Você está na página 1de 2

TRANSIÇÃO DE IMAGENS COM O MESMO REFERENTE

O ISRAEL DE DEUS EM DUAS PERPECTIVAS: DIVINA E HUMANA

(N)
ANJO

(O) (L) ANJO


ANJO ANJO DO NASCENTE
ORIENTE/LESTE

(S)
ANJO

“Essa identificação fica mais óbvia quando lemos


que o selamento dos crentes em 7.3-8 explica
como podem estar protegidos espiritualmente das
“Os quatro ventos da terra” correspondem aos
calamidades provocadas pelos quatro cavaleiros,
quatro cavaleiros de 6.1-8, por sua vez moldados
as quais devem suportar. A necessidade de se
claramente segundo os cavaleiros de Zacarias
reter os ventos para evitar sua ação nociva é
6.1-8. Os quatro cavaleiros de Zacarias também
evidência de sua natureza rebelde e perversa
são identificados como “os quatro ventos do céu”
(Caird 1966, p. 94; observe que os quatro ventos
(Zc 6.5)
de Jr 49.36 são agentes do juízo divino).”
G. Beale - CUATNT

G. Beale - CUATNT

Prof. Pr. Fabiano Ferreira – Igreja em Philadelphia - EUA


TRANSIÇÃO DE IMAGENS COM O MESMO REFERENTE
O ISRAEL DE DEUS EM DUAS PERPECTIVAS: DIVINA E HUMANA

Para resumir, apresenta-se-nos na visão de Apocalipse 7 a sequência


desrealizada, recriada e ressemantizada semiossimbolicamente da promessa
feita por Deus a Jacó em Gênesis 28.10-15, mais especificamente Gn 28.12-14

12 E sonhou: Eis posta na terra uma escada cujo topo atingia o céu; e
os anjos de Deus subiam e desciam por ela. 13 Perto dele estava
o Senhor e lhe disse: Eu sou o Senhor, Deus de Abraão, teu pai, e
Deus de Isaque. A terra em que agora estás deitado, eu ta darei, a ti e
à tua descendência. 14 A tua descendência será como o pó da terra;
estender-te-ás para o Ocidente e para o Oriente, para o Norte e para o
Sul. Em ti e na tua descendência serão abençoadas todas as famílias
da terra.

Gn 49.8-10 Is 11.1-2 Nm 1 recriado Ez 37.15-23

Ez 37.24-28; Gl 6.16
Jo 1.29 Gn 28.12-14

Prof. Pr. Fabiano Ferreira – Igreja em Philadelphia - EUA