Você está na página 1de 1

Posições entre planos Poliedros de Platão

1. Planos concorrentes no espaço tridiomensio- Definição – Trata-se de um objeto com muitas


nal são planos cuja interseção é uma reta. faces. Um poliedro tem “bicos”, que são os ân-
2. Planos paralelos no espaço tridimensional são gulos poliédricos, e faces planas, que são os
planos que não têm interseção. polígonos.
3. Diedro – Quando dois planos são concorren-
tes, dizemos que tais planos formam um Um poliedro que tenha com faces apenas polí-
diedro. gonos regulares, todos idênticos, e que também
apresente todos os bicos (ângulos poliédricos)
idênticos entre si é um poliedro regular.
Platão, por volta do século VI antes de Cristo,
01. Dizemos que um conjunto C de pontos do
estudou certa classe de poliedros, que vieram,
espaço é convexo se dados pontos A e B
posteriormente, ser conhecidos como os polie-
quaisquer, pertencentes a C, o segmento
dros de Platão, entre os quais se incluem os re-
de reta AB está contido em C. Há conjun-
to convexo numa das afirmações abaixo? gulares.
Assinale a afirmação verdadeira. De um poliedro de Platão, exige-se que:
4. Ângulo diedral – É ângulo formado por dois
a) O plano excluído um dos seus pontos. a) Todas as faces sejam polígonos, regulares ou
planos concorrentes. Para obter o ângulo
b) O conjunto dos pontos situados sobre uma não, mas com o mesmos número de lados;
diedral, basta tomar o ângulo formado por
câmara de ar de automóvel. quaisquer duas retas perpendiculares aos b) Todos os bicos sejam formados com o mesmo
c) A região plana limitada por um quadrilátero. planos concorrentes. número de arestas.
d) A superfície lateral de um prisma. Quantos são os poliedros de Platão? Só existem
5. Planos normais – São aqueles cujo ângulo
e) Nenhum dos conjuntos acima. cinco tipos de poliedros de Platão, regulares ou
diedral é um ângulo reto (90 graus).
02. Consideremos um plano a e uma reta r não, que são:
que encontra esse plano num ponto P, e Aplicações 1. Tetraedro
que não é perpendicular a a . Assinale
qual das afirmações é a verdadeira. 01. Três retas, duas a duas concorrentes, não
passando por um mesmo ponto, estão
a) Existem infinitas retas de a perpendiculares
a r pelo ponto P. contidas no mesmo plano.
b) Existe uma, e somente uma, reta de a perpen- Solução:
dicular a r por P.
c) Não existe reta de a, perpendicular a r, por P. 4. Hexaedro
d) Existem duas retas de a perpendiculares a r
passando por P.
e) Nenhuma das afirmações acima é verdadeira.
03. Se r e s são duas retas paralelas a um pla-
Sejam r, s e t as retas tais que:
no a, então:
r ∪ s= {C}, r ∪ t= {B}, s ∪ t={A}
a) r e s são paralelas. e A, B e C não colineares. 2. Octaedro
b) r e s são perpendiculares. Pelo postulado da determinação, existe o plano
c) r e s interceptam-se. α = (A, B, C).
d) r e s são reversas. Pelo postulado da inclusão, temos:
e) nada se pode concluir. (A ≠ B; A, B∈α) ⇒ t⊂α.
Analogamente temos : A ⊂ α e r ⊂ α
04. Se a e b são dois planos perpendiculares,
r a sua interseção e s uma reta paralela a 02. Se duas retas são paralelas e distintas, todo
a, então: 5. Dodecaedro
plano que contém uma delas e um ponto da
a) a reta s é paralela ao plano b. outra, contém a outra.
b) a reta s é perpendicular ao plano b.
Solução:
c) a reta s é paralela à reta r.
d) a reta s intercepta o plano b.
e) nada se pode concluir.
05. Uma só das seguintes afirmações é exata. 3. Icosaedro
Qual?
a) Um plano paralelo a uma reta de um outro
plano é paralelo a este. Sejam r e s as duas retas, P um ponto de s e α
o plano (r, P). As retas r e s determinam um
b) Um plano perpendicular a uma reta de um
plano α’. Temos, então:
(α =(r, s), P∈s) ⇒ α’ = (r, P) ⇒ α’ = α.
plano é perpendicular a este plano.
c) Um plano paralelo a duas retas de um plano
Se α = α’ contém s, então o plano α contém a
é paralelo ao plano.
reta s.
d) Dois planos paralelos à mesma reta são
Poliedros Observação – Na tentativa de construir polie-
paralelos.
São sólidos do espaço de 3 dimensões cuja dros regulares, verificamos, na prática, que não
e) Um plano paralelo a três retas de um
mesmo plano é paralelo a este plano. fronteira é a reunião de partes de planos. é possível fazê-lo nem com hexágonos, nem
com polígonos que tenham mais do que seis
06. Assinalar a única proposição errada entre lados. Por quê? Ora, experimentem construir um
as seguintes: poliedro regular com hexágonos!
a) Duas retas do espaço, paralelas a uma Os poliedros podem ser convexos ou não-con-
terceira, são paralelas entre si.
vexos. O número de faces de um poliedro deve
b) Um plano perpendicular a dois planos
ser maior ou igual a 3.
incidentes é perpendicular à reta interseção Relação de Euler
deles. Resumo:
Em qualquer poliedro convexo, é válida a rela-
c) Uma reta ortogonal a duas retas de um ção:
plano é ortogonal ao plano. V–A+F=2
d) Um plano perpendicular a uma reta de um V = n.° de vértices;
outro plano é perpendicular a este plano. A = n.° de arestas;
e) Dois planos perpendiculares à mesma reta F = n.° de faces.
são paralelos. Soma dos ângulos das faces: S
S = (V – 2). 360

10