Você está na página 1de 1

Blastocisto

Durante essas duas fases, de mórula e de blástu-


la, o volume total permanece constante, embora
aumente o número de células. Não há, portanto,
aumento de volume durante a segmentação.
Segmentação meroblástica A cavidade central que se observa na blástula re-
Devido à diferença na distribuição do vitelo, exis- cebe o nome de blastocele e é cheia de líquido
tem dois tipos básicos de segmentação mero- sintetizado pelas células que formam os seus li-
blástica: mites.
• segmentação meroblástica discoidal; Nos ovos isolécitos e heterolécitos, a blastocele é
• segmentação meroblástica superficial. bem desevolvida.
01. A figura a seguir representa uma das fases Na segmentação meroblástica discoidal, as divi- Na blástula formada pela segmentação dos ovos
do desenvolvimento embrionário de um sões ocorrem apenas na região da cicatrícula telolécitos, não chega a se constituir uma verda-
certo organismo. (região da célula sem vitelo), formando um disco deira blastocele, pois a cavidade formada não é
de células sobre a massa de vitelo. Esse tipo de inteiramente delimitada pelos blastômeros. É
segmentação dá-se nos ovos telolécitos. chamada discoblástula, pois o ovo tem segmen-
Segmentação meroblástica discoidal tação discoidal, e a blastocele recebe o nome de
cavidade subgerminal.

Exercícios
01. Assinale a alternativa que preenche cor-
Assinale a alternativa que contém, respec- retamente as lacunas do texto a seguir.
tivamente, o TIPO e a FORMA DE CLIVA- Nos animais, a clivagem varia conforme
GEM desse ovo: a quantidade de vitelo. Em
a) alécito; holoblástica igual.
...................., a clivagem é total, pois
eles apresentam ovos ...................... .
b) heterolécito; holoblástica desigual.
Por outro lado, em ........................, a
c) heterolécito; meroblástica desigual. A segmentação meroblástica superficial ocorre clivagem é parcial, pois seus ovos são
d) telolécito; meroblástica discoidal.
nos ovos centrolécitos. As células embrionárias ........................ .
e) centrolécito; meroblástica superficial.
ficam dispostas na superfície do ovo, deixando o a) répteis - heterolécitos - equinodermos -
02. O esquema a seguir ilustra o processo de vitelo no seu interior. centrolécitos
segmentação e clivagem em Segmentação meroblástica superficial b) mamíferos - telolécitos - peixes -
oligolécitos
c) répteis - oligolécitos - equinodermos -
telolécitos
d) mamíferos - oligolécitos - peixes -
telolécitos
e) equinodermos - telolécitos - mamíferos –
oligolécitos
02. (Unesp) Um dos caminhos escolhidos
Fonte: AMABIS e MARTHO. "Curso Básico de pelos cientistas que trabalham com clo-
Biologia". 1985. nagens é desenvolver em humanos a
a) mamíferos. sb) anfíbios. c) anfioxo. clonagem terapêutica, principalmente
d) aves. e) répteis. para a obtenção de células-tronco, que
são células indiferenciadas que podem
03. (PUCSP) Considere três animais com as dar origem a qualquer tipo de tecido.
seguintes características relativas ao de- Quanto a esse aspecto, as células-
senvolvimento: tronco podem ser comparadas às célu-
I. apresenta ovo rico em vitelo (telolécito), las dos embriões, enquanto estas se
com segmentação parcial; não tem es- encontram na fase de
tágio larval. a) mórula.
II. apresenta ovo pobre em vitelo (oligolé- b) gástrula.
cito), com segmentação total; não tem Fases da segmentação
c) nêurula.
estágio larval. Embora existam diferentes tipos de segmentação,
d) formação do celoma.
III. apresenta ovo com quantidade razoável ela normalmente se realiza segundo duas fases:
e) formação da notocorda.
de vitelo (mediolécito), com segmenta- • mórula – forma-se um maciço celular com
ção total; tem estágio larval. poucas células; 03. (Puccamp) No desenvolvimento em-
Os animais I, II e III podem ser, respectiva- • blástula – forma-se uma cavidade interna brionário de um ovo de galinha, for-
mente, cheia de líquido. mam-se blastômeros
a) galinha, camundongo e sapo. a) apenas na camada superficial;
b) rã, tartaruga e tamanduá. b) apenas no disco germinativo;
c) tatu, sapo e largatixa. c) iguais em toda a gema;
d) avestruz, rã e tatu. d) maiores no pólo vegetativo e menores no
e) capivara, jacaré e salamandra. pólo animal;
e) maiores no pólo animal e menores no pó-
04. (Puccamp) Comparando-se o desenvolvi- Obs.: Nos mamiferos, a segunda fase é denomi- lo vegetativo.
mento embrionário do anfioxo com o das nada de BLASTOCISTO (VEJA ABAIXO), consti-
aves, verifica-se que tuída de massa celular ou embrioblasto e trofo- 04. (Puccamp) Qual das afirmações a se-
a) no anfioxo, a segmentação é holoblástica; blastos, células responsáveis pela nidação, isto guir, relativas a diferentes tipos de ovos,
nas aves, é meroblástica; é, fixação do embrião na cavidade endometrial é verdadeira?
b) o anfioxo é um animal protostômio; as aves do útero. a) Ovos com muito vitelo no pólo vegetativo
são deuterostômias; Exclusivo dos mamíferos têm segmentação total.
c) o anfioxo é um animal diploblástico; as aves b) Ovos com muito vitelo no centro têm seg-
são triploblásticas; mentação discoidal.
d) o embrião do anfioxo é protegido por anexos c) Ovos oligolécitos têm segmentação par-
embrionários; o das aves só é protegido pela cial.
casca do ovo; d) Os ovos da maioria dos artrópodos são
e) o embrião do anfioxo desenvolve-se fora do oligolécitos.
corpo materno; o das aves desenvolve-se no e) Os ovos da maioria dos mamíferos são
interior do útero materno. pobres em vitelo.

14