Você está na página 1de 33

ESCOLA

ESCOLA BÍBLICA
BÍBLICA DOMINICAL
DOMINICAL

CONHECENDO
CONHECENDO
O
O TEMPO
TEMPO DO
DO FIM
FIM
O ESTADO PERFEITO ETERNO

Pr. Edmar
DOUTRINA DA RESSURREIÇÃO:

o RESSURREIÇÃO – Ação de ressurgir; vida nova;


renovação; surgir novamente; voltar à vida; tornar a
manifestar-se; viver de novo.
o No Novo Testamento, as palavras Gregas usadas para
Ressurreição:
▪ Anastasis, ressurreição.
▪ Anazao, voltar à vida, viver de novo.
▪ Egeiro, acordar, despertar, levantar.
o Pouco é dito sobre a ressurreição no VT.
o Não há declarações claras a respeito deste assunto
antes do tempo dos profetas.
Jó 19:25 – “Porque eu sei que o meu Redentor vive, e
que por fim se levantará sobre a terra. (26) E depois
de consumida a minha pele, ainda em minha carne
verei a Deus. (27) Vê-lo-ei por mim mesmo, e os meus
olhos, e não outros, o verão; e, por isso, o meu
coração se consome dentro de mim”.
Is 26:19 – “Os teus mortos viverão, os teus mortos
ressuscitarão; despertai e exultai, vós que habitais no
pó, porque o teu orvalho, ó Deus, será como o orvalho
das ervas, e a terra lançará de si os mortos”.
Dn 12:2 – “E muitos dos que dormem no pó da terra
ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para
vergonha e desprezo eterno. (3) Os sábios, pois,
resplandecerão como o resplendor do firmamento; e os
que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as
estrelas, sempre e eternamente”
o Pode-se inferir que a crença da ressurreição esteja
implícita nas passagens que falam numa libertação do
Sheol (Sl 49:15; 73:24,25; Pv 23:14; Jó 19:25,27).

o Jesus declarou que essa doutrina estava implícita em


Êxodo 3:6.

Mt 22:32 – “Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de


Isaque, e o Deus de Jacó? Ora, Deus não é Deus
dos mortos, mas dos vivos”.
o Hebreus dá-nos a entender que até
mesmo os Patriarcas anelavam pela
ressurreição dos mortos.
Hb 11:10 – Porque esperava a cidade que tem
fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus.
14. Porque, os que isto dizem, claramente mostram que
buscam uma pátria. (15) E se, na verdade, se lembrassem
daquela de onde haviam saído, teriam oportunidade de
tornar. (16) Mas agora desejam uma melhor, isto é, a
celestial. Por isso também Deus não se envergonha deles, de
se chamar seu Deus, porque já lhes preparou uma cidade.
RESSURREIÇÃO
RESSURREIÇÃO NO NO NOVO
NOVO TESTAMENTO:
TESTAMENTO:
o O NT está cheio de textos alusivos à ressurreição.
o Em 1Co 15, Paulo fala a respeito deste assunto.
✓ Centralidade da ressurreição para a fé cristã.
✓ Evidencia o caráter universal da ressurreição.
11 Co
Co 15:21
15:21 –– “Porque
“Porque assim
assim como
como aa morte
morte veio
veio
por
por um
um homem,
homem, também
também aa ressurreição
ressurreição dos
dos
mortos
mortos veio
veio por
por um
um homem”.
homem”.
o Revolta dos saduceus: os apóstolos anunciavam “em
Jesus e ressurreição dentre os mortos” (At 4:2).
Jo 11:23 – “Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de
ressuscitar. (24) Disse-lhe Marta: Eu sei que há de
ressuscitar na ressurreição do último dia.
25. Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida;
quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá”;
1 Ts 4:14 – “Porque, se cremos que Jesus morreu e
ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem,
Deus os tornará a trazer com ele”.
o CRISTO, A 1ª RESSURREIÇÃO:
1Co 15:22 – “Porque, assim como todos morrem em
Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.
23. Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias,
depois os que são de Cristo, na sua vinda”.
▪ Como primogênito (primícias) dentre os mortos,
o que aconteceu a Cristo também sucederá a
todos os que nele creram.
▪ A ressurreição de Cristo estabelece uma ordem
na ressurreição dos homens.
a) PRÉ-TRIBULACIONISTAS:
Tribunal Bodas do
de Cristo Cordeiro
2 Co 5:10 Ap 19:7,9

Arrebatamento 2ª vinda de Cristo


secreto da Igreja (c/ a Igreja)

Eternidade
Revelação

Ressurreição
Ressurreição

Juízo
Reinado do Anticristo Final
GRANDE TRIBULAÇÃO MILÊNIO

Somente dos salvos Todos


a) RESSURREIÇÃO PARA A VIDA:
o Ressurreição de todos os salvos, no Arrebatamento.
1 Ts 4:14 – “Porque, se cremos que Jesus morreu e
ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem,
Deus os tornará a trazer com ele”.
b) RESSURREIÇÃO PARA A MORTE: Após o Milênio.
Ap 20:13 – “E deu o mar os mortos que nele havia; e a
morte e o inferno deram os mortos que neles havia; e
foram julgados cada um segundo as suas obras. (14) e
a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo.
Esta é a segunda morte”.
1 Ts 4:15 – Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do
Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do
Senhor, não precederemos os que dormem”.

OS QUE JÁ OS QUE ESTIVEREM


MORRERAM: VIVOS:
o Ressuscitarão o Terão seus corpos
primeiro. transformados.
b) PÓS-TRIBULACIONISTAS:
2ª vinda de Cristo
Revelação Tribunal Bodas do
de Cristo Cordeiro
Arrebatamento Ressurreição
da Igreja dos mortos
Jo 5:28

Eternidade
Juízo
Reinado do Anticristo Final
GRANDE TRIBULAÇÃO MILÊNIO
o O Pós-tribulacionismo ensina que o Arrebatamento
ocorre no final, ou perto do final, da Tribulação.
o Naquela época, a igreja irá encontrar Cristo no ar e em
seguida retornar à terra para o início do Reino de
Cristo na terra.
✓ O Arrebatamento e a Segunda Vinda de Cristo
(para estabelecer o Seu Reino - Milênio)
acontecem quase simultaneamente.
PÓS-TRIBULACIONISTAS – RESSURREIÇÃO GLOBAL:
Jo 5:28 – “Não vos admireis disso, porque vem a hora
em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua
voz e sairão: (29) os que tiverem feito o bem, para a
ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal,
para a ressurreição do juízo”.
2 Ts 1:6 – “Se de fato é justo diante de Deus que dê em
paga tribulação aos que vos atribulam”,
o “AQUELE DIA” (Mt 7:22; 2 Ts 1:10; 2 Tm 1:12).

o “O DIA DO JUÍZO” (Mt 11:22).


o “O DIA DA IRA” (Rm 2:5).

O JUÍZO DE DEUS:
PERSPECTIVA PRÉ-TRIBULACIONISTA:
a) TRIBUNAL DE CRISTO:
▪ Julgamento das obras dos crentes, após o
Arrebatamento Secreto, antes da Revelação (Zc 14:5,
Cl 3:4; Jd 1:14).
✓ Para todos os salvos da Igreja (Rm 14:10-12; 1Co
3:11-15; 2Co 5:10).
✓ Resultando não em salvação/condenação, mas sim
em recompensas e galardões.
b) JULGAMENTO DOS GENTIOS que estiverem vivos a
segunda fase da volta de Cristo, após a Grande
Tribulação.
Também haverá o JULGAMENTO DE ISRAEL
imediatamente antes do Milênio.
c) JUÍZO FINAL ou TRONO BRANCO – Julgamento geral
de todos os ímpios que já morreram desde o início,
dos crentes que morreram durante e após o Milênio, e
todos que estiverem vivos na ocasião.
PERSPECTIVA PÓS-TRIBULACIONISTA e AMILENISTA:
o Haverá apenas um único julgamento, que é o JUÍZO
FINAL, onde serão julgados tanto os ímpios quanto os
santos de todas as épocas, além também dos anjos
caídos.
o Os santos passarão por esse julgamento, mas não
para condenação, pois estarão justificados pelos
méritos de Cristo.
o PROPÓSITO:
▪ Mostrar a soberania e a justiça de Deus, para que
Ele seja glorificado.
o COMO OS HOMENS SERÃO JULGADOS:
▪ Bem-aventurança eterna ou a condenação eterna
dependerá se a pessoa estiver sido justificada em
Cristo.
▪ Fora de Cristo não nenhuma hipótese de salvação
(Jo 3,18; 5:24).
o DIFERENTES GRAUS DE CASTIGO:
▪ De acordo com a quantidade de
conhecimento que a pessoa recebeu
e como ela usou esse conhecimento.

Rm 2:12 – “Porque todos os


que sem lei pecaram, sem lei
também perecerão; e todos os
que sob a lei pecaram, pela lei
serão julgados”.
Lc 12:47 – “E o servo que soube a vontade do seu
senhor, e não se aprontou, nem fez conforme a sua
vontade, será castigado com muitos açoites;
48. Mas o que a não soube, e fez coisas dignas de
açoites, com poucos açoites será castigado. E, a
qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao
que muito se lhe confiou, muito mais se lhe pedirá”.
o CARACTERÍSTICAS DO CASTIGO:
2Ts 1:8 – “Com labareda de fogo, tomando vingança
dos que não conhecem a Deus e dos que não
obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo;
9. Os quais, por castigo, padecerão eterna perdição,
longe da face do Senhor e da glória do seu poder”,
▪ Uma existência eterna e consciente, longe da
presença do Senhor (Mt 7:23; 8:12; 25:30,41).
o DIFERENTES GRAUS DE RECOMPENSA p/ os salvos:
1 Co 3:12 – “E, se alguém sobre este fundamento
formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas,
madeira, feno, palha, (13) a obra de cada um se
manifestará; na verdade o dia a declarará, porque
pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja
a obra de cada um.
14. Se a obra que alguém edificou nessa parte
permanecer, esse receberá galardão”.
o QUEM SERÁ O JUIZ:
▪ Deus, por meio do Cordeiro, Jesus Cristo, será o
Juiz.
▪ A honra de julgar os vivos e os mortos foi concedida
a Cristo (Dn 7:13; Mt 25:31,32; 26:64; 28:18; Jo
5:27 e Fl 2:9,10).
o SEUS ASSISTENTES:
▪ Os Anjos (Mt 13:41,43).
▪ Os Santos (1Co 6:2,3; Mt 19:28; Lc 22:30).
o DO DIABO (E SEUS ANJOS): Tormento literal, terrível e
eterno, no lago de fogo (Mt 25:4; 8:9; 2Pd 2:4; Jd 6; Ap
20:10).
o DOS SALVOS é a eterna comunhão com Deus no Novo
Céu e Nova Terra (Ap 21; 22).
o DOS ÍMPIOS é a condenação eterna no lago de fogo,
que é o Inferno em seu estado final, juntamente com
Satanás e seus anjos (Mt 3:12; 18:8; 25:41; Mc 9:43;
Lc 3:17; Jd 6:7; Ap 14:9-11; 20:10).
O NOVO CÉU E A NOVA TERRA:
Is 65:17 – “Porque, eis que eu crio novos céus e nova
terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas,
nem mais se recordarão”.
o Há muitos mistérios sobre esse estado futuro.
o Entre os estudiosos existe uma discussão.
O universo será totalmente O presente universo
destruído, e Deus fará não será destruído,
novamente tudo do zero. mas renovado.
o Serão absolutamente perfeitos, livres do pecado e sua
maldição.
o Purificados de todos os efeitos do pecado sobre a
criação serão completamente removidos (Ap 21:1,2).
2Pe 3:12 – “Aguardando, e apressando-vos para a
vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se
desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?
13. Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos
novos céus e nova terra, em que habita a justiça”.
o O universo que conhecemos
estará totalmente rejuvenescido.
Ele existirá em toda sua plenitude,
onde a criação estará realizada
em completa potencialidade (Rm
8:20-22).
o Esse estado futuro será
incalculavelmente superior aos
dias do Jardim do Éden antes da
queda.
A NOVA JERUSALÉM:
o Há diferentes opiniões sobre esse tema:
▪ Alguns interpretam a descrição da Nova Jerusalém em
Ap 21:2-22 como literal.
✓ O muro têm 144 côvados de altura.
✓ Cidade de ouro puríssimo e pedras preciosas.
✓ Não terá nem sol nem lua, sendo iluminada pela
glória de Deus.
✓ Não terá templo: seu templo será a Senhor Deus e
o Cordeiro.
▪ Há também os que interpretam a Nova Jerusalém
como uma cidade literal, mas considera que a
descrição é simbólica.
▪ Estilo literário do livro do Apocalipse, rico em
simbologia – descrição da Nova Jerusalém obedece a
esse padrão, onde uma realidade indescritível é
revelada através de símbolos.
o Já durante o milênio, a Jerusalém Celestial pairará
suspensa nos céus, sobre a Jerusalém Terrestre (Ez
40-46).
o Será a morada eterna do Deus triuno e de TODOS os
salvos (Hb 11:10,14,16).
o Será o local de suprema e eterna bênçãos, iluminado
pela glória de Deus, com o trono de Deus e do
Cordeiro, o rio puro da água da vida, e a árvore da
vida.
Pr. Edmar Roberto dos S. Mota
emota59@yahoo.com.br
(91) 9333-9661 / (21) 97203-5509

Você também pode gostar