e
provisoriedade do referido encargo jurídico.
dispensando-se o consentimento da criança ou
adolescente, que será substituído pelo parecer da D) A mãe da criança Y pode anuir com o pedido
de colocação da criança sob tutela se considerar
equipe.
que atenderá ao melhor interesse do infante,
C) A colocação da criança ou adolescente em hipótese em que a sentença homologatória
família substituta, por ser de caráter provisório e poderá ser revogada a qualquer tempo, caso
precário, exime o guardião ou o tutor dos deveres mudem as circunstâncias que a justificaram, não
de companhia e guarda, que poderão ser fazendo, pois, coisa julgada material.
transferidos a terceiros.
D) A guarda e a tutela são as únicas modalidades XVIII EXAME
de colocação da criança ou adolescente em Questão 14 - Isabela e Matheus pretendem
família substituta, que pode ser nacional ou ingressar com ação judicial própria a fim de
estrangeira, sendo a adoção medida de colocação adotar a criança P., hoje com 4 anos, que está
em família definitiva, não em família substituta. sob guarda de fato do casal desde quando tinha
1 ano de idade. Os pais biológicos do infante são
XVI EXAME conhecidos e não se opõem à referida adoção, até
Questão 13 - B e P, vizinhos da criança Y, porque as famílias mantêm convívio em datas
cuidam do menino desde a tenra idade, quando o festivas, uma vez que Isabela e Matheus
pai da criança faleceu e sua genitora, por motivos consideram importante que P. conheça sua matriz
profissionais, mudou-se para localidade distante, biológica e mantenha convivência com os
fazendo visitas esporádicas ao infante, mas
membros de sua família originária. Partindo das
sempre enviando ajuda de custo para a
diretrizes impostas pelo ECA e sua interpretação
alimentação do filho. Quando a criança completou
um ano de idade, a genitora alcançou patamar à luz da norma civilista aplicáveis à situação
financeiro estável, passando a ter meios para narrada, assinale a afirmativa correta.
custear os gastos da criança também com
educação, lazer, saúde etc. Assim, buscou a A) Durante o processo de adoção, Isabela, que
restituição do convívio diário com a criança Y, reside fora do país, pode, mediante procuração,
levando-a para morar consigo, o que gerou constituir Matheus como seu mandatário com
discordância dos vizinhos B e P, que ingressaram poderes especiais para representar sua esposa e
com Ação de Guarda e Tutela do menor, ajuizar a ação como adoção conjunta.
argumentando a construção de laços afetivos
B) Dispensável a oitiva dos pais biológicos em
intensos e que a criança iria sofrer com a
audiência, desde que eles manifestem
distância.
concordância com o pedido de adoção por
Analise a situação e, sob o ponto de vista jurídico, escritura pública ou declaração de anuência com
assinale a afirmativa correta. firma reconhecida.
A) O afastamento da genitora do convívio C) Concluído o processo de adoção com
cotidiano com a criança Y impede a reconstrução observância aos critérios de regularidade e
de laços afetivos, devendo ser, de pronto, legalidade, caso ocorra o evento da morte de
conferida a guarda provisória aos vizinhos que o Isabela e Matheus antes de P. atingir a
criaram e, ao final, a tutela do menor aos maioridade civil, ainda assim não se
demandantes B e P. reestabelecerá o poder familiar dos pais
biológicos.
B) A reintegração à família natural, no caso, junto
D) A adoção é medida excepcional, que decorre
à mãe, deve ser priorizada em relação a outra
providência, não havendo justo motivo para a que de incompatibilidade de os pais biológicos
a criança seja posta sob tutela na hipótese cumprirem os deveres inerentes ao poder
narrada, uma vez que isso demandaria a perda familiar, motivo pelo qual, mesmo os pais de P.
ou suspensão do poder familiar, o que não sendo conhecidos, a oitiva deles no curso do
encontra aplicabilidade nos estritos termos do processo é mera faculdade e pode ser
enunciado. dispensada.
C) Os vizinhos que detinham a guarda de fato da

6
XX EXAME XXII Exame Unificado
Questão 15 - Casal de brasileiros, domiciliado na Questão 17 - João, criança de 07 anos de idade,
Itália, passa regularmente férias duas vezes por perambulava pela rua sozinho, sujo e com fome,
ano no Brasil. Nas férias de dezembro, o casal quando, por volta das 23 horas, foi encontrado
visitou uma entidade de acolhimento institucional por um guarda municipal, que resolve
na cidade do Rio de Janeiro, encantando-se com encaminhá-lo diretamente para uma entidade de
Ana, criança de oito anos de idade, já disponível acolhimento institucional, que fica a 100 metros
nos cadastros de habilitação para adoção nacional do local onde ele foi achado. João é
e internacional. Almejando adotar Ana, consultam imediatamente acolhido pela entidade em
advogado especialista em infância e juventude. questão.
Assinale a opção que apresenta a orientação Sobre o procedimento adotado pela entidade de
jurídica correta pertinente ao caso. acolhimento institucional, de acordo com o que
dispõe o Estatuto da Criança e do Adolescente,
A) Ingressar com pedido de habilitação para assinale a afirmativa correta.
adoção junto à Autoridade Central Estadual, pois
são brasileiros e permanecem, duas vezes por A) A entidade pode regularmente acolher crianças
ano, em território nacional. e adolescentes, independentemente de
B) Ingressar com pedido de habilitação para determinação da autoridade competente e da
adoção no Juízo da Infância e da Juventude e, expedição de guia de acolhimento.
após a habilitação, ajuizar ação de adoção. B) A entidade somente pode acolher crianças e
C) Ajuizar ação de adoção requerendo, adolescentes encaminhados pela autoridade
liminarmente, a guarda provisória da criança. competente por meio de guia de acolhimento.
D) Ingressar com pedido de habilitação junto à C) A entidade pode acolher regularmente crianças
Autoridade Central do país de acolhida, para que e adolescentes sem a expedição da guia de
esta, após a habilitação do casal, envie um acolhimento apenas quando o encaminhamento
relatório para a Autoridade Central Estadual e for feito pelo Conselho Tutelar.
para a Autoridade Central Federal Brasileira, a fim
D) A entidade pode, em caráter excepcional e de
de que obtenham o laudo de habilitação à adoção
urgência, acolher uma criança sem determinação
internacional.
da autoridade competente e guia de acolhimento,
desde que faça a comunicação do fato à
XXI Exame Unificado autoridade judicial em até 24 horas.
Questão 16 - Marcelo e Maria são casados há 10
anos. O casal possui a guarda judicial de Ana, que XXIV Exame Unificado
tem agora três anos de idade, desde o seu Questão 18 - Os irmãos órfãos João, com 8 anos
nascimento. A mãe da infante, irmã de Maria, é de idade, e Caio, com 5 anos de idade, crescem
usuária de crack e soropositiva. Ana reconhece o juntos em entidade de acolhimento institucional,
casal como seus pais. Passados dois anos, Ana aguardando colocação em família substituta. Não
fica órfã, o casal se divorcia e a criança fica existem pretendentes domiciliados no Brasil
residindo com Maria. interessados na adoção dos irmãos de forma
Sobre a possibilidade da adoção de Ana por conjunta, apenas separados. Existem famílias
Marcelo e Maria em conjunto, ainda que estrangeiras com interesse na adoção de crianças
divorciados, assinale a afirmativa correta. com o perfil dos irmãos e uma família de
brasileiros domiciliados na Itália, sendo esta a
A) Apenas Maria poderá adotá-la, pois é parente última inscrita no cadastro.
de Ana. Considerando o direito à convivência familiar e
B) O casal poderá adotá-la, desde que acorde comunitária de toda criança e de todo
com relação à guarda (unipessoal ou adolescente, assinale a opção que apresenta a
compartilhada) e à visitação de Ana.
solução que atende aos interesses dos irmãos.
C) O casal somente poderia adotar em conjunto
caso ainda estivesse casado.
A) Adoção nacional pela família brasileira
D) O casal deverá se inscrever previamente no
domiciliada na Itália.
cadastro de pessoas interessadas na adoção.
B) Adoção internacional pela família estrangeira.

7
C) Adoção nacional por famílias domiciliadas no e não ter contato com sua família, que vive no
Brasil, ainda que separados. interior do Ceará, há cinco anos.
D) Adoção internacional pela família brasileira Assim, após Maria manifestar o desejo formal de
domiciliada na Itália entregar a filha para adoção, o Juiz decreta a
extinção do poder familiar, determinando que
XXV Exame Unificado Juliana vá para a guarda provisória de família
Questão 19 - Angélica, criança com 5 anos de habilitada para adoção no cadastro nacional.
idade, reside com a mãe Teresa, o padrasto Passados oito dias do ato, Maria procura um
Antônio e a tia materna Joana. A tia suspeita de advogado, arrependida, afirmando que gostaria
que sua sobrinha seja vítima de abuso sexual de criar a filha.
praticado pelo padrasto. Isso porque, certa vez, De acordo com o ECA, Maria poderá reaver a
ao tomar banho com Angélica, esta reclamou de filha?
dores na vagina e no ânus, que aparentavam
estar bem vermelhos. Na ocasião, a sobrinha A) Sim, uma vez que a mãe poderá se retratar
disse que “o papito coloca o dedo no meu até a data da publicação da sentença de adoção.
bumbum e na minha perereca, e dói”. Joana B) Sim, pois ela poderá se arrepender até 10 dias
narrou o caso para a irmã Teresa, que disse não após a data de prolação da sentença de extinção
acreditar no relato da filha, pois ela gostava de do poder familiar.
inventar histórias, e que, ainda que fosse C) Não, considerando a extinção do poder familiar
verdade, não poderia fazer nada, pois depende por sentença.
financeiramente de Antônio. Joana, então, após D) Não, já que Maria somente poderia se retratar
registrar a ocorrência na Delegacia de Polícia, que até a data da audiência, quando concordou com
apenas instaurou o inquérito policial e a adoção.
encaminhou a criança para exame de corpo de
delito, busca orientação jurídica sobre o que fazer MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS
para colocá-la em segurança imediatamente.
De acordo com o Estatuto da Criança e do
III Exame Unificado
Adolescente, a fim de resguardar a integridade de
Questão 01 - Considerando a prática de ato
Angélica até que os fatos sejam devidamente
infracional por criança ou adolescente, é correto
apurados pelo Juízo Criminal competente,
afirmar que:
assinale a opção que indica a medida que poderá
ser postulada por um advogado junto ao Juízo da
A) a prestação de serviços comunitários consiste
Infância e da Juventude.
na realização de tarefas gratuitas de interesse
geral, por período não excedente a 1 (um) ano,
A) A aplicação da medida protetiva de
em entidades assistenciais, hospitais, escolas e
acolhimento institucional de Angélica.
outros estabelecimentos congêneres, bem como
B) Solicitar a suspensão do poder familiar de
em programas comunitários ou governamentais.
Antônio.
B) em se tratando de ato infracional com reflexos
C) Solicitar o afastamento de Antônio da moradia
patrimoniais, a autoridade poderá determinar, se
comum.
for o caso, que o adolescente restitua a coisa,
D) Solicitar a destituição do poder familiar da mãe
promova o ressarcimento do dano, ou, por outra
Teresa.
forma, compense o prejuízo da vítima.
C) a internação, por constituir medida privativa
XXVI Exame Unificado de liberdade do menor, não poderá exceder o
Questão 20 - Maria, em uma maternidade na período de 5 (cinco) anos.
cidade de São Paulo, manifesta o desejo de D) entre as garantias processuais garantidas ao
entregar Juliana, sua filha recém-nascida, para adolescente encontra-se o direito de solicitar a
adoção. Assim, Maria, encaminhada para a Vara presença de seus pais ou responsável em
da Infância e da Juventude, após ser atendida por qualquer fase do procedimento. Contudo, não
uma assistente social e por uma psicóloga, é poderá o menor ser ouvido pessoalmente pela
ouvida em audiência, com a assistência do autoridade competente, devendo em todo o caso
defensor público e na presença do Ministério ser assistido pelos genitores.
Público, afirmando desconhecer o pai da criança

8
IV Exame Unificado X Exame Unificado
Questão 02 - No tocante às normas contidas no Questão 04 - Com relação à internação,
Estatuto da Criança e do Adolescente, é correto observado o que prevê o Estatuto da Criança e do
afirmar que: Adolescente, assinale a afirmativa correta.

A) a medida socioeducativa de internação A) Deve obedecer ao período determinado de um


aplicada em razão do descumprimento reiterado ano e meio, prorrogável por igual período, para
e injustificável da medida anteriormente imposta atos infracionais praticados com emprego de
ao adolescente infrator não poderá ser superior a violência.
três meses.
B) Deve obedecer ao período determinado de um
B) o adolescente apreendido em flagrante de ato
ano, prorrogável por igual período, para atos
infracional será imediatamente encaminhado ao
infracionais praticados sem emprego de violência.
Juiz de Direito em exercício na Vara da Infância e
C) Não comporta período determinado e não pode
Juventude, que decidirá sobre a necessidade ou
ultrapassar o máximo de três anos, independente
não de seu acautelamento provisório. do emprego ou não de violência no ato infracional
C) a concessão da remissão, que prescinde da praticado.
homologação da Autoridade Judiciária, é medida D) Não pode ultrapassar o período máximo de
que o membro do Ministério Público atribuído três anos, quando o adolescente deverá ser
poderá adotar no processamento de ato colocado em liberdade com o dever de reparar o
infracional. dano no caso de ato infracional com reflexos
D) ao ato infracional praticado por crianças patrimoniais.
corresponderão as seguintes medidas
socioeducativas: advertência, obrigação de XI Exame Unificado
reparar o dano, prestação de serviços à Questão 05 - No que se refere aos
comunidade, liberdade assistida e inserção em procedimentos afetos à Justiça da Infância e da
regime de semiliberdade. Juventude, inclusive os relativos à execução das
medidas socioeducativas, assinale a afirmativa
VII Exame Unificado correta.
Questão 03 - Considerando os princípios
norteadores do Estatuto da Criança e do A) Será adotado o sistema recursal do Código de
Adolescente, a prática de atos infracionais fica Processo Civil.
sujeita a medidas que têm objetivos B) Em todos os recursos, salvo nos embargos de
socioeducativos. Nesse sentido, é correto afirmar declaração, o prazo para o Ministério Público e
que: para a defesa será sempre de 30 (trinta) dias.
C) É exigido o preparo para a interposição dos
A) se Aroldo, que tem 11 anos, subtrair para si recursos.
coisa alheia pertencente a uma creche, deverá D) Os recursos não terão preferência de
cumprir medida socioeducativa de prestação de julgamento, nem dispensarão revisor.
serviços comunitários, por período não superior a
um ano. XVII Exame Unificado
B) a obrigação de reparar o dano causado pelo Questão 06 - O adolescente N. ficou conhecido
ato infracional não é considerada medida no bairro onde mora por praticar roubos e furtos
socioeducativa, tendo em vista que o adolescente e ter a suposta habilidade de nunca ter sido
não pode ser responsabilizado civilmente. apreendido. Certa noite, N. saiu com o propósito
C) o acolhimento institucional e a colocação em de praticar novos atos de subtração de coisa
família substituta podem ser aplicados como alheia. Diante da reação de uma vítima a quem
medidas protetivas ou socioeducativas, a ameaçava, N. disparou sua arma de fogo, levando
depender das características dos atos infracionais a vítima a óbito. N. não conseguiu fugir, sendo
praticados. apreendido por policiais que passavam pelo local,
D) a internação, como uma das medidas no momento em que praticava o ato infracional.
socioeducativas previstas pelo ECA, não poderá Sobre o caso narrado, assinale a opção correta.
exceder o período máximo de três anos, e a
liberação será compulsória aos 21 anos de idade. A) A medida de internação não terá cabimento
contra N., uma vez que somente poderá ser

9
aplicada em caso de reincidência no cometimento Quando Beatriz e Leandro terminaram o
de infrações graves. relacionamento, Théo já contava com 15 anos de
B) Mesmo estando privado de liberdade, N. idade. Leandro, atendendo a um pedido do
Poderá entrevistar-se pessoalmente com o adolescente, decide ingressar com ação de
representante do Ministério Público, mas não terá adoção unilateral do infante. Beatriz discorda do
direito a peticionar diretamente a este ou a pedido, sob o argumento de que a união estável
qualquer autoridade que seja. está extinta e que não mantém um bom
C) A medida de internação de N. É cabível por se relacionamento com Leandro.
tratar de ato infracional praticado com ameaça e Considerando o Princípio do Superior Interesse da
violência contra pessoa, mesmo que não seja Criança e do Adolescente e a Prioridade Absoluta
caso de reincidência. no Tratamento de seus Direitos, Théo pode ser
D) Caso N. Seja condenado por sentença ao
adotado por Leandro?
cumprimento de medida de internação, e
somente nesse caso, tornam-se obrigatórias as
A) Não, pois, para a adoção unilateral, é
intimações do seu defensor e dos pais ou
imprescindível que Beatriz concorde com o
responsáveis, mesmo que o adolescente tenha
pedido.
sido intimado pessoalmente.
B) Sim, caso haja, no curso do processo, acordo
entre Beatriz e Leandro, regulamentando a
XXII Exame Unificado
convivência familiar de Théo.
Questão 07 - João, maior, e sua namorada Lara,
C) Não, pois somente os pretendentes casados,
com 14 anos de idade, são capturados pela polícia
ou que vivam em união estável, podem ingressar
logo após praticarem crime de roubo, majorado
com ação de adoção unilateral.
pelo emprego de arma de fogo.
D) Sim, o pedido de adoção unilateral formulado
O Juízo da Infância e da Juventude aplicou a por Leandro poderá, excepcionalmente, ser
medida socioeducativa de internação para Lara, deferido e, ainda que de forma não consensual,
ressaltando que a adolescente já sofrera a regulamentada a convivência familiar de Théo
medida de semiliberdade pela prática de ato com os pais.
infracional análogo ao crime de tráfico de drogas.
O Juízo Criminal condenou João pelo crime de
roubo em concurso com corrupção de menores. NORMAS DE PREVENÇÃO
João apela da condenação pelo crime de
corrupção de menores, sob o argumento de Lara VIII Exame Unificado
não ser mais uma criança, bem como alegando Questão 01 - João e Maria, ambos adolescentes,
que ela já está corrompida. com dezessete e dezesseis anos,
Com base no caso apresentado, assiste razão à respectivamente, resolvem realizar uma viagem
defesa de João? para comemorar o aniversário de um ano de
namoro. Como destino, o jovem casal elege
A) Não, pois é irrelevante o fato de Lara já ter Armação dos Búzios, no estado do Rio de Janeiro,
sofrido medida socioeducativa.
e efetua a reserva, por telefone, em uma pousada
B) Não, pois Lara ainda é uma criança.
do balneário. Considerando a normativa acerca
C) Sim, já que o crime de corrupção de menores
da prevenção especial contida na Lei n. 8.069, de
exige que o menor não esteja corrompido.
13 de julho de 1990, assinale a afirmativa
D) Sim, visto que no crime de corrupção de
correta.
menores, a vítima tem que ser uma criança.

A) O casal poderá hospedar-se na pousada


XXV Exame Unificado
reservada sem quaisquer restrições, já que
Questão 08 - Beatriz, quando solteira, adotou o
ambos são maiores de dezesseis anos e,
bebê Théo. Passados dois anos da adoção, Beatriz
portanto, relativamente capazes para a prática
começou a viver em união estável com Leandro.
desse tipo de ato civil, não podendo ser exigido
Em razão das constantes viagens a trabalho de
que estejam acompanhados dos pais ou
Beatriz, Leandro era quem diariamente cuidava
responsáveis nem que apresentem autorização
de Théo, participando de todas as atividades
destes.
escolares. Théo reconheceu Leandro como pai.

10
B) O Estatuto da Criança e do Adolescente proíbe XIII Exame Unificado
apenas a hospedagem de crianças e adolescentes Questão 03 - João e Joana são pais de Mila, 9
em motel, desacompanhadas de seus pais ou anos, e de Letícia, 8 anos. João mudou-se para
responsável, sendo permitida a hospedagem em Maringá depois do divórcio, e levou sua filha mais
hotéis ou estabelecimentos congêneres, uma vez nova para morar com ele. Nas férias escolares,
que estes são obrigados a manter regularmente Letícia quer ir ao Rio de Janeiro visitar sua mãe,
o registro de entrada de seus hóspedes. enquanto Mila deseja passar seus dias livres com
C) A proibição da legislação especial refere-se seu pai em Maringá.
apenas às crianças, na definição do ECA Avalie as situações apresentadas a seguir e, de
consideradas como as pessoas de até doze anos acordo com o Estatuto da Criança e do
de idade incompletos, sendo, portanto, Adolescente, assinale a afirmativa correta.
dispensável que os adolescentes estejam
acompanhados dos pais ou responsáveis, ou, A) Letícia poderá viajar sem autorização judicial
ainda, autorizados por estes para a regular se a sua prima, Olívia, que tem 19 anos, aceitar
hospedagem. acompanhá-la. Mila poderá viajar sem
D) O titular da pousada, ou um de seus prepostos, autorização, se a sua avó, Filomena, a
pode, legitimamente e fundado na legislação acompanhar.
especial que tutela a criança e o adolescente, B) Se houver prévia e expressa autorização dos
negar-se a promover a hospedagem do jovem pais ou responsáveis, Letícia e Mila ficam
casal, já que ambos estão desacompanhados dos
dispensadas da autorização judicial e poderão
pais ou responsável e desprovidos, igualmente,
da autorização específica exigida pelo ECA. viajar desacompanhadas dentro do território
nacional.
IX Exame Unificado C) Letícia poderá viajar desacompanhada dos pais
por todo território nacional se houver autorização
Questão 02 - Juliana, estudante de 17 anos, em
judicial, que poderá ser concedida pelo prazo de
comemoração a sua recente aprovação no
dois anos. Mila não precisará de autorização
vestibular de uma renomada universidade, saiu judicial para ir a Maringá se seu tio José aceitar
em viagem com Gustavo, seu namorado de 25 acompanhá-la.
anos, funcionário público federal. Acerca de D) Mila poderia aproveitar a ida de sua vizinha
possíveis intercorrências ao longo da viagem, é Maria, de 23 anos, para acompanhá-la, desde que
correto afirmar que: devidamente autorizada por seus pais, enquanto
Letícia não precisaria de autorização judicial se
A) Juliana, por ser adolescente, seu padrinho, Ricardo, primo do seu pai, a
independentemente de estar em companhia de acompanhasse.
Gustavo, maior de idade, não poderá se hospedar
no local livremente por eles escolhido, sem portar
XXI Exame Unificado
expressa autorização de seus pais ou
responsável. Questão 04 - Maria, mãe de João, criança com
B) Juliana, em companhia de Gustavo, poderá nove anos de idade, que está na guarda de fato
ingressar em um badalado bar do local, onde é da avó paterna Luisa, almeja viajar com o filho,
realizado um show de música ao vivo no primeiro que já possui passaporte válido, para os Estados
piso e há um salão de jogos de bilhar no segundo Unidos. Para tanto, indagou ao pai e à avó se eles
piso. concordariam com a viagem do infante, tendo o
C) Juliana, por ser adolescente e estar em primeiro anuído e a segunda não, pelo fato de o
companhia de Gustavo, maior de idade, poderá neto não estar com boas notas na escola.
se hospedar no local livremente por eles Preocupada, Maria procura orientação jurídica de
escolhido, independentemente de portar ou não como proceder.
autorização de seus pais. À luz do Estatuto da Criança e do Adolescente,
D) Juliana poderá se hospedar em hotel, motel, assinale a opção que indica a medida que deverá
pensão ou estabelecimento congênere, assim ser adotada pelo (a) advogado (a) de Maria.
como poderá ingressar em local que explore jogos
de bilhar, se portar expressa autorização dos seus A) Ingressar com ação de suprimento do
pais ou responsável. consentimento do pai e da avó paterna, para fins
de obter a autorização judicial de viagem ao
exterior.

11
B) Solicitar ao pai que faça uma autorização de Assinale a opção que indica o procedimento
viagem acompanhada de cópias dos documentos correto do Conselheiro Tutelar.
dele, pois a criança já possui passaporte válido.
C) Ingressar com ação de guarda de João, A) Requisitar a Polícia Militar para conduzir Ana à
requerendo sua guarda provisória, para que Delegacia de Polícia e, após a atuação policial, dar
possa viajar ao exterior independente da o caso por encerrado.
anuência do pai e da avó paterna. B) Não intervir, já que Ana está exercendo o seu
D) Solicitar ao pai que faça uma autorização de poder de correção, decorrência do atributo do
viagem com firma reconhecida, pois a criança já poder familiar.
possui passaporte válido. C) Intervir imediatamente, orientando Ana para
que não corrija o filho dessa forma, e analisar se
não seria recomendável a aplicação de uma das
CONSELHO TUTELAR medidas previstas no ECA.
D) Apenas colher elementos para ingressar em
Juízo com uma representação administrativa por
VIII Exame Unificado
descumprimento dos deveres inerentes ao poder
Questão 01 - Acerca das atribuições do Conselho
familiar.
Tutelar determinadas no Estatuto da Criança e do
Adolescente, assinale a alternativa correta.
XXIII Exame Unificado
Questão 03 - Agente público executor de medida
A) O Conselho Tutelar, considerando sua
natureza não jurisdicional, destaca-se no socioeducativa de internação, a pretexto de
aconselhamento e na orientação à família ou manter a disciplina e a ordem na unidade em que
responsável pela criança ou adolescente, atua, ordena que dois adolescentes se vistam
inclusive na hipótese de inclusão em programa com roupas femininas e desfilem para os demais
oficial ou comunitário de auxilio, orientação e internos, que escolherão a “garota da unidade”.
tratamento a alcoólatras e toxicômanos. Em visita à unidade, uma equipe composta pela
B) O Conselho Tutelar, em consequência de sua Comissão de Direitos Humanos da OAB e pelo
natureza não jurisdicional, não é competente Conselho Tutelar toma ciência do caso. Segundo
para encaminhar ao Ministério Público as restou apurado, o agente teria atuado de tal
ocorrências administrativas ou criminais que forma porque os dois adolescentes eram muito
importem violação aos direitos da criança e do rebeldes e não cumpriam regularmente as
adolescente. determinações da unidade. Com base apenas no
C) O Conselho Tutelar pode assessorar o Poder Estatuto da Criança e do Adolescente, sem
Executivo local na elaboração da proposta prejuízo de outras sanções, assinale a opção que
orçamentária para planos e programas de indica a medida que poderá ser adotada
atendimento dos direitos da criança e do imediatamente pela equipe que fiscalizava a
adolescente, em decorrência de sua natureza unidade.
jurisdicional não autônoma.
D) O Conselho Tutelar não poderá promover a A) Transferência imediata dos adolescentes para
execução de suas decisões, razão pela qual só lhe outra unidade socioeducativa.
resta encaminhar ao Ministério Público notícia de B) Advertência do agente público aplicada pelo
fato que constitua infração administrativa ou Conselho Tutelar.
penal contra os direitos da criança ou C) Advertência do agente público aplicada pela
adolescente. Comissão de Direitos Humanos da OAB.
D) Transferência imediata do agente público para
XVII Exame Unificado outra unidade.
Questão 02 - Um conselheiro tutelar, ao passar
por um parquinho, observa Ana corrigindo o filho,
João, por ele não permitir que os amigos INFRAÇÕES CRIMINAIS E ADMINISTRATIVAS
brinquem com o seu patinete. Para tanto, a
genitora grita, puxa o cabelo e dá beliscões no
infante, na presença das outras crianças e mães, XIV Exame Unificado
que assistem a tudo assustadas. Questão 01 - O Hotel Botanic recebeu o casal de
namorados Júlia e Matheus como hóspedes

12
durante um feriado prolongado. Júlia tem 15 anos tutor atípica para esse tipo de infração penal, não
de idade e Matheus 18 anos, motivo pelo qual a se podendo aplicar analogia para a configuração
adolescente foi admitida no estabelecimento, por de crime.
estar acompanhada de uma pessoa maior de D) Somente incorre na pena pela prática de
idade. infração penal o sujeito que oferece a paga ou
Com base no caso apresentado, a partir do que recompensa, sendo atípica para o responsável
dispõe o Estatuto da Criança e do Adolescente, legal a mera promessa de entrega da criança.
assinale a opção correta.
XXVI Exame Unificado
A) Trata-se de infração penal, motivo pelo qual, Questão 03 - Em cumprimento de mandado de
sem prejuízo da pena de multa aplicada ao busca e apreensão do Juízo Criminal, policiais
estabelecimento, o funcionário responsável pela encontraram fotografias de adolescentes
admissão da adolescente está sujeito à vestidas, em posições sexuais, com foco nos
responsabilidade criminal pessoal. órgãos genitais, armazenadas no computador de
B) Trata-se de prática cotidiana sem implicações um artista inglês.
administrativas ou criminais previstas na norma O advogado do artista, em sua defesa, alega a
especial, uma vez que a adolescente estava ausência de cena pornográfica, uma vez que as
acompanhada de pessoa maior de idade que se adolescentes não estavam nuas, e que a
torna responsável por ela. finalidade do armazenamento seria para
C) Trata-se de infração administrativa, comunicar às autoridades competentes.
sujeitando-se à aplicação de pena de multa, a Considerando o crime de posse de material
hospedagem de adolescente desacompanhado
pornográfico, previsto no Art. 241-B do ECA,
dos pais, responsáveis, ou sem autorização
escrita desses ou da autoridade judiciária. merecem prosperar os argumentos da defesa?
D) Trata-se de infração administrativa e penal,
sujeitando-se o estabelecimento, por A) Sim, pois, para caracterização da pornografia,
determinação da autoridade judiciária, a imediato as adolescentes teriam que estar nuas.
fechamento por até quinze dias. B) Não, uma vez que bastava afirmar que as fotos
são de adolescentes, e não de crianças.
XV Exame Unificado C) Sim, uma vez que a finalidade do artista era
Questão 02 – José, tutor da criança Z, soube que apenas a de comunicar o fato às autoridades
Juarez vem oferecendo recompensa àqueles que competentes.
lhe entregam crianças ou adolescentes em D) Não, pois a finalidade pornográfica restou
caráter definitivo. Entusiasmado com a quantia demonstrada, e o artista não faz jus a excludente
de tipicidade.
oferecida, José promete entregar a criança
exatamente dez dias após o início da negociação.
José contou aos seus vizinhos que não queria PERDA E SUSPENSÃO DO PODER FAMILIAR
mais “ter trabalho com o menino”. Indignada,
Marieta, vizinha de José, comunicou
imediatamente o fato à autoridade policial, que III Exame Unificado
conseguiu impedir a entrega da criança Z a Questão 01 - Com relação aos procedimentos
Juarez. Nesse caso, à luz do Estatuto da Criança para a perda e a suspensão do poder familiar
e do Adolescente, assinale a afirmativa correta. regulados pelo Estatuto da Criança e do
Adolescente, é correto afirmar que:
A) A promessa de entrega de Z, por si só, já
configura infração penal, do mesmo modo que o A) a autoridade judiciária, ouvido o Ministério
seria em caso de efetiva entrega da criança.
B) Somente a efetiva entrega da criança Público, poderá decretar liminar ou
mediante paga ou recompensa configuraria a incidentalmente a suspensão do poder familiar,
prática de infração penal tanto para quem independentemente da gravidade do motivo.
entrega quanto para quem oferece o valor B) o procedimento para perda ou suspensão do
pecuniário. poder familiar dispensa que os pais sejam
C) Tratar-se-ia de infração penal somente se a ouvidos, mesmo se estes forem identificados e
criança Z fosse filho de José, sendo a figura do estiverem em local conhecido.
C) o procedimento para perda ou suspensão do

13
poder familiar terá início por provocação do verbais chegaram ao ponto de lançar Joaquim em
Ministério Público ou de quem tenha legítimo estado de depressão profunda, inclusive sendo
interesse. essa clinicamente diagnosticada.
D) em conformidade com a nova redação dada Constatada a realidade dos fatos acima narrados,
pela Lei 12.010, de 3 de agosto de 2009, o prazo assinale a afirmativa correta.
máximo para a conclusão do procedimento de
perda ou suspensão do poder familiar será de 180 A) Os fatos descritos revelam circunstância de
mero desajuste de convívio familiar, não
(cento e oitenta) dias.
despertando relevância criminal ou de tutela de
direitos individuais do adolescente, refugindo do
XIII Exame Unificado alcance da Lei nº 8.069/90 (ECA).
Questão 02 - Vilma, avó materna do menor B) O juízo competente poderá determinar o
Oscar, de quinze anos de idade, pretende mover afastamento de José da residência em que vive
ação de suspensão do poder familiar em face de com Joaquim, como medida cautelar para evitar
Onísio e Paula, pais do menor. Argumenta que o agravamento do dano psicológico do
Oscar estaria na condição de evasão escolar e os adolescente, podendo, inclusive, fixar pensão
pais negligentes, embora incansavelmente alimentícia provisória para o suporte de Joaquim.
C) O juiz poderá afastar cautelarmente José da
questionados por Vilma quanto as consequências
moradia comum com Joaquim, sem que isso
negativas para a formação de Oscar. Considere a implique juízo definitivo de valor sobre os fatos –
hipótese narrada e assinale a única opção correta razão pela qual não é viável a estipulação de
aplicável ao caso. alimentos ao adolescente, eis que irreversíveis.
D) A situação descrita não revela motivação
A) Do ponto de vista processual, Vilma não tem legalmente reconhecida como suficiente a
legitimidade para propor a ação que deve ser determinar o afastamento de José da moradia
movida exclusivamente pelo Ministério Público, comum, recomendando somente o
aconselhamento educacional do pai.
diante da indisponibilidade do direito em questão,
a quem a interessada deve dirigir a argumentação
para a tomada das medidas judiciais cabíveis. GUARDA
B) Do ponto de vista material, os elementos
indicados por Vilma são suficientes ao pleito de XIX EXAME
suspensão do poder familiar, do mesmo modo Questão 01 - Marcelo, com 17 anos, e seu irmão
que a falta ou a carência de recursos materiais Caio, com 20 anos de idade, permanecem
são, ainda que isoladamente, justo motivo para sozinhos na casa da família, enquanto os pais
propositura da medida de suspensão do poder viajam por 30 dias em férias no exterior.
familiar.
Durante tal período, Marcelo, que acabou de
C) Do ponto de vista material, os argumentos terminar o ensino médio, recebe uma excelente
indicados por Vilma são irrelevantes a dar ensejo proposta de trabalho. Ao comparecer à empresa
à medida de suspensão de poder familiar, medida para assinar o contrato de trabalho, Marcelo é
grave e excepcionalmente aplicada, mas são impedido pela falta de um responsável. Marcelo,
suficientes ao pleito de aplicação de multa e então, procura orientação de um advogado.
repreensão aos pais negligentes, por se tratar de Assinale a opção que apresenta a ação que
infração administrativa. deverá ser ajuizada, de acordo com o Estatuto da
Criança e do Adolescente, para que o adolescente
D) Do ponto de vista processual, Vilma possui
não perca a oportunidade de emprego.
legitimidade para propor a ação de suspensão do
poder familiar e, tramitando o processo perante a A) Marcelo deve ingressar com ação de
Justiça da Infância e da Juventude, é impositiva a emancipação, com pedido de antecipação de
isenção de custas e emolumentos, independente tutela.
de concessão da gratuidade de justiça, conforme B) Caio deve ingressar com ação de guarda de
dispõe expressa e literalmente o ECA. Marcelo, requerendo a sua guarda provisória.
C) Caio deve ingressar com ação, objetivando o
XXVII Exame Unificado direito de assistir Marcelo para a prática do ato.
Questão 03 - Joaquim, adolescente com 15 anos D) Caio deve ingressar com ação de tutela de
de idade, sofre repetidas agressões verbais por Marcelo, com pedido liminar.
parte de seu pai, José, pessoa rude que nunca se
conformou com o fato de Joaquim não se
identificar com seu sexo biológico. Os atentados

14
XX EXAME IV Exame Unificado
Questão 02 - Vanessa e Vitor vivem com o filho Questão 01 - Washington, adolescente com 14
Marcelo, criança com 06 anos de idade, na casa (quatorze) anos, movido pelo desejo de ajudar
dos avós paternos. Em um trágico acidente, Vitor seus genitores no sustento do núcleo familiar
veio a falecer. A viúva, logo após o óbito, decide pobre, pretende iniciar atividade laborativa como
morar na casa de seus pais com o filho. Após 10 ensacador de compras na pequena mercearia
dias, já residindo com os pais, Vanessa, em Tudo Tem, que funciona 24h, localizada em sua
depressão e fazendo uso de entorpecentes, deixa comunidade. Recentemente, esta foi pacificada
o filho aos cuidados dos avós maternos, e se pelas Forças de Segurança Nacional. Tendo como
submete a tratamento de internação em clínica substrato a tutela do Estatuto da Criança e do
de reabilitação. Decorridos 20 dias e com alta Adolescente no tocante ao Direito à
médica, Vanessa mantém acompanhamento Profissionalização e à Proteção no Trabalho,
ambulatorial e aluga apartamento para morar assinale a alternativa correta.
sozinha com o filho.
Os avós paternos inconformados ingressaram A) Washington poderá ser contratado como
com Ação de Guarda de Marcelo. Afirmaram que ensacador de compras, mesmo não sendo tal
sempre prestaram assistência material ao neto, atividade de aprendizagem, pois, como já possui
que com eles residia desde o nascimento até o 14 (quatorze) anos, tem discernimento suficiente
falecimento de Vitor. Citada, Vanessa contestou o para firmar o contrato de trabalho e, assim,
pedido, alegando estar recuperada de sua prestar auxílio material aos seus pais, adotando a
depressão e da dependência química. Ainda, louvável atitude de preferir o trabalho às ruas.
demonstrou possuir atividade laborativa, e que B) Como a comunidade onde reside Washington
obteve vaga para o filho em escola. Os avós foi pacificada pelas forças de paz, não há falar em
maternos, por sua vez, ingressam com oposição. local perigoso ou insalubre para o menor; assim,
Aduziram que Marcelo ficou muito bem aos seus poderá o adolescente exercer a carga horária
cuidados e que possuem excelente plano de laborativa no período das 22h às 24h, sem
saúde, que possibilitará a inclusão do neto como qualquer restrição legal, desde que procure outra
dependente. atividade laborativa que seja de formação
Sobre a guarda de Marcelo, à luz da Proteção técnico-profissional.
Integral da Criança e do Adolescente, assinale a C) Washington não poderá trabalhar na mercearia
afirmativa correta. como ensacador de compras, pois tal atividade
não é enquadrada como de formação técnico-
profissional; portanto, não se pode afirmar que o
A) Marcelo deve ficar com os avós maternos, com menor exercerá atividade laborativa na condição
quem por último residiu, em razão dos benefícios de aprendiz.
da inclusão da criança como dependente do plano D) Na condição de aprendiz, não é necessário que
de saúde. o adolescente goze de horário especial compatível
B) Marcelo deve ficar na companhia dos avós com a garantia de acesso e frequência obrigatória
paternos, pois sempre prestaram assistência ao ensino regular.
material à criança, que com eles residia antes do
falecimento de Vitor. XXVII Exame Unificado
C) Marcelo deve ficar sob a guarda da mãe, já que Questão 02 - Os irmãos João, 12 anos, Jair, 14
ela nunca abandonou o filho e sempre cumpriu anos, e José, 16 anos, chegam do interior com os
com os deveres inerentes ao exercício do poder pais, em busca de melhores condições de vida
familiar, ainda que com o auxílio dos avós. para a família. Os três estão matriculados
D) Em programa de acolhimento familiar, até que regularmente em estabelecimento de ensino e
esteja cabalmente demonstrado que a genitora gostariam de trabalhar para ajudar na renda da
não faz mais uso de substâncias entorpecentes. casa.
Sobre as condições em que os três irmãos
conseguirão trabalhar formalmente,
DIREITOS FUNDAMENTAIS – considerando os Direitos da Criança e do
Adolescente, assinale a afirmativa correta.
PROFISSIONALIZAÇÃO E PROTEÇÃO NO
TRABALHO

15
A) João: não; Jair: contrato de aprendizagem; entidade de acolhimento institucional faz dois
José: contrato de trabalho especial, salvo anos, sem nenhum interessado em sua adoção
atividades noturnas, perigosas ou insalubres. habilitado nos cadastros nacional ou
B) João: contrato de aprendizagem; Jair: contrato internacional.
de trabalho especial, salvo atividades noturnas, Sensibilizado com a situação da criança, um
perigosas ou insalubres; José: contrato de advogado, que já possui três filhos, sendo um
trabalho.
adotado, deseja acompanhar o desenvolvimento
C) João: não; Jair e José: contrato especial de
de Carla, auxiliando-a nos estudos e, a fim de
trabalho, salvo atividades noturnas, perigosas ou
insalubres criar vínculos com sua família, levando-a para
D) João: contrato de aprendizagem; Jair: casa nos feriados e férias escolares.
contrato de aprendizagem; José: contrato de De acordo com o Estatuto da Criança e do
aprendizagem. Adolescente, de que forma o advogado
conseguirá obter a convivência temporária
externa de Carla com sua família?
ACOLHIMENTOS FAMILIAR E INSTITUCIONAL
A) Acolhimento familiar.
B) Guarda estatutária.
XXIII EXAME C) Tutela.
Questão 01 - Os irmãos Fábio (11 anos) e João D) Apadrinhamento.
(9 anos) foram submetidos à medida protetiva de
acolhimento institucional pelo Juízo da Infância e
da Juventude, pois residiam com os pais em área CRIMES CONTRA A CRIANÇA E O ADOLESCENTE
de risco, que se recusavam a deixar o local,
mesmo com a interdição do imóvel pela Defesa
Civil. Passados uma semana do acolhimento XIX EXAME
institucional, os pais de Fábio e João vão até a Questão 01 - O adolescente F, 16 anos, filho de
instituição para visitá-los, sendo impedidos de ter Pedro, foi surpreendido por seu pai enquanto
contato com os filhos pela diretora da entidade de falava pela internet com Fábio, 30 anos, que o
acolhimento institucional, ao argumento de que induzia à prática de ato tipificado como infração
precisariam de autorização judicial para visitar as penal. Pedro informou imediatamente o ocorrido
crianças. Os pais dos irmãos decidem então à autoridade policial, que instaurou a persecução
procurar orientação jurídica de um advogado. penal cabível.
No caso narrado, ao induzir o adolescente F à
Considerando os ditames do Estatuto da Criança prática de ato tipificado como infração penal, a
e do Adolescente, a direção da entidade de conduta de Fábio
acolhimento institucional agiu corretamente?
A) configura crime nos termos do ECA, ainda que
realizada por meio eletrônico e que não venha a
A) Sim, pois o diretor da entidade de acolhimento
ser provada a corrupção do adolescente, por se
institucional é equiparado ao guardião, podendo tratar de delito formal.
proibir a visitação dos pais. B) não configura crime nos termos do ECA, pois a
B) Não, porque os pais não precisam de uma mera indução sem a prática do ato pelo
autorização judicial, mas apenas de um ofício do adolescente configura infração administrativa, já
Conselho Tutelar autorizando a visitação. que se trata de delito material.
C) Sim, pois a medida protetiva de acolhimento C) configura infração penal, tipificada na Lei de
institucional foi aplicada pelo Juíz da Infância, Contravenções Penais, mas a materialidade do
assim somente ele poderá autorizar a visita dos crime com a prova da corrupção do adolescente é
pais. imprescindível à condenação do réu em
D) Não, diante da ausência de vedação expressa observância ao princípio do favor rei.
da autoridade judiciária para a visitação, ou D) não configura crime nos termos estabelecidos
decisão que os suspenda ou os destitua do pelo ECA, posto que inexiste tipificação se o ato
exercício do poder familiar. for praticado por meio eletrônico, não havendo de
se aplicar analogia em malam partem.
XXVIII Exame Unificado
Questão 02 - Carla, de 11 anos de idade, com
os pais destituídos do poder familiar, cresce em

16
DIREITOS FUNDAMENTAIS – PROTEÇÃO INTEGRAL A) Os hospitais e demais estabelecimentos de
atenção à saúde de gestantes, públicos e
particulares, são obrigados
VIII Exame Unificado a manter os prontuários individuais, pelo prazo de
Questão 01 - Com forte inspiração dez anos, assim como fornecer declaração de
constitucional, a Lei n°. 8.069, de 13 de julho de nascimento.
1990, consagra a doutrina da proteção integral da B) Incumbe ao poder público proporcionar
criança e do adolescente, assegurando-lhes assistência psicológica à gestante e à mãe, no
direitos fundamentais, entre os quais o direito à período pré e pós-natal, salvo se a mesma
educação. Igualmente, é-lhes franqueado o manifestar interesse em entregar seus filhos para
acesso à cultura, ao esporte e ao lazer, adoção, quando será assegurada assistência
preparando-os para o exercício da cidadania e psicológica pré-natal apenas.
qualificação para o trabalho, fornecendo-lhes C) A gestante tem direito ao acompanhamento
elementos para seu pleno desenvolvimento e pré-natal, sendo-lhe assegurado o direito de ser
realização como pessoa humana. De acordo com atendida no parto pelo mesmo médico que a
as disposições expressas no Estatuto da Criança acompanhou, assim como de optar pelo tipo de
e do Adolescente, é correto afirmar que: parto a que será submetida.
D) O atendimento pré-natal à gestante inclui o
A) toda criança e todo adolescente têm direito a dever do poder público de propiciar apoio
alimentar à gestante, como forma de assegurar o
serem respeitados por seus educadores, mas não
direito à vida e à saúde do nascituro.
poderão contestar os critérios avaliativos, uma
vez que estes são estabelecidos pelas instâncias
educacionais superiores, norteados por diretrizes
GARANTIAS PROCESSUAIS
fiscalizadas pelo MEC.
B) é dever do Estado assegurar à criança e ao
adolescente o ensino fundamental, obrigatório e V Exame Unificado
gratuito, mas sem a progressiva extensão da Questão 01 - Com nítida inspiração na doutrina
obrigatoriedade e gratuidade ao ensino médio. da proteção integral, o ECA garantiu à criança e
C) não existe obrigatoriedade de matrícula na ao adolescente o mais amplo acesso à Justiça,
rede regular de ensino àqueles genitores ou como forma de viabilizar a efetivação de seus
responsáveis pela criança ou adolescente que, direitos, consagrou-lhes o acesso a todos os
por convicções ideológicas, políticas ou religiosas, órgãos do Poder Judiciário, assim como lhes
discordem dos métodos de educação escolástica assegurou o acesso a órgãos que exercem
tradicional para seus filhos ou pupilos. funções essenciais à Justiça, como o Ministério
D) os dirigentes de estabelecimentos de ensino Público e a Defensoria. Tendo em conta tal ampla
fundamental comunicarão ao Conselho Tutelar os
proteção, assinale a alternativa correta.
casos de maus-tratos envolvendo seus alunos, a
reiteração de faltas injustificadas e a evasão
escolar, esgotados os recursos escolares, assim A) As custas e emolumentos nas ações de
como os elevados níveis de repetência. destituição do poder familiar, perda ou
modificação da tutela deverão ser custeadas pela
DIREITOS FUNDAMENTAIS –DIREITO À VIDA E À parte sucumbente ao final do processo.
B) Na hipótese de colisão de interesses entre a
SAÚDE criança ou adolescente e seus pais ou
responsável, a autoridade judiciária lhes dará
IX Exame Unificado (Ipatinga-MG) curador especial, o mesmo ocorrendo nas
hipóteses de carência de representação ou
Questão 01 - Assegurar o direito fundamental à
assistência legal, ainda que eventual.
vida e à saúde da criança e do adolescente é C) Em obediência ao princípio da publicidade, é
dever da família, da sociedade e do Poder Público. permitida a divulgação de atos judiciais e
Acerca da regulamentação desses direitos pelo administrativos que digam respeito à autoria de
Estatuto da Criança e do Adolescente, assinale a ato infracional praticado por adolescente,
afirmativa correta. podendo ser expedida certidão ou extraída cópia
dos autos, independentemente da demonstração
do interesse e justificativa acerca da finalidade.

17
Tais fatos, no entanto, se noticiados pela VIII Exame Unificado
imprensa escrita ou falada, devem conter apenas Questão 01 - Joana tem 16 anos e está
as iniciais do nome e sobrenome do menor, sendo internada no Educandário Celeste, na cidade de
vedadas as demais formas expositivas, como Pitió, por ato infracional equiparado ao crime de
fotografia, referência ao nome, apelido, etc. tráfico de entorpecentes. O Estatuto da Criança e
D) A assistência judiciária gratuita será prestada do Adolescente regula situações dessa natureza,
aos que dela necessitarem por defensor público, consignando direitos do adolescente privado de
sendo admitida a nomeação pelo juiz de liberdade. Diante das disposições aplicáveis ao
advogado se o adolescente não tiver defensor, caso de Joana, é correto afirmar que:
não podendo, posteriormente, o adolescente
constituir outro de sua preferência. A) Joana tem direito à visitação, que deve ser
respeitado na frequência mínima semanal, e não
poderá ser suspenso sob pena de violação das
MEDIDAS DE PROTEÇÃO garantias fundamentais do adolescente
internado.
B) é expressamente garantido o direito de Joana
XI Exame Unificado se corresponder com seus familiares e amigos,
Questão 01 - A interpretação e aplicação da Lei mas é vedada a possibilidade de avistar-se
n. 8.069/90 (Estatuto da Criança e do reservadamente com seu defensor.
Adolescente – ECA) deve perseguir os objetivos C) a autoridade judiciária poderá suspender
de proteção integral e prioritária dos direitos das temporariamente a visita, exceto de pais e
crianças e dos adolescentes, que deles são responsável, se existirem motivos sérios e
titulares. Sobre o tema, assinale a afirmativa fundados de sua prejudicialidade aos interesses
correta. do adolescente.
D) as visitas dos pais de Joana poderão ser
A) A aplicação das medidas específicas de suspensas temporariamente, mas em tal situação
proteção previstas pelo ECA pode se dar permanece o seu direito de continuar internada
cumulativamente, devendo a autoridade na mesma localidade ou naquela mais próxima ao
competente escolher a mais adequada diante das domicílio de seus pais.
necessidades específicas do destinatário.
B) Se Joana, que tem 09 anos, tiver seus direitos DA PROTEÇÃO JUDICIAL DOS INTERESSES
violados por ação ou omissão do Estado, serão INDIVIDUAIS, DIFUSOS E COLETIVOS
cabíveis as medidas específicas de proteção
previstas pelo ECA que, dependendo das
XV Exame Unificado
circunstâncias, não deverão ser aplicadas ao
Questão 01 - O Ministério Público moveu ação
mesmo tempo.
civil pública em face do estado A1 e do município
C) Se Júlio, que tem 09 anos, tiver seus direitos
A2, e em favor dos interesses da criança B, que
violados por abuso ou omissão dos pais, não
precisava realizar um procedimento cirúrgico
serão aplicáveis as medidas específicas de
indispensável à manutenção de sua saúde ao
proteção, mas, sim, medidas destinadas aos pais
custo de R$ 8.000,00 (oito mil reais), o qual a
ou responsável, previstas pelo ECA.
família não tinha como custear. Os réus aduziram
D) As medidas específicas de proteção previstas
em contestação que os recursos públicos não
pelo ECA devem ser aplicadas de modo a afastar
poderiam ser destinados individualmente, mas
uma intervenção precoce, efetuada logo que a
sim, em caráter igualitário e geral a todos os que
situação de perigo seja conhecida, sob pena de
deles necessitassem.
responsabilidade primária e solidária do poder
Considere a narrativa e assinale a única opção
público.
correta a seguir.

DIREITOS DO ADOLESCENTE INTERNADO A) Não tem cabimento a medida intentada pelo


Ministério Público, uma vez que a ação civil
pública destina-se a interesse difusos ou
coletivos, não sendo ferramenta jurídica hábil a
tutelar os interesses individuais indisponíveis,

18
como os descritos no enunciado, devendo o A) Os atos de indisciplina praticados por J., L. e
processo ser extinto sem resolução do mérito. M. deverão ser coibidos pela própria direção
B) A causa terá seguimento, visto que cabível escolar.
ação civil pública na hipótese, mas, no mérito, os B) J. e M. praticaram atos infracionais. J. deverá
argumentos dos réus merecem acolhimento, já ser encaminhado ao Conselho Tutelar e M. para a
autoridade policial. A indisciplina de L. deverá ser
que conferir tratamento desigual à criança B
coibida pela própria direção escolar.
implica violação ao princípio da isonomia, o que C) J., L. e M. praticaram atos infracionais e
não encontra amparo na norma especial do ECA. deverão ser encaminhados para a autoridade
C) A ação civil pública é perfeitamente cabível no
policial.
caso e, no mérito, a prioridade legal assiste a
criança B no atendimento a necessidades como D) J. e M. praticaram atos infracionais. Ambos
vida e saúde, nisso justificando-se a absoluta deverão ser encaminhados para a autoridade
prioridade na efetivação dos seus direitos, policial. A indisciplina de L. deverá ser coibida
conferindo-lhe primazia de receber socorro e pela própria direção escolar.
proteção, e a precedência no atendimento em
serviço público.
D) Não é cabível ação civil pública na hipótese, INCIDÊNCIA DO ECA
por se tratar de direito meramente individual,
embora indisponível, e, como no mérito assiste
XVI EXAME
razão aos interesses da criança B, a ação deverá
Questão 01 - O Estatuto da Criança e do
ser extinta sem resolução do mérito, a fim de que Adolescente estabelece que pessoas com até
outra ação judicial, intentada com o uso da doze anos de idade incompletos são consideradas
ferramenta jurídica adequada, possa ser crianças e aquelas entre doze e dezoito anos
processada sem incorrer em litispendência. incompletos, adolescentes. Estabelece, ainda, o
Art. 2º, parágrafo único, que “Nos casos
expressos em lei, aplica-se excepcionalmente
ATO INFRACIONAL este Estatuto às pessoas entre dezoito e vinte e
um anos de idade”.

XVIII EXAME Partindo da análise do caráter etário descrito no


Questão 01 - J., com 11 anos, L., com 12 anos, enunciado, assinale a afirmativa correta.
e M., com 13 anos de idade, são alunos do 8º ano A) O texto foi derrogado, não tendo qualquer
do ensino fundamental de uma conceituada aplicabilidade no aspecto penal, que considera a
escola particular. Os três, desde que foram maioridade penal aos dezoito anos, não podendo,
estudar na mesma turma, passaram a causar portanto, ser aplicada qualquer medida
diversos problemas para o transcurso normal das socioeducativa a pessoas entre dezoito e vinte e
aulas, tais como: escutar música; conversar; um anos incompletos, pois o critério utilizado
dormir; colocar os pés nas mesas e não desligar para a incidência é a idade na data do julgamento
o aparelho celular. O professor de matemática, e não a idade na data do fato.
inconformado com a conduta desrespeitosa dos B) A proteção integral às crianças e adolescentes,
alunos, repreende-os, avisando que os primado do ECA, estendeu a proteção da norma
encaminhará para a direção da escola. Ato c0 especial aos que ainda não tenham
contínuo, os alunos reagem da seguinte forma: J. completado a maioridade civil, nisso havendo a
chama o professor de “velho idiota”; L. levanta e proteção especialmente destinada aos menores
sai da sala no meio da aula; e M. ameaça matá- de vinte e um anos, nos âmbitos do Direito Civil
lo. Diante dos atos de indisciplina dos três alunos, e do Direito Penal.
a direção da escola entra em contato com o seu C) O texto destacado no parágrafo único
departamento jurídico para, com base no desarmoniza-se da regra do Código Civil d e 2002
Estatuto da Criança e do Adolescente, receber a que estabelece que a maioridade civil dá-se aos
orientação de como proceder. Com base na dezoito anos; por esse motivo, a regra indicada
no enunciado não tem mais aplicabilidade no
hipótese apresentada, assinale a opção que
âmbito civil.
apresenta a orientação recebida pela direção D) Ao menor emancipado não se aplicam os
escolar. princípios e as normas previstas no ECA; por isso,
o estabelecido no texto transcrito, desde a
entrada a em vigor da norma especial em 1990,

19
não era aplicada a os menores emancipados, Não se dando por satisfeita, Mara procurou você,
exceto para fins de Direito Penal. como advogado(a), a fim de saber se é possível
buscar a compensação pelos danos sofridos.
Nesse caso de clara relação de consumo, assinale
DIREITO FUNDAMENTAL À LIBERDADE
a opção que apresenta a orientação a ser dada a
Mara.
XXIV EXAME
Questão 01 - Maria, aluna do 9º ano do Ensino A) Poderá ser afastada a responsabilidade civil da
Fundamental de uma escola que não adota a fabricante, se esta comprovar que o dano
obrigatoriedade do uso de uniforme, frequenta decorreu exclusivamente de reação alérgica da
regularmente culto religioso afro-brasileiro com consumidora, fator característico daquela
seus pais. destinatária final, não havendo, assim, qualquer
Após retornar das férias escolares, a aluna passou ilícito praticado pela ré.
a ir às aulas com um lenço branco enrolado na B) Existe a hipótese de culpa exclusiva da vítima,
cabeça, afirmando que necessitava permanecer na medida em que o CDC descreve que os
coberta por 30 dias. As alunas Fernanda e produtos não colocarão em risco a saúde e a
Patrícia, incomodadas com a situação, segurança do consumidor, excetuando aqueles de
procuraram a direção da escola para reclamar da cuja natureza e fruição sejam extraídas a
vestimenta da aluna. O diretor da escola entrou previsibilidade e a possibilidade de riscos
perceptíveis pelo homem médio.
em contato com o advogado do estabelecimento
C) O fornecedor está obrigado, necessariamente,
de ensino, a fim de obter subsídios para a sua
a retirá-lo de circulação, por estar presente
decisão.
defeito no produto, sob pena de prática de crime
A partir do caso narrado, assinale a opção que
contra o consumidor.
apresenta a orientação que você, como advogado
D) Cuida-se da hipótese de violação ao dever de
da escola, daria ao diretor.
oferecer informações claras ao consumidor, na
medida em que a periculosidade do uso de
A) Proibir o acesso da aluna à escola.
produto químico, quando composto por
B) Marcar uma reunião com os pais da aluna
substâncias com potenciais alergênicos, deve ser
Maria, a fim de compeli-los a descobrir a cabeça
apresentada em destaque ao consumidor.
da filha.
C) Permitir o acesso regular da aluna.
D) Proibir o acesso das três alunas.

AUTORIZAÇÃO PARA VIAGEM

XXVIII EXAME
Questão 01 - Mara adquiriu, diretamente pelo
site da fabricante, o creme depilatório Belle et
Belle, da empresa Bela Cosméticos Ltda. Antes de
iniciar o uso, Mara leu atentamente o rótulo e as
instruções, essas unicamente voltadas para a
forma de aplicação do produto.
Assim que iniciou a aplicação, Mara sentiu
queimação na pele e removeu imediatamente o
produto, mas, ainda assim, sofreu lesões nos
locais de aplicação. A adquirente entrou em
contato com a central de atendimento da
fornecedora, que lhe explicou ter sido a reação
alérgica provocada por uma característica do
organismo da consumidora, o que poderia
acontecer pela própria natureza química do
produto.

20
21