Você está na página 1de 1

Aprovar_18V.

qxp 8/7/2008 11:45 Page 10

obra a própria vida do autor. Ou seja, Sérgio, o ralismo no Brasil. Sua obra (densa, trágica e
narrador, seria o próprio Raul Pompéia. Bilac pouco apreciada na época) é repleta de des-
resolve insinuar, na imprensa, que Pompéia é crições de perversões e crimes.
homossexual. Vem o desafio para um duelo
OBRAS
de espadas em praça pública que não se
1. A Normalista (1891, romance) – História de
consuma por interferência da platéia.
João da Mata, que cria, educa e seduz
Suicídio na noite de Natal – Depois do epi- Maria do Carmo.
sódio do duelo, os jornais da época passam
a ignorar Pompéia. O discurso inflamado à 2. Bom-Crioulo (1895, romance) – História
sepultura de Floriano Peixoto, elogiando o de homossexualismo entre marinheiros.
morto, é uma agressão ao presidente da Re- Amaro (o Bom-Crioulo) ama Aleixo, um
pública, Prudente de Morais. Antes de morrer, grumete, que se apaixona por Carolina.
DOM CASMURRO escreve: “Ao jornal A Notícia e ao Brasil, decla- Enciumado, Amaro mata Aleixo.
ro que sou um homem de honra”. Data (25 de
Características das personagens principais dezembro de 1895) e assina (Raul Pompéia). 5. DOMINGOS OLÍMPIO
Bento – Personagem principal da história; narrador A seguir, deita-se numa poltrona e dá um tiro Nascimento e morte – Nasce em Sobral (CE),
que, na velhice, tenta “atar as duas pontas da vida”. de revólver em cima do coração. Conta ape- em 18 de setembro de 1850. Falece em 7 de
nas 32 anos de idade. outubro de 1906, no Rio de Janeiro.
Depois de velho, ganha o apelido de Dom Casmurro.
OBRAS Advogado, político, jornalista – Bacharela-
Capitu – Vizinha, amiga e namorada de Bento desde 1. Uma Tragédia no Amazonas (1880, novela) se em 1873, pela Faculdade de Direito do Re-
criança. É morena, olhos claros e grandes, “olhos de 2. Canções sem Metro (1881, poema em cife. Depois de formado, reside no Ceará até
ressaca”, de “cigana oblíqua e dissimulada”. prosa)
1879, quando se transfere para Belém, onde
3. O Ateneu (1888, romance)
Escobar – Esbelto, olhos claros, um pouco fugitivos, advoga, torna-se deputado pela Assembléia
4. As Jóias da Coroa (1962, romance póstu-
como as mãos, os pés, a fala, como tudo. É três anos Provincial e batalha no jornalismo, defenden-
mo)
do as idéias abolicionistas e republicanas.
mais velho que Bento. Não fala claramente nem se-
O ATENEU Luzia-Homem – Seu primeiro romance (única
guido. O sorriso é instantâneo. Inteligente e amigo,
a) Época – Século XIX. obra de sucesso), Luzia-Homem, ambientado
consegue penetrar no âmago das pessoas e saber o b) Cenário – Rio de Janeiro (um colégio in- no sertão cearense, data de 1903. A história
que se passa com elas. terno só para homens). de Luzia (heroína), Alexandre (herói) e
c) Narrativa – Primeira pessoa (narrador= Crapiúna (vilão) expõe o drama de famílias
Ezequiel – Quando pequeno, é um imitador, levado e
personagem). que são obrigadas a migrar para a cidade por
inteligente. Quando moço, torna-se esbelto e, de d) Personagens:
causa da seca.
acordo com o depoimento de Bento, com a aparên- 1. Sérgio – Narrador; o próprio Pompéia.
cia de Escobar. É inteligente e interessado por Ar- 2. Aristarco – Dono e diretor do Colégio 6. JÚLIO RIBEIRO
queologia. Ateneu.
3. Sanches – Protetor de Sérgio e inicia- Nascimento e morte – Júlio Ribeiro nasce
D. Glória – Mãe de Bentinho. Mulher forte, madura e dor de sua sexualidade. em Sabará (MG), em 16 de abril de 1845, e
religiosa. Deseja fazer do filho um padre, devido a 4. Egbert – Único amigo sincero de Sérgio falece em Santos (SP), em 1.o de novembro
no Ateneu. de 1890.
uma antiga promessa, mas, ao mesmo tempo, dese-
5. Bento Alves – Adolescente com quem A Carne – Deixa apenas um romance famo-
ja tê-lo perto de si, retardando a sua decisão de
Sérgio se envolve. so: A Carne, ambientado no interior paulista.
mandá-lo para o Seminário. 6. Américo – Adolescente que incendeia Nele, narra-se a história de Lenita e Barbosa,
José Dias – É magro, chupado, com um princípio de o Colégio Ateneu. com cenas de sexo explícito. Acusado de exi-
calva e tem uns cinqüenta e cinco anos. Veste-se bicionismo sensual, o romancista é duramen-
4. ADOLFO CAMINHA
simples e bem. Homem prestativo, trata Bentinho te atacado pela crítica especializada da épo-
Nascimento e morte – Adolfo Ferreira Cami- ca.
com “extremos de mãe e atenções de servo.” nha nasce em 29 de maio de 1867, na cida-
Aproximou-se da família de Dona Glória dizendo-se de de Aracati (CE). Morre no Rio de Janeiro,
7. MANUEL DE OLIVEIRA PAIVA
médico, mas depois confessou a mentira. É um tipo em 1.o de janeiro de 1897.
Nascimento e morte – Manuel de Oliveira
de empregado da casa, porém tratado com a consi- Órfão – Órfão de mãe, Caminha vai para a ca-
sa de parentes, em Fortaleza. Seis anos de- Paiva nasce em Fortaleza, Ceará, em 1861.
deração de parente. Tem mania de expressar-se por Morre no Rio de Janeiro, em 1892, com ape-
pois (1883), muda-se para a casa de seu tio,
superlativos. no Rio de Janeiro, que o matricula na antiga nas 31 anos, sem publicar nenhum livro.

Pádua – É o pai de Capitu, homem baixo e grosso de Escola de Marinha. Obra póstuma – Graças à crítica Lúcia Miguel
Poeta – Em 1886, publica Vôos Incertos (poe- Pereira, vem à luz, em 1952, o romance Dona
corpo, pernas e braços curtos, costas abauladas.
mas). Guidinha do Poço, que logo se incorpora à
Dava-se bem com a família de Bentinho, exceto com
Contista – Em 1887, é promovido a segundo- lista das obras de valor do Naturalismo bra-
José Dias, que lhe atribui o apelido de Tartaruga. É sileiro.
tenente; publica Judite e Lágrimas de um
ajudado várias vezes por D. Gloria. Crente, livros de contos. Personagens – Margarida (Guidinha), Major
Prima Justina – Quadragenária, magra e pálida, bo- Escândalo amaoroso – Em 1888, regressa a Quim (esposo de Guida) e Secundino.
ca fina e olhos curiosos. Gosta de ressaltar os defei- Fortaleza e envolve-se em um rumoroso es-
cândalo: rapta a esposa de um alferes. Em 8. INGLÊS DE SOUSA
tos das pessoas, expondo-os aos olhos alheios.
1890, muito pressionado de todos os lados,
Tio Cosme – Um homem gordo e pesado, tem a res- Caminha demite-se e, com a mulher e duas Nascimento e morte – Herculano Marcos
filhas, segue para o Rio de Janeiro, onde passa Inglês de Sousa nasce em Óbidos (PA), em
piração curta e os olhos dorminhocos. É também
a viver como funcionário público. 28 de dezembro de 1853. Falece no Rio de
viúvo e vive ali desde que D. Glória se torna viúva. É Janeiro (RJ), em 6 de setembro de 1918.
A Normalista – Em 1891, lança seu romance
exímio jogador de gamão, e trata a vida como se
de maior sucesso: A Normalista. Nessa época, Iniciador do Naturalismo – É tido como inau-
fosse uma grande ópera. colabora nos jornais Gazeta de Notícias e O gurador do Naturalismo no Brasil, com o ro-
D. Fortunata – A mãe de Capitu. Morre cedo na his- País. mance O Coronel Sangrado (1877).
tória. Bom-Crioulo – Em 1895, publica seu segun- Obra-máxima – O Missionário (1891), roman-
do romance de sucesso: Bom-Crioulo. ce ambientado na selva amazônica.
Padre Cabral – Amigo de todos, conselheiro sensa-
Tuberculose – Atormentado pelas dificulda- Personagens – Pe. Antônio Morais (vive o
to. O narrador ressalta-lhe o dom do “bom comer”: des financeiras e debilitado pela tuberculose, conflito entre a vocação sacerdotal e o instinto
gosta de uma mesa farta e bem variada. morre precocemente. sexual), Clarinha (mulher por quem o padre
Naturalismo – Adolfo Caminha é considera- se apaixona), Coronel Pimenta (avô de
do um dos principais representantes do Natu- Clarinha).

10