Você está na página 1de 1

Guia de Profissões

Tecnológo em Produção Pesqueira

S
eguindo as normas da Lei de Dire- para atender às necessidades de organiza-
trizes e Bases e balizado pela Reso- ção e produção dos diversos segmentos
lução CNE/CP n.o 3/2002, publicada envolvidos, visando à qualidade e à susten-
em 28/12/2006, no Diário Oficial da União, tabilidade econômica, ambiental e social.
os Cursos Superiores de Tecnologia são
ATRIBUIÇÕES
especializados em segmentos de uma ou
mais áreas profissionais e possuem forma- O tecnólogo em Produção Pesqueira ge-
ção direcionada para aplicação, desenvol- rencia e implementa empreendimentos de
vimento e difusão de tecnologias e de ca- coleta, processamento e comercialização de
pacidade empreendedora, em sintonia com pescado de rios e lagos. Esse profissional
o mundo do trabalho. atua colaborando em diagnósticos de po-
O curso superior de Tecnologia em Produ- tencialidades pesqueiras, análise do contex-
ção Pesqueira está inserido, conforme ma- to técnico e socioeconômico do setor pes-
triz classificatória para organização dos Cur- queiro regional e tendências de mercado.
sos Superiores de Tecnologia, na área pro- E, ainda, elabora projetos de viabilidade téc-
fissional de Recursos Naturais, que com- nico-econômica, quantifica e compatibiliza
preende tecnologias relacionadas à produ- as necessidades de recursos humanos, ma-
ção animal, vegetal, mineral, aqüícola e teriais, equipamentos e implementos.
pesqueira. Abrange ações de prospecção, O profissional graduado em Produção Pes-
avaliação técnica e econômica, planeja- queira também estará apto a dominar as
mento, extração, cultivo e produção refe- técnicas de montagem de aparelhos de cap-
rente aos recursos naturais. Inclui, ainda, tura adequados a cada espécie, conside-
Ofertado pela primeira vez no Vestibular de
tecnologia de máquinas e implementos, es- rando a modalidade de pesca aos tipos de
2007 da UEA, o curso é voltado para a rea-
truturada e aplicada de forma sistemática ferramentas apropriadas. Estará apto a ge-
lidade do setor pesqueiro na Amazônia e
renciar empresas de beneficiamento de
tem entre seus objetivos o de contribuir
pescado e sistemas de armazenagem e dis-
para o fortalecimento desse setor, forman-
tribuição, além da comercialização dos pro-
do profissionais capacitados em viabilizar

Índice
dutos. Além disso, estará capacitado para
soluções tecnológicas e competitivas para
auxiliar diretamente os profissionais da En-
o progresso da cadeia produtiva do pes-
genharia de Pesca, Biologia, Oceanografia,
cado. Com aulas ministradas no Núcleo de
Agronomia, Veterinária, Zootecnia, Econo-
Ensino Superior da UEA em Manacapuru, o
mia e Administração entre outros.
curso é realizado em seis semestres. O cur-
QUÍMICA MERCADO DE TRABALHO rículo é composto por 31 disciplinas obri-
Tabela Periódica ...................... Pág. 03 O profissional poderá atuar em órgãos gatórias, que perfazem 2 mil e 400 horas.
públicos, como o Ministério do Meio Ambi- Desse total, incluem-se disciplinas do Ciclo
(aula 25) Básico/Geral e do Específico/Profissional,
ente; a Secretaria Especial de Aqüicultura e
Pesca da Presidência da República (SEAP/ além do Estágio Supervisionado de 300 ho-
LITERATURA ras (de acordo com a Grade Curricular).
AM); as Agências Estaduais de Meio Am-
O Barroco (1601 – 1768) .......... Pág. 05 biente e Recursos Hídricos; os Institutos e ÁREA DE ATUAÇÃO
(aula 26) Centros de Pesquisas; as Instituições de En-
O curso de Tecnologia em Produção Pes-
sino Superior (federais, estaduais e munici-
queira da UEA habilita o tecnólogo a de-
HISTÓRIA pais); e as Agências e Secretarias Esta-
senvolver atividades nas grandes áreas da
duais e Municipais. E, na iniciativa privada,
Pré-colonização (1501 – 1630) pesca, como na Investigação Pesqueira (es-
como indústrias e empresas pesqueiras em
tudo da dinâmica de populações e avalia-
................................................... Pág. 07 geral (processamento, conservação e ma-
ções dos estoques pesqueiros de uma re-
nipulação); empresas de pesca: embarca-
(aula 27) gião), na Tecnologia da Pesca (emprego de
ções regionais e equipamento empregado;
técnicas de localização e de captura de ani-
fazendas de aqüicultura (cultivos de orga-
FÍSICA nismos aquáticos – tecnologia em aqüicul-
mais aquáticos), na Tecnologia do Pescado
(conservação, industrialização e controle
Movimentos circulares ............ Pág. 09 tura); e instituições de ensino superior
higiênico-sanitário dos subprodutos pes-
(federais, estaduais e municipais).
(aula 28) queiros), na Aqüicultura (técnicas de cria-
O CURSO NA UEA ção e reprodução de animais aquáticos em
GEOGRAFIA O cenário pesqueiro no Amazonas apre- cativeiro), na Administração e no Comércio
Pesqueiro (gerência e implementação no
A população amazonense ........ Pág. 11 senta um enorme potencial de desenvolvi-
mento, devido à alta piscicosidade de suas ordenamento das atividades pesqueiras,
(aula 29) águas e às excelentes condições ambien- públicas ou privadas), no Planejamento da
tais presentes no Estado. Entretanto a falta Produção Pesqueira (contribuindo na ela-
BIOLOGIA de mão-de-obra qualificada para esses se- boração e implementação de programas e
Citologia II ............................... Pág. 13 tores da produção inviabilizava seu desen- projetos em pesca e aqüicultura no âmbito
volvimento. A partir desse contexto, o go- tecnológico) e na Extensão Pesqueira (difu-
(aula 30) são e transferência de tecnologias, na or-
verno do Estado vem investindo na ativi-
dade pesqueira, oferecendo, por meio da ganização dos pescadores, visando ao de-
Referências bibliográficas ...... Pág. 15 senvolvimento econômico e social da Re-
Universidade do Estado do Amazonas
(UEA), o curso de Tecnologia em Produção gião).
Pesqueira.