Você está na página 1de 16

Programa de Pós-graduação em Engenharia de Energia (Mestrado)

Disciplina da Engenharia de Energia I

Semestre 2020.1

Lista de Exercícios 1

Discente: Lamba Gomes

Nº de matricula: 2020101597

Itajubá – MG

Abril, 2020
6-17 A eficiência de uma máquina térmica é de 40% com produção de 30 hp . A que taxa o calor
é transferido para essa máquina em kJ/s?

R: Solução: 1) A usina opera de forma estável. 2) As perdas de calor do fluido de trabalho nos
tubos e outros componentes são insignificantes.

Análise: Aplicando a definição da eficiência térmica ao motor térmico,

Wliq.sai 30hp  0.7457kJ/s 


QH == ⋅ =55.9kJ/s
ηt 0.4  1hp 

6-18 Uma usina de potencia a vapor de 600 MW, resfriada por um rio próximo, tem uma eficiência
térmica de 40%. Determine a taxa de transferência de calor para a água do rio. A taxa real de
transferência de calor será mais alta ou mais baixa que esse valor? Porque?

R: Solução: 1) A usina opera de forma estável. 2) As perdas de calor do fluido de trabalho nos
tubos e outros componentes são insignificantes.

Análise: A taxa de fornecimento de calor para a usina é determinada a partir da relação de eficiência
térmica,

Wliq.sai 600MW
=
QH = = 1500 MW
nt 0.4

A taxa de transferência de calor para a água do rio é determinada a partir da primeira relação da lei
para um motor térmico,

QL =QH − Wliq.sai =1500 − 600 =900 MW

Na realidade, a quantidade de calor rejeitada para o rio será menor, pois parte do calor será perdida
para o ar ao redor do fluido de trabalho ao passar pelos tubos e outros componentes.
6-19 Uma máquina térmica que bombeia água de uma subterrâneo recebe 700kJ de calor e produz
250kJ de trabalho. Qual a quantidade de calor que ela rejeita, em kJ?

R: Solução: 1) A planta opera de forma estável. 2) As perdas de calor do fluido de trabalho


nos tubos e outros componentes são insignificantes.

Análise: A aplicação da primeira lei ao motor térmico dá:

QL = QH − Wliq = 700kJ − 250kJ = 450kJ

6-20 Uma máquina térmica com uma eficiência de 40% rejeita 1000kJ/kg de calor. Qual a
quantidade de calor que ela recebe?

R: Solução: 1) A usina opera de forma estável. 2) As perdas de calor do fluido de trabalho nos
tubos e outros componentes são insignificantes.

Análise: De acordo com a definição da eficiência térmica aplicada ao motor térmico,

wliq= ηt ⋅ qH
qH − qL =ηt ⋅ qH

que quando rearranjada dá:

qL 1000kJ / kg
=
qH = = 1667 kJ / kg
1 − ηt 1 − 0.4

6-21 Uma usina a vapor com uma potência liquida de 150MW consome carvão a uma taxa de 60
tons/h. Considerando que o poder calorifico do carvão corresponde a 30000kJ/kg, determine a
eficiência global dessa usina.

R: Solução: A usina opera de forma estável.

Propriedades: O valor de aquecimento do carvão é dado para 30.000 kJ/kg.

Análise A taxa de fornecimento de calor para esta usina é:


QH m carvão ⋅ qHB ,carvão
=
= (60.000kg / h) ⋅ (30.000kJ / kg ) =
1,8 ×109 kJ / h
= 500 MW

Então a eficiência térmica da usina se torna

Wliq.saí 150 MW
ηt
= = = 0,300
= 30, 0%
QH 500 MW

6-22 O motor de um automóvel consome combustível a uma taxa de 22L/h e fornece 55kW de
potencia as rodas. Considerando que o combustível tenha um poder calorifico de 44.000kj/kg e
uma densidade de 0,8g/cm3, determine a eficiência desse motor.

R: Solução: O carro funciona de forma estável.

Propriedades: O valor de aquecimento do combustível é dado para 44.000 kJ/kg.

Análise: A taxa de consumo de massa do combustível é,

m comb = ( ρV )comb = (0,8kg / L) ⋅ (22 L / h) = 17, 6kg / h

A taxa de fornecimento de calor para o carro é,

Q H = m carvão qHV ,carvão


= (17, 6kg / h) ⋅ (44.000kj / kg )
= 774.400
= kj / h 215,1kW

Então a eficiência térmica do carro se torna

Wliq , saí 55kW


ηt
= = = 0,=
256 25, 6%
QH 215,1kW

6-23 Em 2001, os Estados Unidos produziram 51% de sua eletricidade (do total de 1,878 ×1012
kW) a partir de usinas movidas a carvão. Considerando um valor de 34% para eficiência térmica
média, determine a quantidade de energia térmica rejeitada pelas usinas movidas a carvão nos
estados Unidos naquele ano.

R: Análise: Observando que a eficiência de conversão é de 34%, a quantidade de calor


rejeitada pelas usinas a carvão por ano é de,

Wcarvão Wcarvão
=ηt =
Qent Qsaí − Wcarvão
Wcarvão
=
Qsaí − Wcarvão
ηt
1,878 ×1012 kWh
= − 1,878 ×1012 kWh
0,34
= 3, 646 ×1012 kWh

6-24 O departamento de Energia dos Estados Unidos previa que, entre 1995 e 2010, o país
precisaria construir novas usinas para gerar um adicional de 150.000 MW de eletricidade para que
fosse atendida a crescente demanda por energia elétrica. Uma possibilidade era a construção de
usinas movidas a carvão, que custava US$1.300 por kW e tinham eficiência de 40%. Considerava-
se também as usinas de ciclo combinado de gaseificação integrada (IGCC, do inglês), nas quais o
carvão é submetido a calor e pressão para se gaseificar enquanto dele se retira enxofre e material
particulado. Em seguida, o carvão gasoso é queimado em um ciclo de turbina a gás, e parte do calo
residual dos gases de exaustão é recuperada para gerar vapor para turbina a vapor. Atualmente a
construção de usinas desse tipo custa cerca de 28.000.000 kJ por ton (ou seja, 28.000.000 kJ de
calor são liberados quando é queimada 1 ton de carvão). Considerando que a usina tenha de
recuperar em cinco anos sua diferença de custo a partir da economia de combustível, determine
qual deve ser o preço do carvão em US$ por ton.

R: Solução: 1) A energia é gerada continuamente por qualquer uma das usinas em plena
capacidade. 2) O valor temporal do dinheiro (juros, inflação, etc.) não é considerado.

Propriedades: O valor do aquecimento do carvão é dado como 28×106 kJ/ton.

Análise: Para uma capacidade de geração de energia de 150.000 MW, os custos de construção das
usinas a carvão e IGCC e sua diferença são,
Custo da costrucãocarvão =
(150.000.000kW ) ⋅ (US $1.300 / kW ) =×
US $195 109
Custo da costrucãoIGCC =
(150.000.000kW ) ⋅ (US $1.500 / kW ) =×
US $225 109
= US $225 ×109 − US $195 ×10=
Diferença de custos da cos trucão 9
US $30 ⋅109

A quantidade de eletricidade produzida por qualquer uma das usinas em 5 anos é,

We = W ∆t = (150.000.000kw) ⋅ (5 × 365 × 24h) = 6,570 ×1012 kWh

A quantidade de combustível necessária para gerar uma determinada quantidade de energia pode
ser determinada a partir de,

We W Qent We
η= → Qent = e ou mcomb = =
Qent η Valor de aquecimento η (Valor de aquecimento)

Então a quantidade de carvão necessária para gerar essa quantidade de eletricidade por cada usina
e sua diferença são,

We 6,570 ×1012 kWh  3600kJ 


mcarvão ,U carvão = = ⋅ =2,112 ×109 tons
η (Valor de aquecimento) 0, 40 ⋅ (28 ×10 kJ / ton)  1kWh
6

We 6,570 ×1012 kWh  3600kJ 
= = ⋅= 1, 760 ×109 tons
η (Valor de aquecimento) 0, 48 ⋅ (28 ×10 kJ / ton)  1kWh 
mcarvão ,U IGCC 6

∆mcarvão= mcarvão ,U carvão − mcarvão ,U IGCC= 2,112 ×109 − 1, 760 ×109= 0,352 ×109 tons

Para ∆mcarvão pagar a diferença de custo de construção de US$ 30 bilhões, o preço do carvão deve
ser,

Diferença de custos de construção US $30 ×109


Custou=
de carvão = = US $85, 2 / ton
∆mcarvão 0,353 ×109

Portanto, a usina IGCC torna-se atraente quando o preço do carvão está acima de US$ 85,2 por
tonelada.
6-40 Um condicionador de ar produz um efeito de resfriamento de 2 kW enquanto rejeita 2,5 kW
de calor. Qual é o seu COP?

R: Solução: O ar condicionado funciona de forma estável.

Análise: A aplicação da primeira lei ao ar condicionado dá,

Wliq ,ent = QH − QL = 2,5 − 2= 0,5kW

Aplicando a definição do coeficiente de desempenho,

QL 2, 0kW
=
COP = = 4
Wliq ,ent 0,5kW

6-41 Um refrigerador usado para resfriar um computador requer 3kW de energia elétrica e tem um
COP de 1,4. Calcule o efeito de resfriamento desse refrigerador, em kW.

R: Solução: O refrigerador funciona de forma estável.

Análise: Reorganizar a definição do coeficiente de desempenho do refrigerador e aplicar o


resultado a esse refrigerador dá,

QL =COP ⋅ Wliq ,ent =1, 4 × 3kW =4, 2kW

6-42 Um compartimento de alimentos é mantido a -12 ºC. O ganho total de calor do compartimento
de alimentos é estimado em 3.300 kJ/h, e a rejeição de calor no condensador é de 4.800 kJ/j.
Determine a potencia entregue ao compressor, em kW, e o COP do refrigerador.

R: Solução: O refrigerador funciona de forma estável.

Análise: A entrada de energia é determinada a partir de,

W=
ent QH − QL
= 4800 − 3300 = 1500kJ / h
 1kW 
=
1500kJ / h ⋅  =0, 427 kW
 3600kJ / h 
O COP é,

QL 3300kJ / h
=
COP = = 2, 2
Went 1500kJ / h

6-43 Um refrigerador doméstico com um COP de 1,2 remove calor do espaço refrigerado a uma
taxa de 60 kJ/min. Determine (a) a energia elétrica consumida pelo refrigerador e (b) a taxa de
transferência de calor para ar da cozinha.

R: Solução: O frigorífico funciona de forma estável.

Análise: (a) Usando a definição do coeficiente de desempenho, a entrada de energia para o


refrigerador é determinada como,

QL 60kJ / min
W=
liq , ent = = 50kJ /=
min 0,83kW
COP 1, 2

(b) A taxa de transferência de calor para o ar da cozinha é determinada a partir do balanço


energético,

QH = QL + Wlíq ,ent = 60 + 50 = 110kJ / min

6-44E Uma bomba de calor comercial remove 10.000 Btu/h da fonte, rejeita 15.090 Btu/h ao
sumidouro e necessita de 2 hp de potência. Qual o coeficiente de performance dessa bomba de
calor?

R: Solução: A bomba de calor funciona de forma estável.

Análise: Aplicando a definição do coeficiente de desempenho da bomba de calor a esta bomba de


calor, obtém-se

QH 15.090 Btu / h  1hp 


COP = = ⋅ =2,97
Wlíq ,ent 2hp  2544,5 Btu / h 
6-45 Um refrigerador utilizado para resfriar alimentos em uma mercearia deve produzir um efeito
de resfriamento de 25.000 kJ/h. Seu coeficiente de performance é de 1,60. Quantos quilowatts de
energia irá exigir esse refrigerador para operar?

R: Solução: O frigorífico funciona de forma estável.

Análise: Reorganizar a definição do coeficiente de desempenho do refrigerador e aplicar o


resultado a esse refrigerador dá,

Q 25.000kJ / h  1 
Wlíq ,ent = L = ⋅ =4,34kW
COP 1, 60  3600 s 

6-46 Potência é entregue a uma taxa de 450 W a um refrigerador doméstico que possui um COP
de 2,5. Devem ser refrigeradas cinco grandes melancias, de 10 kg cada, a 8 ºC. considerando que
as melancias estão inicialmente a 20 ºC, determine quanto tempo levará sua refrigeração. As
melancias podem ser consideradas como compostas somente por água, cujo calor especifico é de
4, 2 kJ/kgº ⋅ C . Sua resposta é realista ou otimista? Explique.

R: Solução: 1) O frigorífico funciona de forma estável. 2) O ganho de calor da geladeira


através de suas paredes, porta, etc. é insignificante. 3) As melancias são os únicos itens no
refrigerador a serem resfriados.

Propriedades: O calor específico das melancias é=


dado a c 4, 2 kJ / kg ⋅°C.

Análise: A quantidade total de calor que precisa ser removida das melancias é,

QL =(mc∆T ) melancias =×
5 (10kg ) ⋅ (4, 2kJ / kg ⋅º C ) ⋅ (20 − 8)º C =2520kJ

O ritmo a que essa geladeira remove o calor é,

Q L =
COP ⋅ Wlíq ,ent =
2,5 × 0, 45kW =
1,125kW

Ou seja, esta geladeira pode remover 1,125 kJ de calor por segundo. Assim, o tempo necessário
para remover 2520 kJ de calor é,

QL 2520kJ
∆=
t = = 2240 s= 37,3min
Q L 1,125kJ / s
Esta resposta é optimista uma vez que o espaço refrigerado irá ganhar algum calor durante este
processo a partir do ar circundante, o que irá aumentar a carga de trabalho. Assim, na realidade,
levará mais tempo para resfriar as melancias.

6-49 Bananas devem ser resfriadas de 24 ºC para 13 ºC a uma taxa de 215 kg/h por um determinada
sistema de refrigeração. O consumo de potência no refrigerador é de 1,4 kW. Determine a taxa de
resfriamento, em kJ/min, e o COP do refrigerador. O calor específico da banana acima do
congelamento corresponde a 3,35 kJ / kg º ⋅C.

R: Solução: O frigorífico funciona de forma estável.

Propriedades: O calor específico da banana é de 3,35 kJ/kg⋅°C.

Análise: A taxa de resfriamento é determinada a partir de,

Q L = mc
 p ⋅ (T1 − T2 ) = (215 / 60kg / min) ⋅ (3,35kJ / kg ⋅º C ) ⋅ (24 − 13)º C = 132kJ / min

O COP é,

Q L (132 / 60)kW
=
COP = = 1,57
Went 1, 4kW

6-50 Um refrigerador é usado para resfriar água de 23 ºC para 5 ºC de uma maneira continua. O
calor rejeitado no condensador é 570 kJ/min, e a potência é 2,65 kW. Determine a taxa de
resfriamento da água (em L/min) e o COP do refrigerador. O calor específico da água é
4,18kJ / kg º ⋅C , e a sua densidade é de 1kg/L.

R: Solução: O frigorífico funciona de forma estável.

Propriedades: O calor específico da banana é de 3,35 kJ/kg⋅°C.

Análise: A taxa de resfriamento é determinada a partir de,

Q=
L
 p (T1 − T=
mc 2) (215 / 60kg / min) ⋅ (3,35kJ / kg ⋅º C ) ⋅ (24 − 13)º =
C 132kJ / min
O COP é,

Q L (132 / 60)kW
=
COP = = 1,57
Went 1, 4kW

6-51 Uma bomba de calor é usada para manter uma casa a uma temperatura constante de 23 ºC. A
casa está perdendo calor para o ar externo pelas paredes e janelas, a uma taxa de 60.000 kJ/h,
enquanto a energia gerada dentro da casa pelas pessoas, luzes e aparelhos chega a 4.000 kJ/h.
Considerando um COP de 2,5, determine a potência que deve ser entregue à bomba de calor.

R: Solução: A bomba de calor funciona de forma estável.

Análise: A carga de aquecimento deste sistema de bomba de calor é a diferença entre o calor
perdido para o exterior e o calor gerado em casa pelas pessoas, luzes e aparelhos,

QH = 60.000 − 4.000 = 56.000kJ / h

Usando a definição de COP, a entrada de energia para a bomba de calor é determinada como,

QH 56.000kJ / h  1kW 
Wlíq ,ent = = ⋅ =6, 22kW
COP 2,5  3600kJ / h 

6-52E Água entra em uma maquina de gelo a 55 ºF e sai como gelo a 25 ºF. Considerando que o
COP da máquina de gelo é de 2,4 durante essa operação, determine a energia necessária para uma
taxa de produção de gelo de 28 lbm/h. (É necessário remover 169 Btu de energia de cada lbm de
água a 55 ºF para transformá-la em gelo a 25 ºF.)

R: Solução: A máquina de gelo funciona de forma constante.

Análise: A carga de resfriamento desta máquina de gelo é,

Q L 4732 Btu / h  1hp 


Wlíq ,ent = = ⋅ =0, 775hp
COP 2, 4  2545 Btu / h 
6-53E Considere uma sala de escritório que está sendo resfriada adequadamente por um aparelho
de ar condicionado de 12.000 Btu/h. Decide-se que esse espaço será convertido em uma sala de
informática, e lá são instalados vários computadores, terminais e impressoras com uma potência
nominal total de 8,4 kW. A instalação possui vários condicionadores de ar de 7.000 Btu/h no
depósito que podem ser instalados para atender os requisitos de refrigeração adicionais.
Considerando um fator de utilização de 0,4 (ou seja apenas 40% da potência nominal será
consumida, em qualquer momento dado) e uma ocupação adicional de sete pessoas, cada uma
gerando calor a uma taxa de 100 W, determine quantos desses aparelhos de ar condicionado
precisam ser instalados na sala.

R: Solução: 1) Os computadores são operados por 7 homens adultos. 2) Os computadores


consomem 40 por cento da sua potência nominal em qualquer momento.

Propriedades: A taxa média de geração de calor de uma pessoa sentada em uma sala/escritório é de
100 W (dado).

Análise: A quantidade de calor dissipada pelos computadores é igual à quantidade de energia


elétrica que eles consomem. Portanto, a quantidade de calor dissipada pelos computadores é igual
à quantidade de energia eléctrica que consomem,

Q computadores = Pn × fu = (8, 4kW ) ⋅ 0, 4 = 3,36kW


Q pessoas =
( N º de pessoas ) ⋅ Q pessoa =
7 ×100W =
700W
Q total = Q computadores + Q pessoas = 3360 + 700 = 4060W = 13.853Btu / h

considerando 1 W = 3.412 Btu/h. Em seguida, observando que cada ar condicionado disponível


fornece 7000 Btu/h de refrigeração, o número de aparelhos de ar condicionado necessários torna-
se,

c arg a de arrefecimento 13.853Btu / h


=
N º de ar condicionados =
capacidade de refrigeração A / C 7000 Btu / h
= 1,98 ≈ 2 ar condicionados
6-54 Considere um prédio cuja carga anual de ar condionado corresponde a 120.000 kWh,
localizado em uma área onde o custo unitário da eletricidade é de US$ 0,10/kWh. Considera-se a
instalação de dois aparelhos de condicionamento de ar no prédio. O condicionador de ar A tem
COP 3,2, e os custos totais de sua compra e instalação são de US$ 5.500. O condicionador de ar B
tem COP médio sazonal de 5,0, e os custos totais de sua compra e instalação são de US$ 7.000.
Considerando todas as outras características dos sistemas idênticas, determine a qual condicionador
de ar representa a melhor compra.

R: Solução: Os dois condicionadores de ar são comparáveis em todos os aspectos, exceto no


custo inicial e na eficiência.

Análise: A unidade que custará menos durante sua vida útil é uma melhor compra. O custo total de
um sistema durante sua vida útil (inicial, operação, manutenção, etc.) pode ser determinado através
da realização de uma análise de custo de ciclo de vida. Uma alternativa mais simples é determinar
o período de retorno simples. A economia de energia e custo do ar condicionado mais eficiente,
neste caso, é

Poupança de energia = (Consumoanual , A ) - (Consumoanual , B )


 1 1 
= (Carga ref,anual ) ⋅  − 
 COPA COPB 
 1 1 
= (120.000kWh / ano) ⋅  − 
 3, 2 5, 0 
= 13.500kWh / ano

=
Re dução de custo ( Poupança de energia ) ⋅ (Custou ,elet )
= (13.500kWh / ano) ⋅ (US $0,10 / kWh) = US $1350 / ano

A diferença de custo de instalação entre os dois aparelhos de ar condicionado é,

Diferença de custo = CustoB − CustoA = 7000 − 5500 = US $1500

Portanto, o ar-condicionado B mais eficiente pagará o diferencial de custo de US$ 1.500 neste caso
em cerca de 1 ano.

Discussão: Um consumidor consciente dos custos não terá dificuldade em decidir que quanto mais
caro, mas mais eficiente, o ar condicionado B é claramente a melhor compra neste caso, já que os
aparelhos de ar condicionado duram pelo menos 15 anos. Mas a decisão não seria tão fácil se o
custo unitário da eletricidade naquele local fosse muito inferior a US$0,10/kWh, ou se a carga
anual de ar condicionado da casa fosse muito inferior a 120.000 kWh.

6-55 Uma casa que foi aquecida por aquecedores a residência elétrica consumiu 1.200 kWh de
energia elétrica em um mês de inverno. Considerando que essa poderia ser aquecida por uma
bomba de calor com COP médio de 2,4, determine quanto (em dinheiro) o dono da casa teria
economizado naquele mês caso aproveitasse possibilidade. Considere o preço de 8,5c/kWh para a
eletricidade.

R: Solução: A bomba de calor funciona de forma constante.

Análise: A quantidade de calor que os aquecedores de resistência fornecem para a casa é igual à
quantidade de eletricidade que eles consomem. Portanto, para atingir o mesmo efeito de
aquecimento, o galpão deve ser abastecido com 1200 kWh de energia. Uma bomba de calor que
forneça essa quantidade de calor consumirá energia elétrica na quantidade de,

QH 1200kWh
W=
líq , ent = = 500kWh
COP 2, 4

que representam uma poupança de 1200 - 500 = 700 kWh. Assim, o proprietário teria poupado,

(700kWh) ⋅ (US $0, 085 / kWh) =


US $59,50

6-56 Um refrigerante-134ª entra no condensador de uma bomba de calor residencial a 800 kPa e
35 ºC a uma taxa de 0,018kg/s e sai a 800 kPa como líquido saturado. Considerando que o
compressor consome 1n2 kW de energia, determine (a) o COP da bomba de calor e (b) a taxa de
remoção de calor do ar externo.

R: Solução: 1) A bomba de calor funciona de forma constante. 2) As mudanças cinéticas e


potenciais de energia são zero.

Propriedades: As entalpias do R-134a na entrada e saída do condensador são:


P1 = 8000kPa 
 h1 = 271, 22kJ / kg
T1 = 35º C 
P2 = 8000kPa 
 h2 = 95, 47 kJ / kg
x2 = 0 

Análise: (a) Um balanço energético no condensador dá o calor rejeitado no condensador

Q H = m (h1 − h2 ) = 0, 018kg / s ⋅ ( 271, 22 − 95, 47 ) kJ / kg = 3,164kW

O COP da bomba de calor é,

Q H 3,164kW
=
COP = = 2, 64
Went 1, 2kW

(b) A taxa de calor absorvido do ar exterior

Q L = Q H − Went = 3,164 − 1, 2 = 1,96kW

6-57 O refrigerante-134ª entra nas serpentinas de um evaporador, localizadas na parte traseira do


congelador de um refrigerador doméstico. O refrigerante está a 100 kPa com um titulo de 20% e
sai a 100 kPa e -260 ºC. Considerando que i compressor consome 600 W de potencia e o COP do
refrigerador corresponde 1,2, determine (a) o fluxo de massa do refrigerante e (b) a taxa de calor
rejeitado para o ar da cozinha.

R: Solução: 1) O refrigerador funciona de forma estável. 2) As mudanças cinéticas e potenciais


de energia são zero.

Propriedades: As propriedades do R-134a nos estados de entrada e saída do evaporador são


(Tabelas A-11 a A-13)

P1 = 100kPa 
 h1 = 60, 71kJ / kg
x1 = 0, 2 
P2 = 100kPa 
 h2 = 234, 74kJ / kg
T2 = −26º C 
Análise: (a) A carga frigorífica é,

Q L =COP ⋅ Went =1, 2 × 0, 600kW =0, 72kW

O fluxo da massa do refrigerante é determinado a partir de:

Q L 0, 72kW
m R
= = = 0, 00414kg / s
h2 − h1 (234, 74 − 60, 71)kJ / kg

(b) A taxa de calor rejeitada é,

Q H =Q L + Went =0, 72 + 0, 60 =1,32kW