Você está na página 1de 51

FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

SANKHYA GESTÃO DE NEGÓCIOS


MGE/MITRA

Barras Laterais

SANKHYA Business Partners


Copyright © 2002 SANKHYA Tecnologia em Sistemas Ltda.
Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução parcial ou total por qualquer meio, seja este eletrônico, mecânico, de fotocópia, de gravação, ou outros, sem prévia autorização, por
escrito da SANKHYA Gestão de Negócios
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Objetivo e descrição do Módulo ................................................................................................................... 5


Criação do Layout ........................................................................................................................................ 5
Conceitos importantes ...................................................................................................................................6
Exemplo de arquivo TXT para o MGE ...............................................................................................................8
Campos Fixos e Variáveis ..............................................................................................................................9
Utilizando o Help On Line do Sistema ...........................................................................................................9
Formatação do cabeçalho .......................................................................................................................... 13
Formatação dos Itens ................................................................................................................................ 15
Formatação do rodapé ............................................................................................................................... 18
Impressão do documento .......................................................................................................................... 18
Associação do Modelo à operação - Impressoras\Modelo de Documento\Tipo de Impressoras ........................... 22
Impressão de “Outro” Modelo .................................................................................................................... 25
Testes e Validação do Modelo ....................................................................................................................... 26
Quantidade de linhas por polegada ............................................................................................................... 26
Compactação e descompactação do documento.............................................................................................. 26
Funções Especiais ...................................................................................................................................... 27
Função IF .................................................................................................................................................. 27
Entendendo a sintaxe do IF no arquivo TXT: ............................................................................................... 29
As variáveis no MGE e Mitra têm um tamanho fixo. ...................................................................................... 30
Impressão de Outro Campo ...................................................................................................................... 33
Função Copy .............................................................................................................................................. 34
Sintaxe da função Copy ............................................................................................................................ 35
Exemplo da aplicação desta função nas variáveis dos itens ........................................................................... 36
Função Left e Right ..................................................................................................................................... 40
Agrupando variáveis e\ou funções ............................................................................................................. 42
Função Linha.............................................................................................................................................. 43
Filtros no TXT .......................................................................................................................................... 43
Função ***INICIO POSICIONAL*** e *** FIM POSICIONAL*** ....................................................................... 44
Função DESPREZAR LINHA em BRANCO ........................................................................................................ 44
Função TROCAESP ...................................................................................................................................... 46
Impressão de Campos que não possuem variáveis. ................................................................................... 48
Função PAD ............................................................................................................................................ 50
IMPRESSÃO DE HOLLERIT ......................................................................................................................... 51
Ordenação dos itens do pedido a partir dos ‘Campos Adicionais’. .............................................................. 51

-3-
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

OBJETIVO E DESCRIÇÃO DO MÓDULO

O Propósito desta apostila é capacitar o usuário na formatação e impressão de documentos que


dependem de TXT’s.

O que é um arquivo TXT?


É um arquivo texto que contém algumas variáveis para impressão de alguns documentos lançados no
sistema como: notas fiscais, pedido, boleto bancário, duplicata, etc.
Dentro do arquivo TXT o usuário pode configurar:
 o layout de impressão de duplicatas;
 o layout de impressão de nota fiscal conforme formulário disponibilizado pela gráfica;
 o layout de impressão de pedido;
 o layout de impressão de uma boleta, etc.

CRIAÇÃO DO LAYOUT

Os TXT’s são arquivos do tipo texto composto por variáveis previamente programadas e que servem para
posicionar os campos que serão impressos de acordo com cada formulário.

Para formatação de um arquivo txt, pode-se utilizar qualquer editor de texto, como por exemplo, o “Bloco
de Notas” ou o “Textpad”.
Dentro do arquivo txt existe vários campos, que são as variáveis do sistema e que retornarão um valor
conforme o pedido que esteja sendo impresso.
Alguns campos são constantes, ou seja, campos fixos dentro do próprio arquivo.

Qual a diferença entre uma variável e um campo fixo em um arquivo txt?

Observe o campo ‘Pedido de Venda Número’ na imagem a seguir. Este é um campo fixo existente no
arquivo txt. Logo em frente há uma ‘variável’.
Por que se sabe que é uma variável?

Porque toda variável do sistema começa com: &(e-comercial)

-5-
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Variável

Campo Fixo

No exemplo da imagem acima a variável ‘numped’, irá retornar o “Número do Pedido” que será
impresso. Esta variável retorna um número diferente conforme o pedido que esteja sendo impresso.
O mesmo ocorre para os campos do cabeçalho da nota.

CONCEITOS IMPORTANTES

Variáveis: são áreas previamente programadas para imprimir valores que variam de acordo com o
contexto. Sempre começam com “&” e os dados a serem impressos serão recolhidos da Nota.
Por exemplo, na impressão de uma nota, na qual o cliente seja o “Comercial Pereira LTDA”, a variável
“&nomcli” retornará “Comercial Pereira LTDA” na nota impressa. Se houver outra nota com o cliente
“Indústria de Móveis S.A” a variável “&nomcli” retornará “Indústria de Móveis S.A” na nota impressa.

Constante: Para colocar textos fixos, constantes no TXT. Basta digitar o texto no TXT e o documento
impresso apresentará o que foi digitado.

Macro: é uma seqüência de comandos e funções utilizadas sempre que o usuário precisar executar
algumas tarefas no TXT.

-6-
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

No MGE\Mitra todo arquivo TXT deve conter, na primeira linha do arquivo, a seguinte macro:
*** SIADE ***.

Já a linha dos itens deve ficar entre a macro:

*** INICIO ITENS ***


Variáveis dos itens
Macro
*** FIM ITENS ***

Macro

-7-
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

EXEMPLO DE ARQUIVO TXT PARA O MGE

Um TXT de um pedido de venda é composto de três partes:

Cabeçalho- parte do TXT para colocar a Natureza da Operação’, Informações sobre a Empresa, os
Dados do cliente e o Endereço de Entrega.

Itens-parte do TXT para colocar os ‘Itens’, sejam estes Produtos, Serviços ou Matérias Primas. Esta
parte do TXT contém informações sobre os itens do pedido como: a unidade, quantidade, descrição,
valor unitário e valor total do produto.

Rodapé- parte do TXT para colocar os ‘Dados da transportadora’ e ‘Impostos’. No Rodapé do TXT
geralmente encontram-se os totalizadores como: valor total do pedido, dados do financeiro do pedido,
observações, etc.

Cabeçalho

Itens

Rodapé

-8-
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

CAMPOS FIXOS E VARIÁVEIS

No cabeçalho do pedido têm-se os campos constantes, como: Empresa, Endereço, Bairro, Cidade,
Estado, CGC e Inscrição Estadual.
Na frente de cada campo fixo, temos as variáveis.

CAMPOS FIXOS

VARIÁVEIS

Observe o exemplo acima:

A variável “&razsoc”, retornará a razão social da empresa.


Depois do campo fixo ‘Endereço’ temos a variável “&endemp”, que retornará o endereço da empresa.

A diferença de configuração de um “TXT de Pedido”, para um “TXT de Nota Fiscal” é que os campos
fixos, como por exemplo, ‘Empresa’, foram configurados no “Pedido” e quando se pega um formulário de
“Nota Fiscal”, os nomes fixos já estão no formulário. O que se configura é simplesmente a “variável” que
vai preencher o campo.

O exemplo da imagem acima é de um “TXT de Pedido” que será impresso em uma folha branca.
Portanto, além de preencher os campos com as “Variáveis”, também se configura os “Campos Fixos”,
para que fique claro na hora da impressão, ao que corresponde cada informação.

UTILIZANDO O HELP ON LINE DO SISTEMA

Onde o usuário consultará ao que corresponde cada variável?


Se a empresa estiver configurando o “TXT de Pedido” sem usar nenhum modelo que a Sankhya
disponibiliza. Onde será feita a consulta das variáveis que o sistema disponibiliza?

-9-
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Existe Help de todas as variáveis do sistema. Esse Help está acessível tanto para o cliente, quanto para
consultores e monitores da Sankhya que estejam em campo para fazer a configuração de um arquivo
TXT.

O usuário deve entrar na Ajuda On-line, clicando no ícone ou nas telas do MGE\Mitra

Pelo Help o usuário poderá pesquisar as variáveis através da aba “Localizar” da Ajuda do MGE/Mitra,
buscando por “Variáveis de TXT”:

- 10 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Ou ainda pelo “Índice” da Ajuda do MGE/Mitra:

- 11 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Este é o arquivo de Help do MGE/MITRA.

O arquivo de Help é separado por blocos, onde se encontram as variáveis:


*Bloco referente às variáveis da Empresa
*Bloco referente às variáveis que correspondem aos Dados do Cliente, entre outras...

- 12 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

FORMATAÇÃO DO CABEÇALHO

No cabeçalho do TXT pode-se colocar:

1) *** SIADE *** - todos os arquivos modelos do MGE devem conter em sua primeira linha e primeira
coluna esta macro.

Por que a função SIADE é obrigatória na primeira linha do arquivo TXT?


A macro “SIADE” é uma forma, do próprio sistema, identificar que o arquivo TXT realmente pertence ao
sistema.

Todo arquivo TXT do sistema, tem de ter na primeira linha e no primeiro byte a macro SIADE,
exatamente da forma do arquivo modelo (três asteriscos, espaço, SIADE maiúsculo, espaço, três
asteriscos).
Se o TXT configurado estiver perfeito, com todas as variáveis e campos fixos corretos, mas, não for
colocada essa macro, o sistema simplesmente não imprimirá o documento.

2) ORDEM - Ao mandar um arquivo TXT, por exemplo, um “Pedido”, pode-se configurar qual a forma de
ordenação dos “Itens do Pedido”. A função ‘Ordem’ varia de 0 a 4, onde zero corresponde à seqüência
do item.
Se no arquivo TXT o usuário colocasse Ordem = 0, os itens serão impressos conforme a seqüência em
que foram cadastrados no Pedido. Por exemplo, se o “Produto 10” foi cadastrado após o “Produto 100”,
ao imprimir esse pedido, o “Produto 10” sairá depois do “Produto 100”.
Se o arquivo tiver a Ordem = 1, o sistema ordenará os itens por ordem alfabética dos produtos.
Se informasse Ordem = 2, o pedido seria primeiramente ordenado por local. Quem trabalha com
“Controle de Estoque” por “Local” e deseja que os produtos sejam ordenados por local e depois por
descrição do produto, deve utilizar a Ordem = 2.

- 13 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Com a Ordem = 3, o sistema ordenará pelo código do produto, em ordem crescente.


Se a Ordem = 4, o sistema ordenará pelo código do grupo de produtos e depois pelo código do
produto.

ORDEM=n onde n varia de 0 a 4 representando:


0 = TGFITE.SEQUENCIA
1 = TGFPRO.DESCRPROD
2 = TGFPRO.LOCALIZACAO, TGFPRO.DESCRPROD
3 = TGFITE.CODPROD
4 = TGFPRO.CODGRUPOPROD, TGFITE.CODPROD

3) AGRUPA=x - onde “X” pode ser “S” para agrupar Produto, “L” para Local, “C” para Controle e “N”
para não Agrupar.
Em uma impressão de “Pedido de Venda”, podem-se agrupar os itens.
Por exemplo, se o “Produto 10” foi cadastrado duas vezes no pedido e ao enviar para impressão
deseja-se que o produto seja impresso uma única vez no arquivo TXT, configura-se a opção
Agrupa = S. Assim, o produto será impresso apenas uma vez, somando-se a quantidade.
Se o usuário configurar a função Agrupa = N, o produto será impresso 2 vezes.
Este parâmetro serve para agrupar os itens do TXT. Equivale ao ORDITENS e ao AGRUPAPROD que serão
usados na ausência dos novos parâmetros.

4) Outros Dados do cabeçalho: incluir as demais variáveis necessárias de acordo com o formulário
solicitado.

Deve-se ter cuidado em relação às linhas utilizadas, pois com a inclusão da identificação, a primeira linha
de formatação passa a ser a linha dois.

- 14 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

FORMATAÇÃO DOS ITENS

Outras macros importantes no arquivo TXT seja ele de “Pedido” ou de “Nota” são as macro de
“Inicio Itens” e “Fim Itens”. Ou seja, abertura e fechamento da macro.
Entre estas macros tem-se as “variáveis” que imprimirão os dados dos itens do documento.
Em um ‘Pedido’ ou ‘Nota Fiscal’ pode-se ter vários itens.

Para fazer a inclusão dos itens, deve-se escrever *** INICIO ITENS *** e, na próxima linha, colocar
as “variáveis” dos itens.

Para os itens é permitida a utilização de apenas uma linha. Se mais de uma linha com as variáveis for
inclusa, os itens aparecerão duplicados no momento da impressão. Assim, independente do Pedido ter
10 itens ou 1 item apenas, a variável que imprimirá os dados dos itens será uma única linha.

As macros de Inicio Itens e Fim Itens servem justamente para que não seja necessário repetir no TXT
a quantidade de linhas, conforme o tanto de produto existente no Pedido ou na Nota. Estas macros
devem estar encostadas na margem esquerda sem espaço inicial.

Um detalhe importante com relação às “variáveis” que serão configuradas entre as macros e que
retornarão os dados dos itens: todas elas terminam com 01(zero um), diferente das variáveis que
imprimem os dados da empresa, do cliente e etc.

Para finalizar os itens, coloca-se *** FIM ITENS *** NN, na linha seguinte à das variáveis.
O NN é a linha final de impressão dos itens. Para calcular a quantidade de itens, verifica-se em qual
linha foi digitado o *** INICIO ITENS ***, ou seja, em qual linha foi impresso o primeiro item.
Soma-se 1 a este número de linha e no resultado, soma-se a quantidade de itens que devem ser
impressos. O valor obtido deve ser colocado no lugar do NN, em *** FIM ITENS *** NN.

- 15 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Veja:

Por que no exemplo da imagem anterior se tem FIM ITENS = 34?

Esta é a linha na qual o sistema irá parar de imprimir os itens.

Como é calculada essa linha?


Considerando que no formulário de impressão dos itens do Pedido possa-se imprimir no Máximo 10
itens. É necessário que se saiba em qual linha o sistema começará a imprimir os itens.

 Se ficar estipulado que no formulário cabem 10 itens por página:


Soma-se 1 à linha de impressão do primeiro item e no resultado soma-se mais 10 referentes
ao número máximo de itens, logo, FIM ITENS=34.

- 16 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Linha de impressão do primeiro item = linha23


+ 01
Quantidade máxima de Itens 10
34

Atenção: Se for selecionado no sistema um Pedido com 15 itens, num formulário onde cabem apenas
10 itens, ao imprimir esse Pedido, o sistema imprimirá uma página com o “Cabeçalho do Pedido”, os “10
primeiros Itens”, e o “Rodapé”. Depois abrirá uma segunda página e reimprimirá o “Cabeçalho do
Pedido”, os “5 Itens restantes” e novamente o “Rodapé”.

Outra função que precisa ser configurada a frente da função “Inicio Itens” e a “ITEMAX”, que define o
número máximo de itens a ser impresso por página e, portanto, deve estar alinhado ao “FIM ITEM”.

Dica: Para trabalhar com “n” itens (produtos ou serviços), informe 99 em NN.

Para fazer a inclusão de serviços no modelo, deve-se escrever *** INICIO SERVICOS *** e, na
próxima linha, colocar as “variáveis” dos itens.

Como dito anteriormente, para os serviços, assim como os itens, é permitida a utilização de apenas
uma linha para as variáveis. Se mais de uma linha com as variáveis for inclusa, os serviços
aparecerão duplicados no momento da impressão.

Para finalizar os serviços, coloca-se *** FIM SERVICOS *** NN, na linha seguinte à das variáveis.
O NN é a linha final de impressão dos serviços. Para calcular o valor deste NN o procedimento é
exatamente igual ao do produto visto anteriormente. Verifica-se em qual linha foi digitado o *** INICIO
SERVICOS ***, considerando para isso inclusive as linhas do *** SIADE ***, do *** INICIO ITENS
***, do *** FIM ITENS *** NN, e do *** INICIO SERVICOS ***. Soma-se 1 à linha de impressão

- 17 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

do primeiro serviço, e soma-se ao resultado a quantidade de serviços a ser impresso. Coloca-se o


valor em NN.

Importante: As variáveis para serviço e produto são as mesmas. A Diferença esta na macro.

Para incluir as matérias primas relativas aos itens, coloca-se *** INICIO MP *** e nas próximas linhas
coloca-se as “variáveis” de matérias-primas. Ao terminar esta seção, digita-se *** FIM MP ***.

Nota: Para impressão no TXT de informações da TGFITE referente às Matérias-Primas utilizadas na


produção de um Produto Acabado, deve-se utilizar a expressão &TGFMP.<NOME_DO_CAMPO>, que
funcionará quando estiver informada dentro dos marcadores *** INICIO MP *** e *** FIM MP ***.

FORMATAÇÃO DO RODAPÉ

A formatação desta parte é semelhante ao cabeçalho, não tem nenhuma especificação diferente. Devem
ser colocadas as “variáveis” de acordo com o modelo que esta sendo reproduzido.
Normalmente no rodapé ficam as variáveis de observações, totalização, quando se trata de uma nota
fiscal ou pedido.
Nele serão impressas as observações, os dados sobre a condição do pagamento do financeiro do pedido,
o valor do pedido e a data de negociação desse pedido.

IMPRESSÃO DO DOCUMENTO
Procedimentos para impressão:

1) Em “Avançado/Modelo de Nota Fiscal/Boleta/Duplicata” criar o Modelo do documento


formatado: Nota Fiscal, Boleta, Duplicata.
Veja o exemplo da impressão de uma nota fiscal de venda:

- 18 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

2) Para impressão de Notas Fiscais e Pedidos o usuário deve configurar no “Cadastro da TOP\na aba
Impressão”, o “Controle de Numeração” qual o modelo a ser usado com aquela TOP e o endereço
da impressora:

- 19 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

3) Para impressão de Boletas e Duplicatas o usuário deve configurar no “Cadastro de Conta


Bancária\aba Boletas \Duplicatas”, o Modelo para impressão, o Tipo de impressora, e o caminho
conforme figura abaixo:

- 20 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

4) Entrar na opção, que dispara a impressão do modelo configurado, e mandar imprimir. No exemplo
abaixo, uma Nota Fiscal de Venda, bastará acionar o menu do botão direito “Imprimir Nota”:

- 21 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

ASSOCIAÇÃO DO MODELO À OPERAÇÃO - IMPRESSORAS\MODELO DE DOCUMENTO\TIPO DE IMPRESSORAS

Ao clicar com o botão direito do mouse no Pedido, o usuário encontrará opções de impressão, como:
“Imprimir Boleta/Duplicata”, “Imprimir Expedição”, “Imprimir Nota Adicional”.

Ao clicar em “Imprimir Nota Adicional”, o modelo TXT de pedido estará amarrado na TOP de Pedido.

Mas ao clicar em “Imprimir Boleta/Duplicata”, onde o sistema pegará o modelo e impressora


relacionados ao pedido para fazer a impressão da boleta?

No financeiro do Pedido, tem-se o campo “Conta Bancária”, ao pedir para “Imprimir


Boleta/Duplicata” o sistema buscará o modelo e caminho de impressora no cadastro da “Conta
Bancária”, na aba ‘Boletas/Duplicatas’. Nesta aba é necessário vincular uma impressora, o tipo de
impressora e o modelo do documento, da mesma forma que é vinculado no Cadastro da TOP.

Veja imagem a seguir:

- 22 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Ao acessar “Imprimir expedição”, o sistema buscará o modelo e a impressora para fazer a impressão
do documento de expedição, na aba “Estoque/Preço” do menu Avançado/Preferências/Empresa.
Onde se fará o vínculo da impressora, modelo do documento e tipo de impressora para utilização dessa
opção.

- 23 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

O vínculo para utilizar “Imprimir Nota Adicional”, será feito em Avançado/Preferências/Modelo e


Impressora Nota Adicional.

Marcando a opção “Impressão automática”, ao confirmar o Pedido ou ao confirmar a Nota, o sistema


acionará a impressão da “Nota Adicional” de forma automática, ou seja, o usuário não precisará clicar
na opção do botão direito “Imprimir Nota Adicional”.

Tanto nas telas em que se faz o vínculo do modelo de impressora, quanto nas telas de cadastro de
modelo, tem-se o campo “Tipo de Impressora”. Para que serve essa opção?

No arquivo de help de variáveis temos algumas variáveis relacionadas a comandos de impressão. O


sistema precisa saber qual é o tipo de impressora que está sendo utilizada, pra poder enviar para a
impressora o comando de impressão de forma correta.
Por exemplo, se estiver imprimindo em uma impressora matricial Epson, no cadastro do modelo e
também no vínculo do modelo com a impressora, seja na TOP, na Conta Bancária ou nas Preferências
da Empresa, este campo terá de estar configurado de forma correta informando: matricial Epson.
Assim, ao mandar imprimir esse modelo TXT, se estivermos utilizando alguma variável de comando de
impressão no TXT, como por exemplo, &cptre2, o sistema mandará o comando de impressão para a
impressora Epson.

Ao vincularmos um tipo de impressora incorretamente, por exemplo, se estiver imprimindo em uma


impressora ‘Epson’, porém o tipo de impressora cadastrada no campo “Tipo de Impressora” for
‘Xerox Laser’, o comando de impressão será enviado para a ‘Xerox Laser’ e neste caso não
funcionará.

- 24 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

IMPRESSÃO DE “OUTRO” MODELO

Existe uma função na configuração do TXT, onde podemos chamar “Outro” modelo e mandar imprimir
esse “outro modelo” em outra impressora.
Assim, ao clicar no o botão direito e mandar “Imprimir o Pedido”, o modelo de pedido de forma
automática poderá chamar a impressão de outro documento.

Por Exemplo, digamos que ao imprimir uma Nota Fiscal, deseje-se que o modelo dessa Nota Fiscal chame
a impressão da ‘Boleta’ de forma automática e que mande imprimir essa boleta em ‘Outra’ impressora.
Como isso é configurado?
A configuração é feita sempre no final do arquivo TXT.
Veja:

Digita-se no fim do arquivo *** Outro Modelo *** e *** Outra Impressora***.
Na frente de “Outro Modelo”, é necessário colocar o caminho do outro modelo a ser impresso.
Na frente de “Outra Impressora” é necessário informar o tipo da outra impressora.

- 25 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

TESTES E VALIDAÇÃO DO MODELO

Obs: Para alguns testes o usuário pode enviar a impressão para disco, salvar o arquivo e abrir
com um editor de texto.

QUANTIDADE DE LINHAS POR POLEGADA

Como configurar a quantidade de linhas por polegada?


Por exemplo, os formulários de nota fiscal são feitos na medida de seis ou oito linhas por polegada. Na
formatação deve-se medir o formulário com uma régua, que tenha números de linhas por polegada, e
utilizar uma das seguintes variáveis:

&sexrel: Ativa a impressão em seis linhas por polegada


&oitrel: Ativa a impressão em oito linhas por polegada

COMPACTAÇÃO E DESCOMPACTAÇÃO DO DOCUMENTO.

Especial atenção deve ser dada às definições de compactação do documento. As variáveis utilizadas são
estas:

&cptrel: Ativa compactação máxima


&dcprel: Desativa compactação máxima

Deve-se ter cuidado ao formatar documentos compactados. Ao colocar a variável de compactação, no


início do arquivo “&cptrel”, lembre-se de colocar a variável de descompactação no final do arquivo
“&dcprel”. Sem isso, a impressora fica compactada e qualquer outro documento enviado para a mesma,
será impresso compactado.

- 26 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

FUNÇÕES ESPECIAIS

Função é um artifício que se pode utilizar para tratar as variáveis dentro de um layout pré-formatado.
Estas funções variam de acordo com a linguagem utilizada pelo software. No caso do MGE, utilizam-se
algumas funções do Delphi (Pascal)

Utilizam-se as funções em documentos TXT de modelo, para impressão de notas, boletas e duplicatas, ou
seja, tudo que é possível emitir a partir da “Central de Atendimento a Clientes” (movimento de
saídas). Isso pode ampliar-se para a confecção de: Cupons Não-Fiscais, Orçamentos, Pedidos,
Ordem de Serviço, etc.

As funções mais utilizadas são as seguintes:

FUNÇÃO IF

Uma das funções mais utilizadas quando se trata de formatação de TXT é o IF


No arquivo TXT pode-se montar uma ‘condição’ e de acordo com o resultado da condição será retornado
um ‘valor’.
Em Avançado/ Fórmulas/Fórmulas de desconto Máximo, tem-se o construtor de expressões com
as funções do sistema. Todas essas funções podem ser utilizadas no TXT. Algumas funções são
específicas.

O IF retornará X e Y dependendo da expressão booleana, ou seja, se a expressão for verdadeira, ele


retorna o valor de X, senão ele retorna o valor de Y.

Exemplos de expressões booleanas:

&cidemp=Uberlândia (cidade da empresa- cidemp)


&cidcli=Araguari (cidade do cliente- cidcli)

- 27 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

 if(&cidcli=’UBERLANDIA‘,’UDIA’,&cidcli) -> se a cidade do cliente for “Uberlândia”, o sistema


imprimirá só “UDIA”, se não o sistema imprimirá a “cidade do cliente”.

 if(&cidemp=’Uberlândia’,’Udia’,&cidemp) -> se a cidade da empresa for ‘Uberlândia’, será


impresso ‘Udia’; senão, será impresso a cidade da empresa(que vai estar contida na variável).

 if(&cidcli= ‘ ‘, ‘Cliente não tem cidade cadastrada’, &cidcli) -> se a cidade do cliente for igual a
espaço em branco, será impresso a constante; senão, será impresso a cidade do cliente.

 if(&cidcli=’Araguari’, ‘Reriguari’,&cidcli) -> se a cidade do cliente for igual a Araguari, será


impresso "Reriguari"; senão, será impresso a cidade do cliente.

Logo:
IF(variável=valor,imprime caso a condição anterior for verdadeira,imprime caso a condição
anterior for falsa)

Esta é uma forma de se utilizar de condições em layouts modelos para a impressão de notas.
Com um IF, o usuário tem a possibilidade de testar o valor de uma determinada variável antes de fazer a
impressão da mesma.

- 28 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

O IF e a variável podem ser digitadas em


maiúsculo ou minúsculo, pois isto não irá
alterar a função.

ENTENDENDO A SINTAXE DO IF NO ARQUIVO TXT:

if(&cidcli=’UBERLANDIA‘,’UDIA’,&cidcli)

O IF não pode ficar encostado na margem esquerda, é necessário pelo menos um espaço, caso
contrário ele não funcionará.

Não se pode ter espaço na expressão, o espaço só será possível para os textos dentro do IF, que
deverão vir entre aspas simples, como por exemplo, trocando a descrição da cidade ‘Uberlândia’, por
‘Carmo do Paranaíba’.

Atenção: Sempre que se tratar de uma String, ou seja, de um texto dentro do IF, será necessário
colocá-la entre aspas simples, como é o caso de Uberlândia, no exemplo anterior.

- 29 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Voltando a expressão lógica do exemplo anterior, se a cidade do cliente for Uberlândia o sistema
retornará UDIA, se não ele retornara a própria variável de nome da cidade do cliente:

X Y

AS VARIÁVEIS NO MGE E MITRA TÊM UM TAMANHO FIXO.


No caso do exemplo anterior, o tamanho da variável &cidcli é de 20 caracteres, então o sistema
imprimirá a string ‘Uberlândia’ e irá completá-la até o vigésimo caractere com espaços em branco.

Como descobrir o tamanho da variável?


Para se descobrir o tamanho exato de uma variável deve-se colocá-la entre dois pontos de
exclamação, deixando um espaço entre o primeiro e o último ponto.
Atenção: Sem esses espaços o sistema não identificará à variável.

A variável é colocada entre os pontos de exclamação para que se possa saber exatamente qual o
seu tamanho ou como ela está sendo retornada ao imprimir o TXT.

Visualizando a impressão do documento, verifica-se que o sistema está retornando o valor da variável
com 20 espaços, logo, a variável “&CIDCLI” possui o tamanho de 20 caracteres.

Como se pode ver o sistema imprime a string


Uberlândia e a completa até o vigésimo
caractere com espaços em branco.

- 30 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Portanto, na condição lógica tem-se que considerar, na expressão booleana, o tamanho da string.
Assim, para que o sistema retorne UDIA, como foi estipulado na condição deste exemplo, não se deve
considerar a cidade do cliente igual a ‘Uberlândia’ e sim igual a ‘Uberlândia ‘, (com espaços em
branco que correspondam ao tamanho da string, neste caso, completando de 0 a 20 caracteres).

Veja:

Espaços em branco completando os 20 caracteres

- 31 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Visualizando novamente a impressão do documento o usuário verificará que agora a expressão


condicional – IF(&CIDCLI=’UBERLANDIA ‘,’UDIA’,&CIDCLI) - trará a resposta desejada que
é UDIA.

Mudando a cidade do cliente para São Paulo, o sistema retornará o próprio nome da cidade. Como
estipulado na lógica: “Se a cidade do cliente (&cidcli) for “Uberlândia”, o sistema imprimirá só “UDIA”,
se não o sistema imprimirá a “cidade do cliente” (&cidcli)”.

IF(&CIDCLI=’UBERLANDIA ‘,’UDIA’,&CIDCLI)

- 32 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

IMPRESSÃO DE OUTRO CAMPO

Outra coisa que se deve observar ao montar uma expressão lógica é a existência ou não de outro
campo na frente da expressão.
A impressão deste outro campo se dará de acordo com o tamanho da resposta retornada pela lógica.

Por exemplo, se a expressão lógica da imagem anterior retornar a cidade do cliente como UDIA, este
outro campo sairá em uma determinada coluna, mas se a lógica retornar a cidade do cliente como São
Paulo, este outro campo sairá em outra coluna.
Veja:

Será impresso na COLUNA 23

Será impresso na COLUNA 07

Para que isto não ocorra, ou seja, para que o sistema retorne a informação deste outro campo sempre
no mesmo local, tem-se que estar atento ao tamanho da variável de retorno envolvida na expressão
booleana.
Neste exemplo, é necessário configurar a variável de retorno como se configurou a condição, isto é, com
20 caracteres, que são correspondentes ao tamanho da variável “&CIDCLI”.
Veja Configuração no TXT:
Espaço completando os 20 caracteres

- 33 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Veja a impressão:

Será impresso na COLUNA 23, independente da


expressão booleana retornar: UDIA ou SÃO PAULO

FUNÇÃO COPY

A função Copy serve para recortar uma determinada variável.

Tanto em um formulário de “Pedido” quanto no próprio formulário de “Nota Fiscal”, muitas informações
são jogadas no corpo de impressão dos itens, e na maioria das vezes é preciso compactar essas
informações para que caibam todas no corpo dos itens.
Na maioria das vezes é necessário diminuir o tamanho de cada variável.

Veja:
Utilizando o mesmo exemplo da variável de cidade do cliente (&CIDCLI), imprime-se o pedido para
ver como o sistema está retornando essa informação. Constata-se que o sistema está retornando o nome
da cidade e completando com 20 caracteres, como mostra a imagem abaixo:

Deseja-se que o sistema despreze os 10 últimos caracteres da


variável “&CIDCLI”.

- 34 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Diga-se que se queira recortar essa variável e imprimir somente os 10 primeiros caracteres,
eliminando os 10 últimos caracteres em branco, fazendo com que desta forma sempre que o sistema
imprimir essa variável, ele despreze esses 10 últimos caracteres.
Para isso pode-se utilizar a função Copy.

SINTAXE DA FUNÇÃO COPY

A função Copy é composta de 3 parâmetros inseridos em um parêntese.


- copy (variável, início, quantidade)

Observe:
COPY(&CIDCLI,01,10)

O terceiro parâmetro indicará quantos caracteres se deseja


imprimir.

O segundo parâmetro indicará a partir de qual caractere se


deseja imprimir.

O primeiro parâmetro é a variável que será aplicada a função.

Função Copy

Logo, a função Copy configurada acima estabelece que: no caso da variável de cidade do cliente
(&CIDCLI), o sistema imprimirá a partir do caractere 1, que é o primeiro caractere da variável, até o
caractere 10, que é o total de caracteres que se deseja imprimir.

Copia-se a função montada, colocando-a entre os pontos de exclamação (como foi feito anteriormente
na função IF para se descobrir o tamanho da variável).

- 35 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Visualizando a impressão do documento:

Antes o sistema trazia 10 espaços em branco, agora ele imprime exatamente a quantidade de
caracteres programada na função Copy, isto é, apenas 10 caracteres.

EXEMPLO DA APLICAÇÃO DESTA FUNÇÃO NAS VARIÁVEIS DOS ITENS

Na maioria das vezes é preciso usar o Copy na linha de impressão dos itens.

Observe:
Nas variáveis dos itens, a variável “&vtot01”, retorna o valor total do item.

Para saber o tamanho fixo da variável de valor total do item, o procedimento é o mesmo, coloca-se a
variável “&vtot01” entre os pontos de exclamação, desprezando o primeiro e último espaço.

- 36 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Visualiza-se a impressão:

A variável “&vtot01” é de 16 caracteres.

Supondo que e o usuário deseje desprezar os 6 primeiros caracteres dessa variável, ele deverá
montar o seguinte Copy:

COPY(&vtot01,07,10)

Onde: “07” indicará o caractere a partir do qual será feita a impressão e “10” indicará o número de
caracteres que serão impressos, a partir do sétimo.

Visualizando novamente a impressão:

- 37 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Então para cortar 6 caracteres do “valor total do item”, bastará aplicar a função Copy no lugar da
variável “&vtot”.

Detalhe importante: quando se utiliza uma função, ela não poderá ficar encostada nas outras
variáveis.
Deve-se manter um espaço entre a função e a
variável.

- 38 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Visualização final

Comparando...
Antes de substituir a variável “&vtot” pela função “Copy”:

Depois de substituir a variável “&vtot” pela função “Copy”:

- 39 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

FUNÇÃO LEFT E RIGHT

Semelhante a função Copy, estas duas funções também são utilizadas para cortar uma determinada
variável.
Isto se dará da seguinte forma:

- left(variável,quantidade)

A função Left cortará a variável na quantidade informada a partir da esquerda.

Exemplo: &cidemp=Uberlândia (&cidemp = variável que retornará a “cidade da empresa”)

Se o usuário desejar imprimir apenas os 4 primeiros caracteres do nome da cidade da empresa, no


documento, então ele deverá substituir a variável “&cidemp“ pela seguinte função: left(&cidemp,4)

Onde: &cidemp - representará a variável a ser cortada e “4” a quantidade de caracteres a serem
impressos a partir da esquerda.
Então, será impresso apenas “Uber”, em vez de Uberlândia, para a cidade da empresa.

- 40 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

- right(variável,quantidade)

A função Right corta a variável na quantidade informada a partir da direita;

Exemplo: &cidemp=Uberlândia (&cidemp = variável que retornará a “cidade da empresa”)

Se o usuário desejar imprimir apenas os 4 últimos caracteres do nome da cidade da empresa, no


documento, então ele deverá substituir a variável “&cidemp“ pela seguinte função: right(&cidemp,4)

Onde: &cidemp - representará a variável a ser cortada e “4” a quantidade de caracteres a serem
impressos a partir da direita.
Então, será impresso apenas “NDIA”, em vez de Uberlândia, para a cidade da empresa.

- 41 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

AGRUPANDO VARIÁVEIS E\OU FUNÇÕES

Se for necessário agrupar variáveis ou funções para a impressão, bastará colocar o sinal de mais (+)
entre as “variáveis” ou entre as “funções”.
Nota: Somente em alguns casos este recurso é utilizado, e nem sempre é necessário.

Exemplo: &cidemp=Uberlândia (cidade da empresa) + &estcli=MG (estado do cliente)

Supondo que o usuário deseja imprimir no local reservado à descrição da cidade da empresa,
apenas as 4 primeiras letras desta cidade, seguido pela sigla do estado do cliente. Então ele deverá

substituir a variável “&cidemp” pela função agrupada: left(&cidemp,4)+" "+&estcli

Onde:

left(&cidemp,4) – retornará as 4 primeiras letras do nome da cidade da empresa (como visto


anteriormente).

" " – retornará um espaço entre o nome da cidade da empresa e o estado do cliente.

&estcli – retornará o estado do cliente.

- 42 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

FUNÇÃO LINHA

A Função LINHA trará na impressão os dados de “campos adicionais”, filtrando estes dados de acordo
com os parâmetros utilizados na função, e permitindo a impressão de até 400 caracteres, para campos
tipo “Memo”.

A sintaxe dessa função é:


LINHA(&campo,TAMANHO,LINHA,'SEPARADOR')

Exemplo:
LINHA(&tgfpar.ad_histboleto,46,1,';')

Separador

Impressão da informação na Linha 1

Tamanho de 46 caracteres

Campo adicional “Histórico do Boleto” da TGFPAR

FILTROS NO TXT

Existe a possibilidade de fazer filtros dentro dos TXT´s.


O filtro deve ser colocado no final do arquivo TXT, com o uso dos indicadores *** INICIO FILTRO ***
e *** FIM FILTRO ***.
Exemplo de Filtro

Similar às outras seções, os filtros deverão estar entre estes dois indicadores.

Os nomes das variáveis devem conter primeiramente a abreviatura que identificará a tabela que
contem o campo, como por exemplo, “ITE.XXX”, onde “XXX” será o nome de um campo da TGFITE
(Tabela de Itens).

Para algumas configurações de agrupamento, o filtro pode não funcionar, casos em que se pode entrar
em contato com a Sankhya para personalizações.

- 43 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

FUNÇÃO ***INICIO POSICIONAL*** E *** FIM POSICIONAL***

Outro recurso na formatação do TXT é o “Inicio Posicional” e “Fim Posicional”, através dos quais se
configura a linha e a coluna na qual se deseja imprimir um determinado campo que pode ser ‘Fixo’ ou
‘Variável’.

Exemplo:
*** INICIO POSICIONAL ***
[xx,yy] variável ou função
*** FIM POSICIONAL ***
xx = representa o endereço da linha onde será impresso
yy = representa o endereço da coluna onde será impresso

Logo se:
*** INICIO POSICIONAL ***
[50,008] &CodTip
*** FIM POSICIONAL ***

O conteúdo da variável “codtip” será impresso na linha 50 e coluna 8

Se o TXT possuir POSICIONAL, lembrar de fechá-lo com *** FIM POSICIONAL ***

Essa função será útil quando houver alguma situação em que se tenha de posicionar algum campo em
uma determinada coluna e linha de um TXT.

FUNÇÃO DESPREZAR LINHA EM BRANCO

Existem duas formas de utilização da variável “DESPREZARLINHABRANCO”.

PRIMEIRO:
Para respeitar o número de linha final, é necessário usar esta instrução SOMENTE no INÍCIO do
corpo de impressão do “Serviço” ou “Produto”.

- 44 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

No exemplo abaixo, a impressão será encerrada na linha 50.


Exemplo:

*** INICIO SERVICOS *** DESPREZARLINHABRANCO


&vqtm01 &vnom01 &vvlr01 &vtot01
copy(&obs1,0,120)
copy(&obs2,0,120)
copy(&obs3,0,120)
copy(&obs4,0,120)
&obs5
&obs6
&obs7
&obs8
&obs9
&obs10
&obs11
&obs12
*** FIM SERVICOS *** 50

SEGUNDO:
Se utilizar a variável “DESPREZARLINHABRANCO”, à frente de cada linha conforme exemplo abaixo, o
TXT será impresso apagando a linha em branco abaixo das informações, ou seja, na impressão o sistema
subirá tudo que estiver abaixo das linhas.

*** INICIO SERVICOS ***


&vqtm01 &vnom01 &vvlr01 &vtot01
copy(&obs1,0,120) DESPREZARLINHABRANCO
copy(&obs2,0,120) DESPREZARLINHABRANCO
copy(&obs3,0,120) DESPREZARLINHABRANCO
copy(&obs4,0,120) DESPREZARLINHABRANCO
&obs5 DESPREZARLINHABRANCO
&obs6 DESPREZARLINHABRANCO
&obs7 DESPREZARLINHABRANCO
&obs8 DESPREZARLINHABRANCO
&obs9 DESPREZARLINHABRANCO
&obs10 DESPREZARLINHABRANCO
&obs11 DESPREZARLINHABRANCO
&obs12 DESPREZARLINHABRANCO
*** FIM SERVICOS ***

- 45 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

A variável DESPREZARLINHABRANCO desprezará linhas em branco no rodapé do cupom.


Isto poderá ser feito Linha a Linha.

Quando as linhas dos itens forem “variáveis” e usar a função “DESPREZARLINHABRANCO”, pode-se usar
no início do TXT a opção FLEXÍVEL.

Quando a função estiver presente ao informar no *** FIM ITENS *** a linha final de impressão de
produtos, esta linha final será respeitada e o conteúdo entre *** INICIO ITENS *** e *** FIM ITENS
*** só ficará na página se couberem todas as linhas.

Exemplo: se o usuário tiver um IF nos itens, fazendo com que a linha seja impressa só para alguns
produtos, e usa-se a função “DESPREZARLINHAEMBRANCO”, esse item só será impresso na mesma
página se todo ele couber na página.

FUNÇÃO TROCAESP

Outra função do arquivo TXT é a TROCAESP, que tem a função de desprezar os caracteres
especiais de uma determinada string, e que possui apenas um parâmetro.

Por exemplo, a string ‘Uberlândia’, possui acento circunflexo (^) no primeiro A.

Ao imprimir o documento a função “TROCAESP” desprezará esse caractere especial.

Visualizando a Impressão:

- 46 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

UBERLANDIA – sem acento circunflexo.

Será a mesma coisa com a variável ‘razão social da empresa’, por exemplo.
No cadastro da empresa o usuário pode colocar na razão social da empresa, algum caractere especial que
deseja imprimir no documento.

O usuário deseja imprimir o


acento ‘agudo’ na palavra
‘VÍRGULA’

- 47 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Contudo, se a função “TROCAESP’ estiver na “variável” de razão social, o sistema não imprimirá o
caractere especial.

Visualizando Impressão:

VIRGULA - Sem acento agudo

Nota: Algumas impressoras não conseguem imprimir caracteres especiais.

IMPRESSÃO DE CAMPOS QUE NÃO POSSUEM VARIÁVEIS.

As “variáveis” de TXT descritas no Help On line do sistema, cobrem a maioria das informações, que são
necessárias à elaboração dos documentos TXT: Boletas, Notas Fiscais, Pedidos...

Mas o que ocorre se o usuário desejar imprimir no documento um determinado campo, e não encontrar
no Help do sistema nenhuma “variável” que retorne a informação deste campo?

Alguns campos do banco de dados do sistema podem ser referenciados no TXT da seguinte forma:
&TABELA.CAMPO
Onde:
&TABELA: nome da tabela a qual o campo pertence

Ponto (.): ponto para separação da tabela e campo.

CAMPO: nome do campo que se deseja imprimir a informação gravada no banco de dados.

Para descobrir o nome do campo que se deseja imprimir, o usuário deve fazer um select no banco de
dados.

- 48 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Exemplo: &TFGPAR.codparcmatriz

Neste exemplo o usuário deseja imprimir no documento o “Código da Matriz do Parceiro”.

- 49 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

Nota: Por se tratar de uma função que busca as informações diretamente no banco de dados, o sistema
não apresentará um tamanho fixo para os campos inseridos pela função. Para alinhar estes campos
deve-se usar a função “PAD” ou “PADL”.

FUNÇÃO PAD

Esta função recebe 2 parâmetros. O primeiro parâmetro é o campo para o qual se deseja estipular um
tamanho fixo, e o segundo é o número de caracteres que se deseja para o campo.
Assim: &PAD(TABELA.CAMPO, NÚMERO DE CARACTERES)

Por que fixar um tamanho ao campo?


Para alinhar a impressão. Se o campo tiver um tamanho fixo pode-se alinhá-lo com outros campos.

Exemplo: &PAD(&TGFPAR.CODPARCMATRIZ,08)

- 50 -
FORMATAÇÃO DE TXT – CONFIGURAÇÃO DE IMPRESSÃO

IMPRESSÃO DE HOLLERIT

No TXT, ao acrescentar o texto "EVEMAX=xx" na parte que identifica o inicio dos eventos
*** INICIO EVENTOS ***, o sistema quebrará o hollerit após imprimir a quantidade de eventos
informada.

A variável “&ultpag” identificará se é ou não a ultima página.

Nota: "EVEMAX=xx" = xx é a quantidade de eventos em cada página.

ORDENAÇÃO DOS ITENS DO PEDIDO A PARTIR DOS ‘CAMPOS ADICIONAIS’.

Os itens da nota serão ordenados por ordem crescente pelos ‘Campos Adicionais’. Para isto deve-se
inserir na primeira linha do TXT a chave ORDEMESPECIAL e no corpo do TXT inserir o bloco:
*** INICIO ORDEM ***
P.(nome do campo adicional) ou
I.(nome do campo adicional)
*** FIM ORDEM ***

Onde P refere-se a ‘Tabela de Produtos’ e I refere-se a ‘Tabela de Itens’ da nota.

Nota: ao cadastrar o TXT na tela de Modelos de Nota Fiscal/Duplicata/Boletas o usuário


deve lembrar-se de fazer sua compilação através do botão “Compilar o modelo para acelerar a

impressão”. A compilação do TXT é obrigatória.

- 51 -

Você também pode gostar