Você está na página 1de 8

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ

CAMPUS PORTO GRANDE


CURSO TÉCNICO EM AGROPECUÁRIA

UNIDADE CURRICULAR: AQUICULTURA

BIOMETRIA EM PEIXES, USO DE GPS E MEDIÇÃO DE PARÂMETROS DE


QUALIDADES DA ÁGUA

Alunos. Gabriela de Castro Batista Oliveira


Anderson Mendes de Oliveira
Prof. Bruno Lacerda

Porto Grande - AP, 2019.


1 INTRODUÇÂO

O presente relatório tem o objetivo de descrever as atividades realizadas em prática


nos dias 09/09/2019 e 11/09/2019 referentes a biometria em peixes, uso de GPS e
medição dos parâmetros de qualidade da água. As aulas foram ministradas pelos
docentes Bruno Lacerda, Alyne Cristina, Wladson Leite e o corpo técnico do IFAP. As
atividades foram realizadas em uma propriedade de produção de peixes na colônia do
Matapi e no próprio campus do IFAP- Campus Porto Grande. Os peixes analisados
para a biometria foram as espécies tambatinga(tanque 05) e pirapitinga(tanque 01). A
propriedade contava com 8 tanques, todos escavados, sendo feito a biometria em
apenas dois (tanques 1 e 5).
Todo processo de produção necessita de um acompanhamento que permita avaliar o
crescimento e saúde dos peixes ao longo do cultivo. Para isso é realizada a biometria.
A biometria é um manejo no qual parte dos peixes cultivados é amostrada e
informações de interesse, como peso e estado de saúde dos animais são verificados.
Além disso, tais medidas permitirão ajustes no manejo da produção, principalmente na
alimentação. (EMBRAPA, 2013)
A Biometria é recomenda pela manhã, porque a água está menos quente, com o
decorrer do dia sua qualidade vai diminuindo. É importante que um dia antes corte a
alimentação dos peixes(jejum).
O GPS, ou Global Positioning System (Sistema de Posicionamento Global), foi criado
pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos e tem como função básica
identificar a localização de um receptor, na superfície terrestre, que capte sinais
emitidos por satélites. Ou seja, trata-se de um sistema de posicionamento geográfico
que nos dá as coordenadas de determinado lugar na Terra, desde que tenhamos um
receptor de sinais de GPS. (Ronaldo Decicino, 2014)
Por se desenvolver no ambiente aquático, a aquicultura pode ser considerada uma
das atividades produtivas de maior complexidade nas interações entre os meios
físicos, químicos, biológicos e climáticos. Deve-se monitorar a qualidade da água no
cultivo, pois a água possui todas as características químicas, físicas e biológicas que
interagem individualmente ou coletivamente, influenciando o desempenho da
produção. Portanto, a qualidade da água é crucial para diferenciar o lucro do prejuízo
na piscicultura. (EMBRAPA, 2011)

3 Materiais e Métodos para a Biometria

Os materiais utilizados para a realização da biometria foram: Um balde de plástico, na


figura (1); Balança, representada na figura (2); Fita métrica como mostra a figura (3) e
uma rede, figura (4).
1 2 3

Para realização da Biometria, foram seguidos os seguintes métodos: 1º os alunos


entraram no tanque 01(onde se encontravam pirapitingas) e selecionaram 40 peixes
para fazer sua pesagem geral e depois foram medidos 22 peixes.

TANQUE 01

No tanque 01(onde se encontravam tambatingas), os mesmos alunos retiraram 5


peixes para fazer sua pesagem geral e depois medir o tamanho de cada. E em
seguida foram retirados mais 4 peixes e feito o mesmo procedimento.

TANQUE 05
TANQUE 05

4 Resultados

Para o tanque 01 peso total para os 40 peixes de 4 meses de idade foi de 7.742g, o
que levou ao peso médio de cada peixe ser de 193,55g.
Resultados do tanque 01 O tanque 01 apresentava um tamanho de
PEIXE COMPRIMENTO(cm) 160x16m. Sendo o correto 1 peixe por metro
1 19cm quadrado, deve-se fazer o cálculo recomendado.
2 18cm 160x16= 2560m² o tanque.
3 24cm O peso total foi de 7.742g, sendo a média de
4 26cm 193,55g arredondando fica 194g.
5 24cm No tanque tinham aproximadamente 700 peixes.
Biomassa=700x0,194
6 25cm
Biomassa=135,8kg
7 24cm
8 25cm Quantidade de ração= 135,8x4%
9 25cm Quantidade de ração=5,5kg
10 23cm
11 26cm A proteína da ração deve ser de 32%,
12 22cm granulometria 5mm e o número de refeições por
13 23cm dia 4 vezes ao dia de acordo com os valores
sugeridos para alimentação. De acordo com a
14 25cm tabela (2)
15 16cm
16 27cm
17 27cm
18 24cm Tabela(1)
19 25cm
20 22cm
21 23cm
22 26cm

Tabela(2
Para o tanque 05, o peso total encontrado com 9 peixes de 6 meses de idade
tambatingas foi de 4.870g, e o peso médio de cada peixe foi de 541,33g.

Resultados do tanque 05 O tanque 05 apresentava um tamanho de


PEIXE COMPRIMENTO(c 47x16,5m. Sendo o correto 1 peixe por metro
m) quadrado, deve-se fazer o cálculo
1 26cm recomendado.
2 32cm 47x16,5= 775,5m² o tanque.
3 33cm
4 32cm O peso total foi de 4.870g, sendo a média de
541,33g, arredonda para 541g.
5 32cm
6 34cm Biomassa=600x0,541
7 34cm Biomassa=324,6kg
8 36cm
9 29cm Quantidade de ração= 324,6x2%
Quantidade de ração= 6,49kg
A proteína da ração deve ser de 22 a 24%, granulometria 8mm e o número de
refeições por dia 2 vezes ao dia de acordo com os valores sugeridos para
alimentação. De acordo com a tabela (2).

5 Discussão

No tanque 05, foram observados muitos peixes que apresentavam prolapso labial,
causada por buscarem oxigênio na superfície, e o que pode levar a isso é a diminuição
da concentração de oxigênio dissolvido, sendo causado por morte rápida de grandes
quantidades de fitoplâncton; céu encoberto com dias sem ventos ou longo período
chuvoso, havendo excesso de fitoplâncton nos viveiros; chuva ou ventos fortes;
excesso de ração, fertilizantes, adubo e superpopulação de organismos em viveiros ou
tanques.
Os peixes do tanque 01 que são os pirapitingas apresentaram média de tamanho de
23,7cm com 4 meses de idade. E os tambatingas do tanque 05 apresentaram média
de 32cm com 6 meses de idade.
6 GPS e Parâmetros de qualidade da água

Água apresentava uma coloração muito escura, por isso não se deve fazer aplicação
de matéria orgânica, isso vai fazer com que a quantidade de oxigênio seja muito baixa,
causando uma maior taxa de mortalidade dos peixes. Amônia=2,4.
No segundo dia de aula prática já no Instituto, foi falado sobre o GPS que é um
aparelho que se conecta a uma média de 7 satélite, possui uma estrutura resistente,
apresentam boa eficiência em dias nublados, tem em média uma taxa de erro de
3m.Tem como finalidade localizar área já demarcada.
Vantagens do GPS: possui ampla área de localização; utilizado para sistemas de
irrigação; ele apresentam velocidade deslocamento; tempo em movimento; tempo
parado; Média geral em quilômetro; tem por finalidade calcular determina áreas para
afim de facilitar a vida do produto rural; apresenta bússola, mapa; apresenta também
cálculo de área em metrô quadrado; ele também da diferença do ponto de saída para
o pronto chegada; gestor de trajeto.
Parâmetros da água do lago do IFAP
Após entendermos essa parte introdutória sobre o GPS fomos ao viveiro, onde íamos
medir alguns parâmetros da água. Foi medido o pH da água com o multipârametro,
antes tendo que ser higienizado com água destilada. O pH aparente da água foi de
6.37. Normalmente na superfície o pH é mais elevado. Com temperatura de 30°C. o
oxigênio da água no lago deu em torno de 5.3mg/litro dissolvido na água. Foi utilizado
o disco sechi 30 cm é o ideal, no lago utilizamos até 40cm e a água se mostrou muito
transparente. A transparência da água deve ser feito uma vez por semana.
Foi feito o teste para sabe a quantidade de amônia na água que apresentou 0,19% de
amônia tóxica isso varia conforme o pH. Foram utilizados três reagentes para avaliar a
concentração de amônia.

Toxicidade da amônia Resultado Termômetro boia

Multiparâmetro Disco de sechi


7 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

As referências devem seguir as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas


Técnicas), Vcs aprenderam em Português Instrumental.

Você também pode gostar