Você está na página 1de 1

–––– + y – 1 = 0 ⇒ y2 – y + 1 = 0

1 x2 – 2x+7 ≤ 0 ⇒ sem raízes reais


y Resolvendo a Eq.2:
Como ∆ = (–1)2 – 4.1.1 = 1 – 4 = –3 < 0, então x2– 2x + 3 ≤ 4 ⇒ x2 – 2x –1 ≤ 0
não existe y ∈ IR, tal que (5/3)x = y Aplicando Bhascara, encontramos as raízes
V=∅
Função logarítmica
01. Calcular x na igualdade log5 (x –1) = log5 7 S={x ∈ lR|1 – ≤ x ≤ 1+ }
Solução: 04. Determinar o domínio da função
CE: x –1 > 0 ⇒ x > 1 .
Como as bases são iguais , os logaritmandos de-
vem ser iguais, logo: Solução:
01. (UEL–PR) Em IR qual é o domínio mais ex- log5 (x –1) = log5 7 ⇒ x – 1 = 7 ⇒ x = 8 Então: 2–|x–1|≥ 0 ⇒ –|x – 1|≥ –2 ⇒ |x–1|≤ 0
tenso possível da função dada Resposta: x = 8 ⇒ –2 ≤ x–1 ≤ 2
–2 ≤ x–1 ≤ 2 ⇒ –2+1≤ x ≤2+1 ⇒ –1 ≤ x ≤ 3
Resposta: D={x ∈ lR|–1≤ x ≤ 3}
02. Sendo log 2 = x e log 3 = y, calcular:
por ?
a) log 24
b) log Progressões
a) –2 < x < 2 b) 0 < x < 2 c) 0<x<4
Solução: 01. Determine três números em P.A, sabendo que
d) x > 2 e) x > 4
a) log 24 = log (23.3) = log 23+log 3 = 3log2 + o elemento central é 4 e o produto entre eles é
02. (UPF–RS) A soma das raízes da equação log 3 = 3x + y 28.
b) log = log 9 + log = log 32 + log Solução:
|2x+5| = 6
= 2 log 3 + 3/2 . log 2 = 2y + 3x/2 = Para efetuarmos os cálculos, é necessário que re-
a) 5 b) 9 c) 4,5 (4y + 3x)/2 tiremos os dados:
d) 6 e) 0,5 Respostas: a) 3x + y; b) (4y + 3x)/2 Como a P.A tem 3 termos ( x – r, x, x + r) e x=4
(x – r) . x . (x + r) = 28, então:
(4 – r) . 4 . (4 + r) = 28 ⇒ r = +3 e r = –3
03. (UEL–PR) O conjunto solução da inequação 03. Sendo log 2 = 0,3 e log 3 = 0,4, calcular
log2 6
|x|<3, tendo como universo o conjunto dos Assim, iremos obter duas P.A
números inteiros, é: Solução: Para r = +3 a P.A será ( 1, 4, 7)
Como log 2 e log 3 estão na base 10, vamos pas- Para r = –3 a P.A será ( 7, 4, 1)
a) {–3, 3 } d){–3, –2, –1, 0, 1, 2, 3
sar log2 6 para a base 10: 02. Seja (a1, a2, a3, ... , ak, ... , a50) uma progres-
b) {–1, 0, 1 } e){ 0, 1, 2, 3 } log26 = log 6/log 2 = log (2.3)/log 2 = (log 2 + são aritmética. Se a2 = 14, a5 – a3 = 18 e ak =
c) {–2, –1, 0, 1, 2 } log 3)/log 2 = (0,3 +0,4 )/0,3 = 7/3 239, então determine o valor de k.
Resposta:7/3
04. (ACAFE–SC) A equação modular Solução:
05. Calcule o valor de y = 6x onde x = log32 .
admite, como solução, somente: Retirando os dados do problema, temos:
log63 .
a) uma raiz positiva e uma negativa a2 = 14 ; a5 – a3 = 18 ; ak = 239 ; k = ?
Solução: Para o cálculo de k, deveremos utilizar a equação
b) duas raízes negativas Substituindo o valor de x, vem: ak = a1 + (k – 1) . r , mas, para darmos continui-
c) duas raízes positivas y = 6log32 . log63 = (6log63)log32 = 3log32 = 2 dade, devemos achar o valor de a1 e de r, então
d) uma raiz positiva Na solução acima, empregamos a propriedade observe os cálculos abaixo:
e) uma raiz negativa blogbM = M , vista anteriormente. Utilizando o termo geral da P.A, an=a1+(n–1). r,
Resp: 2 podemos dizer que:
05. (U. E. FEIRA DE SANTANA–BA) O produto 06. Sendo log 2 = 0,301, o número de a2 = a1 + r ⇒ 14 = a1 + r
das soluções da equação (43–x)2–x = 1 é: algarismos de 520 é: Utilizando novamente o termo geral da P.A, pode-
a) 0 b) 1 c) 4 a) 13 b) 14 c) 19 mos dizer que:
d) 20 e) 27 a5 = a1+ 4r e a3 = a1 + 2r
d) 5 e) 6
Solução: Substituindo no dado do problema a5 – a3 = 18,
06. (PUCCAMP) Considere a sentença a2x+3 > Seja n = 520. Podemos escrever, usando logarit- temos:
a8, na qual x é uma variável real e a é uma mo decimal: a1 + 4r – a1 – 2r = 18 → unindo os termos seme-
log n = log 520 = 20.log5 lhantes.
a1 – a1 + 4r – 2r = 18 → operando os termos se-
constante real positiva. Essa sentença é
verdadeira se, por exemplo: Para calcular o valor do logaritmo decimal de 5,
ou seja, log5, basta lembrar que podemos escre- melhantes.
a) x = 3 e a = 1 d) x = –2 e a < 1 ver: 2r = 18 ⇒ r = 18 : 2 ⇒ r = 9
b) x = –3 e a > 1 e) x = 2 e a > 1 log 5=log(10/2)=log 10 – log 2=1–0,301=0,699 Agora devemos descobrir o valor de a1, para isso
Portanto log n = 20 . 0,699 = 13,9800 substituiremos o valor de r = 9 na equação
c) x = 3 e a < 1
Da teoria vista acima, sabemos que, se log n= 14 = a1 + r:
07. (FIC/FACEM) A produção de uma indústria 13,9800, isso significa que a característica do log a1 + 9 = 14 ⇒ a1 = 14 – 9 ⇒ a1 = 5
vem diminuindo ano a ano. Num certo ano, decimal vale 13 e, portanto, o número n possui Agora que sabemos que a1 = 5 e r = 9, podemos
13+1, ou seja, 14 algarismos. calcular qual é o termo de k:
ak = a1 + (k – 1) .r → Substituindo os dados na
ela produziu mil unidades de seu principal
produto. A partir daí, a produção anual pas- Portanto a resposta correta é a letra B.
equação.
sou a seguir a lei y=1000.(0,9)x. O número Função modular 239=5+(k – 1).9
de unidades produzidas no segundo ano 01. Resolver a equação |x – 6| = |3 – 2x|. 239=5+9k–9 → unindo os termos semelhantes.
desse período recessivo foi de: 239 – 5 + 9 = 9k ⇒ 243 = 9k ⇒ k = 243 : 9 ⇒ k
Solução:
= 27
a) 900 b) 1000 c) 180 Temos que analisar dois casos: Assim descobrimos que ak é o vigésimo sétimo
d) 810 e) 90 caso 1: x – 6 = 3–2x termo da P.A.
caso 2: x – 6 = –(3–2x)
08. (PUC) Assinale a propriedade válida sem- 03. Uma P.G de razão 3 foi formada introduzin-
Resolvendo o caso 1:
x–6 = 3–2x ⇒ x+2x = 3+6 ⇒ 3x=9 ⇒ x=3
pre: do–se três termos entre o 2.° termo e 486. Qual o
1.° termo da P.G?
a) log (a . b) = log a . log b Resolvendo o caso 2:
x–6 = –(3–2x) ⇒ x–2x = –3+6 ⇒ –x=3 ⇒ Solução:
b) log (a + b) = log a + log b q=3
x=–3
c) log m . a = m . log a Resposta: S={–3,3} Como foram introduzidos três termos entre o 2.°
d) log am = log m . a termo e 486, podemos, então, concluir que 486 é
02. Dê o conjunto solução da equação |x2– 2x
+3| ≤ 4.
e) log am = m . log a o sexto termo da minha P.G.
a1 , a2, a3, a4, a5, 486
09. (CESGRANRIO) Se log10123 = 2,09, o valor Solução: a3 , a4 e a5 são os três termos introduzidos.
de log101,23 é: |x2–2x+3| ≤ 4 ⇒ –4 ≤ x2 – 2x + 3 ≤ 4. Então podemos dizer que a6 = 486, utilizando o
Então temos duas inequações (que devem ser termo geral de uma P.G
a) 0,0209 b) 0,09 c) 0,209
satisfeitas ao mesmo tempo): an = a1 . qn – 1, temos:
d) 1,09 e) 1,209
Eq.1: –4 ≤ x2 – 2x+3 a6 = a1 . qn – 1 → Substituindo os dados.
q.2: x2 – 2x + 3 ≤ 4 486 = a1 . 36 – 1 ⇒ 486= a1.35 ⇒ 486= a1.243
Resolvendo a Eq.1: a1 = 486 : 243 ⇒ a1 = 2
-4 ≤ x2–2x+3 ⇒ –4–3 ≤ x2–2x ⇒ –7 ≤ x2– 2x