Você está na página 1de 6

Quem Eram Priscila e Áquila na Bíblia?

Daniel Conegero
1 ano atrás

Priscila e Áquila eram amigos do apóstolo


Paulo. Esse casal é mencionado na Bíblia
especialmente no livro de Atos dos Apóstolos.
Áquila era um judeu natural do Ponto que
trabalhava fabricando tendas (Atos 18:2).

Ele e sua esposa Priscila moravam em Roma


quando o imperador Cláudio decretou que
todos os judeus fossem expulsos da capital do
Império Romano. Esse decreto foi expedido
em aproximadamente 49 d.C.

A amizade de Áquila e Priscila com Paulo


Depois de terem sido expulsos de Roma,
Priscila e Áquila migraram para a cidade de
Corinto. Foi nessa cidade que eles
conheceram o apóstolo Paulo. Ali eles
continuaram exercendo o trabalho de
fabricação de tendas. Paulo também se juntou
a eles nesse trabalho, pois tinha esse mesmo
ofício (Atos 18:1-3). Possivelmente nessa
época Áquila e Priscila já tinham sido
convertidos ao cristianismo.

A amizade entre Paulo e aquele casal se


tornou muito forte. O vinculo entre eles era tão
grande que em certa ocasião Priscila e Áquila
arriscaram suas vidas em favor do apóstolo
(Romanos 16:4). Saiba mais sobre quem foi o
apóstolo Paulo.

Quando Paulo partiu para Éfeso em


aproximadamente 52 d.C., Priscila e Áquila o
acompanharam (Atos 18:18). O casal
permaneceu naquela cidade por um período
consideravelmente longo.

Em Éfeso, Priscila e Áquila hospedaram


Apolo. Apolo era um judeu de Alexandria. Ele
era um orador eloquente e muito capacitado
nas Escrituras. Mas seu conhecimento acerca
de Jesus ainda estava incompleto. Ele
conhecia apenas o batismo ensinado por João
Batista. Então Priscila e Áquila se propuseram
a ensinar-lhe mais sobre o Senhor Jesus
(Atos 18:24-26). Conheça a história de Apolo
na Bíblia.

Na casa de Priscila e Áquila em Éfeso


reunia-se uma comunidade cristã. Foi nesse
período que o apóstolo Paulo escreveu sua
Primeira Epístola aos Coríntios (1 Coríntios
16:19).
Parece que depois de algum tempo o casal
acabou retornando para a cidade de Roma
(Romanos 16:3). Alguns estudiosos acreditam
que isso talvez tenha ocorrido por volta de 57
d.C. Nessa época o decreto de Cláudio já
havia caído no esquecimento, especialmente
por ocasião de sua morte.

Mas considerando o texto de 2 Timóteo 4:19,


provavelmente Priscila e Áquila retornaram
uma vez mais a Éfeso. De qualquer forma,
independentemente da cidade que estivesse,
aquele casal procurava abrir as portas de sua
casa para a reunião da Igreja do Senhor
(Romanos 16:5).

Receber Estudos da Bíblia


Priscila é mencionada antes de Áquila
Priscila é frequentemente mencionada na
Bíblia antes de seu marido Áquila (Atos
18:18,19,26; Romanos 16:3; 2 Timóteo 4:19).
Isso não era algo muito comum, visto que
normalmente o marido era mencionado antes
da esposa.

Muitas teorias têm sido sugeridas pelos


estudiosos para explicar essa questão. As três
principais tentam apontar a maior
proeminência de Priscila em algum aspecto
em relação a Áquila. A primeira delas sugere
que Priscila possuía uma posição social na
sociedade romana mais elevada que a de seu
marido. O nome formal de Priscila era Prisca.
Esse nome pertencia a uma família da
nobreza romana.

A segunda teoria diz que talvez Priscila


exercesse um papel de maior destaque na
comunidade cristã, comparado à participação
de marido. Com base nessa teoria, já foi até
sugerido que Priscila e Áquila foram os
autores da Epístola aos Hebreus.

A terceira teoria defende que Priscila é


mencionada antes de Áquila por causa de sua
suposta personalidade forte. Apesar dessa
variedade de sugestão, todas elas não
passam de meras especulações. O que se
sabe realmente é que Priscila e Áquila eram
muito conhecidos e amados entre os cristãos
de sua época. Por conta de sua hospitalidade
e dedicação na obra do Senhor, eles
realmente foram importantes na expansão do
Evangelho no primeiro século.
Uma cópia da biblioteca evangélica