Você está na página 1de 1

3.

EXISTIR
Português Existir é verbo sempre pessoal (ter existên-
cia real; ser; haver). Nessas condições, po-
Professor João BATISTA Gomes
de-se garantir que:
a) a oração tem sujeito (simples ou compos-
to), normalmente posposto ao verbo;
Aula 126
b) o verbo existir é intransitivo;
Concordância Verbal I c) o verbo existir concorda com o sujeito.
Veja construções certas e erradas:
1. FAZER (impessoal)
1. Deve existir fortes razões para a sua de-
Fazer é verbo impessoal (sem sujeito) quan-
sistência. (errado)
do indica: CONCORDÂNCIA ESPECIAL
2. Devem existir fortes razões para a sua de-
a) tempo passado (determinado período de VERBO PARECER
sistência. (certo)
tempo); 4. Deve haver fortes razões para a sua de-
Quando o sentido de parecer é “dar a impressão”,
b) temperatura (estado atmosférico ou fenô- sistência. (certo)
seguido de infinitivo, admite duas construções:
meno meteorológico). 5. Entre nós, não pode existir grandes dife-
renças. (errado) a) Parecer no plural e infinitivo no singular – A
Nessas condições, pode-se garantir que:
6. Entre nós, não podem existir grandes di- concordância é normal, ou seja, só quem se
a) a oração tem sujeito inexistente; ferenças. (certo) flexiona é o verbo parecer (nesse caso,
b) o verbo fazer é transitivo direto; 7. Entre nós, não pode haver grandes dife- auxiliar).
c) o verbo fazer fica sempre na terceira pes- renças. (certo)
soa do singular; Veja exemplos analisados:
8. Sempre existirá vozes discordantes, mas
d) na indicação de tempo decorrido, não acei- estarei otimista. (errado) 1. Os ribeirinhos pareciam temer as
ta o advérbio atrás. 9. Sempre existirão vozes discordantes, mas conseqüências da cheia.
Veja construções certas e erradas: estarei otimista. (certo) Período simples (oração absoluta).
1. Fazem anos que não vou a São Gabriel Verbo parecer: auxiliar.
da Cachoeira. (errado)
4. SER (impessoal)
Ser é verbo impessoal (sem sujeito) quan- Verbo temer: principal e transitivo
2. Faz anos que não vou a São Gabriel da
do indica tempo, data ou distância. Nessas direto.
Cachoeira. (certo)
3. Devem fazer frios terríveis no sul do Bra- condições, pode-se garantir que: 2. Por causa das máquinas, os prédios
sil. (errado) a) a oração tem sujeito inexistente; pareciam tremer.
4. Deve fazer frios terríveis no sul do Brasil. b) o verbo ser é de ligação; Período simples (oração absoluta).
(certo) c) o verbo ser concorda sempre com o pre-
5. Devem fazer uns dez anos que ela me Verbo parecer: auxiliar.
dicativo.
abandonou. (errado) Verbo tremer: principal e intransitivo.
Veja construções certas e erradas:
6. Deve fazer uns dez anos que ela me aban-
1. Era dez horas da manhã quando o desas- b) Parecer no singular e infinitivo no plural –
donou. (certo)
tre aconteceu. (errado) Concordância verbal estranha, mas correta.
7. Podem fazer, se muito, uns três anos que
nos separamos. (errado) 2. Eram dez horas da manhã quando o de- Nesse caso, parecer não é verbo auxiliar:
8. Pode fazer, se muito, uns três anos que sastre aconteceu. (certo) sozinho, constitui a oração principal do
nos separamos. (certo) 3. Eram meio-dia e meia quando ela retornou. período.
9. Estivemos aqui faz mais de dois anos (errado)
Veja períodos analisados:
atrás. (errado) 4. Era meio-dia e meia quando ela retornou.
(certo) 1. Os ribeirinhos parecia temerem as
2. HAVER (impessoal) 5. Devia ser onze horas quando a festa co- conseqüências da cheia.
Haver é verbo impessoal (sem sujeito): meçou. (errado) Período composto por subordinação
6. Deviam ser onze horas quando a festa (duas orações).
a) quando indica tempo passado (determi-
começou. (certo)
nado período de tempo); Oração principal: “parecia” (verbo
7. Hoje, é quinze de maio. (errado)
b) quando significa existir. 8. Hoje, são quinze de maio. (certo) parecer = intransitivo).
Nessas condições, pode-se garantir que: 9. Hoje, é dia quinze de maio. (certo) Oração subordinada substantiva
a) a oração tem sujeito inexistente; subjetiva reduzida de infinitivo: “Os
b) o verbo haver é transitivo direto;
5. CONCORDÂNCIA COM PRONOMES ribeirinhos temerem as conseqüências
c) o verbo haver fica sempre na terceira
DE TRATAMENTO da cheia”.
pessoa do singular; Você, vocês – Todo e qualquer pronome de Período com oração subordinada
d) na indicação de tempo decorrido, não acei- tratamento corresponde, para efeito de con- desenvolvida: “Parecia que os
ta a palavra atrás. cordância, à terceira pessoa. Na prática, po- ribeirinhos temiam as conseqüências da
Veja construções certas e erradas: demos igualar os pronomes de tratamento ao
cheia”.
pronome você(s).
1. Houveram muitas desistências. (errado) 2. Por causa das máquinas, os prédios
2. Houve muitas desistências. (certo) Equívocos – Como os pronomes de tratamen- parecia tremerem.
3. Haviam dúvidas sobre a ação dos polici- to iniciam-se por vossa, (Vossa Senhoria,
ais. (errado) Período composto por subordinação
Vossa Excelência, Vossa Magnificência etc.),
4. Havia dúvidas sobre a ação dos policiais. cria-se a confusão com vós, envolvendo tan- (duras orações).
(certo) to a concordância verbal quanto a nominal. Oração principal: “parecia” (verbo
5. Entre nós, não podem haver aborrecimen- parecer = intransitivo).
Veja construções certas e erradas:
tos. (errado)
1. Vossa Senhoria estais convidado para a Oração subordinada substantiva
6. Entre nós, não pode haver aborrecimen-
inauguração do clube. (errado) subjetiva reduzida de infinitivo: “Os
tos. (certo)
7. Devem haver outros meios para frear a 2. Vossa Senhoria está convidado para a prédios temerem”.
violência urbana. (errado) inauguração do clube. (certo) Período com oração subordinada
8. Deve haver outros meios para frear a vio- 3. Nesse caso, Vossa Excelência estais com
desenvolvida: “Parecia que os prédios
lência urbana. (certo) a razão. (errado)
tremiam”.
4. Nesse caso, Vossa Excelência está com
a razão. (certo)

13