Você está na página 1de 7

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO – UCDB

CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS


CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO

FRANCO JURIATI

A EFICÁCIA DOS EMPREENDIMENTOS


MULTIFUNCIONAIS NO CENÁRIO ECONÔMICO E SOCIAL
DOS BRASILEIROS

Campo Grande – MS
UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO – UCDB
CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS
CURSO DE GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO

Título do Trabalho: A Eficácia dos empreendimentos multifuncionais no cenário


econômico e social dos brasileiros.

Autores: Franco Juriati

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como


exigência para a obtenção do grau de Bacharel em
Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Católica Dom
Bosco (UCDB), sob a orientação do Prof. Me. Gustavo
Shiota

Aprovada em:

Banca examinadora:

Prof. Dr.:

Prof. Me.:

Prof. Esp.:

Campo Grande/MS
2020
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO – TEMA E PROBLEMATIZAÇÃO.......................................

2. JUSTIFICATIVA..........................................................................................................

3. OBJETIVOS..................................................................................................................
3.1 GERAL................................................................................................................
3.2 ESPECÍFICOS...................................................................................................

4. METODOLOGIA DA PESQUISA..............................................................................

5. PROPOSTA

REFERÊNCIAS.................................................................................................................
.
4

1. INTRODUÇÃO – TEMA E PROBLEMATIZAÇÃO

Este trabalho possui o objetivo de apresentar alguns aspectos relevantes sobre os


empreendimentos multifuncionais considerando o contexto econômico e social do
Brasil nos dias atuais.

Diante do atual cenário das cidades urbanas, considerando as continuas


alterações na economia, urbanização e tecnologia, conjuntamente com os hábitos e
necessidades diárias da população como um todo, é possível verificar um crescente
aumento na criação de medidas alternativas de desenvolvimento na qualidade de vida
nos centros urbanos.

Na busca pela melhoria na qualidade de vida da população, os profissionais da


área de arquitetura e urbanismo criam soluções para conjugar diversas atividades
rotineiras em um mesmo projeto. Sendo assim, torna-se relevante priorizar a
multifuncionalidade que o avanço da tecnologia proporcionou, otimizando-se, dessa
forma, a produtividade, o tempo e até mesmo o lazer.

Dito isso, no decorrer do presente trabalho serão apresentados alguns exemplos


práticos da criação de edifícios multifuncionais no Brasil, bem como algumas
peculiaridades a serem consideradas tendo em vista o atual cenário nacional. Outrossim,
vale tecer alguns esclarecimentos acerca da origem e evolução da ideia de se projetar
edifícios dessa natureza.

A despeito da extensão do tema tratado, objetiva-se como, foco principal,


apresentar e discutir as múltiplas vantagens e desvantagens em se executar um projeto
que se caracteriza como instrumento inovador e funcional, porém, se considerarmos a
atual situação econômica e social do país, pode, ao mesmo tempo, acentuar a
problemática da desigualdade e acabar gerando o efeito contrário ao pretendido pelo
movimento moderno.

É esta a problematização que se pretende implantar no projeto. Nesse sentido,


quais seriam as medidas mais eficazes para promover a popularização dessa tipologia
arquitetônica tão bem desenvolvida, teoricamente?
5

2. JUSTIFICATIVA

Como apresentado anteriormente, o objetivo da pesquisa esta centrado na


popularização dos edifícios multifuncionais, partindo do ponto da realização de políticas
publicas para disseminar o conhecimento acerca dos benefícios e vantagens existentes
nas novas técnicas desenvolvidas dentro da arquitetura e do urbanismo.

É notória a complexidade e extensão do tema tratado, todavia ao observar o atual


contexto político-social em que os pais esta inserido, mostra-se indispensável uma
analise e reflexão sobre as possibilidades de implementação desta tipologia
arquitetônica nos centros urbanos.

Afinal, quais classes econômicas se beneficiariam com o desenvolvimento desta


técnica?

Muito se discute acerca dos efeitos causados pela junção das atividades
rotineiras, como trabalho, lazer e descanso dentro de uma única estrutura
multifuncional. Nessa toada:

“Os edifícios multifuncionais podem ser tanto um instrumento de


segregação urbana, quanto podem contribuir para a integração e
requalificação dos espaços urbanos. Existem edifícios multifuncionais
que se fecham para a cidade e funcionam como um organismo
independente, tais como o shopping centers e hipermercados. Outros,
no entanto, integram seus espaços internos ao espaço urbano, sendo
assim influenciados e influenciando o entorno imediato1”.

A multifuncionalidade dos edifícios urbanos esta atrelada a solução do caos


urbano das grandes metrópoles. A fusão de uso, não apenas nas regiões nobres e
centrais, mas também nas periferias das cidades se configura como resolução dos

1
FERREIRA, Thayana Hoth. Edifícios Multifuncionais (Híbridos). Webartigos, 2014. Disponível em:
https://www.webartigos.com/artigos/edificios-multifuncionais-hibridos/121911. Acesso em: 23 de março
de 2020.
6

problemas de aglomeração intensa. Sobre o tema, destaca-se um trecho retirado do


trabalho submetido ao III Simpósio Internacional de Gestão de Projetos (III SINGEP)2:

“Cabe às três esferas do poder público criar medidas e destinar


recursos, estimulando construções com este perfil. A mescla gera
emprego, aumento na economia, lazer e entretenimento. Com isto,
caminha-se em direção ao conceito da sustentabilidade, evitando-se a
degradação em curto prazo que normalmente caracteriza os
empreendimentos populares.”

Sendo assim, o que se busca como o presente estudo é apresentar as vantagens


dos empreendimentos multifuncionais, porém, ressaltando-se alguns pontos
socioeconômicos relevantes a serem considerados.

3. OBJETIVOS

3.1. GERAIS

O objetivo principal e universal da pesquisa é analisar as características e


peculiaridades acerca das construções multifuncionais e apresentar ao leitor uma
perspectiva do tema à luz do atual contexto social e econômico vivenciado no Brasil.

3.2 ESPECÍFICOS

Para se chegar ao objetivo principal deste estudo, serão necessárias algumas


reflexões. Entre elas: Como surgiu a ideia de verticalizar e fundir as atividades
exercidas pelo homem; Como esta tipologia arquitetônica pode facilitar a vida das
pessoas; A inserção deste tema no cenário brasileiro e, nesse sentido, quais seriam as
medidas necessárias a serem tomadas para se implementar estes empreendimentos de
maneira eficaz

4. METODOLOGIA

2
RODRIGUES, Giselly Barros; SCABBIA, André Luiz Gonçalves. A importância dos
empreendimentos multifuncionais nas grandes metrópoles. Mirage, 2015. Disponível em:
http://repositorio.uninove.br/xmlui/handle/123456789/858. Acesso em: 23 de março de 2020.
7

Para atingir os objetivos desta pesquisa serão utilizados como base metodológica
a análise de artigos científicos e outros materiais escritos referentes as áreas de
arquitetura e urbanismo, economia e sociologia.

Será um processo extenso e complexo, visto que a pesquisa científica requer


uma investigação apurada e precisa ser apresentada de forma alinhada de acordo com as
normas técnicas vigentes.

5. PROPOSTA

Propõe-se analisar os possíveis impactos sociais e econômicos da construção de


empreendimentos multifuncionais no Brasil, enfatizando suas características e origem
histórica.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

RODRIGUES, Giselly Barros; SCABBIA, André Luiz Gonçalves. A importância dos


empreendimentos multifuncionais nas grandes metrópoles. Mirage, 2015. Disponível em:
http://repositorio.uninove.br/xmlui/handle/123456789/858. Acesso em: 23 de março de 2020.
FERREIRA, Thayana Hoth. Edifícios Multifuncionais (Híbridos). Webartigos, 2014.
Disponível em: https://www.webartigos.com/artigos/edificios-multifuncionais-hibridos/121911.
Acesso em: 23 de março de 2020.

Você também pode gostar