Você está na página 1de 5

ESCOLA MUNICIPAL GERALDA MÁRCIA PEREIRA GONÇALVES

RECUPERAÇÃO 2ª ETAPA /Língua Portuguesa

ALUNO (A):__________________________________Turma: 7º ano:7 e 8


PROFESSOR(a):CIDADATA: ______ /______ /_____Nota:_______

Água

 Ouvi dizer que a água é insípida, inodora e incolor.

Como assim é insípida,


Se minha sede discorda
E só tem prazer em seu sabor?

Como seria inodora,


Se amo e conheço o cheiro da chuva
Que cai depois de longa estiagem?

E como será incolor,


Se em cada mínima gotícula,
Há um arco-íris sonhando em sair?

Roberto F. de Amorim. Disponível em http://www.smalltalk.com.br/blogs/poesias.


VOCABULÁRIO: (insípida) sem sabor, que não possui gosto; sem-graça, enfadonho, monótono.

QUESTÃO 01- O texto acima pertence ao gênero textual poema. Assinale a única alternativa
que comprova tal fato:
    A) É escrito em versos e dividido em estrofes, apresenta rimas e expõe sentimentos e
emoções.
    B) Não é escrito em versos, possui rimas e é dividido em estrofes.
    C) É escrito em versos e dividido em estrofes, não apresenta rimas e expõe sentimentos e
emoções.
    D) Expõe sentimentos e emoções e não é escrito em versos.

QUESTÃO 02- “... conheço o cheiro da chuva que cai depois de longa estiagem?” Na frase, a
expressão grifada se refere a:
    A) cheiro B) chuva C) estiagem D) arco-íris

QUESTÃO 03- A água desperta, no autor, vários sentimentos. Dentre esses sentimentos
podemos perceber no poema, sentimentos de:
    A) tristeza B) desamor C) alegria D) dor

QUESTÃO 04- De acordo com o poema que fato faz com que a água se torne saborosa?

CASA DE PET E ISOPOR


A construção de 4 moradias é suficiente para consumir 5.000 garrafas PET e 120m³ de isopor
que iriam para o lixo. Essa tecnologia, desenvolvida pelo CEFET – Centro Federal de Educação
Tecnológica do Paraná, produz blocos fabricados com cimento, areia, isopor em vez de brita e
garrafas de refrigerante (PET). A estrutura dos blocos dispensa ainda o uso de diversos itens na
construção, como o chapisco e o reboco; gerando ainda mais economia de mão-de-obra e
energia, e barateamento em cerca de 30% o custo final da obra.
(Revista Semeando - Edição anual – ano 2 – 2007- pág. 38)

QUESTÃO 05-Esse texto indica que o uso de PET e isopor em construções:


(A) resolve o problema de moradia. (B) é bom para o meio ambiente.
(C) gera empregos. (D) economiza tempo.

O FIM DE SAPOS, RÃS E PERERECAS

“Para muita gente, sapos, rãs e pererecas podem lá não ter graça. Mas os anfíbios são
essenciais à vida de florestas, restingas e lagoas, só para citar alguns ambientes. E o problema
é que estão desaparecendo sem que cientistas saibam explicar o por quê. O fenômeno é
conhecido há anos, mas tem se agravado muito. Sobram explicações — vírus, redução de
habitat e mudanças climáticas, por exemplo — mas ainda não há resposta para o mistério, cuja
consequência é o aumento do desequilíbrio ambiental. Para tentar encontrar uma solução,
cientistas começaram a se reunir no Rio.”
O Globo. Rio de Janeiro, 23/06/2003.

QUESTÃO 06- Ao se referir ao desaparecimento de sapos, rãs e pererecas, o texto alerta para:
(A) o perigo de alguns ambientes ameaçados.
(B) a falta de explicação dos cientistas.
(C) as explicações do mistério da natureza.
(D) o perigo do desequilíbrio do meio ambiente.

VIVA O POVO BRASILEIRO

O país tem fama de não cuidar da ecologia. Vide as queimadas na Amazônia. Além disso, em
reciclagem de vidros o Brasil foi reprovado num ranking do Instituto Worldwatch. Assim, parece
soar estranho o país bater o recorde mundial em reciclagem de latas. De cada 100 latinhas de
bebida, 65 voltam para a indústria. É que há 125.000 brasileiros suando na coleta de latas
usadas. Esse exército de subempregados embolsou 80 milhões de dólares em 1998.
VEJA. São Paulo: Ed. Abril. Ano 32, nº 17, 28 abr. 1999.
 
QUESTÃO 07- O sucesso na reciclagem de latas tem como causa:
(A) o problema das queimadas na Amazônia.
(B) a reciclagem nacional de vidros.
(C) o trabalho das pessoas subempregadas.
(D) o investimento em moeda estrangeira.

Questão 08- Nas frases abaixo assinale V(verdadeiro) e F(Falso) e marque a opção que
completa a sequência correta:

( ) O discurso direto é caracterizado por ser uma transcrição exata da fala das personagens,
sem participação do narrador.
( ) O discurso indireto é caracterizado por ser uma intervenção do narrador no discurso ao
utilizar as suas próprias palavras para reproduzir as falas das personagens.
( ) “A aluna afirmou: - Preciso estudar muito para o teste.” O enunciado entre aspas está no
discurso direto.
(A)V, F, V. (C) V,V,F.
(B)V, V, V. (D) F, V,F.

QUESTÃO 09- Marque a única opção em que todas as palavras sejam completadas com X :
A) en...oval - ...ingar - en...ugar
B) pu...ar - a .....atar - e....clarecer
C) bai...o - e....pontâneo - e.....ceto
D) amei...a - cartu...o - trou...a
QUESTÃO 10- Dadas as palavras:
1. taboada
2. ameniza
3. meretissimo
Constatamos que está (estão) correta (s):
a) Apenas a palavra nº 1;
b) Apenas a palavra nº 2;
c) Apenas a palavra nº 3;
d) Todas as palavras.
QUESTÃO 11 - Complete com a letra “g” ou com a letra “j”, depois marque a alternativa que
completa a sequencia:
Tra___etória cere__a t__ela lo_ista
A) j, j, g, j C) j, j, j, j.
B) g, j, g, j. D) g, g, g g.

QUESTÃO 12. Marque a opção que preencha corretamente as lacunas da frase:


Ofendido com a ............ do homem, ........... de ................... .
a) rispidês, tachou-o, mau-educado
b) rispidêz, taxou-o, mal-educado
c) rispidês, taxou-o, mal-educado
d) rispidez, tachou-o, mal-educado

Leia o texto a seguir para responder as questões 4, 5 e 6. 


Enchente isola cidade e deixa 600 desabrigados no
Vale do Ribeira

DE SANTOS - As chuvas fortes na região do Vale do Ribeira, no interior de São Paulo, desde a
manhã de ontem, elevaram o nível do rio Ribeira de Iguape em quase 12 metros, deixaram
quase 600 pessoas desabrigadas na região e isolaram o município de Ribeira. Não houve
registro de mortes. Ontem, os acessos à cidade, tanto pelo Estado de São Paulo quanto pelo
Paraná, estava interditados, segundo a Defesa Civil municipal. As cerca de cem pessoas
atingidas na cidade foram abrigadas em um ginásio. No município de Itapirapuã Paulista,
ocorreram deslizamentos de encostas. A Defesa Civil local iniciou a retirada de famílias das
áreas de risco. 
Fonte: Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff0208201120.htm .
Acesso em: 02
ago 2011.

QUESTÃO 13. Considerando os aspectos formais do texto, pode-se classificá-lo como


      (A) uma notícia.  (B) uma carta.  (C) um relato.  (D) um aviso.
QUESTÃO 14. Em “ Os acessos à cidade (...) estavam interditados ”, a palavra destacada é
entendida como
     (A) liberados.   (B) fechados.   (C) alagados.   (D) facilitados.

QUESTÃO 15. Ao escrever o texto, o autor usa uma linguagem formal para
     (A) adequá-la ao meio de comunicação utilizado. (B) reproduzir o próprio jeito de falar.
     (C) provar que é diferente do leitor (D) revelar intimidade com o leitor.

OS RIOS PRECISAM DE UM BANHO

A população das cidades esquece a importância dos rios e os utilizam como cestas de lixo.
O resultado muita gente já deve conhecer: enchentes! Com tanto entulho, os canais de
drenagem – isto é, o caminho que as águas percorrem morro abaixo, acabam ficando entupidos
e causando inundações em dias de chuvas fortes. Para evitar as enchentes – que, além da
destruição, trazem doenças –, a solução é não jogar lixo nos rios. O lugar das coisas que não
queremos mais sejam chinelos, garrafas ou até eletrodomésticos, é a lata de lixo!

QUESTÃO 16- O texto trata:


(A) da poluição dos rios. (B) da poluição das indústrias.
(C) da reciclagem do lixo. (D) do desperdício de água.

MICRÓBIOS - AMIGOS OU INIMIGOS? MATAM OU ENGORDAM?

Tem uma coisa que os adultos dizem que eu tenho certeza de que aborrece as crianças:
“Vá lavar as mãos antes de comer! Ela está cheia de micróbios. Não coma esse troço que caiu
no chão! Lave logo o machucado, senão os micróbios tomam conta!” Daí a criança vai logo
pensando: “Coisa chata essa de micróbio!” E os micróbios vão ficando com essa fama de
monstrinhos, sempre prontos a atacar em caso de desleixo. Mas sem micróbios e bactérias
também não dá para viver, porque há um montão deles que são essenciais para manter vida em
nosso planeta. Quando a gente vai lavar as mãos antes de comer fica até meio desapontado,
pois não vê micróbio nenhum. E acha aquilo um exagero. É que os micróbios são microscópicos.
Atualmente são considerados micróbios ou microorganismos os fungos, as bactérias, os
vírus, algumas algas e os protozoários. Os micróbios - não há como negar - são responsáveis
por uma série de aborrecimentos: gripe, sarampo, tifo, malária, febre amarela, paralisia infantil
e um bocado de coisas mais.
Mas também há inúmeros micróbios benéficos, que decompõem o corpo morto das plantas
e animais, transformando suas moléculas complexas em moléculas pequenas, aproveitáveis na
nutrição das plantas. O vilão de nossa história, portanto, não é totalmente malvado. Se ele
desaparecesse, nós também acabaríamos junto com ele.

QUESTÃO 17. O tema do texto é:


(A) a chatice dos micróbios. (B) a falta dos micróbios.
(C) o papel dos micróbios. (D) o desaparecimento dos micróbios.

BOA PROVA!!
CIDA.

Você também pode gostar