Você está na página 1de 1

3.

PREPOSIÇÃO OBRIGATÓRIA
Literatura O verbo intransitivo pode exigir preposição.
Nesse caso, convém não confundir intran-
Professor João BATISTA Gomes sitivo com transitivo indireto. Tente perce-
ber a diferença pelos exemplos.
a) Ela nasceu em Itacoatiara.
Aula 71
Função de “em Itacoatiara”: adjunto ad-
Texto verbial de lugar.
Regência de nascer: verbo intransitivo.
Livre pra viver b) Ela nasceu de pais separados.
Letra: Cláudio Zoli e Bernardo Vilhena Função de “de pais separados”: objeto in-
Intérprete: Pedro Mariano direto.
Regência de nascer: verbo transitivo indi- Caiu no vestibular
Viver é bom demais
reto.
Ninguém vai me prender 01. (FGV) Assinale a alternativa em que a grafia
Eu não me escravizei, 4. PREDICATIVO DO SUJEITO de todas as palavras seja prestigiada pela
Nem me entreguei a você.
Depois do verbo intransitivo, a presença do norma culta.
predicativo do sujeito é normal, formando o
Sou livre pra amar, a) Auto-falante, bandeija, degladiar, eletrecista.
predicado verbo-nominal. Nesse caso, con-
Louco pra viver esse amor.
vém não confundir predicativo (termo variá- b) Advogado, frustado, estrupo, desinteria.
Sou livre pra voar,
vel) com adjunto adverbial de modo (termo c) Embigo, mendingo, meretíssimo, salchicha.
Não me importa o céu azul, ou blue.
ou expressão invariável). Sinta a diferença nos d) Estouro, cataclismo, prazeiroso, privilégio.
Sou livre pra pensar,
exemplos seguintes.
Eu não devo nada a ninguém, e) Aterrissagem, babadouro, lagarto,
E a liberdade, é tudo que sonhei, a) Ela voou para casa.
manteigueira.
Eu vou viver, eu juro. Função de “para casa”: adjunto adverbial
de lugar.
Regência de voar: verbo intransitivo.
Regência Verbal III Predicado: verbal.
Arapuca
b) Ela vou para casa, cansada.
VERBOS INTRANSITIVOS Função de “para casa”: adjunto adverbial
02. (FGV) Observe:
de lugar. “O diretor perguntou:
1. DEFINIÇÃO
Função de “cansada”: predicativo do su-
Intransitivo é o verbo que não precisa de jeito.
– Onde estão os estagiários? Mandaram-
complemento. Observe as frases: Regência de voar: verbo intransitivo. nos sair? Estão no andar de cima?”
a) O homem deve viver. Predicado: verbo-nominal. O pronome sublinhado pertence:
b) O homem deve viver um grande amor. c) Quando juntas, elas falam alto.
a) À terceira pessoa do plural.
Na primeira, não há complemento para o ver- Função de “alto”: adjunto adverbial de mo-
bo “viver”. Por isso, ele é classificado de in- do. b) À segunda pessoa do singular.
transitivo. Regência de falar: verbo intransitivo. c) À terceira pessoa do singular.
Na segunda, a expressão “um grande amor” Predicado: verbal. d) À primeira pessoa do plural.
completa o sentido do verbo “viver”. Por isso, e) À segunda pessoa do plural.
ele é classificado de transitivo direto. VERBOS DE LIGAÇÃO
Em síntese, os verbos mudam de classifica- 03. (FGV) Assinale a alternativa em que a pa-
ção quanto à regência de acordo com o con- 1. DEFINIÇÃO lavra sublinhada NÃO tem valor de adjetivo.
texto. Aquele que, juntamente com o predicativo,
a) A malha azul estava molhada.
constitui o predicado nominal. É assim deno-
2. DEPENDÊNCIA DO SENTIDO minado porque tem função precípua de ligar b) O sol desbotou o verde da bandeira.
A classificação do verbo depende da frase. o sujeito ao predicativo. Sinônimos: verbo c) Tinha os cabelos branco-amarelados.
Peguemos o verbo votar, reconhecidamente copulativo, verbo predicativo. d) As nuvens tornavam-se cinzentas.
transitivo indireto (a idéia lógica é votar em
e) O mendigo carregava um fardo amarelado.
alguém). Analisemos as frases seguintes. 2. PRINCIPAIS VERBOS DE LIGAÇÃO
a) Ele votou em Eduardo. Os principais verbos de ligação são: ser, es- 04. (FGV) Assinale a alternativa correta quanto
Função de “em Eduardo”: objeto indireto. tar, parecer, permanecer, continuar, ficar. à relação grafia/significado.
Regência de votar: transitivo indireto. Mas atenção: mesmo esses verbos podem
apresentar-se como intransitivos, e outros a) Para sonhar, basta serrar os olhos.
b) Ele votou em Manacapuru.
Função de “em Manacapuru”: adjunto ad- verbos, tidos como transitivos, podem tornar- b) Receba meus comprimentos por seu aniver-
verbial de lugar. se de ligação. sário.
Regência de votar: verbo intransitivo. Veja exemplos analisados: c) A secretária agiu com muita discrição.
Agora, peguemos o verbo amar, reconheci- a) Ela vive feliz. d) Seus gastos foram vultuosos.
damente transitivo direto (a idéia lógica é amar Função de “feliz”: predicativo do sujeito. e) Tinha ainda conhecimentos insipientes de
alguém). Analisemos as frases seguintes. Regência de viver: verbo de ligação.
Matemática.
a) Sou livre para amar a vida. Predicado: nominal.
Função de “a vida”: objeto direto. b) Ela vive no exterior. 05. Assinale a alternativa correta quanto à rela-
Regência de amar: transitivo direto. Função de “no exterior”: adjunto adverbial ção grafia/significado.
b) Sou livre para amar. de lugar.
Regência de viver: verbo intransitivo. a) Todos o consideram iminente médico.
Regência de amar: verbo intransitivo.
Predicado: verbal. b) Cassaram o mandato do presidente.
c) Sou livre para amar sem preconceito.
c) Ela está receosa. c) Não se devem infligir as leis de trânsito.
Função de “sem preconceito”: adjunto ad-
verbial de modo. Função de “receosa”: predicativo do su- d) Sua beleza é fragrante.
Regência de amar: verbo intransitivo. jeito. e) Nos momentos de grande tenção, reflita mui-
Regência de estar: verbo de ligação.
to antes de agir.
Predicado: nominal.

11