Você está na página 1de 6

Material de apoio para a I etapa

Introdução à Biologia e
Características dos seres vivos

1.1 Biologia – Ciência da vida

Ciência que estuda a vida, a interação dos seres vivos entre si e com o meio
ambiente, buscando compreender como surgiram os seres vivos e suas modificações ao
longo dos tempos.

1.1.2 Importância - Ciência do século XXI

Crescimento da demanda por informações biológicas para:


1. Manejo dos solos
2. Desenvolvimento da pecuária e agricultura
3. Prevenção e cura de doenças
4. Impacto ambiental
5. Qualidade de vida (alimentação, higiene, atividade física)

2. Características gerais dos seres vivos

2.1 Composição química

Nos seres vivos os elementos químicos mais abundantes são: Carbono (C),
Hidrogênio (H), Oxigênio (O), Nitrogênio (N) e em menor quantidade Fósforo (P) e
Enxofre (S).
O carbono é o elemento fundamental para a formação de substâncias orgânicas,
principalmente proteínas, carboidratos, lipídios e ácidos nucleicos.
As substâncias inorgânicas mais abundantes são a água e os sais minerais.
2.2 Organização celular

Nos seres vivos, as substâncias orgânicas encontram-se associadas às


substâncias inorgânicas, formando uma estrutura muito complexa, a célula, que é a
unidade morfológica e funcional dos seres vivos.
Todos os seres vivos formados por células, exceto os vírus.
De acordo com o número de células os seres vivos são:
1. Unicelulares (formados por uma única célula como as amebas)
2. Pluricelulares/multicelulares (formados por mais de uma célula como os animais
e as plantas)
2.3. Reprodução
Os seres vivos são capazes de reproduzir-se, ou seja, produzir descendentes. Este
processo é essencial para a manutenção da espécie.
 A reprodução pode ocorrer de forma:
1. Sexuada – quando ocorre troca de material genético entre os indivíduos.
Ex. Espécie humana (gameta masculino - espermatozoide e feminino - óvulo)

2. Assexuada – não ocorre troca de material genético e os indivíduos formados


são geneticamente idênticos (clones). Somente por mutação ocorre
variabilidade genética.
2.4. Metabolismo
Conjunto de reações químicas que ocorrem no corpo dos seres vivos. São
responsáveis pelo processo de transformação e utilização da matéria e energia.

2.5. Nutrição
Os organismos vivos necessitam de energia para a realização de suas atividades,
e essa energia é conseguida pela nutrição. Os organismos vivos podem ser divididos, a
partir do critério de nutrição, em autotróficos e heterotróficos.
2.6. Crescimento
O crescimento dos seres vivos é resultado da nutrição e do metabolismo.
O crescimento pode ocorrer por:
1. Aumento do volume, nos unicelulares

2. Aumento do volume e do número de células, nos pluricelulares

2.7. Evolução
Todos os seres vivos estão sujeitos aos processos evolutivos, ou seja, sofrem
modificações ao longo do tempo. Um dos fatores que causam a evolução é o surgimento
de mutações, modificações que ocorrem na molécula de DNA e levam ao surgimento de
novas características em um organismo.
2.8. Reação

Os seres vivos são capazes de responder a estímulos do meio ambiente, uma


propriedade conhecida como irritabilidade. Como exemplo, podemos citar o fechamento
dos folíolos da planta sensitiva ao toque ou ainda a fuga de um animal diante de um
perigo iminente.

2.9. Movimento

A percepção e a reação podem desencadear nos seres vivos um movimento, isto


é, variação na posição do organismo ou parte dele no decorrer do tempo em relação a um
sistema de referência.
Ex.: As plantas movimentam-se em resposta a diversos estímulos, como a luz.
Locomoção nos animais.