Você está na página 1de 7

DEPARTAMENTO DE PSICANÁLISE

INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE O CURSO DE PSICANÁLISE

O QUE É PSICANÁLISE?

Demos o nome de psicanálise ao trabalho pelo qual


trazemos a consciência do doente o psíquico que há
recalcado nele.
SIGMUND FREUD

A Psicanálise, originalmente desenvolvida por Sigmund Freud, é uma abordagem


terapêutica baseada na observação de que os indivíduos, geralmente, não têm
consciência dos inúmeros fatores que determinam suas emoções e comportamentos.

Os fatores inconscientes são essenciais à constituição de uma boa saúde mental,


estando presentes nas mais diversas e ricas expressões do ser humano. Encontram-se
na gênese das criações artísticas e da formação dos grupos humanos e laços sociais, em
estreita inter-relação com as particularidades de cada época e de cada cultura.

Por outro lado, estes fatores inconscientes costumam ser a fonte de consideráveis
sofrimentos e de infelicidade, podendo se manifestar na forma de sintomas
reconhecíveis tais como: angústia, fobias, compulsões e sentimento de vazio.

Também estão presentes na raiz das perturbações na estruturação da personalidade,


nas dificuldades de relacionamento no trabalho e/ou nos relacionamentos interpessoais
e amorosos, assim como nos sintomas psicossomáticos, nas alterações do humor
(depressão e euforia) e da autoestima.

Exatamente por estas forças serem inconscientes, os conselhos de familiares e amigos,


a leitura de livros de autoajuda, ou até a mais determinada força de vontade têm alcance
limitado e são insuficientes em proporcionar alívio ao sofrimento psíquico.

O QUE A PSICANÁLISE PODE OFERECER?

Enquanto processo terapêutico, a Psicanálise é de inestimável ajuda para as pessoas em


sofrimento psíquico. No curso de um tratamento psicanalítico intensivo, investiga-se a
natureza das relações originárias da infância de cada indivíduo. Estas são a matriz dos
fatores inconscientes que constituem o que chamamos de mundo interno. À medida
que este mundo interno fica disponível para experiências e explorações conjuntas entre
analisando e analista, os aspectos inconscientes se tornam mais compreensíveis e
DEPARTAMENTO DE PSICANÁLISE
INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE O CURSO DE PSICANÁLISE
podem ser trabalhados através da palavra, levando ao alívio dos sintomas e,
principalmente, a profundas transformações emocionais.

Ainda que a Psicanálise seja automaticamente relacionada à Freud, a contribuição de


muitos outros autores determinou um significativo avanço na teoria e na técnica ao
longo desses mais de 100 anos. Psicanalistas como Melanie Klein, Winnicott, Bion, Kohut
e Lacan, entre outros, trouxeram novos aportes sobre a formação da mente humana,
além de novas abordagens terapêuticas.

COMO SE PROCESSA UM TRATAMENTO ANALÍTICO?

A análise é uma parceria entre o analisando e o analista, no curso da qual o primeiro se


torna consciente da origem oculta de suas dificuldades. Não é uma tomada de
consciência intelectual, mas emocional. Na análise tradicional, o analisando deita-se no
divã e procura dizer tudo que vem à cabeça permitindo, dessa forma, que apareçam
aspectos da mente não acessíveis a outros métodos.

O analista ajuda a organizar os conteúdos inconscientes conjuntamente com o


analisando que, a partir daí, aprimora, corrige, rejeita e adiciona mais pensamentos e
sentimentos. Durante o tempo em que uma análise acontece, o analisando entra em
contato com esses “insights”, examina-os repetidamente com o analista e os observa na
vida diária, nos devaneios e nos sonhos.

Analisando e analista unem-se no esforço não só de modificar padrões de


comportamento insatisfatórios e remover sintomas incapacitantes, mas também para
ampliar a liberdade de trabalhar e amar.

A pessoa não precisa sentir necessidade de tratamento para obter benefícios com a
investigação psicanalítica. O desejo de se conhecer melhor e de funcionar melhor no
mundo podem ser motivações suficientes.

Um tratamento psicanalítico envolve sessões regulares de 50 minutos, uma vez por


semana, por tempo indeterminado. A frequência e o tempo prolongado da terapia são
condições importantes para o acesso ao inconsciente e para a modificação dos seus
conteúdos.

QUAL O RESULTADO DE UM TRATAMENTO PSICANALÍTICO?

Diversos estudos e a experiência clínica têm demonstrado a eficácia da Psicanálise no


alívio do sofrimento psíquico e nas transformações emocionais que levam a uma melhor
DEPARTAMENTO DE PSICANÁLISE
INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE O CURSO DE PSICANÁLISE
qualidade na vida pessoal e de relacionamentos. Esses ganhos permanecem muito
tempo após a conclusão do tratamento devido à capacidade de auto-observação que o
indivíduo adquire ao longo de um processo psicanalítico.

Quem entra num tratamento psicanalítico com um analista qualificado tem uma grande
chance de realizar os objetivos e o alívio dos problemas que motivaram sua busca do
tratamento. Isto demandará tempo e compromisso de sua parte, assim como de seu
analista.

SIGNIFICADO DE CURSO LIVRE


O curso de psicanálise não é acadêmico, por esta razão não é reconhecido pelo
Ministério da Educação. Sua formação é livre, porém o IPP segue na integra os requisitos
para a formação do profissional Psicanalista, estabelecida pela comunidade psicanalítica
Internacional.
O amparo legal vem da Constituição Federal artigo 5º incisos II e XIII, pela Lei de
Diretrizes e Bases da Educação (Lei nº 9394/96), pelo Decreto Federal nº 2.494/98 e
Decreto nº 2.208 de 17/04/97, na categoria “Curso Livre”, ou seja, não regulamentado.
O profissional habilitado poderá exercer a ocupação de PSICANALISTA CLINICO de
acordo com o item Competência Pessoal, previsto na Classificação De Ocupações CBO
nº2515-50, em todo território Nacional.
RECONHECIMENTO DA PROFISSÃO
A profissão de Psicanalista não é regulamentada porem está classificada no Ministério
do Trabalho CBO (Classificação Brasileira de Ocupações), isto significa que embora sem
um conselho regulamentador pode ser exercida normalmente em todo o território
Nacional (Portaria número 397/TEM de 09/10/2002, sob o nº 2515.50.

CBO - CLASSIFICAÇÃO BRASILEIRA DE OCUPAÇÕES

A Classificação Brasileira de Ocupações - CBO, instituída por portaria ministerial nº. 397,
de 9 de outubro de 2002, tem por finalidade a identificação das ocupações no mercado
DEPARTAMENTO DE PSICANÁLISE
INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE O CURSO DE PSICANÁLISE
de trabalho, para fins classificatórios junto aos registros administrativos e domiciliares.
Os efeitos de uniformização pretendida pela Classificação Brasileira de Ocupações são
de ordem administrativa e não se estendem as relações de trabalho. Já a
regulamentação da profissão, diferentemente da CBO é realizada por meio de lei, cuja
apreciação é feita pelo Congresso Nacional, por meio de seus Deputados e Senadores, e
levada à sanção do Presidente da República.

2515-50 - PSICANALISTA

ANALISTA (PSICANÁLISE)

DESCRIÇÃO SUMÁRIA

Estudam, pesquisam e avaliam o desenvolvimento emocional e os processos mentais e


sociais de indivíduos, grupos e instituições, com a finalidade de análise, tratamento,
orientação e educação; diagnosticam e avaliam distúrbios emocionais e mentais e de
adaptação social, elucidando conflitos e questões e acompanhando o(s) paciente(s)
durante o processo de tratamento ou cura; investigam os fatores inconscientes do
comportamento individual e grupal, tornando-os conscientes; desenvolvem pesquisas
experimentais, teóricas e clínicas e coordenam equipes e atividades de área e afins.

PROFISSÃO E GRAU
O Grau de Psicanalista e outorgado ao aluno que concluir o curso cumprindo todas as
exigências especificadas no Regulamento Interno do Curdo Livre de Formação em
Psicanalise do IPP – e poderá praticar a Psicanálise em consultórios, clinicas, hospitais,
escolas, organizações públicas e privadas, empregando metodologia exclusiva ao bom
exercício da profissão, quais sejam, as técnicas e meios eficazes da psicanálise.
DEPARTAMENTO DE PSICANÁLISE
INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE O CURSO DE PSICANÁLISE

EMENTA
Apoiado nos três segmentos essenciais da formação psicanalítica: 1- Análise pessoal, 2-
Supervisão e 3- Estudo crítico da teoria psicanalítica; o curso desenvolve a escuta clínica
baseado na teoria freudiana e nos principais autores psicanalíticos, o curso apresenta
também, uma pedagogia que propicia o debate, desenvolve a capacidade analítica do
aluno e permite a assimilação do saber psicanalítico de forma acentuada.
OBJETIVOS
GERAIS:
O curso de Psicanálise tem como objetivo geral formar profissionais psicanalistas
capazes de exercerem, de forma plena, suas funções na produção e aplicabilidade do
conhecimento psicanalítico, vinculando-o às condições sociais, políticas, econômicas,
históricas e culturais
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
I. capacitar o aluno a compreender as transformações por que passa a sociedade para
que possa intervir criticamente, utilizando os conhecimentos adquiridos;
II. Propiciar modelos alternativos de atuação profissional aos modelos clássicos que
estejam em consonância com as necessidades socioeconômicas do país e da região;
III. Oferecer conhecimentos multidisciplinares derivados, inclusive, de outras áreas de
sustentação ou de interface com a Psicanálise;
IV. Estimular o senso crítico dos alunos frente às contradições dos saberes psicanalítico;
V. Propiciar aos alunos bagagem metodológica e instrumental que lhes permita o
desenvolvimento de investigações;
VI. Discutir o papel do Psicanalista nas diversas áreas de atuação;
VII. Conscientizar sobre a necessidade constante de atualização, ampliação e integração
do conhecimento à luz da contextualização e reflexão crítica da atuação profissional e
seus resultados;
VIII. Criar e/ou reforçar uma identidade do profissional psicanalista que seja capaz de
indicar à população qual é sua prática e a que interesses sociais atende;
IX. Estimular a busca de novos paradigmas, desenvolvendo a investigação científica que
contribuam para a prática psicanalista;
X. Construir um modelo ético que sirva de identidade profissional para os psicanalistas.
DEPARTAMENTO DE PSICANÁLISE
INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE O CURSO DE PSICANÁLISE
PÚBLICO ALVO
Profissionais com formação universitária e demais interessados pela teoria psicanalítica
como instrumento para abordar a subjetividade. Psicanalistas, Psicólogos, Psiquiatras,
Assistentes Sociais, Advogados, Administradores. Economistas, Pedagogos, Educadores,
Enfermeiros, Médicos, Profissionais das áreas de Ciências Humanas e de Saúde.
METODOLOGIA
Partindo de um sólido aprofundamento teórico, os alunos são orientados a como utilizar
e aplicar em sua realidade a experiência acumulada. Uma participação mais ativa dos
alunos será exigida através de leitura de textos, apresentações de resumos e reflexões
científicas. Para o perfeito alcance das propostas, os módulos do curso combinam
diferentes métodos de ensino:
 AULAS EXPOSITIVAS – DISCUSSÕES – RECURSOS
Os professores apresentam, os temas, técnicas e conteúdo, mesclando as exposições
com questões e comentários dos participantes. Serão utilizados recursos audiovisuais, e
projeção de filmes.
 TRABALHOS E LEITURA POR MÓDULO
Cada módulo terá obrigatoriamente atividades extra classe e um trabalho de conclusão,
correlacionando o assunto do módulo às suas possíveis aplicações na realidade.
 ESTUDO DE CASOS
Situações clínicas reais são analisadas e discutidas pelo grupo para identificação dos
problemas, exigindo um posicionamento dos participantes. O estudo de caso levanta
pontos de vista conflitantes e promove a descoberta de soluções criativas.
FORMAS E CRITÉRIOS DE APROVAÇÃO
Os alunos serão avaliados pela frequência, e participação nas aulas, trabalhos de
conclusão de módulos e, entrega de TCC (trabalho de conclusão de curso), Dissertação,
Tese ou Artigo Científico. Média mínima final: 7,0.
CARGA HORÁRIA
A formação profissional em psicanálise do IPP tem carga horária total de 1.570 horas
assim distribuídas:

I. Aulas Teóricas Presenciais......................................................................660 horas.


II. Atividades Extra Classe Obrigatórias e Supervisionadas.........................610 horas.
III. Análise Individual...................................................................................150 horas.
IV. Supervisão Clínica...................................................................................150 horas.
DEPARTAMENTO DE PSICANÁLISE
INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE O CURSO DE PSICANÁLISE
NÚMERO DE VAGAS
Serão no mínimo 12 (doze) e de, no máximo 35 (trinta e cinco) vagas.
O IPP se reserva o direito de cancelar a oferta do curso quando o mínimo de candidatos
não for atingido. Este programa poderá ser alterado, isto ocorrendo os envolvidos serão
avisados.
PREÇO:
Matrícula: R$ 200,00
Boleto Bancário: 36 X R$ 500,00
CERTIFICAÇÃO
O Certificado de Participação e Conclusão do Curso Livre de Formação em Psicanálise,
conferido pelo IPP INSTITUTO PAULISTA DE PSICANÁLISE, em conformidade com os
regulamentos vigente, será concedido ao participante que atender os seguintes
requisitos:
1. Frequentar no mínimo 75% das aulas de cada módulo e 90% das aulas no total
do programa;
2. Estar em dia com todos os trabalhos referentes a cada módulo.
COORDENAÇÃO DO CURSO
Professor Luiz Vicente Bezinelli
DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA INSCRIÇÃO
 Requerimento de Matrícula fornecido pelo IP;
 Cópia do Diploma ou do Histórico Escolar do Curso Superior;
 Cópia Simples da Carteira de Identidade e CPF;
 Cópia da certidão de nascimento, casamento ou de divórcio;
 “Curriculum Vitae”
 Três fotos 3x4;
 Comprovante de residência.

Você também pode gostar